1. Spirit Fanfics >
  2. Por trás das Câmeras >
  3. Conto de Retorno

História Por trás das Câmeras - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Vocês não sabem o PRAZER que é estar de volta ✨

E aí meninxs, tudo bem com vocês? Espero que sim e espero que não estejam furando a quarentena, hein.

Enfim, este é um conto de retorno às fanfics sobre o "Por trás das câmeras".

SIM! Voltei. E pra quem duvidar, fiquem tranquilos que retornei já com TRÊS contos PRONTOS pra vocês. Cada um dividido em duas partes.

Sexta agora já vai ter a primeira parte do conto "Ursinho, ursão", que vai contar com Guilherme Damiani e T3ddy!

Bom, é isso. Agora BORA PRO CONTO.

Capítulo 3 - Conto de Retorno


Fanfic / Fanfiction Por trás das Câmeras - Capítulo 3 - Conto de Retorno

Narrador:

      No conto anterior, João Guilherme finalmente se entregou aos seus desejos mais profundos. Que ele é bem putinha vocês já sabem, né. Agora, o que vocês não sabem é que não foi o Federico que despertou isso nele. Devito, na verdade, reforçou o que já existia dentro dele.

      Neste conto, eu irei contar a vocês mais um segredo por trás das câmeras.

      Tudo começa em 2019. A data não importa. Só precisam saber que foi antes do Rock in Rio. Pois bem, João Guilherme estava em sua casa em São Paulo. Ele estava jogando vídeo game quando recebeu uma ligação. Ele atendeu e colocou no viva voz.

João - Alô. Fala comigo, Thomaz.

Thomaz - Qual foi, cara. Tá ocupado?

João - Nem, cara. Tô de bobeira em casa jogando Red Dead 2. Porquê? Algum problema?

Thomaz - Pô, cara. É que eu tentei comprar uma roupa pra uma festa que eu vou hoje, mas o envio atrasou. Só vou conseguir pegar ela daqui à 3 dias. Tu tem como me emprestar uma roupa tua?

João - Chega aí, pô.

Thomaz - Valeu, cara. Daqui a uns minutos tô aí.

      Os minutos se transformaram em horas. João não tinha problema com isso, mas ficou preocupado. Quando ele estava prestes a ligar de novo pra Thomaz, o interfone da portaria tocou.

João - Alô?

Porteiro - Boa tarde, seu Guilherme. É que tem um rapaz aquo chamado Thomaz pedindo permissão pra entrar.

João - Pode mandar subir. Obrigado, Carlos.

      Minutos depois, Thomaz tinha chegado na casa de João. João abriu a porta e o recebeu com um aperto de mão.

Thomaz - E a Jade? Tá aí? Dar um oi e tals.

João - Puts, nem tá. Saiu com uma amiga dela tem uns 20 minutos.

Thomaz - Ah, sim. Mas e aí. Ta tudo bem contigo? - Ele perguntou enquanto João o levava pro closet.

João -Tudo bem sim, cara. Falta pouco pro Rock in Rio e eu tô mega animado.

Thomaz - Eu imagino hahaha.

João - Bom, as roupas tão aí. Pode pegar o que quiser. - Disse João abrindo o closet. Tinha uma infinidade de roupas e combinações que só João consegue usar. - Espero que alguma coisa te sirva. Talvez fique um pouco largo por eu ser alto.

Thomaz - Que nada, tenho certeza que vai servir. - Respondeu Thomaz, tirando a bermuda e ficando de cueca e blusa na frente de João. A cueca era uma box branca da CK e marcava demais tanto a sua bunda quanto sua mala. Era difícil pra João não olhar. Ele vestiu uma calça de João e ele finalmente voltou à si. - O que achou? - Perguntou Thomaz.

João - Meh, acho que a cor não cai bem em você. Experimenta aquela ali. - João voltou a encarar as partes íntimas de Thomaz. Porém, dessa vez ele foi pego.

Thomaz - Qual foi, tá olhando pra minha bunda? - Perguntou Thomaz, dando uma risadinha.

João - Tá doido, é? Kkkkk

Thomaz - Ah, eu vi hein. Kkkkk

João - Tá vendo coisas. Kkkkk

      Depois disso se instaurou um silêncio enquantoThomaz experimentava outras duas calças. João encarava Thomaz, mas dessa vez mais atento. Thomaz tirava uma outra calça que havia experimentado e cortou o silêncio quando disse:

Thomaz - Passa a mão nela logo, ao invés de só ficar olhando.

João - Quê? - Perguntou João, fingindo não ter entendido. Thomaz terminava de tirar a calça ficando novamente de cueca e blusa.

Thomaz - Ah, para. Não se faz de desentendido. - Falou Thomaz, pegando a mão de João Guilherme e a levando até a sua bunda - Viu? Durinha, né? Redonda...

João - Que isso, cara... Tá ficando doido? - Disse João, com um falso tom de desaprovação.

Thomaz - Vai dizer que não tá curtindo? - Perguntou Thomaz, colocando a mão de João Guilherme por dentro a cueca dele. João sentia a pele lisinha de Thomaz enquanto acariciava sua bunda.

João - N-não... Não tô. - Mentiu.

Thomaz - Uma parte sua diz o contrário. - Respondeu, agarrando o pau duro de João na bermuda. - É... Bem grande. Quer brincar um pouco? - Perguntou Thomaz bem perto do rosto de João. Eles se acariciavam, ofegantes de desejo. Seus lábios quase se tocavam. Suas respirações pesadas deixavam claro seus desejos. Thomaz abaixou a calça de João e ambos ficaram de blusa e cueca. O pau dos dois, totalmente duros, babavam suas respectivas cuecas enquanto se esfregavam uma na outra.

João - P-posso... Roçar em você? - O sorriso no rosto de Thomaz disse tudo. Ele se virou, tirando a cueca e mostrando sua bunda para João.

Thomaz - Vem...

      João então tirou sua cueca e começou a roçar a bunda de Thomaz. Eles arfavam com força. A adrenalina do que estava acontecendo dominava os dois. Eles suavam. A bunda de Thomaz brilhava com o suor. O cheiro forte de homem dominava o closet. João segurava na cintura de Thomaz enquanto roçava mais e mais a sua raba.

Thomaz - Beija meu pescoço... - Pediu Thomaz. João obedeceu e beijou. Os gemidos aumentaram. Depois de uns minutos, Thomaz perguntou: Posso roçar em você agora? - João não falava, apenas assentiu com a cabeça e virou de costas. Thomaz esfregava seu pau duro na entrada de João e gemia. Ambos queriam mais, mas não tinham coragem pra isso. João queria gritar "fode meu cu" para Thomaz e Thomaz queria um beijo de João.

Thomaz e João estavam suados e ofegantes. O desejo de partir para algo mais prazeroso os dominava cada vez mais, mas o receio os impediu. Thomaz avisou que ia gozar e lançou sua porra na bunda de João Guilherme. Depois de uns gemidos, João virou Thomaz de costas e também gozou na sua raba. A porra de João escorria da bunda de Thomaz até ir de encontro com seu cuzinho rosado, que piscava querendo mais.

Thomaz virou, encarou João, o puxou pra bem perto e disse:

Thomaz - Isso NUNCA aconteceu.

João - Nunca.

      Depois disso, ambos foram tomar banhos em banheiros separados. Thomaz escolheu a roupa que ia usar na festa, agradeceu João e foi embora. Deixando João com muitas dúvidas... E desejos.


Notas Finais


Espero que tenham gostado. Comentem e digam o que acharam e no que posso melhorar.

Críticas positivas são sempre bem-vindas ^-^ ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...