História Pop star - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Inuyasha
Personagens Ayame, Bankotsu, Ginta, Hagaku, Hakudoushi, Inu no Taishou, Inuyasha, Izayoi, Jaken, Kaede, Kagome Higurashi, Kagura, Kanna, Kikyou, Kirara, Kohaku, Kouga, Miroku, Myouga, Naraku, Personagens Originais, Rin, Sango, Sara Asano, Sesshoumaru, Shippou, Souta Higurashi, Toutousai, Youkai Satori
Tags Comedia, Família, Musica, Romance
Visualizações 130
Palavras 1.787
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo-Ai, Sobrenatural, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - Se encontrando com o astro.


Autora on 

Drink's bar - 12:45 AM

- ai amor, diz que vai cantar na minha festa! Por fovor!? - dizia a loira com cara de cachorro sem dono.

Inuyasha revirou os olhos.

Era notável o desconforto do irmão mais novo. Ele e a sua cunhadinha, nunca se deram bem. Inuyasha sabia que Sarah era uma completa interesseira, que ela só estava com o seu irmão para ter status, nada mais.

- OK, eu vou cantar no seu aniversário Sarah - disse sesshoumaru.

- ai vai tão de mais!!! - diz ela dando palminhas de alegria.

°°°

Dia seguinte...

Casa da vovó Kaede -  9:14 PM

Kagome andava de um lado para o outro. Como uma doida, maluca sem noção, aos olhos de sua irmã.

Ela estava ficando realmente doida. Seu ídolo iria fazer um show VIP para a namorada e ela não poderia ir, pois, não tinha um carro.

Só a lata velha, como a mesma chamou, de sua avó, que a emprestou para ela ir aos lugares que ela quisesse.

Mais ela nunca iria andar naquilo, iria?

Como ela sabia disso? Simples... Ela juntamente de suas amigas, tem um blog e são doidas também, onde elas ficam sabendo tudo sobre o cantor. Nada escapa dos olhos de águia delas.

Rin olhava a cena da porta do quarto. Ela realmente duvidade de que era mesmo irmã daquilo.

-Kagome, a vovó disse pra você para de andar de um lado pro outro, ou vai acabar fazendo um buraco no chão - diz Rin com a voz cansada.

Kagome parou de andar e olhou aflita para a irmã.

- como eu vou ficar calma? Meu ídolo vai fazer um show dentro de uma hora e meia e eu não tenho como ir! Isso é trágico, muito trágico!!! - diz ela quase arrancando os cabelos.

Rin deu uma leve risada, deixando a irmã ainda mais irritada e aflita.

- você 'ta parecendo o senhor Omar do Cris!!! - diz a mais nova rindo.

- isso não é brincadeira Rin!!! - diz Kagome com uma cara irritadiça, voltando a andar de novo.

- tá bom, mais... Mesmo que você tivesse um carro, a mãe não iria deixar você sair essa hora! - diz Rin com um olhar que dizia: se fudeu bonitinho!!!

Kagome parou de andar de novo e arregalou os olhos.

- puta merda!!! É verdade! - ela bateu com a mão na testa. Depois de uns segundos ela olhou pra irmã mais nova com uma aura não muito agradável perto de si - ha não ser que...

Rin olhou com as sombrancelhas juntas pra irmã. Depois de mais alguns segundos ela entendeu o mensagem subliminar da outra.

- ha não! Mais é claro que não! - diz Rin balançando os braços em sinal explicito de negação.

- vai por favor Rin!!!! Faz isso por mim, por sua amada irmã!? Por favor! - diz a outra vindo na direção da irmã mais nova.

- eu não vou pra essa festa ridícula com você!!! Definitivamente não!!! - diz Rin se afastando.

- se você for o mãe vai deixar eu ir.

- não!

- eu juro que não falo mais no sesshoumaru, hoje!

- que tal durante todas as férias!? 

Kagome pensou um pouco

- OK OK! - diz desesperada.

- ta bom, eu vou com você!

°°°

Kagome parou o carro a umas duas ruas antes do local da festa.

