História Por acaso do destino ou coincidência? - Capítulo 14


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bangtan Boys (bts), Exo, Got7, Jungkook
Visualizações 13
Palavras 1.807
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Comédia, Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Tortura
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


PARA TUDO QUE VC ESTEJA FAZENDO AGORA!!! EU VOLTEI CAMBADA!!
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
PAROU O QUE VC ESTAVA FAZENDO? SIM? SE NÃO PAROU PARE AGORA!
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
ISSO! AGORA APRECIE ESSA OBRA DE ARTE CHAMADA MINHA FIC ABAIXO. DEPOIS DE APRECIÁ-LA JÁ PODE DÁ CONTINUIDADE PRA SEJA LÁ O QUE ESTAVAM FAZENDO. BOA LEITURA!!!!!!!! QUAISQUER ERROS ME PERDOEM!

Capítulo 14 - Tretas


Jeon Jungkook.

O garoto mais popular da escola e o mais encapetado, mas também conhecido por ser o aluno de ouro - Cof Cof - 

Automaticamente esse filho de encosto entrou na minha vida sem nem ao menos bater na porta. O que esse garoto tem? Ele fez algum pacto com o satã e eu não estou sabendo? Ou foi minha tia com os vudu, magia negra, feitiçaria e tudo de ruim?

Esse garoto arruinou a minha doce vida, - bom ela nem era tão legal assim mas... -  e por culpa dele estou toda quebrada e cheia de hematomas '-' Eu daria de tudo só pra me ver livre de Jungkook e voltar pro Brasil outra vez. Mas como a vida não é perfeita e nem justa...

 

Jungkook: Gosta de me ignorar?

Eu: Gosta de rir da minha desgraça?

Jungkook: Do que você está falando?

Eu: Eu vou me vingar de você, seu merda! Apenas me aguarde. - Me soltei de Jungkook. - Da próxima vez você vai dormir na rua!

 

Saí andando para a sala, mas antes não deixei de dar um chute entre as pernas de Jungkook. A garota que estava com ele ficou olhando com a maior cara de assustada da face da terra. Minha filha você ainda não viu nada do que sou capaz de fazer com esse sujeito metido.

Chegando lá na sala coloquei minha mochila na mesa em que eu iria sentar. Esperando a aula começar Dong e os meninos me convidaram para da uma volta pela escola.

 

Junior: Alguém vem comigo? Vou ir comprar alguma bebida.

Eu: Eu vou.

Lucas: Eu também.

Dong: Compra pra mim.

 

Fomos nós três para o final do corredor comprar as bebidas na máquina.

 

Junior: Tenho apenas dois wons, alguém pode ajuntar?

Eu: A quantia que tenho não dará pra por na máquina.

Lucas: Tenho muito menos que vocês dois juntos.

Junior: Não tem trocado nenhum S/N?

Eu: Não.

Junior: Não da pra comprar bebida pra nós cinco dessa forma.

Eu: Vou ver se Dong e Luna tem trocado, já volto.

Lucas: Vai lá que a gente te espera aqui.

 

Fui pra sala mas não achei nem a Luna e nem o Dong, eles tinham ido pra algum lugar juntos, restava eu voltar e falar pros meninos.

 

Eu: Não achei eles.

Junior: Ah sério? - Me olhou desapontado.

Lucas: Tem um amigo meu lá na sala, pede a ele que talvez ele tenha.

Eu: Ah eu tenho que ir lá de novo? - O olhei com cara de tédio.

Lucas: S/N deixa de frescura e vai lá. - Me olhou sério.

Eu: Ah mas eu andei tanto hoje...

Dong: Que preguiçosa... - Chegou com Luna ao seu lado. - S/N você nem andou tanto assim.

Eu: Mas eu estou cansada.

Luna: É preguiçosa mesmo. - Riu.

Junior: Dong você tem algum trocado?

Dong: Não.

Junior: Luna?

Luna: Não também.

Eu: Então eu vou ter que ir lá na sala mesmo?

Lucas: Sim.

Eu: Affz, tá bom! - Disse saindo.

Junior: S/N! - Gritou. Me virei para olhá-lo. - Por que você está andando assim? - Ele imitou.

 

Todos riram.

 

Eu: Riam mais! Idiotas.

Luna: Tia Kin te bateu?

Eu: Não imagina. - Usei sarcasmo. - Ela só me quebrou ao meio mesmo. - Continuei andando.

