1. Spirit Fanfics >
  2. Por que você? >
  3. O aparecimento de Fatinha

História Por que você? - Capítulo 4


Escrita por:


Capítulo 4 - O aparecimento de Fatinha


Fanfic / Fanfiction Por que você? - Capítulo 4 - O aparecimento de Fatinha

Lia entrou dentro da sala e fechou a porta.

Lia: Ufa! 

Quando ela olhou a sua frente tinha um monte de jogadores olhando para ela sem entender por que ela estava daquele jeito, ela não, o Lionel né.. Kkk.

Lia: Eai caras, como vão vocês?

Gilberto se aproximou.

Gilberto: Cara quem é você?

Lia: Eu?

Gilberto: Sim, existe mais algum desconhecido por aqui?

Lia: Eu sou o Lionel.

Gilberto: Você é jogador?

Lia: O faxineiro..

Yuri: Faxineiro? Achei que esse trabalho fosse só para mulher.

Lia: É para todos seu preconceituoso!

Yuri: Como é?

Yuri também se aproximou dela.

Lia: Cara relaxa!

Marcos Paulo: É Yuri, temos um treino agora, vamos nos concentrar.

Com Os olhos fitos em Lionel(Lia) ele resolveu relevar.

Yuri: Tem razão, vamos ter que treinar pesado para encarar o Botafogo!

Nono: Isso aí! 

Lia tinha tanta raiva de Yuri que só de ver ele sentia enjoou. Ela deu um jeito de sair de lá também é correndo, pois estava com muito enjoou.

Gilberto: Que cara mais estranho.

Ygor: Ele não é estranho, só é diferente.

Gilberto: Sei lá, tenho minhas dúvidas em relação a esse cara.

Ygor: Larga de ser implicante..Kkk.

Eles foram para o treino que durou cerca de 1 hora e 20. Lia ficou olhando de longe o seu amado de longe, enquanto varria a arquibancada. Nenê estava mais sério que o normal, ele que sempre vivia brincando agora estava sério. 

Egídio: Pô cara, o que esta acontecendo com você? 

Nenê: Eu não estou em clima de nada, me desculpe.

Ele abandonou o treino e foi para o vestiário. 

Odair: O que deu nele?

Egídio: Acho que o termio com a Lia afetou muito ele.

Odair: Eu entendo. Não se fala em outra coisa aqui no Rio.

Egídio: O pior é os rivais fazendo piadas, isso não é brincadeira.

Odair: Verdade! Vamos respeitar o tempo dele. Precisamos dele, mas precisamos dele bem!

Egidio: Sim! 

Odair: Vamos voltar ao treino.

A equipe voltou a treinar. Já Lia resolveu ir ver como estava Nenê. Ela entrou no vestiário e o viu sentado e chorando perto de seu armário.

Lia: Oi!

Ele ao ver o que achava ser um homem, secou as lágrimas com as mãos.

Nenê: Se não se importa eu gostaria de ficar sozinho.

Lia: Cara, eu não posso te deixar aqui sozinho assim.

Nenê: Por que não? Você nem me conhece.

Lia: É.. mais você não está bem, é por causa do casamento que não rolou?

Nenê olhou para ela  meio pensativo.

Nenê: Sim, como sabe?

Lia: Não se fala em outra coisa nessa cidade.

Lia sentiu perto dele e ele olhava desconfiado.

Nenê: É eu já sei.

Lia: O que eu não intenso é por que você largou sua noiva no altar.

Nenê tentava evitar o assunto.

Nenê: Eu não quero falar disso, eu preciso realmente ficar sozinho.

Lia: Eu só quero ser seu amigo cara, pode te ajudar sabe.

Nenê: Por que se preocupa tanto com quem mal conhece?

Lia: Ah cara sei lá.. Isso já é de mim, me simpatizei muito com você. 

Nenê: Se simpatizou tanto que quer me passar corona vírus.. Kkk.

Lia: Isso não, claro que não.. Kkkk. Eu nem tenho certeza que estou com isso daí.

Nenê riu.

Nenê: Valeu garoto, você mal chegou aqui e já está me dando a maior força.

Nenê e ela deram um aperto de mão. Lia tinha as mãos bem finas e delicadas.

Nenê: Você nunca pegou em uma enxada né?

Lia: Por quê?

Nenê: Sua não é muito fina..Kkk.

Lia escondeu a mão.

Lia: É que eu era rico. Entende?

