História Possessivamente MEU - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Casamento, Chefe, Comedia, Drama, Gravidez, Possessiva, Possessivo, Romance, Secretária
Visualizações 11
Palavras 839
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 9 - Capítulo 9


Depois de três rodadas de sexo e nos darmos por satisfeitos começamos a nos vestir. Coloco minha gravata enquanto a vejo procurar algo.

-O que foi?-Pergunto a ela.

-Voce viu onde foi parar a cordinha de meu cabelo?-Diz me olhando.

-Ah, isso.-Digo retirando de meu bolso com um olhar sapeca.

-Sim, obrigada.-Diz ela vindo em minha direção mas levanto meu braço ao alto.-Nao tem graça John me devolve isso.-Diz pulando enquanto tenta alcançar minha mão sem sucesso.

-Ja falei que eles ficam melhores soltos.

-Ta, mas eu não pedi sua opinião eu pedi minha cordinha, me dá!-Diz tentando abaixar meu braço.

-Nao.-A roubo um selinho e a vejo me olhar com os olhos estreitos.

-Se você não me der por bem será por mal.-Diz com uma cara tao fofa que me faz rir.

-Uuuh estou morrendo de medo.-Digo sarcástico. O momento a seguir foi rápido, uma hora estou rindo e em outra levo uma rasteira e caio de cara no chão enquanto meus dois braços são imobilizados.-Mas que porra...-Tento dizer enquanto viro meu pescoço para olhar minha tigresa que está em cima de mim.

-Entao será por mal.-Diz pegando a cordinha de minha mão me da um beijo em minha bochecha e depois sai de cima de mim sorrindo enquanto eu ainda a olho perplexo no chão.

-Como você fez isso?-Pergunto enquanto a vejo apertar o botão em baixo de minha mesa. Ela sorri enquanto me olha, parece pensar em algo e quando se dá conta desencosta da mesa me viro de barriga pra cima e a vejo passar por cima de mim, pego em seu tornozelo e ela para sua trajetória.

-Temos que trabalhar John.-Diz com sua maneira fria de sempre.

-Te solto se você aceitar jantar hoje comigo.-Digo brincalhão.

-E pra que eu jantaria com você?-Diz e eu penso por um momento.

-Para sei lá, nos conhecermos melhor?-Proponho esperançoso.

-Hoje não posso tenho um compromisso com uma pessoa.-Diz e fecho a cara ao me lembrar do idiota que estava com ela aquele dia.

-E quem seria essa pessoa?-Digo entre dentes, ainda de costas para mim me diz.

-Ninguem que seja de sua conta.-Diz e arranca seu pé de minha mão. Raiva e frustraçao por não saber nada sobre ela, raiva por me sentir tão atraído dessa maneira e mais raiva ainda por querer mais que uma noite com essa mulher.

            --------------------

O dia corre lentamente e logo chego em casa, depois de nossa pequena discussão trocamos poucas palavras, somente o necessário por assim dizer, ela como sempre me tratando de forma profissional. Subo para meu quarto e tomo um banho bem gelado, depois visto somente uma bermuda e me jogo em minha cama. Diversos pensamentos passam por minha mente, enquanto o sentimento que sinto por minha secretária a cada dia fica maior me assustando. Pego meu celular e olho as horas, ainda são 19:52 da noite, olho em minha agenda de números e resolvo chamar uma de minhas modelos para jantar.

"Se minha secretária pode sair com outros eu também posso..."

Olho em minha agenda e acho o número de Andressa, uma das modelos que recentemente tinha sido contratada, resolvo ligar para ela que, para minha surpresa atende no segundo toque.

-Oi amorzinho.-Diz ela com a voz enjoativa.

-Oi princesa, está ocupada?-Pergunto fingindo falsa animação.

-Hoje não, por que meu bem?

-Aceita jantar comigo hoje?

-Claro! Que horas você vem me buscar?-Pergunta ela animadamente.

-20:40 em ponto estarei aí em seu apartamento.

-Okay, te esperarei anciosa amor.-Diz e eu desligo o telefone enquanto reviro os olhos. Me levanto da cama e visto um de meus ternos sob medida, calço meus sapatos, bagunço meus cabelos, pego um de meus relógios, minha carteira e finalizo com um perfume, me olho no espelho e sorrio com o resultado.

"Como e que ela pode me tratar com tanta frieza? Eu sou tão lindo!"

Saio de meu quarto e sigo para minha garagem, entro dentro do carro e coloco o endereço do apartamento de Andressa no meu GPS.

                --------------

-Oi amorzinho.-Diz Andressa entrando dentro do carro e me dando um beijo demorado ao qual eu correspondo mesmo sem sentir nada por ela. A olho de cima em baixo e me forço a sorrir. Andressa e uma puta de uma loira muito gostosa, seios fartos cintura fina, cabelos loiros e olhos verdes, mas, uma certa tigresa não sai da minha mente.-Se a sua intenção era me deixar sem ar, parabéns, você conseguiu, você está muito bonito hoje.-Diz sorrindo para mim acredito que bem falsamente, conheço muito bem o tipo de mulheres como Andressa, as interesseiras.

-Voce está muito linda esta noite também.-Digo sorrindo sacana para ela, ligo o carro e seguimos para um dos restaurantes do centro de Los Angeles. Seguindo para dentro do restaurante, guio Andressa com uma mão em suas costas mas, paro minha trajetória ao avistar minha secretária sentada logo a frente de nossa mesa com o mesmo homem que tinha a visto no café.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...