1. Spirit Fanfics >
  2. PornBoss-Jungkook >
  3. CAPÍTULO 01

História PornBoss-Jungkook - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


•••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••

Capítulo 2 - CAPÍTULO 01


Fanfic / Fanfiction PornBoss-Jungkook - Capítulo 2 - CAPÍTULO 01

🔥

Era meio-dia finalmente. Jungkook não me importunou durante tempo algum desde que cheguei a empresa. Um fato muito raro. Ele estava em reunião sobre o novo projeto de vendas da "BTS COSMETICS" e isso era muito bom,bom de mais pra ser verdade. Pois não precisei aturar nenhuma  das suas de suas exigências ridículas ou aquele olhar de quem quer te matar por ter feito algo errado,e eu nem estou falando de um erro crucial,estou me referindo desde lhe entrgar o café americano ao invés de expresso ou usar caneta amarela para fazer alguma anotação monótoma. Jungkook  era insuportável,mas eu preciso do emprego.

Era hora do almoço,eu seguia tranquila pelos corredores do grande prédio,sem ter mais dor de cabeça da ressaca me incomodando como hoje de manhã. Iamos em direção ao refeitório que fica logo ali,a poucos metros. Junto a mim, Jisso me fazia companhia enquanto tagarelava sobre o novo dorama que começou a assitir.

Porém nosso assunto é cortado bruscamente quando meu braço é puxado com violência e meu corpo vai de encontro com o do homem furioso ali,fazendo nossos peitos se chocarem instantaneamente. Santo Deus!

JUNGKOOK:Na minha sala agora!-a grave voz do representante geral da empresa soa próximo demais de meu rosto,permitindo-me sentir o forte cheiro de menta do chiclete que mascava.

S/n:O que eu fiz?- indago assustada quanto confusa ao ser abordada no meio do corredor pelo homem furioso.

JUNGKOOK:Como assim o que você fez?- lança a pergunta retoricamente,com um sorriso cínico  contendo um esbravejo entre os dentes- Você estava tão bêbada que não se lembra;não é?-afirma tirando suas próprias conclusões.

S/N:Senhor Jeon,eu não sei do que está falando-Menti e fico gélida ao imaginar a hipótese que o deixou furioso dessa forma,fazendo-o me agarrar dessa forma bruta no meio de um corredor logo na metade do expediente.

Ele realmente está muito PUTO.

JUNGKOOK:Na minha sala agora mesmo!-solta meu braço com brutalidade se afastando minimamente.

S/n:Eu estou indo para meu horário de almoço Senhor Jeon- digo mansa,porque se for o que se for o que estou pensando que o deixou puto daquele jeito,é melhor que me comporte e não arrisque meu emprego.

JUNGKOOK:Eu não vou falar uma terceira vez!- diz antes de virar as costas para mim e dá início as passadas largas e pesadas para fora do corredor.

Engulo a seco morrendo de medo. Encaro minha amiga ao meu lado e faço um sorriso forçado dizendo que pudia ir sem mim.

Jisso foi a primeira e única amiga desde que entrei na empresa,há sete meses atrás. Na época que eu fui empregada pela grande produtora de cosméticos,eu era uma simplis estagiária no setor de marketing. Dois meses após eu me formei na faculdade e acabei sendo promovida a secretária. Ser secretária não era bem o meu maior sonho,mas o momento em que vivo eu não tenho o luxo de escolher a profissão que sempre sonhei. Mas mesmo assim fiquei muito feliz. Aliás o salário nem se compara com o de um simples estagiário,não que seja muita coisa,mas qualquer centavo á mais era muito bem-vindo. Não,não sou uma pessoa gananciosa,apenas preciso de dinheiro por motivos muito pessoais. Que nos quais ninguém,nem mesmo a Jisso,sabe ainda.

Porém toda minha felicidade com a promoção se encerrou em tempo recorde,pois eu tenho o pior chefé. No inicio eu até tinha uma quedinha por ele,como qualquer outra funcionaria que o assiste de longe. E porra,como eu fiquei feliz em saber que trabalharia ao ladinho do CRUSH SUPREMO todos os dias. Aliás ele parecia um verdadeiro principe de tão bonito,porém ele só parecia mesmo e não foi preciso nem duas semanas para eu odia-lo completamente por seu geito tirano. Ele é um verdadeiro ogro.

