1. Spirit Fanfics >
  2. Porque justo você? >
  3. Não quero mais aguentar isso

História Porque justo você? - Capítulo 17


Escrita por: e potter_12


Notas do Autor


Olá gente linda ❤️

Mais um cap pra vocês❤️ infelizmente não é um cap muito feliz mas fazer o que

Bom sem mais de longas, espero que gostem e tenham uma boa leitura ❤️

Capítulo 17 - Não quero mais aguentar isso


Fanfic / Fanfiction Porque justo você? - Capítulo 17 - Não quero mais aguentar isso

- Porque ainda está aqui? - Severus ergue a cabeça procurando os olhos esmeraldas enquanto limpava algumas lágrimas que ainda escorriam pelo seu rosto 


- Aonde mais eu estaria? - Os dois ainda continuavam sentados no chão do vestiário enquanto Harry o mantinha deitado em seu colo


- Com seu amigo? Em qualquer lugar longe de mim... - Severus não tinha simplesmente esquecido que tinha presenciado a cena de Graham e Harry tão próximos


- Severus você sabe que não era o que parecia... - Aos poucos parava de tremer, a respiração começava a normalizar - Eu nunca faria isso


- E quanto ao que ele falou? - Volta a se sentar, olhando diretamente para Harry temendo a resposta do menor


- Severus nem isso, nem nada vai fazer com que eu mude de ideia sobre você,eu conheci você com seu jeito hostil e desde então cada dia você tem melhorado... E em minha visão você não não tem nem que seja um mínimo defeito, suas mudanças fazem com que eu me apaixone cada dia mais por você e nadinha nesse mundo vai mudar isso está me entendendo? -  Lhe dou um sorriso e beijo sua testa - Vamos? Vou te levar em casa, tudo bem?

 
Nos levantamos, eu pego sua camisa que estava jogada no chão alcançando para ele vestir apenas para disfarçar já que os botões da mesma estavam arrebentados então fomos até o carro onde eu teria de dirigir pois Severus não estava em condições.


Estava apoiado na porta, seus pensamentos pareciam estar longe, eu estava preocupado pois sabia que se algo estivesse errado consigo ele nunca diria, Severus não é o tipo de pessoa que demonstra fraquezas me sentia sem saída.


Estava sentado a espera de Snape que havia ido tomar banho, e por mais que eu quisesse meus pensamentos voltavam a carta que eu havia achado jogada na estante, carta esta que havia sido escrita por Tobias, pai de Severus. E aumentava mais minha curiosidade ao notar que ela nunca tinha sido aberta


Sou tirado de meus pensamentos por Severus que estava parado me observando... Seu rosto estava levemente avermelhado, olhos inchados e por mais que tentasse esconder estava evidente a sua vontade de chorar... Eu odiava o ver assim, queria mante-lo seguro para que nada o atingisse mas infelizmente já tinha atingido e eu não sei quanto tempo demoraria para voltar a ver um sorriso em seu rosto.


- Venha aqui... - Severus deita no sofá acomodando a cabeça em meu colo - Sev se quiser conver....


- Como você está no restante das matérias? -  Claramente evitar tocar no assunto era o que ele faria... Por mais que eu ache que conversar ajudaria não queria o pressionar


- Sinceramente... Estou indo bem - Acariciava os fios negros que estavam molhados - Eu sei que não lhe mostrei um grande desempenho mas gostaria de voltar a treinar


Por mais que eu quisesse o distrair  sabia que seus pensamentos não estavam presentes devido as diversas vezes que notei seus olhos lacrimejarem, eu não sabia como agir tentava ser cauteloso mas porque acho que estou fazendo tudo errado?


Em meu celular começam a chegar mensagens de Hermione...


Mione: Que tal a gente sair hoje a tarde? Eu, você e o Ron?


Harry: Adoraria, mas estou com Sev... Ele não está muito bem, não posso deixa-lo sozinho.


Mione: Por que não o convida para  vir junto?


Harry: E o Ron? Você sabe ele não vai com a cara de Severus


Mione: Você sabe que não passa de implicância, ele vai aceitar


Talvez sair não fosse uma má ideia, talvez fizesse bem para ele se distrair com alguma coisa...


- Está tudo bem? - Me pergunta se referindo as mensagens chegadas no celular


- Está tudo bem sim... Eu sei que você não está animado mas o que acha de sairmos? Talvez isso lhe distraia? 


- Somente nós? - Olha para o celular como se já soubesse minha resposta


- Hemione e o Ron? - Lhe dou um sorriso e em sua cara eu pude ver a resposta.... - Tudo bem se não quiser...


