História Porto Seguro - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Pristin
Personagens Kyungwon, Mingyeong, Yebin
Tags Mikyebin, Minkyung, Rena, Roa, Rona, Yebin
Visualizações 39
Palavras 342
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Comédia, FemmeSlash, Ficção Adolescente, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hey! Faz tempo, eu sei.
Peço mil desculpas por ter desaparecido desse jeito, sério mesmo.
Do jeito que as coisas estão na minha vida, talvez eu venha a demorar um pouco pra atualizar as histórias, mas espero que seja só por esse momento, e depois eu volto às atualizações no período normal.
Gostaria de dizer que esse vai ser um outro projeto meu, e espero que vocês gostem.
Vão ser vários momentos Minkyebin, podendo ser pequenos ou não, elas vão estar interligadas entre si, apenas pode ocorrer alguma diferença cronológica nas atualizações, mas espero que gostem.

Capítulo 1 - Prólogo


- O machucado não está tão feio assim. - analisou mais uma vez, com direito à uma careta – mentira, tá horrível.

- Não precisa lembrar, Unnie. – Yebin choramingou, estava doendo bastante para pequena, que na verdade, apenas começou a doer quando esta viu o machucado, caso contrário, estaria correndo agora.

As duas crianças estavam sentadas na grama do quinta de Minkyung, a mais velha estava com 11 anos, enquanto a outra estava no auge dos seus 10 anos, as duas se tornaram grandes amigas desde o dia em que Yebin atropelou Minkyung sem querer com sua bicicletinha ainda com rodas, estava aprendendo, e depois Minkyung fez até o favor de lhe ensinar como pedalar, para evitar futuros acontecimentos como aquele.

- E como você conseguiu isso mesmo? – questionou enquanto passava o algodão molhado pela ferida, para limpá-la.

- Os meninos fizeram um – parou por um tempo para respirar fundo, Minkyung sabia que aquilo poderia ser apenas frescura, mas começou a passar o algodão com mais calma e leveza – eles fizeram uma aposta para ver quem subia mais rápido na árvore da praça.

- Quantas vezes eu tenho que te dizer para não participar dessas coisas? – sua voz estava uma mistura de séria, triste e decepcionada – você só vai sair machucada desses negócios bestas, não tem jeito mesmo, Kang Yebin.

Aquilo deixou a baixinha bastante triste, não pelo fato das palavras em si, mas sim por saber que Minkyung estava decepcionada consigo, ela sempre fora tão carinhosa, legal, e amorosa para com Yebin, e a deixar decepcionada era a última coisa que queria fazer.

À noite, com a ajuda de seu pai, Yebin comprou uma caixa de bombons, os favoritos de Minkyung. Apareceu em sua casa apenas para entrega-la a caixa, e se despediu rapidamente com um beijo na bochecha.

Ao abrir a pequena caixa, Minkyung notou que havia um papel jumto aos bombons, e nele estava escrito com a letra de cor rosa e bagunçada de Yebin.

“Eu sei que sou um desastre, mas por favor, não desista de mim, te amo”


Notas Finais


É isso, qualquer erro, podem dizer.
Até! #EscutemOHinoCanYouFeelMyHeart


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...