JISOO:Boa sorte.- minha melhor amiga de trabalho diz com um sorriso miúdo reconfortante.

S/N:Obrigada.- digo medrosa me apressando a caminhar para alcançar Senhor Jeon.

Assisto o Jeon abrir a grande porta de madeira revelando seu escritório perfeitamente decorado com toques vintagem,porém com seu quê de modernidade. Diante do seu olhar ameaçador eu entro na sala com passos hesitantes e inseguros. Me encolhendo com o estrondo vindo do impacto da porta com o batente quando meu chefe fecha a mesma com brutalidade ao entrar.

E então como num coliseu,Jungkook circunda meu corpo trêmulo igualando-se a um leão faminto,prestes a devorar minha alma pecadora.

Quando ele estanca os pés diante de mim,prendendo seus olhos vorazes sobre os meus temerosos o mesmo se pronúncia com a voz grossa e alterada,furiosamente,me obrigando a recuar um passo. 

JUNGKOOK:Pode me explicar que porra é essa?-indaga puxando seu celular para fora do bolso da calça social e rapidametente ele me estende o aparelho onde um video se inicia.

Eu nem precisava assistir,sabia muito bem que video era aquele.

Minha voz embregada gritava tentando se sobressai a música alta da boate,enquanto eu ralhava uma porrada de palavrões.

"Jungkook é um pau no cú!"

Eu gritava no refrão da música que tocava na tentativa miseravel de fazer uma paródia improvisada com a música,mas especificamente Dduu_du_ddu_du do blackpink. Um desastre.

Digamos que as mágoas de um chefe tirano como Jeon Jungkook,bebidas alcoólicas e stories no instagram não seje uma boa combinação,pois nesse exato momento eu estou diante do seu olhar mais perigoso.

Caralho,eu estou muito ferrada.

JUNGKOOK:O que me diz?-sua voz grossa indaga retoricamente,mesmo assim eu me atrevi a responder.

S/N:Desculpas?- tento.

Ele arqueia uma sobrancelha desacreditado,passando a lingua na parte interna da bochecha,enquanto me analisa friamente. Derrepente ele diz sem o minimo pesar.

JUNGKOOK:Está demitida.

Meus olhos faltam saltar de órbita e eu me engasgo com a própria saliva.

Quando em fim,com os olhos lacrimejando por conta do engasgo e do desepero em está diante da minha primeira demissão,eu o encaro com súplica no olhar.

S/N:Senhor Jeon...-a frase sai como um pedido choroso.

JUNGKOOK:Amanhã irei conversar com a direção e com o RH,amanhã você vem assinar sua demissão- diz friamente caminhando sem pressa em direção a sua cadeira preta,mais conhecida como o trono de sua tirania.

S/N:Senhor Jeon,eu já pedi desculpas! Eu estava fora de mim ontem a noite!- eu tento desesperada seguindo-o.

Ele me olha ainda indiferente como se qualquer argumento meu fosse incapaz de faze-lo mudar de idéia. Jungkook cintinua seu trajeto até se acomodar no estofado de couro que lhe dar o poder de tirar meu emprego e meu sustento.

S/N:Eu preciso muito desse emprego!-falo sentindo a primeira lágrima fugir de meu olhar aflito.- O senhor não pode fazer isso! Eu estava fora do horario de trabalho,então o senhor não pode fazer isso!-tento um argumento mais convincente.

JUNGKOOK:É?- indaga forçando um sorriso cínico.- Que se foda!

Eu o odeio tanto! Como pode existir alguém tão apático?

S/N: Eu vou te processar por isso e você vai se foder comigo seu miserável!-falo possessa de raiva,apontando furiosa meu indicador contra sua face.

JUNGKOOK:Agora sim,tenho argumento para te demitir senhorita s/n. Você acabou de me desrespeitar no nosso ambiente de trabalho diante de um expediente.- fala sádico dando um leve tapinha em minha mão afim de afasta-la de seu rosto.

Eu não acredito! Essa cobra filha de uma...

Apenas engulo minha raiva e me obrigo a sair daquela sala antes de eu fazer uma besteira mais compremetedora do que aqueles stories do instagram.

Definitivamente Jeon Jungkook é o pior chefe do mundo. Tenho pena da próxima secretária.


Notas Finais


CONTINUA??🔥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...