- Você não tem vergonha de mim, com seus amigos? - Ele mantinha um olhar triste, é como se já tivesse passado por isso o que ocasiona um aperto em meu peito imaginando o quanto ele já havia sido machucado


- Sev eu nunca teria vergonha de você... Por favor nunca mais pense isso! Eu te quero por minha vida todinha - Mesmo que pouco eu pude notar seus olhos brilharem - Sendo assim, preciso que conheça meus amigos, o que você acha?

 
Surpreendentemente Severus acaba concordando em sairmos, então sem muita demora começamos nos preparar para sair


Harry: Tudo bem, nós vamos. Passamos te buscar? 


Mione: Pode ser!


Depois de alguns minutos estávamos prontos


- Sev? - O olho enquanto o mesmo observava pela janela - O que você acha de irmos para minha casa depois?


- Se é isso que você quer... Apenas me dê um minuto para pegar algumas roupas, sim?


Afirmo, e espero o mesmo fazer o que havia dito para então irmos...


No carro....


- Oi Harry
! - Mione entra no carro - Oi professor... 


- Você pode me chamar de Severus - Mione lhe dá um sorriso, ela estava animada... Diria que feliz por nós


- E o Ron? - Ligo o carro e começo a dirigir


- Disse que nos encontrará lá - Dá de ombros 


Fomos até o shopping, começamos a caminhar por lá olhando as lojas,eu puxava Severus para todo o canto e por incrivel que parece o mesmo nem sequer reclamou 


Então fomos até a praça de alimentação onde Ron nos encontraria, nos sentamos em uma mesa para esperar...


- Hermione, o que ele está fazendo aqui!!! - Sempre pode piorar, de longe vejo Ron chegando... Acompanhado. 


- Eu não sabia que Ron o traria junto! - Me olha igualmente surpresa...


Severus tenta se levantar da mesa, mas eu seguro em sua mão...


- Ei Sev, está tudo bem... Vai ficar tudo bem - Tento o tranquilizar enquanto o mesmo mantinha os olhos fixos em Graham 


- Harry eu não p-posso - Apertava minha mão contra a sua, estava suando


- Eu estou aqui... Nada vai te acontecer, sim? - Acaricio seu rosto, o vendo fechar os olhos e suspirar


- Oi gente! - Ron e Graham sentam juntamente a nos 


- Desculpem o atraso, mas o convidei para vim junto... - O ruivo comenta apontando para Graham que tinha os olhos em mim e Severus


- Notamos... - Comento devolvendo o olhar sobre Graham 


- O que ele está fazendo aqui? - Ron comenta somente para Hermione se referindo a Severus


- O que você acha? - Dá um olhar reprovador para o ruivo - Você não podia avisar que traria alguém junto? 


Os dois dão de ombros então o silêncio nos invadiu


- E então ainda não tivemos a oportunidade de falar sobre o acampamento.... - Mione começa a fim de quebrar o clima no grupo - O que vocês acharam? 


- Fora o afogamento do Harry, foi ótimo.... Pelo menos uns dias sem aulas chatas - O ruivo comenta, logo em seguida lembrando que Severus estava presente fica corado - Desculpa professor....


- Aqui eu não sou seu professor e todos precisávamos de um tempo - Ron olha para Severus surpreso 


- Falando em afogamento.... - Graham começa a falar e novamente o aperto em minha mão aumentou - Qual foi a punição de Malfoy? Ou como eu já previa ninguém se importou com isso? - Ele queria provocar Severus e estava dando certo


- Ele pediu desculpas e por pedido meu, não teve punição nenhuma! - Severus me olha como se agradecesse pela resposta


- Fora esse trágico acontecimento... O acampamento foi ótimo não é Harry? - Ele estava de brincadeira, senti meu rosto esquentar em uma mistura de raiva e vergonha... Sabia que ele se referia ao beijo e eu não era o único a notasse pelo súbito olhar de raiva que Severus lança sobre Graham

 
- Com licença... - Me levanto afim de ir ao banheiro, não queria ter que encarar Graham depois desse comentário


- Está tudo bem? - Segura em meu braço, preocupado 


- Está sim Sev. Não vou demorar - Dou as costas para os quatros indo em direção ao banheiro 


Graham tinha os olhos fixados em Harry, depois de alguns segundos se levanta indo atrás do mesmo.


- Onde ele vai? - Severus dirige a pergunta aos outros dois


- Acho que a resposta é obvia professor - O ruivo desvia o olhar enquanto Hermione analisava Severus 


HARRY ON...


Estava apoiado na bancada e se já não bastasse ele tinha que vir atrás de mim?


- O que está fazendo aqui? Está ficando maluco? - Dou alguns passos ao ver o mesmo se aproximar, não cometeria o mesmo erro da última vez 


- Harry o que eu te fiz? Por que está me tratando assim? 