Nenê: Ah tá..Kkkk.

Nenê ficou olhando para ela, pois os olhos dela o incomodavam de um jeito.

Lia: O que foi mano?

Nenê: Nada, apenas continuou com a impressão que já te conheço.

Lia: Deve ser da torcida, eu vivo torcendo.

Nenê: Para o Fluminense? 

Lia: Também, é que torço para todos os times..Até o São Paulo.

Nenê: Nunca tinha visto um cara que torce para todos os times.. kkk.

Lia: Eu sou um cara sinistro mesmo!

Nenê se levantou e ela também.

Nenê: Valeu cara, muito obrigado pelas risadas.

Nenê abraçou ela e ela fechou os olhos ao sentir aquele abraço forte e aquele perfume que ela tanto gostava. Ela se empolgou tanto que acabou a não querendo largar ele.

Nenê: Já está bom né? Kkkk. 

Lia: Foi mal, é que seu perfume..

Nenê estranhou.

Nenê: O que tem ele?

Lia: É massa!

Nenê: Ah tá.. Ele é bom mesmo. 

Nenê tirou a camisa, ela ficou só olhando.

Lia: Você já vai embora?

Nenê: Sim. Eu não estou bem.

Lia: Eu vi, você até chorou por uma mulher.

Nenê: Mulher que eu ainda amo muito.

Lia: Então por que não conversa com ela é se resolvem?

Nenê: Não tem mais volta.

Lia: Por quê?  Você gosta dela e ela te ama, o que tem de errado nisso?

Nenê: Quem te disse que ela me ama? 

Lia: Ah.. Eu suponho.

Nenê: Suposição errada, ela nunca gostou de mim. Na verdade eu errei em achar que uma garota nova fosse se interessar por um cara de quase 40 anos como eu.

Lia: Por que não se você é tão lindo?

Nenê parou ao ouvir isso.

Nenê: Como?

Lia: Quer dizer..Eu quis dizer, que você é um cara bacana.

Nenê estranhou o rumo do assunto.

Nenê: Eu já tenho que ir..Depois conversamos.

Ele saiu e Lia encostou na parede, fechou os olhos e começou a chorar.

Lia: Calma Lia, você aqui é o Leonel, então calma! 

Ela secou as lágrimas e saiu.

No final da tarde, ela voltou para casa exausta, a primeira coisa que fez foi tirar a peruca e o bigode. Lia se jogou no sofá. Juliana estava saindo da cozinha com uma panela de macarrão com feijão.

Ju: Eai como foi?

Lia: Exastivo! Estou morta de cansada.

Ju: Entendo. Mais você viu o Nenê?

Lia: Sim. E ouvi da boca dele que ele me ama, eu tive que me segurar para não dizer a ele que tudo que mais quero na vida é estar com ele. Me segurei para não o beijar..Eu por um instante quase botei tudo a perder, quando ele me abraçou. 

Ju: Rolou até abraço?

Lia: Sim! Aí Ju, ele não quis dizer para mim por que me deixou no altar. Quer dizer para o Leonel.

Ju: Ele deve estar bem sentido com alguma coisa.

Lua: Só pode ser isso, o beijo que o Yuri me deu. A propósito que garoto chato. Ele estava lá com aquele jeito egoísta dele, totalmente diferente do irmão.

Ju: Nem me fale!

Juliana se sentou perto dela.

Lia: Aí Ju, credo!

Ju: O que foi amiga?

Lia: Esse seu bafo de feijão está me matando de enjoou..

Lua se levantou do sofá depressa e correu para o banheiro.

Ju: Ué..Ela sempre fez isso junto comigo e nunca reclamou.

Lia tomou um banho e ao pentear os cabelos em frente ao espelho lembrou de quando ela e seu amado passaram a primeira noite juntos.

Recordações.................................................

Lia: Esse foi um dos melhores momentos da minha vida.

Nenê: Sério?

Lia: Sim! Ninguém nunca me tocou como você, ninguém tem esse carinho e paciência que você teve comigo.

Nenê: Eu sempre penso em te fazer feliz, primeiro do que a mim mesmo.

Lia: Você é muito especial.

Nenê: E você é a mulher da minha vida, soube disse desde o primeiro dia.

Lia: Meu amor!

Nenê: Minha loirinha!

....................................................................

A recordação foi atrapalhada pelo seu celular que tocou em cima da pia do banheiro. Lia olhou para ver quem era, sua mãe que estava preocupada.

