1. Spirit Fanfics >
  2. Porque eu sou uma garota >
  3. Lutando pelo que foi perdido

História Porque eu sou uma garota - Capítulo 11


Escrita por:


Notas do Autor


Oie!
Como disse no capítulo anterior, não tenho mais capítulos prontos, então o próximo pode demorar, mas já vou adiantando, a história está chegando a sua reta final.
Boa leitura!

Capítulo 11 - Lutando pelo que foi perdido


Fanfic / Fanfiction Porque eu sou uma garota - Capítulo 11 - Lutando pelo que foi perdido

Não havia sido difícil descobrir o novo endereço de seu ex, Sakura havia lhe ajudado, dando a informação de que o menor dos Uchiha agora se hospedava na casa de seu irmão, um pouco mais afastado do centro da cidade, onde antes ele morava.

                Sabendo que Itachi não estaria em casa, graças às informações da rosada, respirou profundamente, apertando a campainha, que ecoou por todas as paredes do local, antes que latidos de cachorro soassem e a porta fosse aberta.

- Si... – mas antes que ele pudesse dizer qualquer coisa, foi cortado por um pequeno corpo, que praticamente se jogou, quase o derrubando e o apertando em um abraço – Hinata... – sussurrou chocado, reconhecendo o perfume de girassóis da mulher que amava e que agora chorava em seus braços.

- I-isso... – falou ela, separando-se do abraço e lhe dando um tapa no rosto em meio às lágrimas – é por ter ido embora sem me dizer nada, me feito acreditar que não me a-amava – E i-isso... – e selou seus lábios de forma delicada aos do rapaz, que não movia um músculo, tenso – é por me mostrar que ainda mereço ser amada. – falou com um sorriso ao se separar, secando com suavidade uma única lágrima que havia caído dos olhos negros à face masculina, sua mão descendo à bochecha alheia, a acariciando – Te amo Sasuke-kun, e não importa o que pense, não vou me separar de você, não vou nunca mais perdê-lo.

- Hinata... eu...

- Sei que foi você meu doador... – percebeu o corpo maior tencionar – Não adianta negar, Sakura já me confirmou.

- Sakura é uma fofoqueira. – reclamou o Uchiha, a azulada sorriu.

- Não brigue com ela, ela só me confirmou o que eu já sabia. Te vi na pista de corrida. – o rapaz se surpreendeu, ainda assim...

- Hinata, eu... não sou o melhor para você, já não sou o mesmo. Deveria procurar outro, alguém que fosse completo, que pudesse te dar o que merece. Alguém como Naruto, ele...

- Ele é um homem maravilhoso, mas não é a ele que eu amo. Já não mais.

- Ele te ama.

- Mas eu amo você. É tão difícil assim entender que eu te amo e que não vou desistir de você? – os olhos vazios do rapaz já estavam aguados, ainda assim ele segurava as lágrimas que desejavam abandoná-los, ao contrário da garota, que não se importava com as gotas que empapavam seu delicado rosto, uma mão de delicados dedos foi novamente ao rosto pálido – Jamais vou desistir de você Uchiha... eu te amo. – e ele não pôde se afastar quando os suaves lábios femininos pousaram-se com suavidade sobre os seus, já não tinha forças de negar seus sentimentos.

 

(...)

 

- Então vocês voltaram? – o primogênito Uchiha perguntou quando se viu a sós com a garota, quando seu irmão saiu para ir ao banheiro. Havia chegado do trabalho e encontrado a ambos na sala, juntos, com os dedos entrelaçados.

- Digamos que... estamos em processo. – o mais velho sorriu.

- Fico feliz, meu irmão te ama Hinata, jamais tenha dúvidas disso. – ela também sorriu.

- Não tenho, já não mais. – o moreno balançou a cabeça, levantando-se do sofá onde estava sentado.

- Quero te mostrar algo, pode me acompanhar? – a garota assentiu e guiada pelo Uchiha, andou até um quarto, o último do corredor, seus olhos se abriram como pratos e as lágrimas transbordaram deles quando a porta foi aberta, havia um quarto grande, repleto de pinturas a óleo, todas elas com sua imagem.

- É aqui que meu irmão passa a maior parte do tempo agora. Como pode ver, ele pode ter perdido a visão, mas ainda te vê, se não com os olhos, com o coração.

- Sasuke... fez todas elas? – perguntou, passando seus dedos de forma suave por uma tela, onde uma garota de cabelos azuis e olhos pérolas mantinha a cabeça baixa, segurando um guarda-chuva vermelho, podia perceber todos os seus traços naquela imagem.

- Sim, como pode ver ele recorda cada um dos seus traços. Sasuke está cego sim Hinata, mas ao contrário do que ele mesmo diz, ele não é um incapaz.

- Sei que não. E acho que já sei o que fazer para que ele recupere a confiança. – os olhos negros do maior se estreitaram.

- O que planeja? – ela sorriu suavemente.

- Espere e verá. 


Notas Finais


Continua...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...