História Por que eu vim parar aqui??? - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Saint Seiya
Personagens Aria, Eden de Órion, Fudou de Virgem, Harbinger de Touro, Kiki de Áries, Sonia de Escorpião
Visualizações 22
Palavras 1.441
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Harem, Luta, Magia, Mistério, Sobrenatural, Universo Alternativo
Avisos: Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Desculpe a demora meus chibis e tá aí mais um capítulo, esse eu gastei metade da minha criatividade.

Capítulo 9 - Revivendo o passado


Fanfic / Fanfiction Por que eu vim parar aqui??? - Capítulo 9 - Revivendo o passado

(Karin)

Chegamos até os aposentos da Senhorita Atena, entrei no seu quarto e vi que já estava melhor, estava sentada na varanda tomando chá.

- Karin eu vou ficar aqui e conversar com o Kiki - disse Habinger tocando em meu ombro.

Respondo que sim com a cabeça. - com licença... Senhorita Atena...? Posso entrar...?. - pergunto meio acanhada.
Ela se vira pra mim sorrindo.


-por que você vem assim?..., esta com medo de algo?... - ela pergunta me olhando e eu abaixo minha cabeça.

- desculpa... - era a única coisa que eu poderia dizer.

- ei calma, vem sente-se aqui. - me puxa para sentar na outra cadeira a sua frente.

- é que se não fosse eu nada disso teria acontecido, além do mais ainda nem sei o motivo de eu estar aqui, então não tem como eu ir embora. - disse com voz chorosa.

- não se preocupe olha... vê...?, eu estou bem e as outras meninas também estão eu sei, eu quero falar uma coisa que Seyia é Fudou descobriram sobre você.

- verdade?.. E o que é? - pergunto meio animada.

- primeiro que eu já tenho umas suspeitas você nunca pertenceu a aquele mundo, você sempre foi desse mais quando seu ansestral foi colocado com as estrelas toda sua linhagem foi para essa outra dimensão, porque o seu ansestral queria proteger a sua verdadeira reencarnação., ou seja você pertence a esse mundo e parece que você tem alguma ligação com o cavaleiro de Orion. - explicou.

- Espra!!, quer dizer que todo esse tempo minha vida estava sendo uma mentira!!!??. - disse nervosa.

- não é bem assim, você já teve sonhos constates com alguém ou algum lugar que tenha visto aqui!? - pergunta séria.

- sim tive vários sonhos com a casa de escorpião e a armadura e sem falar daquela menina de cabelos verdes e curtos que sempre estava segurando meu colar. - disse segurando o mesmo.

- menina de... Cabelos curtos e verdes você está falando da Aria?

- não sei eu não a conheço.

- se isso for verdade, a família de Marte deve estar envolvida. - especulou.

- família de Marte?

- sim, vem vamos até Fudou, quero que ele veja suas memórias passadas. - disse se levantando e já indo pra saída.

-Hai (sim) - vou atrás dela.

Fomos descendo casa por casa até chegar em Virgem, quando chegamos Atena pediu permissão para entrar e as portas de uma sala enorme se abriram, quando entrei vi duas árvores lindas tão altas que podiam tocar os céus e eram tão lindas e tão idênticas, havia pétalas flutuando ao vento andamos mais um pouco até chegar bem perto das árvores e vimos um homem sentado de baixo delas estava sem armadura e estava meditando.

- Senhorita Atena, Karin. - disse ele ainda de olhos fechados.

- Fudou vim saber sobre o que descobriu além do que você me falou e também viemos para que você mostrasse as memórias passadas pra Karin. - explicou Atena.

- claro. - ele disse abrindo os olhos, vi que seus olhos eram de cores diferentes um era dourado e o outro em uma cor roxeada.

- não tenha medo dos meus olhos... Vamos venha. - disse me chamando para me sentar.

- não... Eu só..

- quieta.

- hai - eu disse rapidinho me sentado.

Ele me disse para fechar os olhos e encostou na minha testa, e derrepente estava em um templo grego.


-onde eu...

- estamos dentro do seu subconsciente. - explica Fudou.

- você também esta aqui Fudou, porque me trouxe aqui?.

- pra sabermos do seu passado, não se preocupe ninguém pode nos ver.

- ok. - disse o seguindo.

Começamos a andar, fomos até uma parte daquele lugar onde parecia ser um campo de treinamento tinha vários homens treinando com espadas, lanças, correntes e muitas outras armas. Todos usavam um tipo de proteção vi um homem de cabelos vermelhos, e tinha uma tatuagem no lado esquerdo do pescoço.

- SKORPÍOS!!! - disse um homen de armadura que se aproximava com rapides do rapaz.

- sim senhor! - disse o rapaz de cabelos vermelhos.

