História Pólos Opostos - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Kim Taehyung (V), Personagens Originais
Tags Hp!au, Jungkook!lufalufa, Menção Sope, Menção Yoonseok, Taehyung!sonserina, Taekook, Taekook!hp, Vkook
Visualizações 8
Palavras 1.604
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Fantasia, Ficção Adolescente, Fluffy, LGBT, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Begin


— Já estou cansado de ter que me esconder no banheiro só porque aqueles babacas da Sonserina ficam mexendo comigo por ser da Lufa-Lufa. — resmungou Jungkook para Jimin, seu melhor amigo e companheiro de casa.

— Mas não se esqueça de que o Yoongi e o Taehyung estão lá e eles são legais, independente de suas raízes. — disse rindo da expressão do outro ao ter o nome de seu salvador citado.

— Eles são casos à parte, e tem momentos em que não se podem negar as origens. — continuou resmungando enquanto tentava esconder o sorrisinho que sempre surgia quando citavam ou ele via Taehyung.

— Ya, preste atenção no seu hyung.  — Jimin berrou jogando logo em seguida um bolinho de chocolate no mais novo. — Você deveria dizer para a Professora Sprout, ela irá falar com o Professor Snape e juntos, chegaram a um acordo, mas se não der certo, podemos pregar algumas peças neles. — O sorriso malicioso que o Park deu foi o suficiente para fazer Jungkook rir escandalosamente, atraindo a atenção do Kim que estava sentado na ponta da mesa da Sonserina, onde tinha uma boa visão do mais novo.

×××

— Ora, ora, se não é o namoradinho do Kim. — Kim Hyebin apareceu na frente do Jeon, que por instinto se encolheu no lugar e tentou desviar do outro, mas este o empurrou pelo ombro até que se chocasse contra a parede mais próxima, fazendo um gemido de dor escapar pelos lábios do rapaz de fios rosa.

— Ya, deixa ele em paz Hyebin. — a voz rouca de Taehyung soou baixa, porém ameaçadora. — Eu já falei para não mexer com ele, qual é o seu problema?

E então um braço surgiu entre Hyebin e Jungkook, o semblante nada contente do Kim denunciava sua raiva.

— Você sempre aparece para estragar a diversão Tae. — o sonserino riu soprado enquanto se afastava dos dois. — E saiba que não vou deixar de mexer com o pirralho só porque você tá mandando.

— Não esperava que fosse, mas se você o machucar, saiba que não vou responder por mim.

E com o último aviso recebido, o Kim se afastou, caminhando descontraidamente para sua próxima aula.

Soltando finalmente a respiração, Jungkook conseguiu relaxar, quase caindo para trás.

— Obrigado por me ajudar novamente. — sorriu tímido, enquanto abraçava seus livros com força.

— Que isso, eu só não gosto de ver como eles tratam as pessoas.

Era um dos motivos pelo qual Taehyung protegia o Jeon, entretanto, existia muito mais do que apenas insatisfação com a forma que o rapaz era tratado.

— Agora vamos para a aula, o professor Snape vai ficar irritado se a gente demorar mais um pouco.

Pegando em sua mão, o loiro saiu correndo e puxando o mais novo consigo, fazendo o estômago de ambos borbulhar como a porção do amor que o Professor Horácio Slughorn havia ensinado a fazer na semana passada.

×××

— Hyung eu posso conversar como você? — Taehyung bateu de leve na estante mais próxima de onde Yoongi estava estudando.

— Claro Tae, me conte o que lhe aflige.

Era nesses momentos que ambos esqueciam de que casa pertencia, deixando a amizade fluir, falando de modo diferente de seus companheiros de casa, sendo apenas dois garotos.

— Eu ando observando muito uma pessoa, às vezes me torno meio obcecado e...

— Está falando de Jungkook? O garoto da Lufa-Lufa? — riu soprado ao ver o rosto do outro ruborizar.

— Er... Você acertou, eu não sei muito bem o que está acontecendo comigo, eu nunca fui assim, sempre preferi não me envolver com as pessoas, nunca tive interesse em ninguém, sempre gostei de comer meu doce sozinho e nunca me importava quando algo que não me envolvesse acontecia ao lado. — parou para tomar fôlego. — Agora quando se trata dele é diferente. Eu tenho vontade de chamá-lo para comer doces, não gosto quando os sunbaes o perturbam, sinto uma necessidade quase insuportável de abraçá-lo quando ele faz aquela carinha pidona e...

— Eu acho que já entendi, eu te entendo porque eu senti a mesma coisa por certa pessoa e…

E então o Min deixou de falar, olhando fixamente para um ponto vazio e um pequeno sorriso surgindo em seus lábios, deixando o mais novo a mercê de sua mente confusa.

xxx

— Hey Jungkookie, nesse fim de semana fui a Hogsmeade e passei em frente à Dedos de Mel, não me aguentei e comprei mais do que era necessário de doces, você não gostaria de alguns? — A voz soava baixa porém animada e as bochechas estavam vermelhas, os garotos se encontravam perto da torre da sala precisa, era o local que mais se sentiam seguros.