Lia: Alo mãe.

Claudia: Que história é essa de você ter fugido com aquele cara?

Lia: Eu não figi com ninguém.

Claudia: Então onde você está garota?

Lia: Estou com Ju.

Claudia: Mentira! Eu fui lá hoje e o porteiro me disse que vocês se mudaram.

Lia: Sim. Eu estou no Rio com a Ju.

Claudia: Você do pode ter enlouquecido. Logo o Rio de Janeiro? É por causa daquele homem não é?

Lia: Sim é por ele, eu o amo mais que tudo. E agora mais que nunca preciso dele.

Claudia: Você não precisa dele para nada filha, você tem a mim e ao seu pai. Até o Yuri que é nem mais a sua cara é da sua idade.

Lia: Yuri, mané Yuri..Eu nunca tive e nunca terei nada com ele. Me dá náuseas só de ouvir esse nome. 

Claudia: Você só pode ter enlouquecido para ir atrás de um homem que te deixou largada no altar, sendo motivo de chacota para todo mundo.

Lia: Mãe escuta eu e o Nenê precisamos mais do que tudo ficar juntos agora. Por que..Eu estou esperando um filho dele.

Claudia: O que? 

Claudia ficou indignada com a notícia.

Claudia: Você se entregou a ele antes do casamento?  Você foi uma burra! Agora entendo por que ele fugiu.

Lia: Tá mãe já chega, eu vou desligar.

Claudia: Lia se você não voltar para casa eu juro que vou te buscar a força.

Lia: Nem ouse, eu já sou de maior. Tenho idade suficiente para decidir o que fazer da minha vida. 

Claudia: Não parece..agora vai ser mae solteira.

Lia: Eu vou desligar. Tchau!

Lia desligou o telefone na cara da mãe. Respirou fundo e saiu do banheiro, seus cabelos molhados, e seu roupão branco.

Ju: E aí está melhor?

Lia: Não.para variar minha mãe me disse um monte agora.

Ju: Contou a ela que esta grávida?

Lia: Sim. E adivinha, ela odiou a ideia.

Ju: Nossa! 

Lia: Ninguém merece a minha mãe viu..

Ju: Ela está sendo realmente muito chata com você.

Lia: Sempre foi, acredita que ela me ofereceu o Yuri?

Ju: Affs! Credo.

Lia: Ninguém merece. Depois dessa eu vou até dormir.

Ju: Não vai comer nada?

Lia: Valeu Ju, mais eu estou muito enjoada prefiro dormir. Amanhã o Leonel entre em ação outra vez.

Ju: Até quando você vai usar esse disfarce?

Lia: Não sei.. acho que até quando eu ter certeza que ele pode um dia me perdoar.

Lia e Ju se despediram e Lia dormiu das 18 horas até as 5 do dia seguinte. No outro dia ela saiu cedo, antes de ir ao ct marcou sua primeira ultra para ver seu bebê. Chegou no ct as 7 horas.

Gilberto e Nino ficaram olhando para ela.

Gilberto: Esse cara é muito estranho.

Nino: Também acho.

Gilberto: Eu em! 

Ela passou perto deles.

Lia: Bom dia menos!

Gilberto-Nino: Bom dia!

Ao chegar no vestiário ela viu muita coisa que não queria ver.

Mario: E você  quem é?

Lia: Sou Leonel..

Mário: Ah tá, foi você que o Julião me falou para contratar.

Lia: Exatamente..

Mário: Você deixou tudo limpinho em, parabéns! Quem vê até acha que foi uma mulher que limpou, ficou muito organizado. 

Yuri: Vai ver ele seja feminino e ninguém sabe.

O grupo riu.

Lia: Cala a boca seu falador de besteira, eu sou muito mais homem do que você.

Os jogadores vaiaram ele é Yuri ficou quieto.

Mário: Não quero implicância com o rapaz, todos devem ser tratado com respeito. Lembre-se Fluminense é time de todos!

Egídio:Verdade Mário Biticoins.

Mário saiu do vestiário e os jogadores foram para o campo exceto Yuri.

Yuri: Eu não fui com a sua cara tampinha.

Lia: Que conhecidencia, por que eu também não gosto nada da sua.

