História Possessive - Imagine Suga - Capítulo 30


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, EXO, Got7
Personagens Chen, Jackson, JB, Jennie, Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Taehyung (V), Lisa, Lu Han, Mark, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Youngjae
Tags Bts, Gangue, Got7, Jimin, Jungkook, Possessivo, Romance, Suga, Tae, Taehyung, Yoongi
Visualizações 379
Palavras 1.116
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiiii meus amores


Boa leitura!

Capítulo 30 - Ligação


Fanfic / Fanfiction Possessive - Imagine Suga - Capítulo 30 - Ligação


P.O.V S/N

Eu ainda não acredito que Yoongi veio aqui, me ver. Yoongi não é disso, ou seja, de procurar alguém e correr atrás, mas ele não fez exatamente isso. Depois de dias eu vi ele, continua igual, frío, arrogante, babaca e lindo, como sempre. Mas quem iria mudar em apenas alguns dias né?

Mesmo querendo me afastar dele eu quero ele perto, naquele momento eu tive uma imensa vontade de beija-lo, mas não o beijei, nem ele me beijou.

Ele foi embora, me dando uma resposta de: "Eu não sei", eu fiquei confusa e magoada, pensei que ele tivesse sentido a minha falta ou sentisse algo por mim, mas ele me respondeu de uma forma bem fria: "Não, porque eu sentiria algo por você?"

Aquilo me magoou demais, eu sei, eu já devia ter esperado uma resposta dessas, mas poxa, dói. Eu tive vontade de chorar, mas me controlei, não podia deixar Taehyung me ver com os olhos inchados e vermelhos. O jeito é esquecer ele de vez, mas acho que não vai ser rápido.

Depois que ele foi embora, fui tomar um banho rápido, eu tinha que me encontrar com Taehyung, quase tinha esquecido.

Coloquei uma roupa bem simples, uma calça jeans azul de cintura alta, um tenis preto, uma bluzinha e coloquei um casaco por cima, já que não é um encontro ou algo do tipo.

Fui pra cafetería da praça e Taehyung já estava lá, sinceramente, ele estava bonito, mesmo com uma roupa simples né.

O tempo foi passando e a gente nem percebeu, já estava de noite, Taehyung foi bem legal comigo, algo que eu nunca pensei que fosse, mas né... ele realmente mudou, pra melhor!

Conversamos sobre tudo praticamente, tipo desejos, fetiches, sonhos, lembranças, e tals.

Já eram 20:23. Então ele me ofereceu pra me levar para o hotel onde eu estava horpedada, eu acabei aceitando e passei o meu endereço pra ele.

- Então você vai voltar pra casa do sei pai? -

- Provavelmente sim, não tenho pra onde ir, então, vou sim praticamente. - Eu estou com medo de voltar pra casa do meu pai, estou com medo mesmo.

- Você podia... voltar por apartamento. - ATA.

- Não, pra lá eu não volto mesmo.

Nunca mais volto pra lá, não quero me encontrar com o Yoongi.

Ele estacionou na frente do hotel, e ficamos em um silêncio que parecia eterno.

- É... chegamos. - Taehyung desligou o motor do carro e ficou olhando pra suas mãos sem saber o que dizer.

- Taehyung, valeu por hoje, me distrai e me diverti um pouco. - Ele me olhou e sorriu.

- Foi nada, eu fiz isso pra... passar um tempo com você. - Tá... isso foi estranho, mas tudo bem. - S/N... Você é tão... legal, mas do que eu imaginava. Pensei que fosse chata.

- Nossa, eu sou legal, sério. - Dei um leve sorriso.

O silêncio tomou conta do carro, e ele começou a me olhar e eu acabei retribuindo o olhar, então começamos a nos encarar, ele foi se aproximando do meu rosto e eu também, parei pra pensar se eu realmente devia fazer aquilo, eu quero esquecer o Yoongi, mas não quero usar o Taehyung, ele foi super gentil comigo hoje. Por um momento pensei em me afastar, mas... porque não?

