História Popularity, synonyms of perdition - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Sou Luna
Personagens Personagens Originais
Visualizações 67
Palavras 802
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oii Gente! Turu bawn?
Mais um capítulo! UHUUU
Boa Leitura!

Capítulo 7 - Confusion Party


Fanfic / Fanfiction Popularity, synonyms of perdition - Capítulo 7 - Confusion Party

Autora On

Luna e Emília saíram escondidas de Mônica e Âmbar, pegaram um táxi até a boate 'Inferno', elas entraram atraindo olhares, ambas estavam maravilhosas. Emília foi pedir um drink enquanto Luna foi pra pista, alguns minutos depois Emília volta com as bebidas.

Emília- Toma aqui Luna.- Luna para de dançar e faz uma careta, o que faz Emília rir.

Luna- Emília, eu nunca nem cheguei perto de álcool! Eu nunca bebi.

Emília- Sempre tem uma primeira vez pra tudo! Anda experimenta.-diz entregando o copo para Luna.

Luna- Tudo bem, vou tentar!-diz e vira o copo de uma vez.- Olha, até que não é tão ruim. Eu quero mais um!- diz e Emília rir.

Emília- Essa é minha garota!

E assim elas ficam bebendo, dançando e beijando vários caras a noite toda. Luna nem se quer sabia o que estava fazendo, pois estava sobre o efeito da bebida.

.................................................................

Mansão Benson 7:30 AM

A turma do roller estava na casa da Luna, todos estavam preocupados com o possível "desaparecimento" da mesma. Quando a porta abre revelando Emília e Luna completamente bêbadas a abraçadas rindo muito.

Mônica- Luna?- Mônica diz preocupada ao ver o estado da filha.

Luna- Não, o Papai Noel!- diz e em seguida rir acompanhada de Emília.

Juliana- Luna o que aconteceu com você?- Emília e Luna se entreolham e começam a rir de novo.

Emília- Nós fomos nos divertir um pouquinho! Mas foi SÓ um pouquinho.- diz ainda rindo.

Nina- Luna, você bebeu?- Ela pergunta e Luna faz um sinal de SÓ um pouquinho com a mão.

Delfi- Do que vocês tanto riem?- Diz elas se entreolham e riem de novo.

Emília- Da Luna que beijou tantos caras na festa, que tá com a boca inchada! Diz e ela e Luna gargalham alto.

Todos- Emília e Luna- O QUÊ?-Perguntaram assustados.

Mônica- Misericórdia! acho que vou desmaiar.- diz se sentando no sofá. Nina senta perto de Mônica.

Nina- Calma Mônica!

Luna- Agora se me dão licença, eu e a Emília vamos tomar banho.- diz e eles arregalam os olhos.- Eu num banheiro e ela em outro.- Eles suspiram de alívio e Emília e eu rimos.

.................................................................

Quarto da Luna 13:00

Depois do banho Luna e Emília dormiram na cama de Luna. Algumas horas depois acordaram com uma ressaca dos "Inverno"(erro proposital).

Luna- Aii minha cabeça!- diz com a mão na cabeça e Emília acorda também com a mão na cabeça.

Emília- Puta que pariu! Tá doendo muito. Vamo lá pra baixo... perai como nós chegamos no seu quarto?-pergunta confusa.

Luna- Também queria saber.- diz e levanta puxando Emília.- Vem, vamos logo!

Luna e Emília vão pra sala e Mônica está as esperando com uma cara nada Boa, Âmbar está ao seu lado com um sorriso irônico.

Emília- Tamo fudida, né? - cochica no ouvido de Luna.

Luna- Muito.- Cochica de volta.

Mônica- Luna e Emília...-faz uma pausa.- PORQUE VOCÊS CHEGARAM EM CASA BÊBADAS? POR QUE NÃO ME AVISARAM QUE IAM SAIR? NÃO, NA VERDADE... QUAL É A DIFICULDADE DE ME PEDIR PERMISSÃO?- Mônica gritou e Luna e Emília se assustaram, Luna nunca havia visto a mãe desse jeito.

Luna- Mãe, a senhora teria dado permissão pra mim ir numa boate?- pergunta calmamente.

Mônica- MAS É CLARO QUE NÃO!

Luna- Então...-Mônica a interrompe.

Mônica- ENTÃO NADA! MESMO ASSIM DEVIA PELO MENOS TER ME AVISADO, SABE O QUANTO EU ESTAVA PREOCUPADA?

Luna se altera.

Luna- PORQUE VOCÊ TERIA MANDADO ALGUÉM ME BUSCAR! E EU NÃO QUERIA VOLTAR, EU PRECISAVA DISSO, VOCÊ NÃO SABE O QUE EU PASSEI!- Luna diz com os olhos marejados, e Emília coloca a mão no ombro da amiga. Luna se acalma.- Eu vou pro meu quarto com a Emília.

Mônica- Filha...- Luna ja tinha ido e puxado Emília junto.

No quarto de Luna

Luna chorava lembrando de tudo, ela queria sumir, virar pó, qualquer coisa que fizesse a dor parar. Emília tentava acalmar amiga.

Emília- Luna, amiga eu tô aqui calma.- fala e abraça a amiga.

Luna- Eu sei, você sempre tá.- diz e da um sorriso triste.- Você é a única que me entende.- Ela diz e desfaz o abraço. Luna deita no colo de Emília que fica fazendo carinho no cabelo da amiga.

Emília- Tenta dormir, você tá precisando.

Luna- Tudo bem.

Após isso, Luna dorme e Emília vai pra sala pra ir embora mas antes de sair alguém a puxa pelo braço.

Emília- O que você quer Âmbar?- diz ja sem paciência.

Âmbar- Emília, eu sei o que você tá fazendo com a Luna.- diz com um sorriso irônico.

Emília- Como assim?- diz confusa.

Âmbar- Ah por favor Emília, nós duas sabemos que a única coisa que você quer, é que ela vá pra sua equipe!- diz e Emília rir.

Emília- Fumou banana, foi?- disse parando de rir.- A única coisa que eu to fazendo com a Luna é apoiar-la coisa que os amigos dela não fizeram. Eu e a Luna somos realmente amigas, eu gosto muito dela. Ela é divertida, ela é uma Boa amiga. Agora se me der licença eu tenho que ir.- Emília sai deixando Âmbar sem reação.








Notas Finais


E aí gostaram?
Comentem e favoritem!
Até a próxima!
Beijinhos no ar😚


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...