- Sério que está perguntando isso mesmo? - Como ele poderia perguntar tal coisa perante ao que fez a Sev?


- É claro que eu estou, eu me preocupo contigo! E além do mais não fiz nada para ocasionar isso em você... - Lembrar o modo que Severus ficou após ouvir tudo aquilo me fazia sentir uma imensa raiva dele


- Não fez nada? Como pode dizer isso? Você o humilhou! O fez se sentir culpado... Antes tivesse feito algo pra mim, eu estaria menos irritado mas você fez pra ele. Você machucou Severus de um jeito indiscritível, sinceramente eu me importo mais com ele que comigo mesmo, você não pode o julgar quando você é muito pior.


-Apenas lhe disse a verdade... Quem era o homem que você colocou em um pedestal. um arrogante que se importa só consigo mesmo, que abandonou a própria família por ser um covarde! Acha mesmo que eu sou pior? Diferente dele eu nunca abandonaria minha família, nunca abandonaria você.... - Seus olhos começaram a se encher de lágrimas


- Você não sabe a versão dele, nem ao menos perguntou!


- E você sabe? Ele te contou? Por que eu acho que não.... - Me lança um olhar insinuativo e não teria como dizer que que sim pois ele não havia me contado 


- Você sabe como ele é de verdade Harry... É questão de tempo até ele voltar a agir como antes você foi alvo da raiva dele e tudo isso mudou de repente, como isso aconteceu? Como pode suportar olhar pra alguém que te humilhou tanto?


- Você não o conhece, não de verdade. E pelo jeito não está nenhum pouco interessado nisso, apenas chega o julgando, lembrando de coisas dolorosas, você não faz idéia de como ele está se sentindo perante a tudo isso. Qual a sua intenção? Ir o torturando aos poucos?  O fazer sofrer? Que tipo de pessoa faz isso?


-Você não entende mesmo, você não sabe como é passar todos os dias ouvido sua mãe chorar por conta de um corvar....

 
Meu telefone começa a tocar... Era Hermione


Harry: Oi? 


  Mione: Harry o Severus começou a se sentir mal... Estamos o levando ao hospital

Harry: Como assim? Hermione o que ele tem?

 
Mione: Ele estava pálido, suando frio, as mãos estavam tremendo, ele acabou desmaiando. Você tem que ir pro hospital, o carro dele está no estacionamento.


Me sentia culpado, eu nunca devia ter o convidado para sair. Eu o deixei sozinho,minha preocupação aumentou, eu piorei tudo, meus batimentos estavam acelerados, só queria o ver bem.


Saio o mais rápido possível daquele local, dirijo para o hospital, onde chego desesperado encontrando Hermione e Ron sentados na sala de espera


- Onde ele está? - Estava ancioso, respiração acelerada 


- Calma... Ele vai ficar bem, os médicos estão cuidando dele - O ruivo comenta tentando acalmar o moreno


- Ele está naquele quarto, mas os médicos estão o examinando então não podemos ficar junto - Me puxa para sentar ao seu lado, minhas mãos estavam suadas, só desejava ver Sev a ansiedade estava me dominando

 
- Ei respira... Agora me conta, o que o Graham foi fazer atrás de você? - Ela queria me distrair, mesmo que esse assunto não fosse lá o melhor eu conto para os dois os últimos acontecimentos.

★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★

- Sobrinho do Severus? Por essa eu não esperava - Ron comenta boquiaberto - E vocês estão juntos? 


- Estamos... Isso é um problema? - Baixo minha cabeça com medo da resposta, Ron era meu melhor amigo a anos.... Sinto sua mão no meu queixo até juntar nossos olhares 


- Sinceramente? Não mesmo! - Me dá um sorriso reconfortante - Se você o ama, é isso que importa - Lhe retribuo o sorriso, e vejo o médico vir em nossa direção


- Ele está bem, e está dormindo... - Ouvir que ele estava bem foi a melhor coisa que eu poderia ouvir, senti um alivio em meu peito - Precisamos aguardar o resultado dos exames


- E eu posso vê-lo? - O médico confirma, então me despeço de Mione e Ron e sou acompanhado até o quarto em que Severus se encontrava


Ele parecia dormir tranquilamente, me aproxima beijando sua testa e segurando sua mão


- Você vai ficar bem... E eu estou aqui, não vou sair do seu lado nunca mais - Uma lágrima escorria por meu rosto - Me desculpe por ter lhe deixado sozinho, me desculpe por tudo


- A gente vai superar tudo isso juntos, eu te amo sevie. - Me sento ao seu lado segurando sua mão, observava enquanto ele dormia, eu ignorei os sinais que ele não estava confortável naquele lugar, com Graham. Eu errei e me arrependo amargamente disso.


