História Por Uma Noite - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Sou Luna
Personagens Ámbar Benson, Simón
Tags Ámbar Smith, Simbar, Sou Luna
Visualizações 65
Palavras 1.181
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 10 - Sempre que você estiver....


Simón

Deixei Ámbar dormindo e fiquei andando pelo Jardim pensando no que fazer, eu teria que levar ela até meu chefe já que ele insiste em vê-la Mais não sei o que ele faria com ela... Apesar dele ser um homen muito bom, ele me ajudou quando minha família ficou na Mira de uns bandidos que mataram meu pai e me incriminaram, passei 3 anos no reformatório por isso, e quando sai comecei a trabalhar pra ele... Não sei oque fazer mais só sei que se eu entregar ela pro Rodolfo ela nunca vai me perdoar... Bom eu nunca vou me perdoar ainda mais agora com o nosso filho...

- Mais que droga... - Simón disse dando um soco na mesa do jardim

- Acordou de mal humor... - disse me aproximando um pouco assustada com o golpe

Simón me olhou surpreso e sorriu fraco

- Não eu só tava... - ele riu baixo de nervoso e sorriu.- Não foi nada

- Ah... Eu acordei, não vi você e achei que tinha me deixado sozinha - Suspirei ao ver ele se aproximar

- eu nunca faria isso... Eu te prometi que ficaria do seu lado pra sempre... - ele afastou o cabelo do meu rosto. - porque não confia em mim?

- Não é isso... É que as pessoas ja me prometeram muita coisa que não foram capaz de cumprir...

- Eu não sou qualquer pessoa Ámbar... Sou o cara completamente apaixonado por você e que te daria o céu

Ele me abraçou e eu enterrei minha cabeça no pescoço dele..

- obrigada por me tirar da solidão Simón... Obrigada por me trazer a luz

- obrigado você por deixar eu ser a sua luz... Agora vamos entrar que eu faço seu café, vou precisar sair Mais prometo que volto em uma hora

- Tudo bem... - eu o olhei. - acha que eu não sei cozinhar ?

- Na verdade eu tenho certeza Senhorita

ele sorriu e eu cruzei os braços

- é claro que eu sei cozinhar ta bom, só não faço isso a um bom tempo

- sei... - ele riu. - Loira esquentar água não é saber cozinhar

- Cala a boca... Saber esquentar água é um dom pra poucas pessoas - eu sorri e nós entramos na cozinha

(....)

- Oque você queria Gastón? Que a Nina ficasse te esperando ?

- Claro que não mais eu achei que ela fosse entender... É o meu futuro

- e Também é o dela... E pelo visto ela não vai mudar oque ela quer pra satisfazer você amigão...

Gastón respirou fundo e saiu irritado por nem Matteo e nem Nina entenderem a chance da vida dele em outro país...

- Chega Emília por favor... Vai embora , isso foi só uma recaída.. - Benício disse a levando pra fora de casa

- você não pode me usar e Depois me jogar fora como se eu fosse uma qualquer Benício - a garota o empurrou

- mais você é uma qualquer pelo menos pra mim e pra Ámbar... Agora vai embora

- de jeito nenhum... Se eu for vai ser pra dizer pra todos que você traiu a Ámbar comigo e muitas e muitas vezes porque somente eu te satisfaço..

a garota sorri ironicamente e segurando o rosto do garoto com força

- eu disse que se você brincasse comigo você iria pagar muito caro, porque você não me conhece mais eu te conheço bem até demais...

- Não tenho medo de você... Até porque você não passa de uma coitada... , Então faz o favor de dá um fora daqui

Ela sorriu de novo e viu Gastón do outro lado da rua

- vamos ver oque a Nina e a Luna vão achar do cunhado perfeito delas depois disso

A garota beijou Benício intensamente e Gastón ficou paralisado ao ver aquela cena, ele não esperava uma traição de Benício e logo com a melhor amiga da Ámbar , então decidiu voltar a casa de Nina e contar tudo pra ela e pra Luna

(...)

- Aí Nina... Eu não sei, não sei se devo acreditar nisso - Luna sentou ao lado da irmã.- minha história com o Matteo é longa e da última vez não acabou nada bem...

- porque ele tinha ciúmes do Irmão dele com você Luna... O Michel Sempre foi bem direto , e isso deixava o Matteo desconfortável... Mais agora vocês cresceram e tá na hora de admitirem que se Amam

Luna suspirou e encheu a boca de salgadinho...

- vocês vão sai pra jantar hoje certo?

Luna afirmou com a cabeça ainda mastigando

- então pronto.... Vocês não precisam ter pressa porque da última vez não funcionou muito bem

- tá bom mais olha... Tem outra coisa que ta me deixando preocupada com o Simón...

- Oque aconteceu? - Nina pergunta sem entender

- é que quando a gente chegou na cidade, eu e o Simón brigamos e ele foi pra um bar e eu tenho certeza que ele conheceu outra mulher

- Mais como você pode ter certeza disso?

- porque ele chegou muito diferente, tinha uma marca de batom vermelho na camisa dele e ele também tinha vários arranhões e chupões pelo pescoço .

- então você achar que ele foi capaz de trair você?...

- Sim... Aí Nina - ela respirou fundo.- eu fiquei com ciúmes e muito chateada , Queria voar no pescoço dele e só de pensar na probabilidade de imaginar o Simón com outra garota me deixa insegura...

- você gosta dele?... Mais do que como amigo não é?

- não sei , eu tô muito confusa... Gosto do Matteo , ele foi e sempre vai ser o amor da minha vida

Matteo e Gastón entraram pela porta da cozinha e ouviram o final da conversa

- mais eu também gosto do Simón, e não sei tô confusa muito confusa

- típico de Luna Valente.... - Matteo disse irritado e saio com a moto e alta velocidade

- perai Matteo - Gastón tentou parar o amigo mais não conseguiu

- meninas... - Gastón foi até elas. - eu descobri algo muito sério sobre o Benicio.... Mais é que o matteo saiu de moto igual um maluco e eu tenho medo do que possa acontecer

- vocês estavam aqui o tempo todo? - Nina disse levantando

- então ele ouviu oque eu falei ?

- sim Luna a gente ouviu, mais chegamos a cinco minutos atrás e só ouvimos o final

- temos que achar ele

(....)

- oque é? - perguntei ao ver Simón me entregar um copo e um comprimido

- remédio pra enjôo, você passou um pouco mal de madrugada por isso eu trouxe..

Tomei o remédio , e eu o olhei

- Agora eu vou precisar ir, vai ficar bem aqui sozinha?

- Sim pode ficar tranquilo - sorri

- ótimo qualquer coisa me liga

ele beijou meus lábios e saiu... Fui até a sala e deitei no sofá após ficar um pouco sonolenta , escutei a porta abrir mais só enxergava tudo embaraçado

- oque você faz aqui ?... Pra onde vai me levar?... - eu tentava me manter acordada mais era em vão... Apena sentir meu corpo ser carregado, fechei meus olhos e não ouvir mais nada



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...