História Por um acaso - Yoonmin - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias ATEEZ, Bangtan Boys (BTS), Got7, Mamamoo, SHINee
Personagens Jackson, Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Mingi, Park Jimin (Jimin), Solar, Taemin Lee, Wheein
Tags Bottom!yoongi, Hoseok!top, Jimin!top, Sugamin, Top!jimin, Vhope, Yoongi!bottom, Yoonmin
Visualizações 111
Palavras 1.408
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Fluffy, Lemon, LGBT, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi, oi.

Desculpem qualquer erro ortográfico e boa leitura, anjos.💜

(Leiam as notas finais)

Capítulo 10 - Raposa.





Hoseok acabara de chegar em Seul, não teve tempo de ligar para Namjoon e Jin mas não queria incomodar também, então apenas decidiu pegar um táxi. Não perdendo tempo avistou um e chamou, o mesmo estacionou para si e em seguida o ruivo adentrou no veículo, logo dando o endereço de sua casa.


Não demorou e logo partiram. O ruivo observava atentamente cada detalhe que passava pela janela do carro, as pessoas,prédios, casas e etc. Em alguns minutos estava na frente de sua casa, não era algo exagerado pois o mesmo não gostava, era simples porém fino. Sua casa tinha um quintal na frente o mesmo é composta por algumas plantas que sua mãe mandou, a senhora Jung sempre amou a natureza; havia uma varanda feita por madeira pintada de branco, com duas janelas de vidro na sua frente, ao lado tinha um beco que dava para a outra rua. 


Hoseok deu o valor exato da corrida que acabara de fazer e saiu do veículo com sua mochila nas costas, estava extremamente feliz por estar em casa.


Observou tudo ao seu redor, já iria entrar, estava com um sorriso no rosto mas o mesmo desapareceu quando passou sobre o beco.


Havia alguém lá, sentado sobre aquele chão sujo,era um garoto de cabelos alaranjados, tinha orelhinhas de pelo laranja junto do rabinho, estava numa tentativa de dormir ali. Hope se aproximou do garoto, se abaixando e o olhando, o mesmo abriu os olhos e logo se assustou e jogou se para trás.


— Ei, ei, calma viu? Eu vou ajudar você - sorriu


— ... - o garoto apenas se manteve em silêncio.


— Está tudo bem, eu posso te ajudar - se enclinou e deu sorriso, dando a mão para o mesmo, que logo olhou nos olhos de Hoseok e apertou a mão do ruivo.



Se levantou deixando o chão sujo para trás indo até a casa de Jung , estavam de mãos dadas. Passaram pelo portão, o de cabelos laranja observou todas plantas e flores ali;logo entraram em casa.


— Bom, essa é a minha casa - falou deixando a mochila no chão - não é tão grande assim, sempre fui sozinho e nunca fiz questão - andou até o garoto, o mesmo estava sentado em uma poltrona - como é seu nome? -


— Taehyung, Kim Taehyung - disse, estava tão quietinho 


— Meu nome é Hoseok, mas pode me chamar de Hobi - sorriu e logo Taehyung retribui, aquilo aqueceu o coração do ruivo.


— Você parece ser legal - estava com um brilho no olhar 


— A casa é sua, pode se sentir a vontade, viu? Vou deixar uma roupa separada para você e uma toalha - disse,indo até a cozinha, abriu a geladeira e procurou por água, pegou um jarro e retirou um copo de vidro que estava no armário pregado na parede.


— Tá bom, Hobi - se levantou - E-e eu sou um híbrido de raposa - falou um pouco baixo


— Taehyung, isso não é problema algum, ta bom? Fique a vontade raposinha, qualquer coisa me chame, eu vou estar no meu quarto, eu preciso fazer uma ligação, tá bom? - deixou o copo em cima do balcão, passou pela raposa dando um sorriso, se direcionou ao seu seu quarto que era no final do corredor, enfrente ficava o de hóspedes. - aLIÁS O BANHEIRO FICA AO LADO DO QUARTO DE HÓSPEDES A DIREITAAAAA - gritou já em seu quarto.



Hoseok foi até seu guarda roupa retirando uma peça íntima e um par de roupas, uma calça moletom de cor cinza e uma camisa da mesma cor, foi até a sala de estar deixando as peças no braço do sofá, em alguns minutos ouviu choveiro ser ligado.


O ruivo pegou sua mochila que deixou ali jogada e voltou para seu quarto retirando as roupas que estava na mesma deixando em cima da cama de casal, em seguida tirou seu celular que estava debaixo das roupas. Desbloqueou o aparelho que já estava em 50% de bateria mas logo depois iria colar para carregar, discou o número.



