1. Spirit Fanfics >
  2. Por caminhos diligentes: A família silenciosa >
  3. Noite fria...

História Por caminhos diligentes: A família silenciosa - Capítulo 2


Escrita por: ZARA-KIMIKO

Capítulo 2 - Noite fria...


-Anya?- Falaram ambos em uníssono. Se pudessem ler a mente de Anya, com certeza ouviriam "fui pega" ou algo do tipo.

Foid e Yor não caíram pra valer, mas também não conseguiram segurar a caixa que ao cair deixou que caíssem para fora algumas roupas de Yor. Foid se levantou rapidamente e, quando tentou ajudar Yor, viu que já estava em pé, então correu para recuperar a caixa caída que ele mesmo derrubou. Era o mínimo que poderia fazer.

-Ei, querid...Foid, espere!-

"Ma quase disse querido?" pensou Anya

"isso pode ser interessante"

Rapidamente a esposa foi em direção a caixa para recolher as coisas antes que Foid visse demais mas...já era tarde. Ele já havia recolhido algumas roupas rapidamente e colocado dentro da caixa mas no momento, constrangido, segurava uma calcinha rosa cheia de emojis amarelinhos e fofinhos. Ele não tinha reação para aquilo, vendo que a "esposa" se aproximava apenas jogou a peça para Anya.

-Tome, Anya, tem uma calcinha sua aqui!- comentou voltando a guardar as roupas da mulher. Os três resolveram deixar o assunto morrer ali, deixando claro que a calcinha era de Anya, coisa que os três sabiam que era mentira.

"Eu pensei que ela usasse coisas diferentes"

"Será que ele me acha uma tonta?"

-Ah, eu estava mesmo procurando essa calcinha, HAHAHA, agora eu posso ir dormir, HAHAHA!- disse Anya tentando ajudar a mãe e ainda se justificar por ter sido pega em flagrante.

"A quem ela quer enganar?" pensaram ambos os pais, deixando a garota ainda mais tensa.

As roupas de Yor ainda estavam um pouco espalhadas em volta da caixa e Foid não sabia se continuava a ajudar ou se deixava isso apenas para a mulher...pelo bem de ambos. Ele deu uma breve olhada e percebeu que as roupas eram as que Yor geralmente vestia, então se permitiu aproximar sua mão mais uma vez tentando ajudar Yor a dobrá-las. Indo em direção a uma calça, trombaram as mãos deixando a Briar mais constrangida mas...mesmo assim, quem ficaria com a calça? Foi como aquelas horas em que uma pessoa vai para a direita deixando a outra passar e então a outra também vai para a direita achando que a primeira iria pela esquerda. Foid, que tinha pego primeiro, largou a calça e então esperou que Yor pegasse, ao mesmo tempo que ela esperava que ele pegasse. Então quando ele foi novamente pegar, as mão dele verdadeiramente se encontraram e se cruzaram rapidamente. Como não esperava por isso, Yor apertou a mão do esposo com força o fazendo soltar um baixo gemido. Depois disso, ambos não gostariam de estar naquele lugar respirando o mesmo ar que o outro. Continuaram, alí parados olhando para suas mãos emaranhadas enquanto não tinham forças para olhar para cima e pedirem desculpas.

-desc...- os dois tentaram, juntos. Era um daqueles momentos incrivelmente clichês no qual só viam em filmes...

-Ora, o que estou fazendo, haha!(suspiro tenso)- Foid soltou a mão de Yor e coçou a cabeça por alguns instantes. O que ele estava fazendo dizendo "o que estou fazendo?" Eles eram casados, não? Mesmo que de mentira, eram casados.

-Por onde eu devo...- ele não terminou a fala, apenas apontou para as roupas perguntando quais deveria guardar. Yor apontou para um montinho no canto onde ela não conseguia alcançar e pediu que ele dobrasse que ela guardaria(óbvio, vai que ele guardando encontra um vestido ensanguentado e algumas agulhas...)

