1. Spirit Fanfics >
  2. Sonhos não mentem. - Harrisco. >
  3. Cecile

História Sonhos não mentem. - Harrisco. - Capítulo 7


Escrita por:


Notas do Autor


Como prometido esse capítulo está mais longo que o último.

Espero que gostem. Eu vou ficar fora de casa por uma semana e isso era para serem minhas férias de tudo (menos do meu bb), mas não consigo parar de escrever para a felicidade de vocês.

Bem eras isso, bom capítulo.

Capítulo 7 - Cecile


Fanfic / Fanfiction Sonhos não mentem. - Harrisco. - Capítulo 7 - Cecile

CC Jitters. Segunda-feira 7:43AM

Cisco estava sentado em uma mesa da cafeteira batucando com os dedos no seu copo de café enquanto via Caitlin se aproximar com um copo de Zoom e se sentar em sua frente. Eles ficaram em silêncio por alguns segundos, o moreno encarava seu copo enquanto a amiga o olhava esperando ele se pronunciar.

-Cisco? - Ele levantou o rosto e Caitlin sorriu gentilmente para o mesmo. - Vai me contar o que está te incomodando? 

-Promete guardar segredo? - Cisco estava nervoso, não sabia se devia falar ou não, mas era algo que ele precisava falar com alguém, e quem seria melhor do que sua melhor amiga? 

-Prometo. - Ela sorriu e fechou os olhos por alguns segundos logo abrindo-os novamente. - Nevasca também promete.

-Certo.. - O moreno respirou fundo, abaixou o olhar e falou baixinho apenas para Caitlin ouvir. - Eu beijei o Harry..

Cait arregalou levemente os olhos um tanto quanto surpresa e teve uma breve discussão com Nevasca que queria tomar controle para poder conversar com Cisco mas ela sabia que Nevasca não saberia ser tão discreta então pediu que falasse com ele primeiro.

-Wow.. Eu percebi a troca de olhares de vocês há um tempo, mas não esperava isso realmente. - Ela disse em um tom de brincadeira tentando amenizar o clima tenso.

-Eu sei.. É estranho né? Ambos somos homens e ele é uns 26 anos mais velho que eu.. Além do mais somos de Terras diferentes e..

-Cisco, calma. - Caitlin segurou a mão do amigo com carinho. - Não é estranho, apenas inesperado. Vocês serem ambos homens não é um problema e nem a idade, vocês dois são adultos e sabem o que querem. - Ela sorriu vendo Ramon sem reação e apertou levemente sua mão. - E ele ser de outra Terra não é um grande problema. Claro não temos tantos exemplos bons de casais de Terras diferentes mas olha o Leo Snart e o esposo dele, o Ray é aqui da Terra-1 e o Leo é da Terra-x e mesmo assim estão juntos e casados.

-É verdade... - Ele suspirou retribuindo o aperto da mão de Cait ainda apreensivo.

-Hm.. Tem mais alguma coisa né? - Ele encarou a amiga. - Pode me dizer, o que te aflige realmente?

-É que.. Já fazem cinco dias desde que eu beijei ele e não aconteceu mais nada... - Sua voz estava baixa, envergonhado por estar preocupado com aquilo.


Casa dos West. Segunda-feira 7:30AM.

Cecile Horton estava sozinha em casa cuidando da pequena Jenna West quando escutou batidas incessantes em sua porta. Ela deixou a bebê recém nascida em seu berço na sala e foi até a porta olhando no "Olho-mágico" antes de abri-la.

-Harry? O que faz aqui? - Ela perguntou confusa. Não era comum que Harry fizesse visitas.

-Eu preciso da sua ajuda. - Falou rapidamente visivelmente nervoso.

-Certo, entre. Mas faça silêncio, Jenna acabou de dormir.

Ele afirmou com a cabeça e entrou na casa tentando não fazer barulho, o que era uma coisa um tanto difícil por causa do piso de madeira. Se sentou no sofá da sala e encarou por alguns minutos a pequena bebê dormindo tranquila em seu bercinho.