— Namjoon, oi - disse 


— Oi Hobi, teve algum problema em Busan? - perguntou Namjoon


— Não,não, já estou em Seul e não era nada demais a Wheein que é exaregada, meu deus e como - revirou os olhos - Indo direto ao ponto, preciso muito conversar com você - 


— Fala logo, não me deixa curioso - riu da irmã de Hoseok 


— Tem como vim aqui? - fez um bico e pediu manhoso 


— Hobi...- falou Namjoon


— Por favorrrrrrrrrrrrr Joonie -


— Você é chato em,puta merda - disse


— Nem vem, eu sei que você me ama - falou com voz de convencido.


Os dois passaram um bons minutos implicando e tirando brincadeirinhas. Mas, logo uma voz se se fez presente.



— Hobi? terminei - disse Taehyung com os fios alaranjados humidos com a toalha em cima de seus ombros


— Uh, quem é esse Hobi? - perguntou namjoon com uma voz maliciosa 


— Cala boca e vem pra cá seu chato - bufou


— Só vou pois estou curioso, lhe encontro em alguns minutos - disse


— Tá, tchau - desligou 



🦊



— Eu ainda não acredito, mesmo vendo - disse Namjoon entregando o celular para o amigo


— Quando eu vi, eu também não acreditei também - pegou o celular 


— Devia ir ver Jimin, ele também está cuidando de um híbrido, pra ser sincero acho que está apaixonado - botou a mão nas coxas para apoiar o rosto.


— Sério? Vou levar o Tae pra conhecer o, como é o nome dele mesmo, Joonie? - perguntou Hoseok


— O nome dele é Yoongi, ele é híbrido de gato. Até você com apelidinhos? cuidado pra não se apaixonar que nem o Chim - Riu


— Cala boca palhaço - olhou para Taehyung que estava sentado ao seu lado no grande sofá, o mesmo ficou calado, suas bochechas estavam vermelhas — Não liga pra ele Tae, ele é um babaca -


— Ele me ama, Taehyung - mostrou a lingua para o Jung - Olha, falando sério mesmo, me assusta o jeito que as pessoas abandonam os híbridos na rua ou até mesmo maltratam, o Yoongi foi maltratado, quando eu fui ver ele, a perna estava cortada e foi o antigo dono que fez isso. O preconceito das pessoas me assusta - 


— São monstros, eu não sei como conseguem fazer isso com criaturinhas fofas, olha pro Tae,é a coisinha mais linda - as bochechas da raposa coraram



— Aí aí, passamos tanto tempo conversando e falando mal do otário do Taemin que o tempo passou voando, já são 19:55 - passou a mão nos cabelos e se levantou da poltrona 


— Você parece velho, Joonie - 


— Eu preciso aproveitar as férias para dormir, só tenho 5 dias, e você aproveita esses três dias para se ajeitar com essa raposinha aqui - olhou para Tae — e ir até Jimin contar sobre tudo e mostrar o vídeo, e voltar a trabalhar -



— Relaxa - disse Hoseok


— É sério, agora vou indo - caminhou até a porta e o ruivo acompanhou o mesmo deixando o híbrido no sofá — cuidado pra não ficar nos beijinhos com o Taehgyung, Hobi - foi para fora da casa 


— Cala boca retardado - fechou a porta na cara de Namjoon e bufou.



A noite seria longa.




Voltou para a sala de estar sentando ao lado do híbrido.


— Está com fome Taetae? - olhou para o híbrido


— Sim Hobi, eu quero comer - passou a mão na sua barriguinha


— Ok, eu vou fazer a janta - se levantou indo até a cozinha - E ah, amanhã vamos comprar algumas coisas para você e ir conhecer o Yoongi, tá bom? -


— Por mim tudo bem - 


— Eu nunca mais falei com o Jimin, eu sempre me mantive ocupado e ele também - começou a retirar produtos do armário - Será ótimo falar com ele e talvez triste, porém ótimo -



O Kim nada respondeu fora somente para a cozinha observar o ruivo preparar o alimento, sentou se na cadeira apoiando seu abraço no balcão de mármore. Se sentia feliz por ter alguém para confiar mesmo conhecendo o Jung naquele mesmo dia, sua intuição de raposa lhe dizia que era uma pessoa boa diferente de seus outros donos.



Notas Finais


então, talvez vocês falem "amas todos eles (híbridos) vão ser tratados assim?" nessa historia (mundo) as pessoas tem preconceito com os híbridos e acham que eles são aberrações, vai existir muita gente babaca ao decorrer da historia.


me desculpem se eu demorar para atualizar, as vezes sinto que minha escrita deixa a desejar mas vou dar o meu maximo, ok? a opinião de vocês é muito importante e o apoio também, eu amo muito.



Enfim, até a próxima anjos!💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...