História Por que te amo?(paulicia) - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Carrossel
Personagens Adriano Ramos, Alícia Gusman, Bibi Smith, Carmen Carrilho, Cirilo Rivera, Daniel Zapata, Davi Rabinovich, Diana Ayala, Firmino Gonçalves, Jaime Palillo, Jorge Cavalieri, Kokimoto Mishima, Laura Gianolli, Marcelina Guerra, Margarida Garcia, Maria Joaquina Medsen, Mário Ayala, Paulo Guerra, Personagens Originais, Rabito, Valéria Ferreira
Visualizações 220
Palavras 737
Terminada Não
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Antes de qualquer coisa:
Sim, eu estou reescrevendo a história novamente, porque essa é uma ótima história mas eu me perdi muitas vezes no meio dela porém agora que a minha mente está mais limpa e as ideias no lugar eu decidi fazer tudo certo e arrumar tudo.
Ou seja, novo enredo, novo drama, nova escrita, novas personalidades, novos personagens, novos romances...
Tudo novo beleza?

Capítulo 1 - Prólogo.


Era o último dia de aula na escola mundial e todos os santos diabinhos - agora com dezesseis anos- contavam animados os últimos minutos do dia... 

5, 4,  3, 2...

Valéria!!! ─  todos gritaram em conjunto jogando bolinhas  de papel na menina que estava em cima da mesa e havia parado o relógio... 

─  Ai calma! ─  logo após de sua fala foi atingida por outra bolinha de papel ─ Posso falar ou vocês querem passar muito tempo aqui ainda? ─  perguntou de braços cruzados para os exs amigos que permaneceram em silêncio. 

Eles não eram mais a turma da professora Helena a muito tempo, desde que Alicia havia ido embora ainda no terceiro ano para ser mais exato. Logo após aquilo diversas panelinhas se juntaram e quem estava de fora se tornou seu inimigo, por assim dizer. 

─  Da pra falar logo? ─  perguntou o Guerra para a garota que apenas revirou os olhos. 

─  Bom... ─  novamente fora interrompida, porém dessa vez foi no toque do seu celular indicando que havia chego para si. 

Mozona
Hey viada você e o Jorge vão vir né? 
Você: 
Claro que sim vadia
Mas tem um pequeno porém... 
Mozona 
Qual o porém Valéria? 
Você
O restante da minha turma também vai... 
Culpe a minha mãe e a mãe do Jorge! Eu não tive nada a ver com essa porra! 
Mozona
Aaaa que merda! 
Mas tudo bem omma eu sei que não foi sua culpa e nem do cavalinho. 
Agora eu tenho que ir, o Alan ta me chamando e depois eu ainda tenho que sair com o Lipe. 
Você
Ok my love kisses. 
Mozona
Bye omma! 

─  Desculpa, aonde nós estávamos mesmo? ─  perguntou a garota tirando a atenção do seu telefone e todos a encararam irritados ─  Ah claro. Uma amiga minha mora em um acampamento de férias e me convidou para passar as férias lá então... 

─  Ta mas o que a gente tem a ver com isso garota? ─  perguntou Maria fazendo a Ferreira revirar os olhos. 

─  Bom ─  fala em tom mais alto ignorando completamente a Madsen ─  A minha mãe deixou eu ir e a mãe do Jorge também, sim essa amiga também é  amiga do Jorge ─  diz e todos se viram para o Cavalieri que deu de ombros ─  Mas as duas decidiram convidar vocês para irem também então comunicaram os pais de vocês e... 

─  Eles acharam uma ótima ideia ou seja. Vamos passar as férias todas juntos ─  terminou o Cavalieri e todos se encararam totalmente irritados pensando em como seus pais puderam fazer isso. 

─  Ah vocês só podem tá zuando né? ─  perguntou Mário e todos negaram. 

─  Tem mais ─  falou a Ferreira e todos os olharam indignados ─  como não confiam em nós suficiente chamaram dois funcionários da mundial para ir conosco. 

─  A professora Helena e mais  quem? ─  perguntou Carmen então a Medsen a olhou com desprezo. 

─  Carmen você esqueceu que a professora Helena acabou de ter neném? ─  perguntou a Medsen e a Carrilho suspirou por ter esquecido esse fato. 

─  Então pronto, vai a professora Helena e o bebê dela ─  fala Laura e todos gritam um "dãh" irônico enquanto jogavam bolinhas de papel na garota ─  ai... 

─  Mas e aí Ferreira, quem vai? ─  perguntou o Ayala e antes da garota responder a diretora Olívia entra na porta fazendo todos se olharem. 

─  Eu vou com vocês ─  avisou a mulher e todos pensaram que não havia como piorar. 

─  Eu também vou!!! ─  gritou Graça chegando e abrindo a porta com força fazendo todos gritarem animados por ter ficado menos horrível com a faxineira do colégio lá. 

Então eles sairão correndo por não ter mais anúncios deixando apenas a menina em cima da mesa. 

─  Vem Val! ─ diz Jorge então a garota sentou na mesa pulando no colo do amigo que estava com as duas mochilas no chão. 

Logo depois ela saiu do colo do Cavalieri indo para o chão e pegando  a sua mochila. 

─  Acha que vai ficar tudo bem com ela? Sabe... Ela detesta eles... ─  comentou a Ferreira então o menino soltou um longo suspiro. 

─  Eu não sei Val... Eu não sei... ─  falou por fim antes de sair com a amiga, afinal tinham muitas coisas para arrumar para o acampamento e eles só tinham certeza de uma coisa.... 

Seria uma longa viagem. 


Notas Finais


C O M E N T E M!

Bom, obrigada por ler e mais tarde eu volto para escrever outro capítulo, porém comentem que isso é essencial para mim e para todos os autores de obras pq estimula a vontade de escrever.

Obrigada pela atenção, moon.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...