1. Spirit Fanfics >
  2. Por que minha professora está aqui >
  3. Brendan e Winona

História Por que minha professora está aqui - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Terceiro capítulo dessa Fic bem divertida. Eu estou muito contente com o resultado, ela está pegando bons viws e há muitas pessoas comentando também. Bem.. obrigado a todos!


Fiquem com a leitura!!

Capítulo 3 - Brendan e Winona


Fanfic / Fanfiction Por que minha professora está aqui - Capítulo 3 - Brendan e Winona


Partindo para outro dos quatro amigos, acompanharemos Brendan desta vez

Quebra de tempo: Início do ano
Começando o seu ano letivo, Brendan estava em sua aula de Educação Física e jogando queimado, porém ele estava em uma posição muito boa para queimar alguém, mas errou o alvo, o que fez ser advertido por sua professora
— Brendan!! Mire bem antes de jogar a bola, este erro pode fazer a sua equipe perder!
— S-Sim senhora!
O que acabou se tornando verdade e o time em que ele estava acabou perdendo a partida. Após a aula, ele estava sentado em uma cadeira desamarrando o seu tênis, por isso só havia ele na quadra junto a professora juntando as bolas. Ele calçou o seu tênis da escola e se levantou se despedindo da docente
— Bem, professora, eu te vejo sema..
No entanto, o garoto parou de falar quando se virou para a mulher e viu a mesma lhe dando um beijo em sua testa
— Sinto muito pela bronca exagerada que eu te dei na partida
— N-Não, tu-tudo bem. Eu errei um arremesso fácil sim
— Mas me dói brigar com você. Você ficou chateado? - Diz segundo os ombros dele
— Não, nada disso
— Ainda bem, eu fico aliviada - Diz sorrindo novamente
Ela recolhe os seus braços, dá uma piscadinha para ele e vai embora jogando os seus cabelos para trás, enquanto Brendan vai saindo da quadra
Pov’ Brendan on
Essas aulas de Educação Física sempre me matam, mas pelo menos a professora sempre é boa comigo. E aí, meu nome é Brendan e tenho exatos 17 anos, sim, vocês podem falar, eu sou ruim no queimado, é porque eu gosto de jogos mais dinâmicos que exigem mais estratégias, como o xadrez por exemplo, deixando isso de lado, vocês querem saber quem é a minha professora que.. err.. me deu um beijo na testa, ela se chama Winona e todos falam que ela é muito bonita e eu.. nhe pode se dizer que eu concordo com o que dizem, agora porque ela fez aquilo e ainda deu aquela piscadinha para mim, isso vocês só irão entender se eu contar toda a história para vocês e com isso eu quero dizer sete anos atrás..

