História Por Sua Identidade - Capítulo 23


Escrita por:

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Plagg, Tikki
Tags Identidade, Miraculous, Revelaçao, Romance
Visualizações 32
Palavras 838
Terminada Não
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 23 - Viagem na Partida


- Próximo avião para Tibet saíndo em 10 minutos, pedimos aos passageiros para que se encontrem no avião em seus devidos assentos

- Marinette, acorde...

- Hum? O que houve?

- Nosso avião vai sair logo, vamos antes que perquemos o voo

- O VOO! VAMOS PERDER, CORRA ADRIEN!

Marinette se levantou as pressas e saiu correndo com as malas direto ao encontro do avião. Confesso que me assustei com o desespero dela, mesmo sendo já esperado vindo da Dupain-Cheng. 

Me levantei devagar e peguei minhas malas. Fui caminhando calmamente até o avião quando me deparo á cena em minha frente. A Marinette estava fazendo um barraco enorme com o segurança e tive que ir resolver. Ok. Modo Cat Noir Estilo Galã ligado.

- Oi meu pão-doce, tem algum problema aqui?

- Er... Sim, o guarda não me deixa passar porque acha que sou de menor.

- Mas é a verdade senhorita.

- Olha seu guarda... Eu e a minha gata dos sonhos estamos indo á nossa lua de mel...

- Desde quando garotinhos de 12 anos podem sair por aí dizendo que são casados, independentes que podem sair viajando e formando uma família. Crianças querendo gerar crianças... esse mundo tá perdido!

- Escuta aqui cara. Nós não temos 12, temos... temos 25! E somos independentes sim, eu tenho até um emprego e meu próximo passo é criar mesmo uma família com essa mulher. Se eu fosse eu parava de julgar as pessoas pela aparência - falei sem paciência

- ... Desculpe senhor...

- Senhor e Senhora Agreste!

- Agreste? Não sabia que o famoso estilista já tinha um filho casado... Mesmo assim, tanto faz! Mil Desculpas.

- Que não se repita novamente

- Podem ir

Conseguimos passar pela segurança e entrar no avião. Enganamos direitinho a chefia por aqui, meu próximo passo é reencontrar minha mãe.

- Jogar verdades na cara da chefia e mentir sobre um casamento elaborado de última hora? Estou impressionada Agreste - falou Marinette

- Eu tenho muitos dons e cartas na manga que você ainda não viu - respondi

- Quem sabe um dia você me mostre mais truques desses.

- Como desejar..."Senhora Agreste"

- Er... - confundiu-se Marinette deixando á mostra suas bochechas avermelhadas com o tal elogio

- Então aqui é nossa parada. Você prefere sentar perto da janela ou...

- Melhor você, não curto altura

- Como quiser princesa.

P.O.V Narradora

Adrien se conforta na cadeira relaxante do avião. Mal sabia o loiro que muitas surpresas estavam por vir nesta viagem... A emoção se chocava contra o medo em seus pensamentos... Como seria reencontrar sua mãe novamente? Qual seria a reação da mãe? Porque ela sumiu todo esse tempo?

Os pensamentos ordinários fizeram o garoto dormir no seu assento. Afinal, já estava de noite e o dia foi cheio e cansativo, o amanhã esperava de forma gloriosa. Iriam andar quilômetros para encontrá-la? Iriam ter que dormir no mesmo quarto de hotel? [Trivago, cof.. cof] Ou tudo foi idiotice e perda de tempo? Apenas o tempo dirá aos nossos pequenos grandes jovens heróis. O perigo disso não chega perto do que eles fazem todos os dias, mas pode ser mais surpreendedor... quem sabe...

P.O.V Marinette

[Sonho On]

- Você é uma ridícula, onde estava com a cabeça em te chamar pra essa viagem... e ainda gastei meu tempo te chamando daquela coisa que você nunca vai ser! Eu te odeio Marinette, Eu te odeio sua...

[Sonho Off]

- NÃO!

- Marinette, o que houve? - perguntou Adrien confuso e assutado com o grito

- Foi só um sonho...

- Hum, ok...

- Adrien...

- Fala

- Você me acha ridícula?

- Er... Como?

- Você me odeia?

- Marinette porquê...

- Acha que foi um erro ter fingido aquilo e me arrastado até aqui?

- Arrastado? Você se sente arrastada por ter te trago aqui?

- Não é isso, não nesse sentido.

- Não estou entendendo, porquê essas perguntas?

- Você me odeia.

- O QUE? Não eu...

- Ridícula, desastrada, lixo... Joga na minha cara se não consegue falar.

- Marinette, porquê está pensando isso? Tipo do nada. Eu jamais odiaria você, tanto que eu...

- Eu tive um pesadelo onde você falava que eu era inútil nessa jornada - interrompi

- Se você fosse inútil, não estaria aqui comigo... Pra falar a verdade o inútil aqui sou eu... Fui duro com você no celular e acho que minha mãe me odeia, por isso fugiu de casa... Meu pai me odeia, eu sou tipo um boneco Ken falsificado do Paraguai que ele controla.

Vi que Adrien estava passando por uma situação difícil e eu só tinha piorado as coisas. Não quero piorar mais nada, mas meu coração fala mais alto do que meu cérebro.

Como se eu estivesse sendo controlada, eu peguei a gola da camisa dele e puxei pra perto (que nem os valentões fazem pra pegar briga com os indefesos). Se isso estragar tudo, a culpa é do meu coração.

- Marinette, o que você está fazen...


Notas Finais


MINHA NOZA ZENHORA OQ ZERA QUI ELLAN FEINZ

wtf q


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...