Aos poucos sentia meus olhos pesar e o olhando eu acabei adormecendo...


QUEBRA DE TEMPO 20:00


Abri os olhos lentamente por conta da forte iluminação no quarto, não senti a mão de Severus na minha, finalmente olho para cama não o enxergando, imediatamente em meus pensamentos imagino que o pior poderia ter acontecido... 


Antes de poder entrar em pânico total vejo quem eu tanto procurava, sair do banheiro e agora estava sem as roupas do hospital...


Corro em sua direção o abraçando forte, não queria solta-lo nunca mais


- Ei ei calma, eu estou bem - Me conforta em seus braços, enquanto eu molhava seu peito com minhas lágrimas


- Você sabe o susto que me deu? Eu tive medo de lhe perder - Nunca estive tão feliz de ouvir sua voz, soava como melodia para meus ouvidos... - Me desculpa, me desculpa


- Harry nada disso é culpa sua - Parecia tão egoísta ele estar me consolando quando na verdade devia ser ao contrário


- Eu te deixei Sev,eu que te convenci a sair... Você não sabe como eu me arrependo 


- Você está aqui agora, é isso que importa... - Nos afastamos e o médico adentra o quarto


- Saiu o resultado dos exames, você está com Anemia, você teve uma queda de pressão talvez por algum estresse o que ocasionou o desmaio. Nos lhe daremos alta, mas o senhor terá de tomar vitaminas e manter uma boa alimentação.


O médico assinou os papéis da alta e as receitas, e após alguns minutos Severus estava liberado então fomos para o carro, onde não trocamos uma palavra se quer. Como já era o combinado levaria ele para minha casa 

★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★


- Severus me diz o que está acontecendo! - Seguro em sua mão o que ocasionou nele um repentino arrepio, seguido por um suspiro e os olhos fechados: Medo


- Não tem nada acontecendo, foi apenas uma queda de pressão - Retira sua mão dá minha se apoiando no sofá 


- Apenas? Você está com anemia! - Está fraco, você tem crises de pânico, está com ansiedade... - Elevo minha mão ao seu rosto mas o mesmo vira para evitar o toque - Você tem medo de ser tocado. Por favor? Fala comigo, me diz o que está acontecendo, eu estou aqui para te ajudar e te apoiar. Sev eu estou muito preocupado com você!


- Harry só te peço para por favor não falarmos nisso, por favor? - Seus olhos me suplicavam para que não tocasse nesse assunto, e eu o deixo sem resposta - Eu preciso tomar banho 


Subimos até meu quarto, onde Severus entra para o banho e eu fico escorado na porta... Eu ouvia seu choro, ouvia seus punhos indo em direção a parede. Ouvir isso era como uma tortura, nada se igualava ao que eu sentia agora. Se tivesse que dizer o que eu sentia nesse momento com certeza a resposta seria DOR, me sentia um completo inútil, eu estava vendo a pessoa que eu mais amo se destruindo aos poucos e era como estar com as mãos amarradas e não poder fazer nada, eu tentava cobrir os ouvidos, fechar os olhos,chorar. Eu não aguentava mais isso


 - Shiiii calma, você não está sozinho. - Adentro o banheiro, segurando seus braços para que parasse de bater - Sevie eu não vou te machucar, nunca!


- E-eu não aguento mais conviver com esse peso, e-está me matando... Não quero mais aguentar isso - Nunca imaginei que ouvir isso machucaria tanto,não suportaria o perder, minha cabeça doía, minhas mãos tremiam em imaginar tal coisa


- Nós vamos passar isso juntos, a gente vai superar isso, e no final vai ser apenas uma lembrança ruim.... Eu te prometo porque Sev eu não sei mais acordar e não ter você do meu lado,meu dia não está completo se eu não ver seu sorriso, o único som que eu quero ouvir é sua voz chamando meu nome,eu não sei buscar refugio se não for em seus braços, nada é mais lindo e me deixa mais feliz que ver o brilho em seus olhos... E nada nesse mundo me machuca mais que a ideia de não te ter


Eu estou te implorando, se não por você então por mim, deixa eu te ajudar, deixa eu te dar meu apoio, me permita está do seu lado. Meu único desejo é te ver bem e eu sei que está longe disso acontecer mas eu estou aqui de braços abertos para te acolher, para te proteger, Eu estou aqui e a verdade é que eu estou perdido, eu te vejo sofrendo e não sei o que fazer


Severus me ajuda a te ajudar...



Notas Finais


Aiii que dó ❤️ doeu para escrever isso😣

Espero que tenham gostado ❤️

Traremos cap mais seguidos para vocês (aulas canceladas)

Se cuidem ❤️

Comentem opinião, bora interagir heinnn❤️ favoritem ❤️

Até a próxima bjo bjo❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...