Quebra de tempo: 10 anos atrás
Há dez anos atrás, mais ou menos, a escola fazia uma excursão e pegando uma trilha em uma floresta pequena, porém um temporal bem feio pegou todos de surpresa e agora eles estavam atravessando a trilha em meio à uma chuva, mas havia um jovenzinho atrás do grupo afastado de todos e com um pouco de medo, porém, atrás dele, estava uma assistente de professor que estava começando o seu cargo de estágio para componente docente
— Ei, pequeno, o que foi?
— É-É que o tempo está bem feio
— Mas vamos conseguir atravessar a floresta, juntos
— Você promete?
— Mas é claro, é só não ficar muito longe do resto dos seus amigos
Entretanto, de repente, Brendan pisou muito perto da borda da trilha ao lado de um morro e como o chão estava estável por causa da chuva, o garoto iria cair, mas a Winona bem atenta pulou em direção à ele
— Am! Brendan!! - Saltando tentando agarrá-lo
Resultado, os dois caíram morro abaixo rolando até o local em baixo não sendo percebidos pelo o restante do grupo escolar que seguiu em frente
— Hum.. eles não viram a gente. Você está bem? - Disse a mulher sentada ao lado do garoto
— S-Sim. S-Sinto muito
— Não se sinta culpado, foi um acidente - Disse passando a sua mão na cabeça dele - Agora precisamos sair da chuva
A mulher iria se levantar, porém quando pisou forte no chão, ela recuou sentindo dor no pé
— Hugt!
— O que foi?
— Não se preocupe, o meu tornozelo só está um pouco torcido. Vamos começar a andar logo
Ela tentou se levantar novamente, mas não conseguiu, imediatamente o menino apoiou a moça em seus ombros e mesmo com uma grande dificuldade ele começou a andar ao lado dela ajudando-a
— Vamos, você virá comigo
— (Pensando) Ah.. hum.. - Sorrindo vendo o garoto se esforçar por ela
Eles caminharam até encontrar uma caverna
— Ali, vamos nos abrigar ali até a chuva passar - Disse a mulher apontando
O garoto obedeceu e foi até o abrigo. Lá dentro, eles se sentaram um do lado do outro
— É.. a chuva está bem forte
— Hum.. é tudo culpa minha - Diz o menino bem triste
— Nada disso, não adianta você falar que isso é culpa sua, foi algo que ninguém poderia prever e você está bem e é isso o que importa
— Mas você se machucou por minha causa.. um?!! - Se surpreendendo quando a mulher o abraçou
— Não, não, isso também não foi culpa sua, eu pulei, porque eu quis te proteger e só - Disse com uma voz calma abraçando o menino
— C-Como você s-se chama?
Ela largou-o e respondeu
— Meu nome é Winona, eu sou uma aprendiz da sua professora e você? Como se chama?
— E-Eu me chamo Brendan - Disse o rapazinho meio corado apertando o seu punho por nervosismo
— Você está vermelho, o que foi? Você me achou bonita, é?
Brendan travou quando ouviu aquilo, mas conseguiu mover a sua cabeça positivamente respondendo que sim. Winona gostou da resposta do garoto e riu um pouco. Algum tempo depois, a chuva não parava e eles permaneciam dentro da caverna aguardando o resgate ou a água parar de cair do céu, a moça estava começando a ficar sonolenta e não aguentando deixar o corpo em pé, enquanto Brendan ficava sentado do mesmo jeito, Winona cambaleou e de repente caiu devagar em cima das pernas do garoto que não sabia o que fazer quando ela pôs a cabeça bem em suas pernas
— A-Am.. a-ah.. err... Win..
— Deixe-me ficar aqui, eu estou tão cansada - Disse ela se ajeitando no chão com os olhos fechados
— T-Tá b-bom então
Winona acabou caindo no sono e Brendan ficou olhando a bela moça bem perto de si, ele observava o que parecia um anjo em suas pernas e não aguentou esticando o braço
— S-Será q-que eu po-po-posso?
Ele cogitou, pensou e concordou consigo mesmo. Ele então colocou a sua mão em cima dos cabelos dela e começou a alisá-los e quando começou ela mesma sorriu significando que havia gostado

Quebra de tempo: Voltando ao presente
E foi assim que nós nos conhecemos, não parece, mas somos grandes amigos e ela conseguiu se tornar professora como ela queria, s-sobre o que aconteceu na caverna.. eu.. e-eu era bem pequeno, tá! Enfim, ela parece que sempre quer cuidar de mim e fica feliz quando me ver, acho que eu posso dizer o mesmo
Pov’ Brendan off
Voltemos para o último ano do Brendan na escola, no qual já era um dia seguinte daquele de antes e o tempo estava fechado com uma chuva caindo. Quase todos da escola já haviam ido embora, porém o garoto ainda permanecia parado na entrada aguardando, quando Winona chegou no local
— Hey, oi
— Oi, professora
— O que está fazendo aqui parado?
— Eu.. não trouxe o guarda-chuva, não achei que iria chover tão cedo assim
— Bem, quer que eu te leve? Será um prazer
— N-Não, eu já liguei para a minha mãe e ela já está vindo, desculpe o incômodo
— Não é um incômodo, eu adoro a sua mãe, a propósito. Ela vai demorar?
— Acho que sim, um pouco, porque ela ainda precisa fazer um serviço lá no trabalho dela
— Então.. já que ela vai demorar, você quer entrar?
— Na escola? Mas pra quê?
— Você vai ver, vem - Disse segurando na mão do rapaz e puxando-o junto
Eles entraram para dentro da instituição e foram para uma sala meio pequena com um sofá, uma televisão e um armário
— Que sala é essa?
— É uma sala que nós usamos com crianças que ficam de detenção, mas olha o que temos aqui - Disse abrindo o armário
Dentro da estante estava um vídeo-game com vários jogos
— Uau! Nossa!
— É, eu sabia que você iria gostar
— Se jogar é a detenção daqueles moleques, então eu quero voltar para o jardim de infância
— Não seja bobo, olhe o rapaz bonito que você se tornou
— Disse alguma coisa? - Disse distraído com os jogos
A mulher corou e relativizou
— N-Nada. Então, qual você gostou? Vamos jogar
— Vamos jogar este aqui! Pegue o controle, eu vou te ensinar a jogar
Eles se sentaram no sofá e iniciaram o jogo, mas o que o Brendan não esperava era que a sua professora fosse tão boa nos games e conseguisse ganhar todas as partidas
— O que foi? Você não disse iria me ensinar a jogar? - Disse com um sorriso de deboche girando o controle segurando o fio com a mão
— I-Isso não vale! Como você pode ser melhor do que eu?!
— Sabe, quando algum aluno vai para a detenção, ou seja, vem para cá, eu sou a professora encarregada de ficar aqui com ele, portanto eu fico jogando. O que foi? Achou mesmo que por eu ser um pouco mais velha eu tenha parado no século vinte? Hahaha!!!
— Hurrnn!..
— Agora você pode espalhar para aqueles amigos que você disse que tem fora da escola que você apanhou para a sua própria professora
— Hurnn!! Pára! Vamos jogar a sério então!
— Manda, freguês!
— Vamos jogar este aqui, o perdedor paga o almoço do vencedor amanhã - Disse estendendo a sua mão
— A-pos-ta-do - Disse apertando a mão do rapaz
Os dois começaram a partida, no entanto, para o lado ruim do Brendan, Winona também era habilidosa no jogo e conseguiu derrotá-lo
— Ha! Eu ganhei!! Eu ganhei, eu ganhei, eu ganhei! Alguém vai pagar o meu almoço amanhã!
Ela ficou tão feliz com a sua conquista que abraçou o rapaz colocando o seu rosto em meio aos seus peitos, esfregando-o naquela região, até Brendan conseguir se libertar e se separar dela
— Ai! Eu já te falei para você não me abraçar desse jeito!
— E por que não? Você gostava dos meus abraços
— É, quando eu era mais novo, agora que eu sou mais velho, i-isso parece meio.. er..
— Deixa de ser chato, eu só ganhei a aposta que você mesmo falou
— Não, eu não quis dizer isso! É só.. ah.. às vezes você me trata igual criança
— Eu não faço isso não!
— Arr!! Agora você está agindo feito uma!
— Pára, eu não estou! - Diz quando o empurra de leve
— Ei!.. Não me empurre!
Brendan devolveu empurrando-a também, porém o seu foi um pouco forte e ele acabou amassando um pouco um dos seios da mulher que deixou escapar um pequeno gemidinho
— A-Awwnnt!..
— Hum?!
— Aght! - Parando imediatamente
Os dois arregalaram os olhos e ficaram vermelhos se encarando por causa da situação, até o celular do garoto apitar a notificação, Brendan usou aquilo como desculpa e saiu correndo da sala pegando a sua mochila
— A-A-A minha mãe chegou, fui!!! - Saindo às pressas

