História Por Detrás De Um Olhar - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Saint Seiya
Personagens Aldebaran de Touro, Camus de Aquário, Hilda de Polaris, Hyoga de Cisne, Ichi de Hidra, Ikki de Fênix, Jabu de Unicórnio, June de Camaleão, Kanon de Gêmeos, Miro de Escorpião, Mu de Áries, Nachi de Lobo, Saga de Gêmeos, Saori Kido (Athena), Shaka de Virgem, Shun de Andrômeda, Shura de Capricórnio, Sorento de Sirene, Thetis de Sereia, Titan
Tags Amizade, Amor, Bullying, Família, Hyoga, Preconceito, Redenção, Segredos, Shun
Visualizações 142
Palavras 1.847
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Lemon, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá estimados leitores estamos de volta, mais já..pois é essa ideia nasceu fácil então, estamos aqui eu quero agradecer de novo e de novo a companhia maravilhosa de vocês e tomara que vocês apreciem esse capítulo de hoje imagem da web créditos ao autor
Boa Leitura

Capítulo 3 - Aquele Olhar


Fanfic / Fanfiction Por Detrás De Um Olhar - Capítulo 3 - Aquele Olhar

O jovem de olhos verdes ,mira atentamente o seu reflexo no enorme espelho retangular do vestiário todo branco e impessoal, seu corpo delgado, agora está coberto com o uniforme padrão da escola, camisa social branca,com o emblema da instituição de ensino bordado no bolso esquerdo da camisa, sendo uma bela estrela amarela com um ene preto no meio, calça e sapatos sociais também negros, e usando aquela roupa tão formal o virginiano se pergunta se ele estava para ir à uma sala de aula, ou a uma reunião de negócios?

interrompendo essas questões, a supervisora com pancadas leves na porta, o pressiona a deixar logo o local

_rapaz você já está pronto?

_sim senhora, eu já vou sair...

_deixe suas roupas no armário que tem o seu nome

o castanho guarda as peças, abre a porta e acompanha a mais velha, respirando fundo Shun tenta espantar qualquer medo, receio ou ansiedade de sua mente

_eu preciso ser forte.. preciso ser forte...

_disse alguma coisa jovem?

_nada não senhora Hilda...

ela para, bate na porta de uma sala, com o nó de seus dedos, esta se abre, pode-se observar um ambiente amplo, claro, limpo e arejado onde todos os outros estudantes, já se acham acomodados, um homem de postura firme, alto, de cabelos escuros, com mechas descuidadas ao redor do rosto, e uma franja que destaca ainda mais os seus olhos âmbar e a sisudez de seus traços os contempla de relance,sua epiderme branca, também está envolvida com a mesma roupa que os alunos utilizam.o castanho se pergunta novamente

"_porque as pessoas daqui me parecem tão fechadas ou mal humoradas?"

após uma pausa o lente enfim indaga algo à mulher de cabelos cinzas

_senhora Hilda o que está havendo aqui? qual é o motivo do chamado? eu acabei de iniciar a aula e...

_professor Titan temos um aluno novo, que vai se integrar hoje as atividades dessa turma

falou a supervisora com cerimônia

_mais as aulas se iniciaram a quase uma semana..

_ordens superiores...

_ok,pode entrar meu jovem, pelo menos você não perdeu muito, vou apresentá-lo à turma...

_até mais tarde professor Titan...

_até..

"_ ai,que homem..."

depois de um olhar malicioso para o moreno, a mulher se distancia, o dono dos olhos âmbar, cerra a entrada da sala e pergunta ao virginiano

_como você se chama meu jovem?

_Shun Lyrios senhor professor

_me chame apenas de professor Titan sem o senhor, está bem?

_sim sen..professor Titan

conduzindo o castanho até o meio da sala, o moreno bate com o apagador na mesa,atraindo a atenção dos seus alunos e fala

_fim das conversas paralelas certo turminha?... ótimo eu quero apresentar uma pessoa para todos, eu não vou repetir.. silêncio Jabu ,este é o novo colega de vocês o jovem Shun Lyrios ,a partir de hoje ele vai estar aqui junto com a gente para aprender, portanto sejam gentis com o seu novo amigo, combinado?

