História Possesion - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


GENTE , Mil perdões pela demora , sério, me desculpem é pq eu to viajando, ai fica difícil de postar , mas vou tentar ficar smp atualizando vcs . BEIJOS NA RABA SEUS DELICIA❣️❣️❣️

Capítulo 4 - No Way!


Jeon Jeongguk

 

 

 

 

Sai do apartamento de Hoseok completamente arrasado porém com dor e chocado comigo mesmo por ter cedido aos toques daquele alfa molenga,não sabe nem foder uma raba direito. - mesmo tendo repetido a dose mais três vezes - Ainda mais a minha , linda e gostosa do jeito que é.

Eu estava totalmente disposto a ter uma conversa seríssima com Baekhyun . Quem esse idiota pensa que é pra me trair , ele acha que eu sou o que? uma vagabunda ? Por favor , né querido . Eu me valorizo e vou acabar com essa palhaçada é agora.

 

Estou no meio da rua chamando um taxi

por que a porra do motorista não atende , a mais ele vai ver .  

1...2...3...toques e finalmente a agência de taxi atende e eu peço um e digo o endereço. 

Agora é só o que me faltava o idiota do Kim morar no prédio do meu melhor amigo. Não posso arriscar encontrar ele de novo.

Aish , que droga de taxi que não chega! e, sim! eu estou de mal humor então me aguentem. O que? quem gostaria de ser traido , ainda por umA vagabundA . Isso mesmo meu caro amigo ,  uma garota! ele pensa que é o que , o Baekhyun é mais gay que eu , ele tava querendo pagar de hétero pra quem? 

Saio de meus pensamentos quando vejo o taxi em minha frente. 

Adentro o mesmo e vejo um  senhorzinho ômega de meia idade.

— Para onde senhor? - me pergunta

— Vou para o bairro ******* rua ***** casa **

— Okay.

Estávamos a caminho da casa do traste do Baekhyun , aquele ridículo, a mais ele vai ver , quer dizer , ele não vai ver porque eu vou é sentar a porrada na cara do alfa piranhão.

— Moço - chamei 

— Hm? 

— O senhor ja foi traído?

— Mas que tipo de pergunta é essa garoto?! mas não, nunca me traíram.

— É que meu alfa me traiu com uma ômega rapariga !!

— Não acredito!!

— Pois é , ainda com uma garota! e ele é o maior gayzão!

— Que babaca! eu matava.

— É por isso que eu to indo na casa dele ! ele vai ver só! 

— Isso mesmo! acaba com a raça desse ridículo 

— Vou mesmo! como ele pôde ?! Olha pra mim ! sou lindo não sou , senhor?

— Claro ! quem me dera ser assim quando mais novo!

— Obrigado!, desculpe mas .... qual seu nome, senhor?

— Ah! que falta de educação a minha , me chamo Jae! e o senhor ?

— Ya! não me chame de senhor , tenho só 16 anos , mas meu nome é Jeongguk

— Bom , senh...quer dizer Jeonguuk , chegamos

— Oh , sim ! Obrigado senhor Jae - disse entregando o dinheiro para o senhor

— Por nada! e...acaba com ele!

— Pode deixar - digo rindo

 

 

Chego em frente a casa de Baekhyun , que não é nada humilde , e subo os degraus da entrada da mansão e parou em frente a porta receoso , mas resolvo não ligar e tocar a campainha .

Logo Mina - a empregada - me atende com um sorriso no rosto mas que logo some quando ela vê que sou eu . Piriguete .

 

— Vim falar com o Bakehyun! - digo

— Senhor , o senhor Baekhyun disse que não queria visi- antes dela terminar eu ja estava dentro da casa caçando o meu - agora - ex namorado.

Começo a procurar pela casa  - que é muito grande - enquanto Mina me chama loucamente mas eu não dou ouvidos , eu PRECISO falar com aquele traste .

Chego ao quarto dele e nem bato na porta , ja chego arregaçando aquela bosta, mas logo me arrependo quando vejo Baekhyun beijando...

— Jeongguk!!!! - Baek grita

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

— CHANYEOL?!!!

 

 

 

 

 

 

                                    [...]