Quebra de tempo
Mais para o meio do ano, Brendan estava em sua aula de Educação Física e a sua professora mandou-o buscar as bolas de vôlei no armário, pois ela havia esquecido. E o rapaz já estava quase lá
— Ah.. por que mandou eu buscar? Tantos alunos ali, isso já é marcação, só pode! - Andando enquanto reclama
Ele acabou chegando lá e abrindo-o
— Nossa, isso tá uma bagunça, ah, mas pelo menos a sacola das bolas de vôlei estão fáceis aqui
Ele entrou para mais dentro do armazém e puxou a sacola com tudo, ela saiu debaixo de algumas coisas, porém tudo que estava em cima caiu em cima dele com a porta se fechando. Alguns minutos se passaram e Brendan ainda não havia retornado, por estar soterrado no armário, a professora Winona então decidiu ir atrás do sumido e averiguar o que tinha acontecido. Ela saiu da quadra à caminho do local se perguntando
— Mas o que aconteceu com aquele menino? Eu não consigo acreditar que ele não foi capaz de fazer algo tão simples
Ela chegou em frente a porta e abriu sem avisar, com isso Brendan e quase toda a tralha que estava empilhada caíram em cima da Winona. O garoto por sua vez, caiu em cima da mulher com seu o rosto bem cima dos peitos dela, ele ficou bastante corado e imediatamente foi se desculpando
— A-Ah.. me-me desculpa, eu estava preso e caí-então..!
— N-Não tem problema, não foi sua culpa
Os dois ficaram se encarando, até a mulher corar e desviar o olhar um pouco
— N-Não me olhe assim, e-eu vou ficar muito nervosa
— S-Sinto muito! - Olhando para cima
— E.. Brendan?
— Sim?
— Você.. já pode sair de cima de mim, n-não é que eu não goste de estar assim, mas você está me-me amassando
— D-Desculpa!!!! - Pulando saindo de cima dela
Logo quando ele saiu, ela se levantou e disse
— Bem, você pode voltar e dizer a todos para começar a partida de vôlei. Eu vou ficar aqui e arrumar essa bagunça
— Uhum. Tá - Se levantando também
Eles então se separam
— (Pensando) A-Ainda bem que ninguém viu, imagina o que falariam - Pensou o rapaz retornando para a quadra
— (Pensando) Ainda bem que ninguém viu, cortaria o clima e o Brendan ficaria muito mais sem graça - Pensou a mulher começando a juntar as coisas

