História Poliamor. - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Visualizações 211
Palavras 2.272
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Famí­lia, FemmeSlash, LGBT, Romance e Novela, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Volteeei com mais um capítulo amorzinho ❤

Vocês são um máximo rs

Cada comentário e único e especial pra mim, e é por causa de vocês que eu escrevo, e que me inspiro.

Então eu digo e repito, Poliamor e de vocês não minha rs

Então vamos lá? Rs

Comentem como sempre, prometo responder a todos assim que puder rs

Talvez, só talvez, eu poste mais um!

É My Family? Gostam dela também? É que essa tem bem mais leitores rs, mas vou ver se atualizo ela hoje, não prometo!

Boa leitura, e eu amo vocês!

Capítulo 8 - Bagunça?


Fanfic / Fanfiction Poliamor. - Capítulo 8 - Bagunça?

[...]  Dias depois ...

Acorda bonequinha -  Dinah acariciou o rostinho da pequena - Vamos tomar um banhinho gostoso, hoje será eu e a Lolo que vamos ficar com você - Camila esfregou os olhinhos e continuou chupando a chupeta - Se não acordar, terei que fazer cosquinha - A pequena abriu os olhinhos e fez bico.

Olha só quem acordou - Lauren apareceu com as roupinhas dela e as coisas do banho - Preguicinha, vamos tomar banho? - Camila negou e colocou novamente chupeta na boca.

Temos uma porquinha nessa casa amor - Lauren sorriu - Então acho que o senhor ursinho vai tomar banho sozinho - Lauren pegou o urso e entrou no banheiro.

Inhao, inhao - A pequena se levantou e estendeu os bracinhos abrindo e fechando as mãozinhas.

Então vamos lá fazer companhia pra ele? - Dinah se aproximou e passou a retirar a roupinha dela, primeiro a blusa o que causou riso, já que a temperatura da loira era diferente do corpinho quente da menor - Agora apoia em mim, pra poder tirar a calça - Camila colocou os bracinhos no ombro da mais velha e levantou um pezinho por vez, ficando apenas de fralda,  o que logo foi retirado.

Amor pega o sabonete pra mim? Eu esqueci 

Fica paradinha aí okay? - Camila estava em pé em cima da cama - Vou buscar amor, ja volto.

Assim que Dinah cruzou a porta do quarto, Camila pulou da cama e saiu correndo pela casa completamente pelada e dando altas risadas - Lauren ela fugiu! - Dinah e Lauren apareceram no quarto e comecaram a procurar pela pequena fugitiva - Mas que pestinha! 

Olha, se as meninas estivessem aqui, isso não aconteceria - Lauren fala molhada, porque com o grito que Dinah deu, ela acabou entrando no chuveiro - A bonitinha sabe se esconder.

Mila vem pequena - Dinah sorria assim como Lauren.

Tem o patinho pra tomar banho também - Lauren fala olhando ao redor das portas e embaixo da cama.

10 minutos se passaram e as meninas já estavam ficando preocupadas, se jogaram no sofá e um atim foi ouvido, às duas se olharam e bem embaixo do puf da sala, um bumbum branquelo foi avistado.

Achei uma bunda - Dinah fala fazendo cosquinha .

E eu uma bebê peladinha - Lauren pega a pequena que gargalha - Você é bem espertinha né? Fugindo do banho!.

Condi - Ela colocou as mãozinhas nos olhos e a linguinha entre os dentes.

Escondeu? É cadê a mila? - Lauren fingiu procurar - Viu ela amor? Onde será que aquela bundinha braquela se meteu? - Dinah sorriu e fingiu procurar também.

Cadê? - A pequena dava gargalhadas.

Atô neném - Ela tirou as mãozinhas e sorriu, fazendo as meninas morrer de amor.

Achou ne? Agora vamos pequena, lavar esse popôzaun - Dinah envolveu a pequena na toalha e levaram ela pro quarto.

Binca - Fala mexendo nos proprios dedinhos.

Depois do banho vamos brincar tá bom? Mas primeiro tem que ficar cheirosa - Fala sorrindo ao ver ela batendo palminhas.

[...]

A pequena já estava banhada, após uma imensa bagunça no banho, as meninas acharam que já estava limpa o suficiente.

Lauren secou o corpinho dela enquanto Dinah separou sua roupinha, jogou o talco por todo o corpinho e colocou um borizinho cor de rosa, colocou a fralda, passando pomada e mais um pouquinho do talco e fechou a fraldinha junto com o bori

Pepê - Ela viu a chupeta rosinha e pediu com as mãozinhas, Dinah que estava atrás dela, pegou a chupeta e colocou na boquinha dela enquanto Lauren terminava de arrumar a pequena

Como estava meio friozinho, vestiu um macacão rosa, e a toalha enrolada no cabelo, Camila ficou em pé fazendo pose e as meninas tiraram uma foto.

Enquanto Dinah secava os cabelos e penteava a menor, Lauren começou a arrumar a bagunça e desceu pra fazer o café.

[...]

Utinho Mâ - A pequena apontou pro ursinho que estava ainda na bancada do banheiro - Mâ, utinho - Dinah estava com a pequena enrolada em seu corpo pela cintura.

