História Polyamory - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, D.O, Kai, Kris Wu, Lu Han, Sehun, Tao
Tags Baekhan, Baeksoo, Chanbaeksoo, Chanhun, Chankai, Chankaisesoo, Chankaisoo, Chansesoo, Chansoo, Kaibaeksoo, Kaisoo, Krisoo, Kristao, Kyungyeol, Lubaek, Lusoo, Sebaeksoo, Sekai, Sesoo, Taoris
Visualizações 434
Palavras 1.789
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Aqui jas capítulo 7 e 8

Capítulo 6 - Quatrus


Capítulo 7



LuHan respirou fundo, se jogando na cama enquanto passava a mão na barriga, já era a terceira vez que vomitava apenas em trinta minutos, esta grávido era um saco, vomitava toda hora, sentia um tesão enorme e estava quase subindo nas paredes por BaekHyun sempre negar a fazer sexo consigo por medo de machucar o bebê, o desejo de comer coisas estranhas e inesperadas, em horas impróprias, tudo era uma merda.

- Hannie! – BaekHyun chamou seu ômega e o mesmo se virou de costas para o alfa, com um bico enorme no rosto. – Amor não fica assim... Eu não faço por mal!

- E faz pelo o que BaekHyun? O médico disse que podemos transar, não vai acontecer nada com o bebê!

- Mas eu tenho medo... Não quero correr riscos! – O alfa explicou e o ômega revirou os olhos, se levantando da cama e indo ate o banheiro. O alfa suspirou e quando ia atrás de LuHan a campainha tocou, o alfa saiu do quarto e foi ate a porta da frente, vendo cinco cartas jogadas no chão, respirou fundo e as pegou, logo em seguida vendo quem era o remetente.

- Luz... água... empresa... – O alfa listou passando as cartas ate que uma prendeu sua atenção, Clínica Geral de DNA de Seul.

Desde que descobrira que seu ômega estava grávido, ele ficou com duvida se o filho era mesmo seu, não por desconfiar que o ômega o traia, longe disso, porém depois de descobrir as aventuras sexuais de LuHan com KyungSoo, ele ficou com certa dúvida se o filho era seu ou do outro ômega, por isso pediu para fazer um teste de DNA, LuHan concordou, achou até que seria melhor.

O alfa respirou fundo e abriu a carta, leu e leu, ate que a fechou e suspirou, como imaginava.

- Amor, o que foi? – LuHan apareceu na sala, vestido apenas de boxer com imã blusa branca do alfa, o mesmo o encarou e sorriu.

- Seu filho! – Respondeu balançando a carta em sua mão! – É filho do KyungSok também!

Assim que o alfa falou LuHan gritou de felicidade, não que não quisesse ter um filho com BaekHyun, muito pelo contrário, mas não faria mal um filho com seu melhor amigo não é?

Correu em direção ao alfa e o abraçou apertado.

- Você está bem? – Questionou.

- Sim, você sabe que eu não me importo muito, filho do Soo, ou meu filho, será tratado como um filho para qualquer um de nós, somos uma família Hannie, e nada melhor do que deixar ela mais unida! – BaekHyun respondeu com sinceridade e deixou um selar na testa do ômega.

- Eu te amo sabia?

- Eu também te amo!

- Bom, agora vamos contar a novidade para o pai da criança! – LuHan se animou e saiu de casa, já que todos moravam perto agora, ele não se importou muito de sair como estava, atraindo a atenção de algumas pessoas que passeavam pelo condomínio, fazendo BaekHyun rir e abaixar a cabeça, seu ômega era realmente adorável




XXX

- FAMÍLIA CHEGUEI! – Luhan anunciou invadindo a casa de Chanyeol.

- HANNIE TO AQUI – KyungSoo gritou da sala e logo o ômega mais velho já estava em cima de si no sofá, o beijando!

- Acho que nunca vou me acostumar com isso! – JongIn murmurou enquanto voltava da cozinha e entregava uma lata de cerveja para Chanyeol e uma lata de refrigerante para SeHun.

