1. Spirit Fanfics >
  2. Por você....- choni . >
  3. Lágrimas de crocodilo.

História Por você....- choni . - Capítulo 13


Escrita por:


Notas do Autor


O circo vai pegar fogo 🔥🔥🖤

Capítulo 13 - Lágrimas de crocodilo.


  Po'v Toni Topázio 

Be - Por favor eu só peço que não fale que eu te contei sobre isso , sobre essa história - diz e vejo uma lágrima solitária descer por sua bochecha .

Toni - Loira você tá me preocupando - sou sincera , vê ela naquele  estado me preocupou .

Be - Vamos lá - respirou fundo - A uns três anos atrás o meu primo .... - respirou fundo novamente aparentemente tentando tomar coragem , vejo lágrimas caindo por seu rosto - Meu primo , Jason , Jason Blossom o irmão da Cheryl - o que ? A Cheryl tem irmão - Fugiu de casa sem falar o motivo para ninguém , Cheryl ficou muito mal com isso pois ela e o irmão eram muito próximos e se cuidavam já que os meus " tios " não queriam saber deles e nem sequer cuidava dos mesmos , sempre batia neles - seu rosto já estava tomando pra lágrimas e todo vermelho .

Archie - Bom , agora o Jason voltou e Cheryl mandou uma mensagem dizendo para fossemos lá conversar com eles e entender tudo - completa já que Betty não conseguia mais - Bom você nunca entendeu o por que da Cheryl ser desse jeito , foi a criação dela ela lutou muito contra seus pais ainda mais quando Jason foi embora , ela recebia inúmeros xingamentos dos pais falando que a culpa era dela dele ter ido embora - eu estou em choque , então aquela mulher ruiva que eu cheguei a sentir pena não passa de um monstro ? Meu deus .

 Não consegui falar nada , senti lágrimas correrem por meu rosto e não as limpei , tinha que chorar .

Meu coração estava acelerado e doía o como doía , saber que ela passou tantas coisas e quem talvez eu não saiba nem a metade me dói , dói muito saber que eu a julguei sem nem saber de sua história .

Toni - eu posso ir junto ? - finalmente abri minha boca e Betty me olhou confusa , você é burra Toni ???

Be - eu não sei - sua voz falhou entre os soluços - Não sei se ela iria gostar - diz mais firme , foi o que eu pensei .

Toni - mas... Bom eu preciso falar com ela , ela não precisa gostar - falo decidida a ir , tenho que fazer isso , por mim e por ela .

Be - olha .... Tudo bem , mas por favor não quero que nada respingue ao meu lado - diz e eu assinto calma .

Arrumei minhas coisinhas que estavam meio que espalhadas pela sala e sai com os meus quatro amigos , fui com a minha moto e o resto no carro do Archie , estava atrás deles e bom ... Já sabia esse caminho muito bem .

Lembranças se passaram na minha cabeça , lembranças das vezes em que tive aqui , da vez em que eu e Cheryl bom , transamos .

Esse portão enorme preto ainda me trás arrepios , ele se abre revelando Cheryl com vovó Rose e do lado de vovó um ruivo bem alto por sinal .

O carro de Archie passou pelo o portão e eu logo passei vendo a expressão confusa de Cheryl , ao fechar o portão a ruiva vem até mim que estou descendo de minha moto , vejo pelo o canto de olho Betty ir chorando dá um abraço no .... Primo ? .... 

Che - o que faz aqui - diz ríspida .

Toni - precisamos conversar - coloco o meu capacete na moto e enfim a encaro .

Che - não , não precisamos , você precisa sair .... AGORA - Fala alto e me encara , sua expressão não contia raiva mas sim ... Tristeza ? .

Toni - Cheryl por .....

Che - Antoniette não , por favor , agora não - me cortar e eu vejo uma lágrima cair de seu olho . 

Toni - ei calma - digo a abraçando , ela tenta nos separar mas não consegue - eu posso te ajudar com isso ! , Não faço a menor ideia do que você está passando mas eu posso te ajudar - digo e me afasto , seus olhos estavam vermelhos e seu nariz também .

Jason - podemos entrar ? - o ruivo se aproxima de nós e ao ver Cheryl chorando a abraça - não fique assim pequena , oi eu sou - quando ele ia estender a mão a mim Cheryl tira a sua mão .

Che - não é ninguém ! Antoniette você já pode ir - diz , o ruivo a encarava sério .

Jason - Cheryl ! Por favor não seja como eles - eles ? - bom você é amiga deles ? - aponta aos quatro e para Cheryl , assinto e Cheryl revira os olhos - venham , podem entrar - diz tentando me puxar para dentro mas Cheryl o para .

Che - Não Jason , ela não - diz ríspida e depois percebe que falou o nome do ruivo - E eu nunca serei igual a eles - diz passando por mim igual um raio e entrando na mansão .

Jason - desculpe os maus modos de minha irmã , receio que já tenha se acostumado - diz entrando na mansão e me puxando pela mão .

O ruivo ate que é bastante educado , bem diferente de Cheryl que se pudesse me agredia com palavras toda vez em que me visse , eu acho .

