História Porão - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Neo Culture Technology (NCT)
Personagens Chenle, Jisung, Taeyong
Visualizações 18
Palavras 893
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Ação, Crossover, Mistério

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Eu não sei o que eu tô fazendo com a minha vida.

Capítulo 1 - Único


Desde que a garota havia chegado, os outros trainees tinham curiosidade em conhecê-la, e mesmo depois de três anos, nunca tiveram a oportunidade. Além de serem muito ocupados, sempre quando tinham um tempo livre e tentavam se aproximar da "trainee misteriosa", os managers diziam que ela estava descansando ou estava fazendo algum trabalho de extrema importância.

Depois de um tempo, era como se ela não existisse.

•| ⊱ Taeyong ⊰ |•

Passamos a tarde toda treinando, e quando podíamos finalmente descansar, algo chama a atenção de todos os garotos que estavam presentes na sala (eu, Sicheng, Jaehyun e Johnny): um vulto que passa rapidamente pelo vidro da porta de saída, seguido do ruído da sola de um tênis em atrito com o piso.

Eu e Johnny saímos da sala e olhamos em volta, esperando que fosse algum manager ou trainee. Era uma garota pálida e magra, com o rosto coberto por fios de cabelos desarrumados, sentada no chão.

– Você está bem? – Johnny pergunta, caminhando na direção da garota e se abaixando para ajudá-la.

– Uhum. – ela murmura e sai em disparada para algum destino desconhecido.

– Que estranho. – observo o corredor mais uma vez e volto para a sala.

•| ⊱ Chenle ⊰ |•

– Claro que não! – respondo a pergunta de Jisung, demonstrando ao máximo minha indignação.

Eu e Jisung paramos na esquina do corredor, ainda discutindo sobre um assunto aleatório. Ao piscar os olhos, sinto algo se movimentar rapidamente em nossa frente. Observamos uma garota correndo de forma desengonçada pelo corredor, com suas madeixas sendo lançadas de um lado para o outro. Segundos depois, ela se encontrava apoiada em uma parede, com a respiração ofegante e a pele úmida de suor.

Lanço um olhar para Jisung e resolvemos falar com aquela garota.

– Olá…? – Jisung tenta chamar a atenção da moça.

Em uma fração de segundos, a garota simplesmente desaba sobre nós, desmaiada.

Jisung corre para pedir ajuda, enquanto eu tentava acordá-la.

Minutos depois, o mais novo volta com Taeyong e, nesse mesmo momento, a garota arregala os olhos e tenta fugir, mas é impedida por Taeyong.

– Qual é o seu nome? – o hyung tranquiliza a moça lentamente, fazendo sinais para que respirasse fundo e não tivesse medo.

– Soo… – antes de completar seu nome, ela paralisa ao ver um segurança se aproximando.

Sem olhar para nós, o homem pega a garota no colo e caminha até uma porta desgastada, no fim do corredor ao lado.

– Quem é ela? O que aconteceu? – Jisung me pergunta, como se eu soubesse responder.

– Shh. – calo sua boca com uma de minhas mãos.

Aquele senhor alto e forte deixa a garota perto da porta. Ela entra no local e o homem sai de cena.

Eu e Jisung seguimos, atrás de Taeyong, até a porta. Ele leva suas mãos a maçaneta e a gira lentamente, evitando emitir qualquer ruído.

– O que é isso? – Taeyong questiona, após observar o lugar por meio de uma fresta.

Adentramos no recinto, que era tomado pela escuridão. Jisung desliza suas mãos pela parede, procurando algum interruptor.

– AH. – o mais novo grita de repente.

– O QUÊ? – me assusto com seu berro.

Taeyong consegue acender as luzes.

Havia uma escada em nossa frente, que levava para um porão.

Diferentemente do que pensava, o porão era um cômodo aconchegante e elegante. Era como um dormitório. Um dormitório secreto.

•| ⊱ SooMin ⊰ |•

– O que fazem aqui? – encaro os três garotos, que estavam boquiabertos.

– O que VOCÊS fazem aqui? – Taeyong dá ênfase para a palavra "vocês".

– Somos trainees que vivem no famoso "porão da SM". – respondo.

– Desculpa, mas… – os menores se seguram para não rir.

– É, não é só uma piada. – respiro fundo e me acomodo no sofá. – Ele existe, e não é tão ruim quanto parece.

– Por que estava fugindo? – o mais velho questiona.

– Não estava fugindo. – faço sinal para que eles se sentassem também. – Esse lugar é como um laboratório. Nós somos experiências. – aponto para um quadro na parede, com o nome de todos que estavam ali. – Eu sou Lee SooMin. Se lembram da integrante do TGG (não me perguntem o que significa, são apenas letras aleatórias que formam a sigla do nome de um grupo fictício) que faleceu depois de uma parada cardíaca? Sou eu. – aquilo os deixou realmente espantados. – Quando um idol adoece, ele é enviado para o porão, onde passa por testes e até cirurgias, dependendo do caso. Quando um idol "morre" e vem para cá, ele passa por uma série de cirurgias plásticas para que fique totalmente diferente. É como uma reciclagem. Quando um idol apresenta "defeitos", como uma doença, ele recebe tratamento e pode se tornar ainda melhor, com a ajuda de substâncias que desconhecemos. Para sairmos daqui, temos que simplesmente chegar até a sala do CEO sem sermos pegos por seguranças. Se conseguirmos, ele entende que já estamos "novinhos em folha", e nos deixam voltar as nossas carreiras.

– E por que tudo isso? – o chinês pergunta, simplista.

– Quando voltamos a carreira, quer dizer que as experiências deram certo, o que gera dinheiro. Tudo gira em volta do dinheiro.

– Você é a "trainee misteriosa"?

– Sim. Infelizmente, fui notada em uma das vezes que sai daqui, então tiveram que inventar algumas mentiras. E… agora que sabem de tudo, não poderão contar nada a ninguém. – lanço um olhar mortal aos garotos.

– Eles não vão. – Jaemin os surpreende, injetando um líquido azulado em suas colunas vertebrais.

Sorrisos malignos se estampam no rosto de todos na sala após verem os três desmaiados no chão.


Notas Finais


Me desculpem por isso.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...