- Por que eu não posso tomar cerveja? – O mais novo questionou com um bico enquanto abria a latinha.

- Porque você é menor de idade, bocó! – BaekHyun que respondeu dando um tapa na nuca do outro alfa que resmugou algo e colocou a latinha na boca.

Enquanto isso, os ômegas ainda se beijavam, LuHan estava carente, e KyungSoo percebeu isso, logo apartando o beijo, antes que eles transassem ali mesmo.

- Tenho novidades! – O ômega mais velho se pronunciou, recebendo um sinal para prosseguir. – Eu o Soo vamos ser papais. – Ele falou sorrindo e os três alfas ali presentes o encararam sem entender. – Eu ‘to grávido do Soo. – Ele explicou e tornou a sorrir. Chanyeol, SeHun e Kai arregalaram os olhos, enquanto BaekHyun dava risada e se aproximava dos dois ômegas, dando um selar casto nos lábios de KyungSoo depois de se sentar.

- Então todos nós vamos ser papais! – JongIn se pronunciou sorrindo largo, e se aproximando de LuHan, dando um beijo em sua barriga e um selar em seus lábios. – Parabéns Lu-ge!

- Obrigada Nini!

- Temos que comprar as coisas para o bebê, é menino ou menina? Meu Deus, já estão fazendo o pré natal? – Chanyeol questionou eufórico se levantando do sofá e começando a andar de um lado para o outro na sala.

- Senta e se aquieta Chanyeol! – KyungSoo “pediu” e o alfa assentiu, se sentado novamente.

- Já estamos fazendo o pré natal sim, ainda não podemos saber o gênero e nem o sexo, pois ainda estou com quatro meses, só depois dos seis. – LuHan respondeu as perguntas de Chanyeol e se levantou, sentando no colo de BaekHyun enquanto KyungSoo se levantava e sentava no colo de JongIn e logo todos começaram a conversar sobre qualquer outro assunto.

Não importava de quem era o filho, eles dariam amor fraterno igualmente, independente de qualquer coisas, pois eles eram uma família.

- O LuHan ta grávido do Soo? – SeHun cortou a conversa e franziu a testa, fazendo com que todos ali desses risada pela lerdeza do alfa.

Capítulo 8


LuHan POV

Suspirei baixinho me jogando na cama, estar grávido é um saco, não engravidem crianças.

Além do sono, da dor de cabeça, dor nos pés, dor na coluna, inchaço nos pés e tornozelos, uma fome desgraçada, um apetite filha da mãe que te faz achar que um milkshake de pizza de picles com caldo verde é uma delícia, das mudanças constantes de humor que uma hora você quer espalhar amor pelo mundo e na outra só quer uma metralhadora para sair matando todo mundo, like ao massacre de Columbine, ainda tem uma coisa chamada tesão. E é uma tesão da poha, puta que pariu.

Eu não posso ver nem uma vassoura que eu já quero pegar ela e enfiar o cabo no meu rabo, já que meu maravilhoso -sinta a ironia- alfa não quer transar comigo pelo simples clichê de “Mas eu vou machucar o bebê” vai machucar o bebê minha piroca. BaekHyun aquele hétero.

Estou sobrevivendo de vibradores acreditam nisso? Com um alfa puta de um gostoso em casa eu, Xiao Mello LuHan, estou sobrevivendo de vibradores.

- AAAAAAH HYUNNIE! – Chamei pelo meu alfa enquanto entrava na cozinha.

- Lá vem... – Escutei o alfa resmungar baixo.

- Eu só quero um pouquinho, não precisa nem enfiar, só passar um pouquinho por cima, por favooooooor – Implorei fazendo um biquinho.

- Eu já falei que nós não vamos transar até esse bebê nascer LuHan. – Ele ditou voltando a picar os legumes na tábua e eu fiz um bico.

- Você é um alfa horrível, sabia?