Assim, eles seguiram guardando as roupas rapidamente, Foid estava certo de que agora iria, com toda certeza, bancar o namorado perfeito...digo, marido de mentira. Continuou dobrando e dobrando(falando assim parece que ela estava levando o guarda roupas inteiro para passar uma noite, mas também tinha algumas roupas para doação) de repente, Twilight se encontra com algo parecido com um pijama. Rosa, com três ursinhos fofos( mais precisamente, Urso sem curso). Ele segurou no ar aquela blusa para dobrar e, quando menos esperava, viu Yor totalmente corada e olhando para sua mão. Delicadamente dobrou a blusa e então, a deixando mais corada, comentou:

-É grande, não é?-

-O que?- ela se assustou

-Minha mão...não é grande?-

-Bom, mediana!- ela comentou tentando se lembrar da mão dele. Rapidamente ele se sentou em seu lado e colocou sua mão sobre a dela suavemente. Estava impressionado, as mão de Yor não eram só grandes, mas também bonitas e delicadas. Como aquelas de pessoas que não fazem sequer um barulho ao toque.

-Ei, olha! O que é isso? Urso sem curso? Yoru Briar Forger...você usa pijama de criança quando não estou em casa?- disse ele pegando a parte de baixo do pijama na mão para zuar com ela um pouco. Ele estava fazendo tudo isso pela intimidade que deveriam ter em situações como aquelas mas...não é como se ele também não quisesse.

-Eii, o que é que está fazendo! Me devolva isso! Você diz isso mas também sabe o nome do desenho, oras!- ela comentou após dobrar a última peça e jogá-la dentro da caixa, ainda camuflando ao máximo o vestido e as agulhas. Se levantou tentando pegar novamente o short de seu pijama que Foid havia roubado enquanto bancava o marido engraçadão. Os dois brincaram um pouco e então ela, cansada, sentou-se na caixa para respirar.

"Seria interessante ver ela nesse pijama" (Anya, ao fundo, lendo a mente do Pa)

Após o banho na suíte principal, Yoru estava renovada e completamente com sono agora, seu maior desafio, era conseguir se concentrar em uma noite de sono com o "marido". Foid já havia tomado banho para deixá-la mais livremente e então estava no quarto escondendo e arrumando algumas coisas suas.

-Ei, o que está fazendo? você não vai dormir ai!- disse ela o tirando de cima de um montinho de algumas cobertas enroladas no chão.

-Eu deixei a cama para você poder dormir tranquila-

-Aquela cama é de casal...-

-Mas...de qualquer forma você ficaria desconfortável-

-Minha consciência pesa mais em te ver dormir no chão com um frio desses!- (disse que a consciência pesa mas nunca pensa isso quando ta matando geral né...te entendo Yor, te entendo)

-Eu estou bem coberto, poxa!-

-Vamos logo, pare de graça, não vai te custar nada!-

-Se você insiste tanto...com licença- Ele disse se descobrindo. Yoru se assustou quando viu que, além de estar recebendo uma mega friagem nas costas devido ao chão frio, ainda tava sem camisa. Isso a deixou brava e, não poderia faltar, envergonhada.

Após alguns momentos seguidos de censura um para com o outro(roupa, dormir juntos, cobertores e etc), Finalmente Yor e Foid se deitaram, apagaram as luzes e se despediram. Aquela situação era engraçada mas logo se acostumaram. O frio que fez naquela noite era intenso, mas seus corpos estavam quentes devido aos cobertores. A noite estava tão gélida que resolveram compartilhar os cobertores para que nenhum ficasse com frio mas a grande questão era...Foid e Yor quase não estavam conseguindo dormir. Yuri, um SSS, estava dormindo no quarto ao lado onde, dependendo da pessoa, com um soco poderia derrubar a parede e matar Twilight tranquilamente. Yor por estar preocupada com a demarcação de espaço na cama...pensamento de uma pessoa normal, é claro.

A noite se foi, dando lugar a madrugada negra e ainda mais gelada. Com o cansaço, ambos dormiram e tiveram sonhos aleatórios. Foid sonhou brevemente sobre sua teoria( já comprovada FAKE) que Yor era uma SSS. E Yor, sonhos algo intenso demais para ser citado. Entre sangue e gemidos, o reflexo de seu dia estava, como dejavu, sendo espelhado em seu sonho, até que foi forçada a acordar. Sentindo algo sobre seus pés e coxas.

-Foid..o que está fazen..- 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...