-Linda, não? - Cecile sorriu ficando em pé ao lado do berço.

-Sim.. Me faz lembrar da Jasse quando pequena. - Ele sorriu levemente 

-Elas crescem rápido, né? 

-Rápido demais..

-Joanie já está na faculdade e sua Jasse é uma super-heroína. E pensar que eram tão pequenas quanto ela. - Cecile acariciou o rosto de Jenna e se sentou ao lado de Harry. - Então, o que precisa?

O ex-gênio estava inquieto mexendo sua perna incessantemente enquanto abaixava o rosto olhando suas próprias mãos, mesmo não sendo o mesmo gênio de antes sua teimosia e orgulho continuavam intactos, era difícil para ele admitir aos outros que precisa de ajuda e por isso recorreu a quem já o havia ajudado em um de seus piores momentos. Cecile ajudou Harry quando o mesmo estava tentando descobrir uma maneira de derrotar DeVoe, ela estava grávida de Jenna, gravidez na qual despertou seus poderes Meta de escutar os pensamentos dos outros, e Joe queria fazer para ela uma surpresa então pediu a Herry que distraisse ela até a hora certa. Quando ela chegou ao laboratório ele pediu para que ela fizesse algo sem sentido masquando estava indo fazer ela escutou o pensamentos de Harry e ficou confusa já que a mente dele formou um raciocínio que logo sumiu e foi assim que os dois se tornaram uma dupla temporária, Cecile escutava os pensamentos rápidos de Harry e a mesma passava para o quadro para ele não esquecer. Por isso ele tinha mais confiança em conversar com ela do que com qualquer outra pessoa além de Cisco. 

-Eu não sei o que fazer..

-Como assim?

-.. Eu gosto de uma pessoa a bastante tempo, mas tenho certeza de que não é correto..

-.. por que não? 

-Por que ele é novo demais..

-Demais quanto?..

-Ele tem 30 anos.. - Cecile suspirou um tanto aliviada, quando se falam em alguém novo demais já se espera um menor de idade.

-Sabe se é recíproco? 

-Bem.. - Parecia hesitante em falar mas já estava desesperado por uma respostas. - Ele me beijou alguns dias atrás..

-Certo, e onde há problema nisso? 

-Dra. Horton, eu tenho 56 anos. Temos uma diferença de idade de 26 anos. - Ele apertava as próprias mãos nervoso. - É uma diferença enorme, ele ainda é novo e eu já estou velho viúvo e tenho uma filha quase da idade dele.. Não é certo...

-Harry, vocês dois são adultos e sabem o que querem. Se ele te beijou e por que gosta de você de alguma forma além da amizade, não tem por que temer. - Ela colocou sua mão sobre as de Harry para acalmá-lo. - Você não pode limitar sua vida apenas pelo que os outros vão achar, se vocês se amam então não há nada que impeça vocês de ficarem juntos. Tenho certeza que Jasse também vai lhe apoiar nisso.

Ele ficou estático por alguns minutos enquanto encarava Cecile, ele pensou em tudo que passou até hoje desde sua infância, faculdade, seu casamento, o nascimento de Jasse, a perda de sua esposa, o sequestro de sua preciosa filha, o dia em que se apaixonou por Cisco, o momento em que pensou que perderia tudo por um erro estúpido seu e enfim o beijo tão aguardado, tão desejado e tão carinhoso. Aquilo não podia ser errado, ele amava Cisco de todo seu coração, tanto quanto amou sua falecida esposa, e o mesmo demonstrou gostar dele da mesma forma. Não havia o que temer.

-Você está certa. - Ele se levantou rapidamente totalmente decidido. - Eu não vou mais temer, vou conversar com ele e resolver tudo. Não vou mais fugir.

-Isso mesmo, vá atrás de seu amor. 

Ela sorriu, podia sentir o amor e determinação vindo de Harry que surpreendentemente a abraçou e correu para fora da casa indo atrás de Cisco mesmo não sabendo onde o mesmo estava.


Notas Finais


Sla, eu to desmaiando de sono


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...