_sim professor Titan!!!

responderam todos em sincronia, mais sem entusiasmo real,porém o dono das orbes esmeraldas, já não presta a devida atenção as palavras de Titan a um bom tempo, talvez desde seu início, seu olhar está completamente magnetizado por um par de íris azuis da cor do céu, olhos tão belos e encantadores que fizeram o virginiano sorrir amável no mesmo instante que os fixou,e desejar nadar naquela imensidão azulina, ou até se perder nesse ínclito olhar, o dono desse soberbo e lindo olhar, esta sentado em uma das primeiras bancas,é um rapaz possuidor de fios loiros e brilhantes como um raio de sol, tez bronzeada, rosto másculo e bem feito e um terrível e sedutor sorriso de canto. a cada detalhe observado em um milésimo de segundo, o virginiano se vê mais e mais hipnotizado e encantado por aquele loiro que ele ainda não conhece,e tal enlevo não o permite enxergar que a bela fisionomia do moço loiro exibe uma arrogância explícita, e que seu marcante olhar, dirige nesse ínterim um desdém mal disfarçado à seu respeito

"_como eu gostaria de ter a amizade de um rapaz tão bonito quanto este.."

seus devaneios cessam com a voz grave de Titan entrando na sua cabeça

_Shun.. Shun..

_sim professor...

replica o castanho um pouco acanhado pela distração

_eu já terminei a sua apresentação à classe, quer falar alguma coisa?

_não...

_você pode se sentar agora

_onde?..

_perto da June aquela moça loira de cabelo comprido

_tá bem...

andando calma e lentamente o jovem de virgem não ouve os primeiros comentários sobre ele, vindos daquele loiro que ele admirou instantes antes

_mais que criatura mais idiota Jabu..

_concordo plenamente príncipe Lacourt

_parecia uma hiena rindo daquele jeito... que patético!

_esse Ichi..

os três gargalham alto o lente os olha muito sério e indaga

_vocês estão rindo de quê?

_nada em especial professor Titan

intervém Nachi

_ótimo, então parem com isso, retomando a aula, por favor abram os livros na página vinte e três

durante as próximas horas o sensível Shun anota os conceitos emitidos pelos mestres maquinalmente, sem todavia prestar genuína atenção em nenhum deles, seus pensamentos se convergem para aquele olhar tão lindo, fulgurante, o próprio castanho não entende porque aquele olhar celeste não sai da sua cabeça

na hora do intervalo para o almoço, todos os estudantes da escola se reúnem para partilharem a refeição e diálogos agradáveis ou não, nessa conjuntura Shun se sente deslocado e só, mais está não é sua maior preocupação, mais sim uma rápida conversa que aconteceu poucos minutos antes

(Flashback On)

o virginiano ia saindo da sala de aula, entretanto do interior da sala dos docentes, o lente Titan o chamou e com uma voz soturna lhe disse discretamente

_jovem Shun...

_professor...

_Shun, eu percebi que hoje você estudou com o material da June, contudo isto não pode continuar, os livros didáticos devem ser algo individual, assim como o resultado das avaliações...

_eu..eu me..

_bom, talvez com a correria do dia a dia ,os seus pais tenham se esquecido deste pormenor, mais procure relembrar à eles...

_mais...

_na próxima vez que nós nos vermos em sala de aula, eu espero Shun, que a sua mochila esteja completa..

_tá-tá bem,c-com licença.. prof-professor

_tem toda...

(Flashback Off)

"_o que eu devo fazer? eu não posso pedir mais nada pro meu pai no momento... se o meu herói ainda não comprou o livro da aula do professor Titan... foi porquê não pôde, não teve condições... e não por desleixo, e agora será que eu vou ter que queimar está aula até o próximo mês?o papai vai ficar muito triste se souber que o professor me cobrou o livro, e nós não temos como comprar, é melhor não falar nada disso para ele..."

imerso em suas preocupações o castanho não notou a perna direita posta diante de seu caminho e tropeçou no obstáculo, caindo ao solo com um barulho alto, na queda a comida do virginiano, ou seja, seu suco de laranja, arroz branco e estrogonofe se espalhou manchando o chão e as suas vestes,Jabu o causador do 'acidente' foi o primeiro a caçoar da situação acompanhado por muitas outras pessoas

_olha gente a mocinha tá toda suja..hahaha

_eu acho que esse nojentinho quer almoçar no chão hihihihi

comenta um rapaz baixinho debochado

_essa coisa é ele ou ela?

uma moça ruiva se une a piada sem graça

_você vai chorar sua bobona?

_essa foi ótima Ichi.. chora ,chora

_Shun ...

"_eu não vou chorar...não vou chorar..."

a etíope compreende a situação do virginiano, ele tá sendo humilhado pelos colegas de escola, como uma garota bondosa a ariana se ergue da sua mesa e vai ajudá-lo

_Shun você tá bem?

_levanta daí e vem comigo...

_deixa ele aê June..