- 'ta louca? Não podemos estacionar aqui! - diz Rin olhando pros lados, só pra ter certeza de que não tem nenhuma viatura de polícia vindo ate elas, com arma e tudo. Ok, Rin é bem exagerada, às vezes.

Kegome nem deu moral pra irmã mais nova e saiu do carro, deixando a outra pra trás. Rin por fim decidiu deixar ela ir sozinha, afinal de contas, ela não estava nem um pouco afim de ir juntamente da irmã pra essa festa. Já tinha feito a mãe dela deixar, elas virem para essa coisa ridícula, então, seu papel já estava feito por aqui.

Se acomou no banco macio do carro, que apesar de velho, era bem confortável e tinha acondicionado e tudo, e fechou as janelas, por segurança. Depois ligou o som em uma altura favorável e gostosa de se ouvir.

Como ela trouxe  o seu celular, aproveitou e plugou o mesmo no aparelho de som do carro. Colou na sua pasta da Melanie Martinez.

Ela ama essa cantora, não como sua irmã ama o sesshoumaru, mais enfim, ela gosta muito das músicas dessa cantora.

°°°

Kagome ao longe viu o irmão de sesshoumaru conversando com alguns rapazes. Já falei que ela é doida? Pois é, ela é e MUITO!!!

Se aproximou do rapaz, o virou fazendo o mesmo ficar de frente pra ela e o abraçou, dizendo coisas como: nossa a quanto tempo inu!!! Vem, vamos entrar e colocar a conversa em dia!!!

Ele olhou assustado pra ela.

Antes de ela sair carregando ele um do rapazes disse:

- conhece ela? 

- ainda não! -disso e logo após foi arrastado pra dentro do lugar.

Kagome sabia que não entraria sem um convite, então que melhor opção do que inuyasha? Ele era irmão de sesshoumaru!

Era bem espaçoso. Uma pista de dança bem no centro do salão, com uma palco pra acompanhar, certamente seu ídolo cantaria ali mesmo naquele palco.

Do lado direito, uma mesa enorme, cheia de vários tipos de comida, tinha até comida japonesa. No teto uma lustre de cristais o enfeitava com varias faixar rosas e roxas "saindo" dele e se estendendo por todo o teto.

Enquanto ela admirava o lugar, inuyasha reparava melhor na garota a sua frente que, ainda segurava firmemente em sua mão.

Ela sem dúvidas não era feia. Pelo contrário, era linda. Seu longo cabelo negro, estava solto. Ela usava um vestido azul escuro, meio rodado, que vinha ate as suas canelas. 

Kagome também não pôde deixar de notar que inuyasha, assim como sesshoumaru, era um tremendo gato!

Tinha suas madeixas platinadas. Tudo isso por conta do distúrbio na melanina do corpo. A mãe de ambos, Izayo, nasceu com a mesma doença, e através da genética, passou a tal para os filhos.

Não que isso fosse de todo o modo ruim, não longe disso. Afinal essa era a marca registrada dos dois e ainda os deixavam como um bom e gostoso pedaço de mal caminho.

Parou de andar e se virou pro rapaz que andava logo atrás de si.

- por favor, eu peço que me desculpe por esse vexame, mais eu precisava muito entra aqui - dizia ela calma e sincera.

Inuyasha olhou bem para o rosto dela e viu que ela possuía pequenas sardas em torno de seu nariz.

- tudo bem! Provavelmente, veio ver o meu irmão!? Bem, mais tarde ele irá se apresentar. - dizia ele calmo, mais com uma pequena dor no peito, por saber que aquela bela jovem o usou para ver o seu irmão.

Kagome abriu um largo sorriso, mostrando seus dentes brancos e alinhados.

Inuyasha o retribuiu a altura. Ela era do tipo de pessoa que se você o tratar bem, ele te trata melhor ainda, mais se o tratar mal... Ai ele transforma a sua vida em uma belo inferno.

Logo após aquela troca de sorrisos _ uma também conhecida como; duspulta pra ver quem tem o melhor sorriso _ uma música lenta e melodiosa começou a ser ouvido e ambos olharem em volta, como se algo mais alguma coisa pudesse acontecer.

