História Por quê eu te amo (lésbico) - Capítulo 7


Escrita por: e Maria_Simanke

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Lesbicas, Rose & Vivian
Visualizações 73
Palavras 1.016
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, LGBT, Mistério, Romance e Novela, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 7 - Segredos


Continuação

Flashback on

1 ano antes

Caleb: oi amor, chegou cedo.

Rose: a professora nos soltou mais cedo.

Caleb: tava com saudades (dou um selinho nela)

Rose: também, (mordo meus lábios)

(Rose)

Eu e Caleb subimos para o quarto em meio a beijos, ele me joga na cama, ficando em cima de mim começa a massagear um de meus seios, ele então tira minha blusa e meu short, e desse até minha intimidade e chupa levemente me deixando ainda mais exitada, eu então fico em cima dele, e tiro sua calça e sua blusa, vendo que ele já estava bastando exitado, tiro sua curva e começo a fazer um boquete, então sento em cima dele e começo a quicar em cima, ele me vira de quatro e estoca muitas vezes até eu gozar, então paramos e ele se sentou e eu peguei um boquete delicioso , mamei todo o seu leitinho.delicia, depois nos deitamos e dormimos.

2  semanas depois

(Rose)

Eu não ando muito bem ultimamente, tenho neuseas, fico tonta do nada, vou pedir a minha mãe pra me levar no médico.

Rose: mãe, a senhora pode levar no hospital, tô passando meio mal 

Clara: claro, deixa eu lavar a louça e ja.....filhaaaaa 

................

Acordo em cima de uma cama de hospital, cheia de bagulho nos braços, eu grito o nome da minha mãe e ela entra correndo com um médico, então ela pega minha mão e me consola, o médico diz: 

Médico: então, senhorita como está se sentindo?

Rose: como você acha que eu tô me sentindo, com dor e com um monte de bagulho no braço?

Médico: você já vai ganhar alta, ok? Mas antes temos que conversar das opções?

Rose: opções? O que ele tá falando mãe?

Clara: rose, querida você está grávida.

Rose: que, como assim ? Não pode ser eu sempre tomo pílula, e mentira né?

Clara: não, você vai ser mãe.

Médico: podemos falar das opções?

Rose: quais são as opções?

Médico: você pode ter o bebê, ou você pode dar ele pra adoção ou aborta-lo 

Na hora eu entro em choque, então pessoal pra minha mãe ligar para Caleb.

                    ...................

Ligação on

Caleb: alô, oi sogrinha?

Clara: caleb, você tem que vir pro hospital agora.

Caleb: porque? Aconteceu alguma coisa com a rose?

Claro: so vem logo.

Ligação off

Rose)

Caleb demora, um pouco para chegar, ele me dá um selinho e se senta no meu lado, então o médico começa a falar tudo de novo das opções e tal, e eu consigo ver o olhar de desespero no rosto dele, e o médico diz:

Médico: o bebê de vcs está correndo risco, e vc também rose, vc pode morrer nessa gravidez.

Caleb: então o melhor a se fazer e aborta-lo 

Olho pra Caleb indignada, ele e minha mãe concordam que o melhor a se fazer e o aborto. Eu não me aguento e começo a chorar, Caleb tenta me abraçar e eu o empurro.

Rose: como pode , querer aborta, nosso filho?

Caleb: rose nos somos adolescentes,  temos a vida inteira pela frente. Eu tenho minha vida ,  e minha vida e importante.

Rose: não, posso ficar com uma pessoa que pensa só em si mesma.

Caleb:  por favor não, não termina comigo.

Rose: sai daqui agora.

Caleb saí do quarto triste, minha mãe, minha mãe que estava conversando com o médico, me abraça e fala que já viu receber alta, porém o médico fala que nos veremos bastante por causa do pré natal. Vou pra casa sem trocar uma palavra com minha mãe, não podia acreditar que ela queria que eu ABORTASSE..

8 meses depois

(Rose)

Minha barriga já tá enorme, só falta mais um mês, de acordo com o médico meu bebê e forte, não tem problemas, mas mesmo assim, e um risco , Caleb se mudou pra Chicago com o pai, confesso que e bem melhor assim, estou livre pra cuidar do Meu filho ( sim e um menininho, Pedro Henrique), minha mãe me tirou da escola ela disse que seria melhor se ninguém soubesse, queria contar pra Katy mas enfim.

...........

Rose: MÃE, EU ACHO QUE MINHA BOLSA ESTOURO.

Clara: Calma filha , deixa eu pegar a chaves.

Rose: mãe eu acho que eu vou desmaiar

Clara: não vai não filha acorda, acorda por favor.

             ...............................

Hospital

Rose: onde eu tô , que lugar e esse , mãe cade você.

Clara: filha, eu tenho que te contar uma coisa..

Rose: o que aconteceu com meu filho, fala logo mãe.

Clara: você desmaiou e tivemos que fazer uma cessaria, e tiveram Algumas complicações com o bebê ele teve duas paradas cardíacas e morreu.

Flashback off

 

Katy: porraaaa, amiga como assim , ele morreu, você tava grávida. Porque não me contou.

Rose: eu queria contar, mas eu não queria mais falar no meu filho ele era importante, depois de um tempo  a minha mãe ficou grávida de uma menina, eu dei todas as roupinhas dele , pra ela ( algumas né), isso doeu demais.

Katy: E Caleb?

Rose: eu desculpei ele, não foi culpa dele.

Katy: eu não sei o que dizer, eu..e..eu..

Rose: calma já passou, você sabe eu odeio quando tem Pena de mim.

Katy: desculpa, você quer assistir um filme.

Rose: depende do filme.

Katy: só tenho filme romântico.

Rose: vamo, alugar um filme, vem 

Katy: a meu, porque?

Rose: porque você não tem Netflix.

Katy: chataaaaa

.......

Locadora

Rose

Chegamos na locadora, escolhemos um filme de ação, demos o dinheiro pra tia lá , e resolvemos comprar um pizza, Katy foi pedir a pizza e eu fiquei sentada esperando, quando eu vi uma moça ensinando seu bebê, a andar, ela senta no meu lado e me comprimenta, eu começo a brincar com seu filho.

Rose: oi, menininho lindo.

Moça: da oi pra ela Filho.

Rose: qual o nome dele?

Moça: Pedro Henrique.

Na hora meu coração despara e sinto uma lágrima rolar.

Moça: ei, ta tudo bem?

Rose: sim, ele e lindo, qual o seu nome? Quantos anos você tem?

Moça: Fernanda e eu tenho 18 anos.

Katy fica me chamando mas eu estava , muito focada conversando com Fernanda.

Fernanda: rose, a sua amiguinha ta te chamando.

Rose: bom pega meu número, sei la,e chama, ou faz o que vc quiser.

Fernanda: pode deixar, menina rose.

Rose: tchau moça Fernanda. E tchau Pedro.

Rose fica me provocando e me zuando um pouco, mas de boas pegamos a pizza e fomos pra casa assistir o filme, quando eu fui vê meu celular, tinha mensagens da Fernanda, ficamos conversando a noite toda.

Foi incrível....


Notas Finais


💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...