Quebra de tempo
Pleno final de ano, em uma das suas últimas aulas de Educação Física do semestre, Brendan estava na aula de natação, porém era meio ruim na água e terminou a competição em último, o que mais tarde foi zoado pelos os outros alunos quando estavam indo embora
— Ah.. sempre falam isso - Falando consigo mesmo
— Mas isso é porque você não se esforça para ganhar - Disse Winona chegando ao seu lado
— Eu me esforço sim, eles que são melhores que eu
— Mas.. e se você fosse melhor que eles?
— Como assim?
— Eu posso te ensinar algumas técnicas de natação infalíveis que o colocará em primeiro
O rapaz estava olhava para frente pensando no assunto
— Ei, na Sexta é a sua última aula aqui na piscina, valerá a pena, eu garanto - Disse encorajando mais o garoto
— Tá bem então, eu aceito
— Então me encontre aqui mais tarde, não terá aula aqui, então poderemos usá-la o tempo que precisarmos
— Ok
Mais tarde, no horário programado, Brendan estava se alongando já preparado para cair na água
— Hum.. o que será que ela vai me ensinar que é tão formidável assim?
— Hey, está pronto? - Chegando no área da piscina
Winona estava usando um biquíni, o que fez Brendan olhar para aquele corpão da sua professora e desviar o olhar meio nervoso
— S-Sim
— Você está vermelho, se estiver doente me avise
— N-Não, eu estou bem! Po-Por que.. você.. tem que vestir isso aí, ein?
— O que? É o meu biquíni, eu não posso te mostrar como nadar se não estiver na água jun.. ah.. eu já entendi - Continuou dizendo colocando os peitos dela perto do rapaz - você está falando do meu corpo aparecendo para você ver, né? Humhumhum
— Não é isso! E-E ver se pára!! - Virando o rosto tentando não olhar
— Sério? Porque parece o contrário. Por que você não fica assim quando as meninas também ficam aqui de biquíni na aula? Hum.. especialmente a May, ela fica te olhando, sabia? Às vezes eu fico até com ciúmes
— Pára, eu e a May somos só amigos e ela não fica me olhando! Mas pera aí, você fica com ciúmes disso?
A professora percebeu o que acabou dizendo e se virou negando
— N-Não, eu estou brincando com você. Vamos começar logo, estamos perdendo tempo aqui
Eles entraram na piscina e ficaram um bom tempo treinando. No fim da tarde, Brendan acabou vencendo a sua própria professora e conseguindo ficar melhor na modalidade
— Eu consegui!
— Isso! Nadando desse jeito, você vai vencer qualquer um
— É! Obrigado Win
— Disponha Brent
— Hunn!.. É Brendan o nome
— Mas eu acho Brent muito fofo, mas você conseguiu, me abraça!! - Puxando ele para o abraço
Eles se abraçaram com um bem apertado e foram se separando devagar e travaram o olhar quando os seus rostos estavam bem pertinho, eles sentiram o clima e coraram
— Am.. - Brendan tentou dizer algo, mas não conseguiu
A professora se assustou quando despertou do transe e saiu da piscina sem dizer nada, enquanto Brendan a seguia. Ela entrou dentro de um quartinho para se trocar de roupa e o rapaz, quando entrou lá também, obviamente a encontrou lá também
— Professora! O que foi?! E-Eu fiz alguma coisa?!
— Na-Na verdade.. sim, Brendan - Dizendo de costas para ele - m-mas eu prefiro não dizer
— Por que? O que eu fiz? Pode me dizer
— Então.. você... - Indo em direção à ele de repente - roubou o meu coração
Winona beijou o rapaz pressionando-o na porta fechada do cômodo, o menino revidou o beijo e eles continuaram a trocar diversos pequenos e longos beijos no local, até eles pararem e o garoto poder dizer em meio aos pequenos estalos que eles davam
— O que estamos fazendo é errado
— De certa forma sim, mas eu não.. eu.. não aguento mais, eu quero muito você
— E-Eu sinto o mesmo
— Achei que preferiria alguém da sua idade, como a May
— Ela não me interessa, agora eu vejo que eu só tinha olhos para você
— Então vamos fazer assim, vamos esperar só mais um pouquinho para ficarmos juntos
— Por que?
— Porque você irá se formar, não é? Caso faça isso, eu não serei mais a sua professora, então deixará de ser tão errado
— Ok
— Não ouse deixar alguém te tocar agora, você é só meu agora, você tem dona, tá?
— Tá, é claro
Enfim eles retornaram aos beijos novamente ficando um bom tempo naquele quartinho somente os dois.








Continua...


Notas Finais


Cs são fodas, tamo junto e xau!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...