Che - Não acredito- diz revirando os olhos ao me ver , ela estava sentada em um enorme sofá vermelho , eu mesma já sentei várias vezes ali - Jason eu não quero ela aqui ! 

Jason -  Eu ouvi ela tentando te ajudar Cheryl , pare de ser grossa que nem eles - diz e a ruiva se encolhe no sofá - ela é sua amiga , certo ? - pergunta e a ruiva para a minha surpresa assentem , fiquei boquiaberta com isso , jurava que iria sair daqui chutada e nunca mais iria falar com esse ser ruivo .

Me sentei do lado da ruiva que ainda estava encolhida , o outro ruivo .... Jason isso , se estou em um sofá na frente de todos e começou a contar toda a história.

Todos , repito , todos estavam boquiabertos e em lagrimas , ouvi isso partiu meu coração , saber que ela passou por tudo isso faz meu coração doer tanto e eu nem sei por que .

Ela tremia ao meu lado enquanto o irmão terminava de contar sua trágica história  , segurei sua mão por impulso mas para a minha surpresa ela segurou a minha mão , segurou forte me fazendo grunhir com a pequena dor que aquilo me gerou .

Pe - Cheryl Marjorie Blossom o que ....- a aberração ruiva chegou na sala e ficou estática quando se deparou com o ruivo sentado no sofá - Jason , meu filho - lágrimas de crocodilo , foi isso que ouvi Cheryl sussurrar enquanto a ruiva mais velha ia abraçar o ruivo .

Jason - Não me abraçe - ele afasta a Penélope e ela o encara frustada - Não quero  suas mãos em mim - ela o olha confusa mas já sabendo de tudo .

Pe - como você ousa a falar assim com a sua própria mãe - diz e vejo mais lagrimas caírem - não sabe o quanto eu senti saudades de você - diz tentando o abraçar novamente .

Jason - Sentiu saudades ? - ele gargalhou - sério ? Você sente algo ? Nossa isso é novo - fez uma cara de deboche e eu segurei minha risada .

Pe - Claro que eu sentir Jason - diz segurando seu rosto com a mão - por favor não fale assim comigo .

Che - a por favor , chega né - gritou e se levantou indo até a mim - Suas lágrimas de crocodilo não convencem ninguém - grita mais alto fazendo Penélope se assustar - Sentiu saudades? Nunca tocou nenhuma vez se quer no nome de Jason , Você não sente porra nenhuma - da um tapa na cara de Penélope que cai no chão , Jason segura a ruiva enquanto Penélope se levantava .

Pe - Meu Deus Cheryl , como você pode falar essas barbaridades de mim e ainda me bater ? Meu filho amado , Cheryl vem maltratando de mim desde em que seu pai morreu - diz e Cheryl da outro tapa em sua cara.

Be - Ae titia ? Então por que todas as noites Cheryl ia chorando para a minha casa depois de ter sido espancada por você e ainda ter sofrido a pressão psicológica que você e o senhor Blossom faziam - a loira cospe tudo na cara da tia que a encara seria .

Che - Você nunca prestou ! , Quando o papai morreu não parava de entrar e sair homens dessa casa , todos os dias me batia e me fazia de empregada e ainda dizia que a culpa de meu pai ter morrido era minha e de Jason ter sumido também - ela despenca em lágrimas , isso esta me matando .

Pe - O que??? Não por favor Jason diga que não acredita nela ......

Toni - Sai daqui - gritei e ela me olhou assustada , já estava cansada dessa situação - Sai daqui agora antes que você seja presa .

Pe - E que é você para falar alguma coisa sua.........

Che - pense muito bem antes de falar algo sobre os meus amigos , saia daqui agora se não nunca mais irá sair - diz me surpreendendo 

Pe - virou amiga de marginal agora Cheryl? - fala com desdém .

Che - Cala a boca antes que eu faça o que eu estou pensando - aponta o dedo na cara de Penélope que apenas ri .

Pe - vai fazer o que ? Han ? , Sua peste mimada - parte para cima de Cheryl - eu devia ter abortado vocês dois - isso me machucou , imagina o impacto que essa frase teve para Cheryl e o ruivo .

Cheryl se manteu calada mas partiu para cima de Penélope diferindo várias tapas e socos na ruiva que já se encontrava no chão sangrando.

Corri e segurei Cheryl que se debatia tentando se soltar de meus braços , levei ela a um cômodo longe daquilo tudo e ela enfim se acalmou .

Che - me deixa voltar lá , eu vou matar ela - diz tentando sair daquele cômodo mas eu a seguro .

Toni - Se acalmar , por favor - peço e ela para - eu sei que é difícil , não consigo nem imaginar toda sua dor e sofrimento agora mas eu só peço que se acalme - digo segurando sua mão .

Ela me abraçou forte e senti minhas costas molhrarem , ela estava chorando de novo , fiz um carinho em seus cabelos ruivos e fiquei lá com ela por alguns longos minutos ......





 






Notas Finais


Eita kkkkkkk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...