1. Spirit Fanfics >
  2. Por trás do espelho >
  3. Tsc

História Por trás do espelho - Capítulo 6


Escrita por:


Capítulo 6 - Tsc


Viren e Aaravos estavam cada um em um lado oposto do divã, com um livro em mãos ignorando a presença um do outro quando o espelho de comunicação exibiu o rosto escamoso de Zumbeia.

     Os dois nem tinham notado a presença da dragoa até ela abri a boca. – Viren você têm visita!

     Dito isso Aaravos se apressou para correr até o espelho, embora Zumbeia já estivesse indo embora.

     - Ei! Volta aqui! Pelo menos me traz livros novos!

     A figura escamosa desapareceu completamente sem nem ao menos indicar que estaria disposta a pensar sobre a reinvindicação de Aaravos, assim dando lugar a duas novas figuras humanas, uma garota de feições triste e um garoto de feições irritada, mais conhecidos como os filhos de Viren.

     Viren jogou o livro de lado e rapidamente empurrou Aaravos para o canto de modo a ser o único sob a visão de seus filho. O bruxo ainda parecia não acreditar em seus próprios olhos e levou a mão ao espelho como se isso o aproximasse mais dos dois.

     - Eu sei que poderia passar a minha vida inteira pedindo desculpas e ainda assim não seria o suficiente pra compensar vocês dois por tudo o que eu fiz. Não achei que ainda seriam capaz de considerar me ver. – Viren disse.

     - Só pra deixar claro, era ELA quem queria te ver. – Soren apontou para a irmã. – Eu só estou aqui pra acompanhar a prisioneira.

     Só então Viren notou como Claudia não olhava diretamente pra ele e que suas mão estavam atadas por grilhões dos quais Soren segurava as rédeas.

     - Não deviam condena-la, Claudia foi só mais uma vítima da minha ambição. – Viren olhou para Soren como se suplicasse para que ele a soltasse.

     - Por falta de aviso não foi, Claudia tomou conscientemente a decisão de ajudar você a criar uma guerra civil, nada mais justo do que fazer ela lidar com as consequências também. – Soren parecia não se sensibilizar.

     - Ao menos garanta que a sua irmã fique em segurança, ela precisa de uma boa orientação agora. – Viren disse.

     - Ninguém está torturando ela, só restringindo acesso a algumas coisas, tipo a capacidade de se comunicar com lunáticos manipuladores como você. – Soren deu um sorriso sarcástico.

     - Claudia... – Viren nem sabia mais o que dizer.

     - Eu só queria conferir se você ainda estava vivo... – Sua voz saia quase como um sussurro. – E se aquele cara não tinha te transformado em uma espécie de escravo.

     Aaravos sorriu e acenou ao notar que foi citado na conversa.

     - Ele não teria como, sem um receptor fora da prisão, Aaravos é tão fraco quanto um fio de macarrão. – Viren disse.

     - As coisas em Katolis mudaram bastante desde que a guerra acabou, Ezran tem se mostrado um excelente príncipe, ele estabeleceu vínculos com todos os reinos e humanos e com 2 dos principais territórios de Xadia, Amaya e Janai juntaram seus exércitos para proteger a fronteira entre os reinos mágicos. – Claudia contava.

     - Semana que vêm o conselho vai decidir sobre o destino da magia sombria, e a ética pra se utilizar, o parlamento está dividido entre um recurso que deve ser direito dos humanos, o banimento total e a utilização apenas com rituais dos quais não levem criaturas a morte ou as firam de alguma maneira. – Claudia mexia nas esfregava os pulsos em um ato de ansiedade.

 

     - Ah e o Callum e a Rayla se casaram, eles tentaram vender o relacionamento deles como uma grande união entre Katolis e Xadia, como se fossem um símbolo da boa convivência entre humanos e criaturas mágicas. No entanto todos foram contra, disseram pra eles que era uma decisão precipitada, que eles eram adolescentes impressionados com o primeiro relacionamento e não foi surpresa alguma quando eles se divorciaram depois de duas semanas. – Claudia esboçou um meio sorriso ao contar essa parte.

 

     - Nunca esperei grandes coisas do príncipe Callum. – Viren balançou a cabeça em negação.

 

     - A mamãe voltou pra Katolis depois que você foi preso, nós estamos morando com ela agora. – Claudia mordeu o lábio inferior. – Ela não contou coisas boas sobre você.

     - Não têm motivos pra ser diferente. – Viren estralou a língua. – Ela vai cuidar melhor de vocês.

     - Mas também não é uma grande concorrência. – Soren zombou.

    

 

     Passaram um Bom tempo conversando até que Zumbeia determinasse o encerramento da visita.

     Aaravos notou como Viren tinha ficado abatido depois da visita, era compreensivo ele devia pensar em todas as coisas que estava perdendo, em seus filhos crescendo sem ele e tudo que Aaravos conseguia pensar era em como ele poderia se livrar desse drama.

     - Não precisa de mim pra se recompor né? – Aaravos se afastava a passos lentos como se fosse estivesse passando por um campo minado.

     Viren levantou a cabeça pra encara-lo com desprezo, passou a mão pelo cavanhaque procurando as palavras certas para iniciar uma discussão.

     - Eu vou interpretar isso como um não. – Aaravos se aproximou de Viren a passos largos e abril os braços esperando Viren se jogar em cima dele.

     - Sai. – Viren avançou com o indicador a frente do rosto de Aaravos para que ele não se aproximasse.

     Aaravos se reposicionou para desviar da mão de Viren e avançou o que faltava para o abraçar. – Pode chorar no meu ombro por seis segundos. – Aaravos exibia um sorriso sarcástico.

     - Sai. – Aaravos foi empurrado e caiu sentado no sofá, enquanto Viren foi para cozinha pegar um copo de água pra se acalmar. – Por que tudo têm que ser uma piada pra você?

     - Por que tudo têm que ser sério com você? – Aaravos cruzou os braços e arqueou uma das sobrancelhas.

     - Alguém têm que ser adulto aqui, não acha? – Viren tomou um longo gole.

     - E por quê que tem que ser você? – Aaravos mantinha a pose.

     - Precisa explicar? – Viren replica.

     - Não tô te perguntando? – Aaravos triplica.

     - para com isso! – Bateu o copo no batente da pia.

     - Eeee, não foi uma pergunta! você perdeu o jogo! – Aaravos saiu da pose pra comemorar. – Eu ganhei!

     - Que jogo?! – Viren se exaltou.

     - Não vamos recomeçar, eu já ganhei. – Aaravos virou as costas e saiu andando.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...