- senhor Apolo o chama.

- Nossa essa é a terceira vez em uma semana. - disse um outro rapaz.

- é oque você andou fazendo em seu híbrido. - disse outro cara com um certo sorriso no rosto.

- ora seu... - o rapaz ruivo ia se virar quando um homem de armadura dourada veio em sua direção.


- JÁ CHEGA ENZO!, NÃO VÊ QUE ESTÁ UMA PATENTE ABAIXO DO TAL HÍBRIDO - fez aspas com os dedos, parou do lado dele e tocou no ombro do mesmo.

- não se preocupe ele não vai matá-lo, é quanto a eles - olha para os rapazes que o zoaram. - são só um bando de idiotas.

- não estou preocupado mais obrigado quando voltar eu acabo com eles. - disse indo pra a casa que avia lá.

- Karin é ele seu ancestral, vem vamos seguí-lo. - disse indo atrás dele.

- tá... ta bom - corri também.

O seguimos até uma sala do trono quase como a da Senhorita Atena, mais tudo era branco e dourado e o trono era com um símbolo de sol.


- seu ancestral servia ao deus Apolo?! - diz Fudou um pouco surpreso.

- ( oque está acontecendo???!!) - pensei comigo.

- senhor Apolo mandou me chamar? - pergunta se ajuelhando.

- sim, queria que você fizesse um trabalho pra mim. - disse um homen de cabelos ruivos cor do fogo com olhos azuis.

- e que trabalho seria? - pergunta o rapaz

- quero que mate alguém que vem importunando minha amada irmãzinha, um humano que acha que pode ter uma deusa como Arthemis como esposa. - disse com fogo nos olhos.

- senhor Fudou ele não vai fazer isso né.?- eu pergunto meio apreensiva.

Ele me olha mais não me respondeu. Isso me preocupou.


- claro meu senhor, onde e quando?-percebi que ele não estava bem em dizer essas palavras.

- amanhã a noite no lado norte da ilha. - disse indo até o mesmo que estava se levantando Apolo tocou no ombro dele.

- e eu quero que você o enfrente com sua forma verdadeira, isso é tudo.

- forma verdadeira???

- pelo que eu entendi seu ancestral era híbrido entre uma humana e um monstro. - disse se aproximando.

- híbrido,..

-para sabermos teremos que ir mais fundo. - toca na minha testa outra vez e aparecemos em uma praia, vi que ele já estava lá e que estava meio homem e meio escorpião. Vi um rapaz com uma espada e com alguns protetores.

- Fudou aquela não é a Arthemis??. -perguntei surpresa.

- é, então quer dizer que seu ancestral matou Orion.

Derrepente só ouvimos um grito e nos viramos e vimos sangue.

- OOORRRIIOONNNN!!!!.. - Arthemis gritou e tentou correr para ele mais Apolo a segurou e disse.

-calma irmãzinha, não há mais oque fazer ele é um humano. - disse sorrindo.

- não.... NÃO pode ser... - disse chorando.

- foi culpa daquela criatura. - nesse momento eles estavam atrás do corpo de Orion e do rapaz escorpião.

- não se preocupe eu vou mater esse monstro. - disse apontando o arco de Arthemis para Skorpíos.

- NNNNÃÃÃÃOOOO- gritei sem pensar, vi a flecha acertando nas costas dele e o atravessar.

- Aaaaaaahhhh- eu eu Skorpíos gritamos ao mesmo tempo, eu sentia uma dor enorme no peito.
 
Nesse momento ele viu que quem atirou era Apolo, e Então Apolo se aproxima e diz.


- acha mesmo que eu escolhi ter um híbrido entre os meus, bom como eu sabia que você iria fazer esse serviço pensei em acabar com dois coelhos com uma cajadada só, e não é que deu certo. - nesse momento Zeus chegou e acabou com a festa.

- JÁ CHEGAAAA SEUS IRRESPONSÁVEIS - Zeus disse.

-não Zeus foi essa criatura que começou tudo ela me tirou Orion você... Você pode trazer ele de volta não é?. - ela perguntou abraçando o pai.

-sinto muito mais eu não posso.

Ela caiu de joelhos, e Zeus foi conversar com Apolo.


- eu sei o que fez, mais não vou reeprende-lo  ela não poderia se casar com um humano, mais matá-lo - olha para Skorpíos - uma criança inocente de seus atos Apolo.

- A única coisa que eu posso fazer é colocá-los nas memórias. E então eles foram colocados como constelações.

- (nas memórias?!!! Não isso não) - Apolo começou a controlar Arthemis a partir daquele momento.


Ahhhh Arthemis está sendo controlada....



Notas Finais


Bom espero que tenham gostado e até o próximo. 😉


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...