- E você é um ômega muito teimoso.

- Quer saber, vou ‘pra casa do Soo, lá com certeza alguém vai querer transar comigo. – Falei por fim e o alfa apenas suspirou negando com a cabeça, sai de casa e fui andando até a casa do Soo, aqui que cheguei, abri a porta -que nunca vivia trancada, pois o condomínio que moramos tem alta vigilância e segurança, e também ninguém seria louco de invadir uma casa com três alfas. – DO KYUNGSOO

- XIAO LUHAN! – Ele gritou de volta e eu dei risada, indo em direção a sala, na qual estava Chanyeol e KyungSoo.

- Cadê o resto? – Perguntei me sentando no colo de Chanyeol e sendo abraçado pela cintura pelo alfa.

- SeHun tinha treino e JongIn teve que ir na empresa dos pais... – Chanyeol respondeu.

- Vocês nunca me falaram dos pais do JongIn e do SeHun... – Resmunguei fazendo uma expressão pensativa.

- Os pais do JongIn são daqueles que, se o filho está feliz eles também estão... – Chanyeol murmurou rente as costas do ômega.

- E os pais do SeHun são do tipo, faz o que você quiser, portanto que não prejudique o seu futuro e você não vá preso. – KyungSoo completou e todos ali deram risada. – Mas então LuHannie, o que aconteceu?

- BaekHyun, aquele alfa imprestável que só tem aquele pênis maravilhoso de enfeite, aquele filho da puta desgraçado... – O ômega cruzou os braços.

- Bom saber da dimensão do seu amor por mim. – A voz do BaekHyun se fez presente.

- Hétero. – LuHan Resmungou. KyungSoo deu risada e se levantou, ajoelhando em frente ao outro ômega que ainda estava no colo de Chanyeol. Levou sua mão ate a barriga de LuHan e conversou um pouco com seu filho, ate que teve uma ideia.

Desceu suas mãos da barriga para o short de pano que o mesmo usava e colocou sua mão ali por dentro do short e depois por dentro da cueca, retirando o membro semi desperto de LuHan que gemeu baixinho enquanto Chanyeol e BaekHyun apenas observavam tudo.

KyungSoo envolveu todo o membro do amigo em sua palma e dígitos, e começou a fazer lentos movimentos de vai e vem, recebendo um “Soo vai mais rápido” de LuHan enquanto Chanyeol dava leves beijos na nuca do mesmo. KyungSoo aumentou a velocidade da masturbação e colocou a língua para fora, dando uma lambida na fenda de LuHan e escorria pré gozo, em seguida, abocanhou a glande.

Ele aumentou mais o ritmo do vai e vem de suas mãos para logo em seguida, quando sentiu o corpo de LuHan dar alguns espasmos, indicando seu ápice, abocanhar o membro todo do outro ômega e começar uma felação ora rápida, ora devagar, e foi em uma dessas trocas de velocidade que LuHan gozou, chamando o nome de KyungSoo.

KyungSoo retirou a boca do pau de LuHan, engoliu todo o líquido do mesmo e em seguida “guardou” de volta o membro do outro ômega e se levantou, dando um selinho nele.

- Pronto Hannie?

- Ainda não estou cem por cento satisfeito mas não se preocupe, Byun BaekHyun vai transar comigo ou eu não me chamo Xiao LuHan. – O ômega falou determinado e se levantou do colo de Chanyeol, deu um selinho no mesmo e em seguida foi para o lado de seu alfa que estava encostado na parede. – Obrigada Soo, e ate mais Channie.

- Tchau LuHan. – Chanyeol e despediu e viu o ômega saindo da casa com o alfa em seu encalço. - Esse dois são malucos...

- Por isso se combinam tanto, como a gente. – KyungSoo pronunciou e se sentou no colo do alfa.

- Eu amo você...

- Eu também te amo Channie...


Notas Finais


Eu to muito bugada com o que fiz aqui eu to realmente bugada


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...