1. Spirit Fanfics >
  2. Por Trás Das Câmeras >
  3. Capítulo 20

História Por Trás Das Câmeras - Capítulo 20


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura!!

Capítulo 20 - Capítulo 20


Dove pov

Faz um mês desde que eu e Sofia fomos na clínica e fizemos a fertilização. Eu já estou sentindo enjoos então comprei um teste de farmácia para confirmar.

Também faltavam um mês para o meu casamento. Os dias estavam sempre corridos em função disso.

Faríamos o casamento ao ar livre, seria em uma Fazenda. Não sei nem se posso falar assim, lá era um lugar destinado aos casamentos, gramado bem cuidado e quase sem buracos, além do fato que não tinha animais.

Estava na sala com o teste na mão, de alguma forma eu estava com medo de olhar o resultado, e se eu não fosse uma boa mãe? Eram muitos "e se" que passavam em minha mente.

Dando uma puxada de ar viro o teste. Lágrimas rolavam pelo meu rosto, sim deu positivo. Eu estava definitivamente grávida.

Sofia não estava em casa para que eu pudesse contar a novidade. Resolvi fazer uma surpresa. Guardei o teste, peguei a chave do meu carro e saí com o intuíto de achar uma caixinha.

Voltei não muito tempo depois, coloquei na caixinha um ursinho que também tinha comprado e o teste.

Dove chegou não muito tempo depois, ela tinha saído para resolver algumas outras coisas do casamento.

-Oi amor - Ela diz assim que fecha a porta atrás de si

-Oi, como foi lá? - Pergunto

-Produtivo, Brenna me fez esperimentar uns trinta vestidos - Fala e eu ri

-Amor, tenho algo para te contar - Pego a caixinha e levo até ela

-O que é isso?

-Abra

Assim que ela levanta a tampa arregala os olhos e os vejo encher d'água.

Ela pega o teste na mão e se vira pra mim deixando que algumas lágrimas descessem por suas bochechas.

-Sério? Por favor não brinca comigo

-É sério amor, estou grávida. Dentro de nove meses vamos ter um pequeno  ou pequena em nossos braços

Ela deixa a caixa em cima da mesa e me abraça forte deixando que mais lágrimas descesse.

Ela quebra o abraço e se ajoelha ficando de frente a minha barriga, levantou minha blusa e deu um beijo.

-Hey bebê, é a mamãe Sof. Eu já te amo tanto  meu amor, não vejo a hora de ter você em meus braços. Vamos fazer um trato? É a mamãe Dove que está te dando um abrigo quentinho e aconchegante, então trate ela com carinho tudo bem? Nada de fazê-la sentir enjoos, não chutar muito forte e  tente não deixá-lá tão cansada. Vamos te esperar aqui fora com todo amor e carinho meu bebê. Eu e sua mamãe Dove te amamos muito meu amor - Ela falava e eu já estava com vontade de chorar de novo, a cada dia que passa mais eu tenho a certeza de que ela é a mulher da minha vida

-Eu te amo meu amor, amo vocês dois - Ela diz se levantando e beijando de leve meus lábios

-Nós também te amamos amor. - Digo a abraçando

-Vocês dois são a minha vida, abrigada amor por me dar uma família. Eu prometo que vou ser a melhor mulher e mãe pra vocês

-Eu que agradeço, obrigada por me dar o que eu sempre quiz. E quanto a isso eu não tenho dúvidas - Digo olhando em seus olhos para logo em seguida a beijar novamente

Resolvemos dar a notícia a todos amanhã. Resolvemos marcar um almoço com todo mundo para dar a grande notícia.

O resto do dia foi calmo, eu e Sofia ficamos olhando revistas e mais revistas de casamentos. Pensávamos em cada detalhe, queriamos que fosse perfeito.

Nem preciso dizer o quanto fui mimada não é? Não tinha nem um mês e ela já não me deixava fazer nada.

Falando nisso nós não sabiamos de quantas semanas estava mas hoje mesmo Sofia ligou para marcar uma consulta.

[...]

Já estávamos no almoço, estavam as pessoas mais próximas a nós aqui. Nossos pais, nossas irmãs,Cameron e Brenna, Booboo e Dinne que agora já estava com quatri meses de gestação e sua barriga já estava evidente.

Todos almoçavam tranquilamente, eu estava nervosa mas precisava contar. Sofia percebendo minha inquietação segurou minha mão por debaixo da mesa e sussurrou um "vai dar tudo certo" pra mim.

Respirei fundo e pensei em como começaria para só então começar a falar.

-Eu queria falar uma coisa. Naverdade nós queremos - Digo voltando a segurar a mão de Dove agora por cima da mesa

-Eu e Sofia vinhamos conversando a um tempo, varios meses na verdade e achamos que já era a hora de dar esse passo a mais e não eu não falo só do casamento - Respirei fundo e continuei - A um mês nós procuramos por clínicas de fertilização - Só com essa pequena parte do que eu disse já pude ver vários pares de olhos arregalados em nossa direção - E a alguns dias eu vinha com enjoos então resolvo fazer um teste de farmácia mesmo. E como eu já imaginava deu certo. Eu estou grávida. - Falo e como se fosse possível os olhos das pessoas a nossa volta ficaram ainda maiores

Mas isso não demorou muito, logo depois todos vieram nos dar os parabéns. Tanto meus pais quanto os dela choravam, de alegria ao saber que seriam avós.

Nossas irmãs animadas ao saberem que seriam tias. Os meninos discuriram por um longo tempo para decidir quem seria o dindo, teve uma hora que pensei que os dois cairíam na porrada.

No final ficou decidido que os dois seriam os dindos e finalmente eles deram trégua.

Chorei novamente quando nossos pais e irmãs falaram com nosso bebê, estava adorando o clima.

Ele ou ela nem nasceu e já percebi que seria muito mimado, principalmente pelos avós.

Teria também que ensinar novamente o significado da palavra "limites" a Sofia que pelo jeito assim que ele ou ela nascesse ela a esqueceria.

O clima estava ótimo e eu não poderia estar mais feliz, tinha a mulher que sempre quiz ao meu lado, noiva dela e agora um filho,  minha vida não podia ficar melhor.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...