História Por Ele - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Cristianismo, Jesus
Visualizações 14
Palavras 975
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


boa leitura :)

Capítulo 4 - 03


Fanfic / Fanfiction Por Ele - Capítulo 4 - 03

25 de Dezembro, casa da Demi
10:30AM — Manhã fria, muito fria

O natal está chegando e acho bacana o modo como a família de Demi comemora. Há aquela troca de presente todo ano e o espírito natalino é bastante evidente em tudo que cada um faz. Não é somente uma troca de presente como muitos pensam. Aqui é diferente e isso é muito, muito legal.

Demi havia me dito que o natal desse ano seria um pouco diferenciado dos demais e minha curiosidade após ouvir tais palavras vindas dela estava aumentando mais e mais. Respirei fundo e me assustei MUITO com os pulos fortes e repetitivos em perfeita sincronia da minha 'delicada' prima.

— Selena, meu amor! — Gritou Demi, pulando diversas vezes — AMIGA, É NATAL! HOJE É NATAL!

— É, PRIMA. E... A TROCA DE PRESENTES? — Disse rapidamente, ao me lembrar do que aconteceria esta noite.

— Selena, sério?! — cruzou os braços, demonstrando está extremamente emburrada — O natal vai além disso tudo que ti pensas, e ti somente estás a pensar em PRESENTES?! — Falou, demonstrando está emburrada.

— Me perdoe... sei qual é o verdadeiro significado do Natal só que... — Suspirei fraco, demonstrando tristeza. Estava fazendo tudo errado — Me perdoa, Demi. De verdade. — Susurrei, ouvindo-a assentir com a cabeça vagamente.


• • •


19:30PM, noite de Natal

— O verdadeiro significado do Natal é o amor. Deus amou os Seus e forneceu uma maneira -- a única maneira -- para passarmos a eternidade em Sua presença. Ele deu o Seu único Filho para carregar em nosso lugar a punição por nossos pecados. Jesus pagou o preço por completo e, quando aceitamos esse dom gratuito do amor, somos livres da condenação. — Titia, após falar tais palavras, abriu a Bíblia e começou a ler — "Mas Deus dá prova do seu amor para conosco, em que, quando éramos ainda pecadores, Cristo morreu por nós", está escrito em Romanos 5:8, caso queiram olhar e conferir. — Em seguida, voltou um pouco a Bíblia e abriu em um livro que não pude ver qual era o nome — Em João 3:16 todo mundo sabe o que está escrito, entretanto, poucos valorizam isso. — Sorriu fraco, olhando para Demi — Filha, o que você consegue entender de tal versículo?!

— Mamãe, antes queria dizer algo que comentei com meu amigo hoje. — Sorriu largo — Ele não acredita no amor, sabe?! Entretanto, o amor existe! "Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que julgasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele." — Sorriu. Ela sabia de cor e salteado aquele versículo por ter aprendido desde pequena — O amor existe. O natal é o próprio amor! Deus morreu por todos nós; isso é amor. Se todos soubessem o quanto Deus os ama não se humilharam por tão pouco. Se valorizaram mais; amariam mais por aprender, realmente, o que é o amor. O sincero amor.

— Que lindo, filha! — Titia sorriu, me olhando — E para você, Sel? O que é o natal?

Respirei fundo e pensei na resposta que daria. Para mim, natal sempre foi uma festa comemorativa; onde havia troca de presentes constante e, em nenhum momento, pensei em Jesus como deveria pensar já que fui doutrinada assim. Minha concepção estava muito errada e agora, diante de todos, reconheço isso.

— Natal pra mim é o que vocês disseram. — Sorri — Nunca pensei dessa forma, mas hoje posso dizer que sei o que é o Natal.

Todos sorriram com minha resposta, e consequentemente sorriam pra mim. Sorrisos totalmente sinceros; ao vê-los, sorri também.

— Que bom, querida. — Kelly (titia) sorriu — Aposto que Deus está bastante feliz ao ver que ti reconheceste o que realmente é o Natal. — Se aproximou de mim — A verdadeira história do Natal é a história de Deus se tornando um ser humano na Pessoa de Jesus Cristo. — Susurrou, me olhando alegremente — Você é especial, Selena. És única para Deus e ninguém; ninguém, pode tomar seu lugar. — Tocou em meu coração e senti, naquele momento, que era especial para Deus.


• • •


20:00PM, troca de presentes

Todos pegaram seus presentes debaixo da árvore de natal e notei que o meu não estava lá. Procurei meu nome mas não o vi em embrulho nenhum. Demi havia desempacotado seu presente e tinha ganhado a Bíblia que tanto queria. Titio havia ganhado um par de meias muito bonito. Titia havia ganhado um vestidinho vermelho muito, muito fofinho mas... o meu não estava lá!

Sentei na poltrona e percebi que titia se aproximou de mim e, ao se aproximar mais, me deu um caderninho vermelho muito simples, entretanto, bastante fofo. A capa era dura e sua cor vermelho escuro; as folhas eram amarelas e possuíam um certo detalhe em suas bordas. Simples, bem simples, mas me agradou demais.

— Escolhi lhe dá esse diário por um motivo muito, muito especial. — Sorriu, passando suas unhas grandes em meu cabelo — Quero que faça dEle o que sente em seu coração que é pra fazer. Não se prive de nada!

Assenti vagamente com a cabeça e pensei o que fazer com ele enquanto admirava cada detalhe do presente que havia ganho há alguns minutos atrás. 

— Selena! — Demi, com bastante pressa, me chamou.

— Mulher, não me assusta assim! — Ri, olhando-a — conte-me o que houve para estás com tamanha euforia.

— Bora pro culto amanhã? — Sorriu, me olhando; anciosamente.

— Hm... — lhe olhei, pensando (naquele prévio tempo) o que lhe diria  — Bora!

E senti, naquele momento, que minha vida toda daria um reviravolta.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...