_não enche Nachi...

ao se levantar várias pessoas troçam ainda mais ao contemplar a sujeira do uniforme do castanho e Jabu inflama

_chora...chora

_já chega Jabu

a deliciosa voz rouca faz vibrar o ouvidos do virginiano, olhando para trás Shun nota que o dono da voz é o moço loiro, e que ele lhe viu naquela condição tão vergonhosa

_mais é engraçado pô...

sem se importar de fato com o que está havendo alí, e piscando o olho direito para o amigo o russo fala

_rapazes, Jabu deixem ela em paz..

olhando diretamente nos olhos do aquariano o castanho retruca

_eu não sou uma mulher moço..

_mais Hyoga... você tá certo Hyoga desculpa, desculpa...

_vem Shun ficar bonito de novo, tem um uniforme reserva no armário

_tá bom...

depois que os novos amigos somem do campo de visão de todos, Hyoga e os seus parceiros riem novamente

_que sujeitinho mais imbecil...

_detesto este tipo de florzinha Nachi

_e nem parece um homem Ichi

_meus parceiros sejam mais cautelosos nas suas galhofas,a direção da escola não aprecia esse tipo de comportamento tão manifesto,e pode suspender vocês, e eu não quero ficar desfalcado da minha turma preferida...

_eu pensei que você tinha ficado com pena do carinha...

_eu mesmo não Jabu,para mim um homem tem que saber se impor sozinho, sem depender de ninguém mais ,o que não parece ser o estilo daquele menino, enfim pensem no meu conselho..

_é um excelente conselho príncipe Lacourt, seremos discretos daqui por diante

responde o canceriano pelos outros

_quem sujou o piso desse jeito?

perguntou a faxineira confusa

_foi um porquinho qualquer...

as orbes dos quatro brilham simultaneamente ante à resposta do aquariano,e uma alta risada ecoa alí

_June...

a etíope percebe o olhar vago do jovem japonês

_Shun... você quase não falou nada desde que saiu do vestiário..

_porque aonde quer que eu vá é sempre assim?... todo mundo zomba de mim...

_não chora amigo, você já passou por isso antes? preconceito, bullying?

_sim...eu até já apanhei de alguns valentões inconscientes, por isso o meu pai me matriculou nesta escola... para que eu pudesse ter um pouco de paz,mais isso não é possível.. vou ter que passar por esse tipo de pesadelo outra vez...

_ninguém vai te bater eu te garanto, e ignore a língua dos recalcados

_todos me desprezam...

_eu te conheço a apenas um dia mais eu gosto muito de você Shun, é sério, e outras pessoas também vão amar esse seu jeitinho único ,quando te conhecerem melhor eu tenho certeza disso

se lembrando mais uma vez daquele olhar azul celeste que o prendeu, o marcou mesmo sem o desejar, o virginiano responde

_é.. quem sabe você não tenha razão...

_vamos retornar as nossas atividades?

_vamos..

o restante do dia seguiu normalmente sem novos incidentes, no início da noite o geminiano chegou em casa,encontrando o filho mais silencioso do que o normal,depois de preparar o jantar Saga interpela o rapaz

_filho como foi o seu dia?

haviam muitas coisas para serem ditas mais o castanho para ver o pai tranquilo apenas falou

_bem pai..muito bem ,eu fiz uma amiga até, o nome dela é June

_que bom filho..

comentou o pai de fato feliz

_boa noite família...

_Ikki!

_oi Shun, tem algo comestível aqui nesta casa Saga?

_sempre haverá algo bom para você meu filho, e eu gostaria muito que você me chamasse de pai

_eu já sei disso

responde o mais velho

_meu bebê, eu comprei o seu último livro que tava faltando..

_mais pai,ele é caro,e o dinheiro...

_eu pedi um pequeno empréstimo ao meu chefe Mu não se preocupe com isso... Ikki e Shun meus filhos eu amo vocês...

_quanto sentimentalismo...

o leonino revira os olhos

_eu também te amo pai

responde o dono dos olhos esmeraldas contente

"e aquele olhar tão penetrante, forte, havia um oceano misterioso e atraente naqueles olhos, que moço bonito... o Hyoga ,e ele tentou me ajudar... não tentou?será que ele simpatiza comigo? que poderemos ser amigos?"

com o dilema do livro solucionado, Shun tenta esquecer os desagradáveis ditos satíricos do dia,ao menos na escola Estrela do Norte ele tem uma amiga, e o cheiro delicioso da comida, na mesa simples, alegra essa pequena família, que se alimenta feliz, apesar dos percalços da vida...


Continua





Notas Finais


o Mu é um chefe legal ou não é?
esses amigos do Hyoga sei não?que turminha do mal
temos um castanho encantado ao que parece.. lente é professor, descoberta de dicionário enfim estou amando demais escrever essa singela história e ainda tem muito para acontecer
No mais beijos carinhosos pra todos e até breve


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...