 

Voltei para sala de aula, assim que cheguei avistei Jungkook conversando com outra menina, ele pegou o pirulito da boca dele e esfregou na língua dela. Não era uma sena muito bonita de se ver.

A raiva que eu estava daquela praga era tanta que fui até a mesa onde Jungkook estava, ele olhou para mim, eu peguei o pirulito da boca da menina e bati na cabeça dele, fazendo-o quebrar, a cabeça de Jungkook ficou cheia de farelos daquele doce. O mesmo me olhou como quem queria me matar.

 

Jungkook: Ficou louca?

Eu: Louca sempre fui.

 

Olhei para a mesa da garota, peguei a primeira coisa que me veio na cabeça, o caderno e o arremessei para o lado, fazendo o arame do caderno pegar na bochecha de Jungkook, foi tão forte que os arames chegaram a marca-lo.

 

Eu: Da próxima vez ouse ser homem para apanhar.

 

Saí desfilando da sala e fui até os meninos novamente. O Jungkook ficou apenas calado em seu lugar, não fez nada comigo, apenas voltou a ficar tirando as paciências da menina. Olhar aquilo me deixou intrigada, me dá vontade de dar um tapa nele e nela.

 

Lucas: E ai? Ele tem?

Eu: Quem?

Lucas: Meu amigo.

Eu: O que tem ele?

Lucas: S/N você não foi perguntar se ele tem trocado?

Eu: É... - Parei e fiquei pensando... Jungkook tinha tirado a minha concentração. Assim que eu o tinha visto esqueci-me do que iria fazer na sala de aula. Logo lembrei que eu tinha que perguntar pro amigo de Lucas sobre o trocado. - Aish! Desculpa eu esqueci.

Junior: Então o que estava fazendo esse tempo todo? Onde foi? Foi... 

Eu: Não é nada que você deva saber. - O interrompi.

Lucas: Aish S/N! Você não vale nada!

Eu: Nunca disse que eu era um objeto para valer alguma coisa.

Dong: Vish, hoje você tá com a língua muito afiada...

Eu: Isso é algo que eu sempre tive Dong.

Luna: S/N o que aconteceu ?

Eu: Tá tudo ótimo gente. - Forcei um sorriso. - Só não me perguntem mais nada sobre o que aconteceu tá?

Junior: Esse seu jeito me da medo. - Se escondeu atrás de Lucas.

Eu: Vou na sala de novo buscar o trocado tá? - Forcei mais outro sorriso e dessa vez meio medonho.

Junior: Assustador...

 

Voltei para sala, o amigo de quem Lucas me falara não estava ali, me restava pedir para o Jungkook, caminhei até a mesa do mesmo, assim que eu me aproximei ele beijou aquela menina, a sala inteira delirou, fiquei apenas os observando de braços cruzados.

 

Eu: Já acabaram?

 

Fui ignorada. Jungkook enquanto a beijava ele passava as mãos nos seios dela, ela permitia. Isso era demais para o meu limite, eu estava prestes a me retirar da sala quando Jungkook parou de beija-la.

 

Jungkook: Pode falar, já acabamos.

Eu: Já?

 

Voltei a me aproximar dos dois, uma de minhas mãos pousou na mesa enquanto a outra pousou nos cabelos de Jungkook, o puxei para mais perto de mim para que me escutasse bem e não perdesse nada do que eu dissesse.

 

Eu: Da próxima vez vá para um motel. Ah, esqueci... Cachorros transam na rua mesmo. - Larguei o cabelo dele.

 

Eu sentia que aquilo tudo era apenas doce para Jungkook, não adiantava nada eu jogar açúcar e ele ser formiga. Seu sorriso apareceu como quem estivesse gostando, a garota estava pasma perante toda aquela situação. Dei meus passos para trás ainda os olhando e acabei me esbarrando em alguém.

 

Eu: Desculpe.

 

Quando me virei para ver quem era, lá estava Dong.

 

Dong: Ai está você! - Sorriu. - Eu estava te procurando. Consegui um pouco de dinheiro, isso dá? - Ele retirou dinheiro necessário do bolso.

Eu: Dá sim!

 

O mesmo me estregou. Voltei até os meninos para comprar as bebidas, eles estavam a minha espera.

 

Lucas: Trouxe?

Eu: Sim. - O entreguei.

 

Enquanto o observava escolher as bebidas senti um cutucão no meu ombro, me virei para atender quem me chamava e lá estava a menina que Jungkook estava beijando minutos atrás.