Do que me chamou? - Os olhos da loira lacrimejaram.

Mâ - A pequena ficou com as bochechinhas rosadas, colocou suas duas mãozinhas no rosto da loira e apertou suas bochechas - Mâ, tudinho neném! - Dinah secou às lágrimas que escorriam pela sua face e sorriu dando uma bitoquinha no nariz da menor.

Vamos lá buscar o ursinho da neném - Dinah ainda não acreditava que ela havia ganhado um apelido, e que o mesmo era Mâ, uma explosão de sentimentos estavam se atracando dentro dela, uma mistura de amor com medo, ela se sentia completa, de alguma forma ela se sentiu mãe da pequenina, e isso apesar de maravilhoso, a assustou.

[...]

Ela já acordou amor, demos banho nela e agora estou fazendo o mama enquanto a Dinah termina de arrumar ela - Lauren estava com o telefone na orelha e mexendo o leite.

Sim vida, eu agasalhei ela - Lauren sorriu - Não amor, se vamos com o secador, você sempre faz todas secarmos o cabelo assim esqueceu? - Um serzinho pequeno apareceu na cozinha assustando a morena e agarrando sua perna - Olha ela está aqui, quer falar com ela? - Dinah colocou ela sentadinha na bancada e Lauren colocou no viva voz.

Oi bonequinha - Ally sorriu.

Mama - Camila fez beicinho e abriu e fechou as mãozinhas - Tê.

Não chora amor, logo logo elas voltam uh? - Lauren sorriu pela forma que Camila chamava a esposa.

Oi pequena, estamos com saudades suas - Normani falou logo atrás - Se comporta direitinho que assim que chegarmos vamos te dar um presente, tudo bem? 

Lauren e Dinah sorriram ao ver ela assentindo freneticamente com a cabecinha.

Use as palavras baby - Dinah baguncou o cabelinho e a pequena olhou pras duas tímida.

Neném tetinha Mom - Lauren encarou Dinah, e o silêncio se fez presente do outro lado da linha.

O que disse? - Normani estava chorando, e Ally abraçou a esposa e logo atrás a voz da Ally falando que ela havia chamado ela de mãe fez todas sorriem.

Mâ, Mama, Mom e Momi - A pequena falou e Dinah e Lauren também estavam chorando.

E você é nossa bonequinha pequena, A mama e a Mom volta logo viu? A Mâ e a Momi vão cuidar de você é do Sr Ursinho por enquanto.

Ally disfarçou as lágrimas e se afastou entregando o telefone pra Normani.

[...] Los Angeles, Centro.

Tá tudo bem pequena? - A morena abraçou a esposa de lado e ela apoiou a cabeça em seu corpo.

Só é diferente ... Preciso me acostumar com isso - Afirma enquanto as duas caminham.

É, eu sei - Normani beijou o topo da cabeça da menor e sorriu - Mas você se sente confortável com isso? Sabe que nos três iremos sempre te respeitar - Afirma.

Uma parte minha quer muito cuidar dela, mas a outra diz que eu não sou capaz, que eu vou falhar e que ...

Soh - Normani se posicionou de frente pra mulher e beijou seu rosto e seus lábios - Essa parte não é mais forte que você meu anjo, se você alimentar seu medo, ele vai crescer, só vamos deixar acontecer, e se caso aparecer alguém procurando por ela, sabemos que fizemos a nossa parte - Normani abraçou a esposa e ambas pararam em frente a delegacia de pessoas desaparecidas.

Ela procura pela mãe, nos procuramos pela nossa filha, e o certo a se fazer né? - Ally questionou a esposa um.pouco incerta.

Seus olhos dizem ter medo, mas aposto que seu coração assim como o meu, quer voltar pra casa e cuidar dela - Afirma Normani envergonhada.

Eu não quero que ela se machuque, mas também não posso falar que não me apaguei a ela... mas ela tem uma família amor, e se fosse a nossa filha sendo criada por outras pessoas? Se elas estivesse na nossa situação? - Questiona .

Eu iria querer que eles fizessem a denúncia, iria querer nossa menina de volta - Concorda.

E eu entrei com o pedido de guarda provisória - Diz baixinho - Teremos a guarda dela e se caso ninguém aparecer, sabe só por garantia - Afirma envergonhada.

Só por garantia? Tá bom amor eu acredito em você - Normani gargalha e Ally abraça a esposa.

Eu te amo morena - Normani sorri.

Também te amo pequinês, Aiii aí r brincadeira, calma calma - Ally estava dando bolsadas nela enquanto Normani ria. - Amor para - Normani segurou os pulsos dela e puxou a pequena pra perto - Eu te amo bravinha - Fala em meio a risada.

Não te amo mais sua chata - Ally fala irritada - Vamos logo fazer isso que nossa filha tá esperando - Normani parou e processou a informação que acabou de receber enquanto Ally caminhava a sua frente.

Que foi? - A Loira parou e encarou a esposa.

Você falou que ela era nossa filha? - Questionou.