Os se encaram e logo em seguida Yuri saiu também. Lia estava passando mais raiva que tudo naquele lugar. Ao ficar sozinha supostamente ela desabafou. Primeiro jogou a vassoura longe. Nenê estava chegando e ao ouvir o barulho foi conferir o que estava acontecendo.

Lia: Que vontade de dar um tapa na  cara desse idiota.

Nenê ficou olhando da porta.

Nenê: Você quer dar um tapa em quem?

Lia tomou o maior susto, colocou até a mão no peito.

Lia: Que susto cara. 

Nenê entrou no vestiário rindo.

Nenê: Como vai?

Lia: Tô bem parceiro, só com raiva.

Nenê: Percebi..Kkk. Está com raiva de quem?

Lia: Raiva de que?

Ele acenou com a cabeça.

Lia: Ah cara, raiva da vida..tudo está dando errado para mim.

Nenê: Problema com mulheres?

Lia: Mulheres?

Nenê: É..Para você está assim.

Lia: Não, eu não gosto de mulheres.. 

Lia deu essa mancada e Nenê olhou para ela sem entender.

Lia: Quer dizer, eu não gosto de mulheres o oferecidas.

Nenê: Entendi..Kkk.

Lia: Sabe como é né.

No meio da conversa apareceu uma garota muito doida chamada Fatinha, ela era parente de Mário e fã de Nenê.

Fatinha: Olá Nenê.

Nenê: Fatinha, como vai?

Os dois se abraçaram o que causou ciúmes em Lia.

Fatinha: Melhor agora! Bem melhor agora.

Fatinha sorriu.

Nenê: Ótimo. Olha esse aqui é o mais novo membro do Fluminense.

Lia: Olá!

Fatinha: Oi. Fatinha.

Lia: Satisfação!

Fatinha: Como você se chama?

Lia: Leonel.

Fatinha: Nome diferente.

Fatinha olhava ela dos pés a cabeça. 

Lia: Que foi?

Fatinha: Nada! 

Nenê tirou a camisa e colocou a do treino. Fatinha tentou impedir dele colocar a camisa.

Fatinha: Que isso gato, você está com um físico de dar inveja a muito garoto por aí.

Nenê: Obrigado..Kkk.. 

Fatinha colocou suas mãos no peito dele.

Lia: Que isso garota?

Os dois olharam para Lia.

Lia: Quer dizer, Nenê tem que ir treinar, o tal Mário quer Vitoria no clássico com Botafogo.

Nenê: Tem razão! Depois conversamos Fatinha.

Fatinha: Fechado!

Nenê saiu e ficou só Fatinha e Lia. Fatinha começou a andar em círculos em volta de Lia.

Fatinha: Leonel..

Lia: O que tem eu?

Fatinha: Nada, só te achei um cara um tanto diferente.

Lia: Posso saber por que?

Fatinha: Sei lá, seus traços.

Fatinha parou em frente a ela e tocou seu rosto. Lia deu um tapa na mão dela.

Fatinha: Aí.. Você me bateu!

Fatinha recolheu a sua mão e ficou olhando com uma cara para Lia.

Lia: Foi mal..

Fatinha: O que foi não gosta de carinho?

Lia: Gosto sim. Foi mal, não queria te machucar. Deixa eu ver sua mão. 

Lia pegou na mão dela e Fatinha começou a gostar.

Lia: Não machucou.

Fatinha: Não, mais poderia ter machucado. Seu bruto!

Fatinha riu.

Lia: Foi mal, eu juro que não vou fazer mais isso.

Fatinha se aproximou e falou no ouvido de Lia.

Fatinha: Que pena, eu até que curtir. Amo homens brutos.

Lia saiu de perto.

Lia: Tenho que trabalhar.

Fatinha: Tudo nem, a gente se ver Lionel.

Fatinha saiu jogando charme. Lia respirou fundo e odiou toda aquela cena.

Lia: Era só o que me faltava! Essa garota no meu pé.

Lia colocou as mãos na cintura, e logo em seguida avistou o armário de Nenê, resolveu encher nele pois estava com a porta encostada. Ela encontrou uma foto dela com ele juntos e as passagens de avião da tal sonhada lua de mel. Ela se emocionou e abraçou a foto. Fatinha voltou ao vestiário.

Fatinha: Opa, esqueci...

Fatinha viu ela abraçada com algo e viu que estava mexendo nas coisas de Nenê.

Fatinha: O que você esconde aí?

Lia Ficou sem saber o que dizer.


Notas Finais


E agora Lia? Kkk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...