— Claro que aceito alguns, porém seria legal se pudéssemos comer juntos, quem sabe, podemos estudar na biblioteca e eu não sei…

Se era possível aqueles meninos ficarem mais vermelhos do que estavam, eles haviam conseguido, Taehyung segurava a sacolinha de papelão cheia de doces enquanto tinha seus olhos direcionados para os pés.

— Eu adoraria estudar com você, vamos nos encontrar mais tarde então, depois da aula de feitiços.

E sorrindo cúmplices, prometeram se encontrar.

xxx

As aulas se arrastavam e os meninos apenas sentiam mais tédio e ansiedade, os doces pareciam pesar na sacolinha junto com a vontade avassaladora de ver Jungkook e o de cabelo róseos não ficava para trás, sempre sendo repreendido pelos professores arrancando risadas dos companheiros de casa e da Corvinal. A aula de poções estava tediosa demais ao seu ver, afinal uma biblioteca quentinha, doces e vários livros velhos atraia muito mais a sua atenção, ou será que era a companhia que teria?

— Jeon Jungkook poderia me dizer o que é necessário para fazer a porção? Afinal você parece muito interessado na aula. — O professor Slughorn bateu levemente a varinha na mesa do menino, atraindo pela terceira vez a atenção da sala em sua direção.

— Desculpe-me de verdade professor, eu realmente estou fora de órbita hoje, mas a porção é feita  com 2 fios de barba de Duende Irlandês, 13 trevos de 4 folhas, pó de chifre de unicórnio e raiz de Mandragora.

Acho que esqueceram de falar que o Jeon era inteligente e estudava antes, depois e durante as aulas.

— Tudo bem, dessa vez deixarei passar pelas notas impecáveis e por nunca ter se metido em nenhuma confusão. — A voz do homem passou a ser mais calma e baixa, voltando a explicar a matéria.

— O que está acontecendo com você? — Sussurrou baixinho para si mesmo enquanto folheava o seu livro.

xxx

Finalmente o final das aulas, agora eles poderiam se encontrar para estudar ou comer doces ou fazer qualquer outra coisa.

A empolgação era tão grande que os dois estudantes nem se importaram em correr para a biblioteca, deixando todos que queriam falar consigo para trás.

— Chegou rápido ou eu demorei demais? — A voz ofegante de Jungkook tirou um ofegante Taehyung de seus devaneios.

— Claro que não, eu acabei de chegar também. — O sorriso cúmplice brotando rapidamente nos lábios dos jovens. — Eu reservei uma mesa perto da janela, não sabia se preferia um lugar mais perto das estantes de alguma matéria em específica.

— Perto da janela? Por mim está ótimo, eu não sei o que você costuma estudar ou se precisa fazer algum trabalho ou algo do tipo, mas eu preciso entregar um relatório para a Professora Plank. 

O Kim abriu seu típico sorriso quadrado, desarmando Jungkook de todas as formas.

— Eu sou ótimo nessa matéria, posso te ajudar se quiser, eu meio que já fiz o meu relatório.

E com isso passaram a caminhar para o lugar reservado, os ombros se tocando levemente e uma timidez descomunal os acompanhando. 

— Eu ficaria extremamente grato se pudesse me ajudar, tem umas coisas que estou em dúvida e olha que eu vivo estudando, porém infelizmente a matéria não entra na minha cabeça. — Ambos sentaram-se de frente um para o outro e puxando seus pergaminhos e penas, começando a ler o que era pedido para o trabalho e logo se perdendo em uma doce aula particular que apenas era pausada para que pudessem dividir alguns doces e fazer alguma piada em relação a algo que ocorria pelo lado de fora das longas e sujas janelas.

E naquele clima leve e descontraído, a tarde se passou rapidamente, trazendo uma linda noite de primavera para aquecer ainda mais aqueles corações puros e cheios de sentimentos bons.

xxx

— Jungkookie me espera, eu tô’ cansado poxa. — A voz infantil de Jimin fez o mais novo desacelerar os passos e olhar para o Park percebendo pela primeira vez que estava sendo seguido.

— Oh hyung, eu nem ao menos percebi você, desculpa de verdade, ultimamente eu ando muito distraído. — As bochechas rubras do Jeon era o sinal que o Park precisava para saber quem era o dono dos pensamentos do amigo.

— Eu só não irei ficar chateado porque sei de quem se trata, senão eu te batia agora. — O sorriso brincalhão assumiu o rosto pequeno, fazendo o Jeon suspirar pesadamente e puxar loiro pelo braço, contando as últimas aventuras que passou ao lado do Kim. — Ok, eu devo assumir que estou levemente chateado e sentindo um pouco de inveja por não ter alguém para poder fofocar para você, entretanto estou feliz em te ver feliz.

— Ele é tão adorável, até mesmo quando insiste em dizer que sua cobra Esmeralda é mais bonita do que minha doce Mei, ninguém é mais linda do que minha gata.

Uma risada irônica fez os lufanos pararem de caminhar e olhar para trás, constatando quem era.

Kim Taehyung olhava desafiadoramente para o lufano que tanto gostava com um leve sorriso maroto nos lábios.

— Não diga isso Jungkookie, Esmeralda é a coisa mais bela do mundo, só perde para um único ser.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...