Não, eu disse nossa menina- Afirma olhando pra baixo.

Não, você chamou de filha amor, eu ouvi - Normani se aproximou e levantou o rosto da menor - Não disse?.

Na-não, não sei, talvez ... só vamos - Normani sorriu e seguiu a baixinha.

Nossa filha, e você falando isso agora, até que ela lembra mesmo você, mas isso seria loucura .. - Normani fala pra si mesma - Mas não seria impossível, seria? Okay Mani, não pira! E só o choque inicial, mas aquela baixinha e minha menina, a nossa menininha... Amaria que ela fosse nossa filha.

Amor vamos - Ally voltou e puxou a esposa - Ta no mundo da lua? - As duas caminharam até o guichê e pegaram a senha.

E o certo a se fazer - Ally segurava a senha e batia o pé impaciente.

É, e o certo - Normani concordou.

[...] Residência LAND.

Lauren e Dinah já haviam dado o café da pequena, brincado de casinha e de chá com o senhor urso, a pequena estava alegre e saltitante, e apos algumas horas de brincadeira, Dinah serviu o almoco das tres.

Camila comeu tudo, fazendo uma bagunca enorme na cozinha e no chao, tinha mais papinha no rosto dela do que no estomago, o que fez as mulheres sorrirem, pois ate elas nao conseguiram escapar do furacao Camila.

E cada vez que ambas escutavam ela chamando de Mâ ou Momi,  o coração de ambas se enchiam de amor, e mesmo sabendo no que as esposas estavam fazendo era a coisa certa, elas pediam em segredo que não desse em nada, que ninguém a procurasse e que a pequena pudesse realmente ficar e ser adotada por elas.

Durante os dias que se passaram, as mulheres haviam conversado sobre o futuro da pequena, Ally contou sobre o que escutou e todas acharam certo fazer a denúncia, já que ela queria encontrar a mãe e elas sabiam o quão doloroso era procurar por alguém e não achar.

Camila estava se soltando aos poucos, falando frases pequenas, e colocando a casa de cabeca pra baixo assim como as mulheres apesar de tudo, se encantaram e se apaixonaram por ela.

Ally desde o episódio do seio, passou a olhar a pequena com outros olhos, reparar nos detalhes que ela possuía, no jeitinho dela de andar e falar, uma parte dela acreditava que Camila era sua filha perdida, outra falava que era errado, que era impossível e que ela apenas estava achando um modo de substituir a filha, que as mulheres nunca iriam concordar com aquilo, mas no fundo, bem lá no fundo, ela sentia a ligação com a pequena, sentia uma vontade enorme de proteger e cuidar da mesma, mas o medo de falhar, de decepcionar nunca deixou ela reparar em algo que mudaria tudo, que cestaria todas as dúvidas que a dias a atormentavam.

Camila possuía a mesma marca de nascença dela, marca que passa de geração a geração, uma marquinha pequena avermelhada próximo a nuca.

Lauren e Dinah também sentiam aquela ligação mágica com a pequena assim como Normani, mas todas estavam com medo de assumir isso, medo de que de alguma forma elas estivessem substituindo a filha perdida, medo de que se a filha voltasse,  não gostasse de ver Camila em seu lugar e achasse que não procuraram por ela, que não sentiram a falta da mesma.

Camila olhava às mulheres e a sentia completa, mesmo que ela não soubesse falar que era a filha delas, ela sentia e chamar elas de mae foi algo natural, espontâneo.

[...]

Camila não corre - Lauren e Dinah corriam atrás da pequena que pulava de um sofá pro outro.

Eu disse que não podíamos encher ela de doce - Dinah e Lauren se separaram pra tentar pegar a pequena.

Neném condeu - Camila se enfiou debaixo da cortina deixando apenas os pezinhos de fora.

Amor cadê ela? - Dinah começou a caminhar procurando por ela em quanto ouvia risadinhas da mesma.

Não sei, você sabe Sr.Ursinho? - Lauren sorriu e as duas se posicionaram em frente a cortina, contando até três.

Um, dois e ... Achamooos você - Camila sorriu e fez Buu.

Vamos bonequinha, estamos todas suja do almoço e da sobremesa, tá na hora de tomar banho e tirar um soninho - Dinah fala pegando ela no colo.

Quack? - A menor falou sorrindo.

Sim pequena, o patinho também vai pro banho - Afirma Lauren despindo a mesma enquanto Dinah enchia a banheira 

[...]

Camila, Lauren e Dinah tomaram banho e agora estavam deitada na sala assistindo pequeno urso, Normani e Ally haviam feito a denúncia e por ela ser menor, ficaram aptas por cuidar dela, ganhando assim a guarda provisoria.

A tarde foi caindo e assim que Normani e Ally chegaram em casa, foi impossivel conter o sorriso.

As três dormindo com a expressão cansada, todas esparramas uma em cima da outra.

 As duas mulheres beijavam as esposas e a pequena que nem se mexeu, trancaram a porta e subiram pra tomar banho, pra logo depois se juntar a elas.

A sua pequena família.


Notas Finais


LAND = Lauren, Ally, Normani e Dinah.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...