Inuyasha olhou para ela e sorriu.

- bom, vai demorar um pouco pro meu irmão entrar, e você está praticamente, me devendo uma então... Quer dançar comigo? - perguntou ele com um sorriso galante nos lábios. Depois estendeu a mão na direção dela.

Kagome pensou, e cai entre nós, ele não era de se jogar fora e muito menos recusar.

Sorriu de novo e pegou a mão dele.

- tudo bem, vamos lá! - disse animada.

Ele estão a conduziu ate a pista de dança, onde já se encontravam alguns casais já dançando juntinhos.

Ele pós uma mão na cintura fina dela e a outra ele pegou a mão dela.

Ele uma dança harmoniosa começou. Quem via kagome daquele jeito, nunca iria dizer que ela era maluca.

Depois de um tempo rodopiando e se mexendo, kagome, levada pelo momento, encostou a suito dele. O mesmo era alto, muito alto. O mesmo não recuou, pois gostou dessa proximidade

°°°

Sesshoumaru entrou no palco e junto dele aplausos e gritos foram ouvidos. 

Ele estava impecável como sempre. Uma calça jeans azul escura, uma camiseta de malha branca. Nos seus pés, uma belo par de Butte cano alto, na cor preto com detalhes em dourado bem discreto. Em seu pulso esquerdo uma pulseira de couro que pegava toda a extensão do mesmo. No seu pescoço uma colar de ouro bem discreto e com um pingente de meia lua que era em uma tom azum escuro brilhante.

- boa noite pra todos! Feliz aniversário amor! - dizia ele sorridente olhando pra sua namorada de cima do palco.

Logo após começou a cantar.

Todos vibraram.

Depois de terminar de cartar agradeceu a saiu.

Tinha que voltar logo pra casa.

Kagome tentou o alcançar, mais ele foi mais rápido.

°°°

Rin já cheia de tanto tédio, decidiu sair de ir a procura de sua irmã.tentou ir pela frente, mais a multidão não deixou. Por fim decidiu ir pelos fundos mesmo.

Viu a porta de ferro e quando foi abri... Bam!!! 

Caiu com tudo no chão. O baque foi tão grande que ela ralou o joelho esquerdo e o cotovelo esquerdo. Além do enorme 'galo na testa.

O outro de tudo isso se aproximou rápido e a ajudou a se levantar já se desculpando.

Rin ainda meio tonta olhou pra homem alto a sua frente.

- ei você não é o... - sua fala foi interrompida pela mão dele tampando a sua boca rapidamente.

- te dou cinco mil dólares, se você não falar meu nome em voz alta! - diz ele olhando pros lados.

- não preciso disso!! - disse logo após tirar a mão dele de sua boca.

Sesshoumaru estranhou a atitude da jovem, já que uma fã sua, em um momento como esse, estaria gritando e enlouquecendo por ele.

Ele imaginou que foi por conta do baque da minutos antes.

Os faróis do seu carro foram vistos.

Sesshoumaru pegou Rin pela mão e foi na direção do carro.

Inuyasha saiu de dentro do mesmo.

- quem é ela sesshoumaru? - perguntou o mais novo.

- eu sou a Rin - disse ela logo após entrar no carro com a ajuda de sesshoumaru.

O mesmo entrou logo em seguida entrou também e pegou as chaves com o seu irmão.

-muito cuidado com o Sírios! Ele foi lavado ainda hoje! - disse ele como um pai.

- Sirius? - pergunta Rin com uma das mãos na cabeça.

- é o carro. Esse doido ama esse carro, e ele ainda é meu! - disse rindo de canto. - vamos!

- espera! Ei, você poderia entregar isso pra minha irmã!? - pergunta Rin a inuyasha.

- claro! Qual o nome dela?

- Kagome! - disse ela entregando a chave do carro pra ele.

- ho sim eu sei quem é!

Pegou e se afastou do carro

Acelerou e rapidamente saiu dali.




 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...