 

Eu: Pois não?

Xxx: Quem você pensa que é?

 

Lá vem...

 

Eu: Uma pessoa talvez? - A olhei sínica.

Luna: Quem é essa?

Eu: O pau mandado do Jungkook.

Xxx: PAU O QUÊ?

Eu Isso mesmo que você ouviu.

Xxx: Sua vadia do inferno. Você se acha toda gostosa, nem aguenta comigo, sua piranha!

 

Eu: Quê? - Soltei uma gargalhada. - Você está falando com a pessoa certa, minha querida?

Xxx: É uma piranha mesmo.

Eu: Oh sério? - Fiz carinha de triste. - Eu pensava que esse era seu nome. - Desmanchei a carinha de triste e comecei a gargalhar.

Junior: S/N está me dando mais medo ainda. O que ela tem? Ela parece que tá possuída pelo demônio... - Sussurrou para Dong.

Dong: Ela tá pior que antes. Ela não é disso não. Ela não fica com a aura macabra assim. Até eu estou ficando com medo. - Sussurrou de volta para Junior.

Eu: Está se achando só porque um vira-lata lambeu sua cara, coitadinha. - Gargalhei.

Xxx: Quem você está chamando de cachorro?

Eu: Quem será né? - Ironizei e sorri. Pela cara da menina eu sabia que eu estava com um sorriso um tanto medonho nos lábios.

Xxx: VOCÊ RESPEITA O JUNGKOOK SUA VACA! - A mesma ergueu a mão para me bater, mas Lucas a parou pegando no pulso dela.

Lucas: Tá pensando que vai bater em quem?!

Xxx: Me solta!

Lucas: Não vai achando que é mulher que eu não vou te bater.

Eu: Solta ela Lucas, eu resolvo.

 

Ele a soltou e ela veio com tudo para me bater, apenas me esquivei e estiquei o pé, ela caiu no chão.

 

Eu: Lambe ali ó. - Apontei para o chão. - Está sujo. Vamos gente.

 

Peguei na mão de Lucas que queria bater na garota e o puxei, voltamos todos para a sala com as bebidas, porém na porta estava o cachorrão que mandou a cadela, ele estava atrapalhando a passagem.

 

Eu: Olha o cão do inferno. - Ri. - Mandou sua serva lá pra quê, meu bem? Pra fazer o seu trabalho sujo comigo?

Jungkook: Achou que eu iria aceitar calado?

Eu: Na verdade eu achei que você iria correr puxando ela, já que é o que sempre faz. Só sabe fugir como um cachorrinho abandonado com o rabinho entre as pernas. - Sorri.

Jungkook: Eu deveria ligar pra sua tia para ela te bater?

Eu: Liga pra sua, pede pra ela a casinha de cachorro já que na casa dela você não pode ficar.

 

Jungkook começou a rir, então puxou meu braço e me beijou, sem mais nem menos. Ele parece que me faz de inferior aqui, parece que acha que permitirei que ele fale assim comigo e abaixe a orelha. Levei minha mão para dentro da calça dele e puxei a cueca do mesmo, puxei o máximo que podia, ele gemia de dor.

 

Jungkook: AI PARA! PARA TÁ DOENDO!

Eu: Tá doendo amor?

Jungkook: TÁ! SOLTAA! PARAA!

 

Ele pegou em meu braço, tentando tirar minha mão da sua cueca, quanto mais forte ele apertava meu braço mais forte eu puxava, puxei tanto que a cueca chegou a rasgar, apenas veio o resto dela na minha mão. Eu e os meninos gargalhamos bastante.

 

Eu: Olha que coisa legal. Sua cueca rasgou. Quando vocês forem transar agora será mais fácil pra ela. - Ri.

Jungkook: Você me paga!

Eu: Não. Estou. Te. Devendo. Nada. - Falei pausadamente e sorri.

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Depois de muito tempo eu voltei né? kkkk Foi mal ai gente kkk Mas assim... meus dias estão muito corridos e ai não tenho bastante tempo pra postar. Só essa semana já apresentei uns 4 trabalhos da escola e ainda tenho mais 2 pra essa semana. Semana que vem vou ter teste e prova. Por isso preciso estudar muito pra passar de ano né kkkkkkkkkkk Vida de estudante do ensino médio é assim ksksks
Mas senti saudades de vcs, consegui um tempinho livre e vim atualizar. Desculpem pela minha demora ok? Amo vcs!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...