 

 

 

 

 

 

 

Park Jimin

 

 

 

 

 

Agora são umas seis horas da tarde e eu estou em meu escritório resolvendo alguns assuntos pendentes da escola. Depois que termino , me jogo na cama super cansado , porra ! um omega de 22 anos não administrando uma escola sozinho é foda né?! Ainda mais com aquelas crianças insolentes que só me atormentam por ser baixinho e rechonchudinho . Absurdo, eu tenho O TAMANHO IDEAL , OKAY?! Okay

O que você deve ta pensando? Jimin , mas você só tem 22 anos e ja é diretor de uma escola?! Sim ! pois meu avô era o dono da escola e de outros bens mas deixou a escola para meu pai , mas o mesmo não quis assumir e jogou nas costas do garotão aqui por ser o mais velho , e esta no comando da empresa de meu avô. Tenho um irmão mais novo , Park Chanyeol , ele estava morando na França, mas ja retornou e pretende fazer faculdade aqui na Coréia mesmo. O mesmo saiu e eu estou sozinho em casa . 

 

Sinto minha barriga roncar e vou direto para a cozinha ver se tem algo para comer, ja que hoje é sábado e eu dispenso os empregados em finais de semanas . Porra! bateu vontade de comer croissant .

Vou em minha dispensa e vejo que meus croissants acabaram , aish , deveria ter pedido para Karen ir ao mercado , vou ter que ir eu mesmo , aproveito para comprar outras coisas que estão faltando aqui em casa , ainda mais com a volta do Chanyeol , e também eu preciso sair . Nem me lembro qual foi a  última vez que sai pra me divertir com meus amigos.

Vou até meu quarto e troco de roupa, coloco uma blusa e uma bermuda , afinal, só vou ao mercado mesmo. Pego minha carteira , chave e celular. Coloco uma tênis e vou para a garagem de meu prédio.

Pego meu Porshe e vou até o mercado mais proximo de minha casa . 

Chego rápido até meu destino, pois o trânsito não estava ruim , o que é um milagre essa hora em Seul .

Estaciono meu carro na garagem do supermercado , saio de dentro dele e vou em direção a entrada do mercado.

Pego um carrinho e vou em direção á bakery que tem dentro do mercado. 

Chegando lá, vejo meus preciosos e lindos croissatns.

— Moço , eu quero uma caixa com 27 croissants - gordo? nunca

O homem que aparentava ter por volta de trinta anos me entrega a caixa e eu coloco no carrinho . Logo vou pegar algumas coisas pra comer ja que vou ter duas bocas para alimentar. Mas não vou bancar o idiota por tanto tempo não , logo logo vou mandar aquela criança arrumar trabalho.

Vou para a sessão de chocolates e balas e vejo uma Nutella linda ali , brilhando.

Ela está na última prateleira, eu tento alcançar, mas como sou muito baixinho , não dá muito certo. Até que vejo uma mão pegar a Nutella e me entregar. Olho quem é o sujeito e vejo um alfa , especificamente , Min Yoongi ,um de meus alunos.

— Obrigado - respondo

— Por nada senhor Park - ele responde

— Aigoo , não precisa me chame assim , não sou velho , e não estamos na escola.

— Com certeza o você não é - ele murmura meio sem jeito - mas desculpe , Jimin.

— Tudo bem , agora vou indo... - digo e vou saindo , mas antes de conseguir sair , sinto uma mão em meu pulso me puxando com certa força me fazendo bater num peitoral , que no caso era o de Yoongi.

— Ai! - reclamo

— Desculpa é que...você não....ta afim de...dar uma volta? - me pergunta e eu o olho confuso. Acho que não tem mal nenhum sair para dar uma volta , espairecer, sair um pouco , afinal não tenho nada para fazer. 

Dou um eye smile e assinto.

— Certo, a limousine está la fora , vamos?!

— Okay.

 

 

 

 

 

 

 

 

                                     [..]

 

 

 

 

 

 

  

 

 

OKAY, quando eu disse que não havia mal nenhum em sair com o Yoongi , eu estava completamente enganado.

Por que?

Porque , cá estou eu sentando , cavalgando, rebolando , tudo isso e mais um pouco no pau do Yoongi DENTRO DA LIMOUSINE DELE. 

O mesmo está marcando todo meu pescoço deixando muitas marcas vermelhas que provavelmente ficarão roxas e apertando forte minha coxa com uma mão e minha cintura com a outra.

 

Estou mordendo meus lábios carnudos e gemendo igual a gazela que eu sou. Acho que estou gemendo tão alto com minha próstata sendo surrada por esse filho da puta do pau gigante , que meus gemidos conseguem ser ouvidos do lado de fora.

 

— Isso , as..assim mesmo Jiminie ,você faz isso como ninguém, Ahhhh - diz apertando a carne da minha bunda me fazendo gritar mais ainda. - meu Deus que bunda dos deuses ! 