Então, aconteceu, nos beijamos, um beijo lento mas gostoso. Sinceramente fiquei nervosa, mas eu gostei.

O beijo começou a esquentar, mas o telefone do Taehyung começou a tomar e nos separamos e eu fiquei sem jeito, ou seja, fiquei constrangida depois do beijo.

Então Taehyung atendeu o celular.

- Eae cara. - Disse o Taehyung. - Hm... eu estou na...- Ele me olhou, percebi que ele não ia dizer que estava comigo. - eu estou voltando pro apartamento, eu tinha ido dar uma volta, esclarecer algumas coisa, é isso. - Eu tive a impressão de Ser o Yoongi do outro lado da linha. - Tá bom, eu já tô chegando.... Vou sim... Falou. - Ele desligou.

- Era o Jungkook. Ele queira saber onde eu estava, e me avisou se eu queria ir pra boate com eles hoje. - Porque eu não consigo acreditar que era o Jungkook?

- Hm... ta bom então... É... eu vou indo. - Abri a porta do carro cinza e quando eu ia sair ele me puxou pelo braço e me deu um beijo rápido.

P.O.V Yoongi

Eu fui um idiota, mais uma vez eu fui, não tive coragem de falar o que sentia, na verdade o que eu sinto... ahhhhhh.

As vezes eu me odeio, por não poder demonstrar meus sentimentos, sempre fui fecha em relação a essas coisas, isso é tão cliché, tão romântico... e isso não combina comigo, ou seja, com um gangster como eu.

Depois eu fui embora do hotel onde estava S/N, peguei meu carro e dirigi por várias ruas desconhecidas, eu pensei, pensei demais, pensei até em coisas que nunca tinha pensado e que não faziam sentido pra mim. Já era de noite, e eu precisava me destrair, beber um pouco ou até mesmo pegar alguém, transa, essas coisas.

Eu estava indo em direção ao meu apertamento até que eu vi o carro do Taehyung estacionado em frente ao hotel onde S/N, havia se hospedado, achei bem estranho. Eu ia passar por alia, mas resolvi não ir, mas pelo que eu vi, Taehyung estava com alguém dentro do carro, não dava pra ver quem era direito, e eu já tinha minhas suspeitas de quem poderia ser, só não queria acreditar. Era o carro do Taehyung, eu tinha certeza. Resolvi estacionar um pouco longe de onde ele estava, então... resolvi ligar.

Ligação ON

- Eae Taehyung. - Eu disse.

- Eae cara. - Ele pareci estar tenso.

- Onde você está?

- Hm... eu estou na... eu estou voltando pro apartamento, eu tinha ido dar uma volta, esclarecer algumas coisa, é isso. - Ele está mentindo.

- Ta bom, volta logo.

- Tá bom, eu já tô chegando.

- Eu e os meninos vamos pra boate hoje, você vai né?

- Vou sim.

- Beleza, falou.

- Falou.

Ligação OFF

Eu não acredito que ele mentiu, mas porque ele mentiu? Porque ele não disse que estava com alguém? Isso está estranho, eu tenho certeza que é o carro do Taehyung, certeza. Fiquei esperando pra ver se alguém saia do carro, então, foi aí que eu me senti traído, eu vi S/N saindo do carro dele.

O que S/N estava fazendo dentro do carro de Tehyung? Porque eles estavam juntos?

Eu me senti traído, mesmo S/N não sendo nada minha, mas porque?

Taehyung nunca gostou dela.

Eu tenho o presentimiento que eles tem algo, de que eles estão juntos. Eu vou descobrir, vou mesmo.

Eu só espero que não seja o que eu estou pensando que é.



Continúa...


Notas Finais


Espero que tenham gostado ^-^
Sério gente, estou sem criatividade, de verdade.
Comentem oque acharam❤
Desculpe os erros <3
Até o próximo CAP
Bjss 😙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...