— Cala a porra da boca , seu idiota! - resmungo - Ai senhor! o...o que eu to fazendo da minha vidAAA , PORRA YOONGI - grito quando ele me deita no banco e fica entre minhas pernas maltratando meu pontinho sensível.

— Ai Minnie , você é tão perfeito...

— E você diz isso para todos , bocó ! - xingo o alfa.

— Claro que não!

— E meu nome é HyunA - digo

— Quem é essa?

— Uma garota para quem você disse isso e muito mais.Pensa que eu sou besta! 

— Aish! foco na transa.

E então o filho da puta me estocou mais forte e fundo quase matando minha próstata , e eu claro , ficaria sem voz de tanto gritar .

 

 

E assim se passou minha noite , na limousine do meu aluno .

Porra....cheguei á que ponto.

 

 

 

 

 

 

Kim Namjoon

 

 

 

 

 

 

Eu estava em minha cama estudando física, ou pelo menos tentando , já que minha mente está em um certo ômega de lábios carnudos e cabelos negros.

Aish , eu sou tão fracote assim , como pude perde-lo para aquele psicólogo ridículo. Eu amo tanto o Jin , ele não faz ideia , não o mereço , mas o que ele não sabe é que nosso pai ja havia descoberto sobre nós dois há algum tempo.

 

 

Flashback

 

 

 

 

Eu estava em meu quarto entediado em uma manhã de domingo ainda nas férias, tínhamos acabado de voltar de viajem e eu estava muito cansado , tinha que descansar ja que no dia seguinte ja teria aula.

Dessa vez nos viajamos para Tokyo , não tenho o que reclamar , foi ótimo, ainda mais por que passei um tempo com Jin , sozinho . O levei para passeios românticos , e admito , pode soar clichê, não me importo, mas ver aqueles olhinhos brilhando e ainda saber que é por minha causa , me enche de alegria.

Meus pensamentos são interrompidos por batidas na porta:

— Entre! - digo e Sunmi entra em meu quarto com um semblante estranho - oh! o que foi ,Sunmi?

— Er...Senhor Namjoon...o senhor Kim quer te ver no escritório dele , e disse que era urgente. 

Solto um suspiro de nervoso e a dispenso dizendo que ja vou.

Estou agora na frente da sala de meu pai e bati duas vezes. Recebi um “Entra”, e entrei o escritório. 

Ele estava me olhando firme , dessa vez nem estava em seu computador trabalhando ou algo do tipo.

— Oi pai , o que o senhor queria? - pergunto receoso.

— Sabe , Namjoon , eu sempre achei que você seria o meu orgulho , meu filho de ouro - engulo seco com medo do que viria - mas...até você conseguiu me desapontar.

— D-do que o senhor ta falando ? - eu ja estava tremendo.

— Você acha que eu sou algum idiota , Namjoon?! - pergunta e eu fico em silêncio morrendo de medo - Responda! 

— Não,senhor - respondo .

— Olha aqui , Kim Namjoon , eu esperava tudo de todos , menos isso e de você. Achei que fosse a pessoa que salvaria essa familia.

— Mas ainda sou eu , pai , não estou entendendo.

— Não está entendendo , Namjoon ? mas entendeu muito bem QUANDO ESTAVA FODENDO O PRÓPRIO IRMÃO NÃO É , KIM NAMJOON?! - berrou e eu fiquei assustado.

—C-como você... - interrompido . Eu ja chorava de medo

— Não interessa! meu Deus ! o que eu fiz para merecer isso , senhor?

— O-o que o senhor vai fazer ?

— Vou tomar serias providencias. Quero que venha aqui amanha ás 7:30am , entendido?

— Sim senhor.

 

 

 

 

No dia seguinte eu cheguei na sala dele e ele disse que me casaria em 8 meses com uma ômega chamada Rosé . Filha de um de seus sócios. 

 

 

 

 

Flashback Off

 

 

 

 

Isso nem é o pior , o pior é que Jin está certo. 

 

 

 

 

Eu nem tentei lutar por ele, não contrariei.

 

 

 

 

Não o mereço.

 

 

 

Sou um Covarde


Notas Finais


obrigada por ler até aqui


Gnt , eu to fazendo os dramas de vida , de todo o grupo , mas o foco é Taekook, pq ainda tem altas coisinhas pra acontecer .

Deixem comentários, sobre o que vcs tão achando , e continuem lendo , bjos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...