1. Spirit Fanfics >
  2. Possessive love - Jung Hoseok. >
  3. Festa na piscina.

História Possessive love - Jung Hoseok. - Capítulo 43


Escrita por:


Notas do Autor


Capa é a roupa que a S/N usou para ir para a festa.

Boa Leitura.

Capítulo 43 - Festa na piscina.


Fanfic / Fanfiction Possessive love - Jung Hoseok. - Capítulo 43 - Festa na piscina.

                  ♧ Hoseok ON ♧

Acordei às sete e trinta ouvindo, através da babá eletrônica, os resmungos de Haneul, saí de mansinho do quarto para pegar minha bebê.

- bom dia, lindinha.- falei observando a garotinha esticando os bracinhos na tentativa de pegar os brinquedos que ficavam pendurados no berço.- vamos lá para a omma?

Tirei minha menina do berço e levei para meu quarto, Hyuntae ainda estava dormindo então levei somente Haneul e quando meu pequeno primogênito acordar eu venho pegá-lo.

Cheguei no quarto e deitei Hanuel entre S/N e eu, nem ao menos cinco minutos decorreram e Haneul conseguiu acordar a mãe dela, na tentativa de mamar.

- Haneul!- S/N repreendeu a pequena que se escondeu nos meus braços, que garota esperta!

- Isso, filha, appa te protege dessa tirana. - falei abraçando Haneul e sorrindo para S/N.

- nada disso, senhor Jung Hoseok!- S/N falou puxando, levemente Haneul dos meus braços.- ela precisa mamar.

- certo não vou tirar seu direito.- falei soltando totalmente Haneul dos meus braços.

- desculpa a omma?- S/N perguntou olhando para Haneul que estava muito focada em se alimentar.

- por falar em mãe.... hoje minha mãe vai fazer uma festa, ela queria que a gente fosse

- festa pra quê?

- antes de ontem foi o aniversário dela e hoje como é sábado é o dia perfeito para ela fazer dia dela.

- Sério? Por que você não me falou antes?

- não sei. Nós vamos? Meu pai disse que quer te ver, ele gosta muito de você e olha que ele não gosta de quase ninguém.

- que honra o senhor Jung gosta de mim.- S/N falou sorrindo. - é claro que a gente vai, eu não iria deixar de ir a uma festa da sua mãe nem morta.

- por que? Eu acho uma coisa tão chata.

- Eu não quero perder a amizade da minha sogra.

- ótimo! Vou tomar um banho, arrume as crianças. - falei e corri para o banheiro.- outra coisa leve roupa para banho, a festa é na piscina.- falei e não esperei por resposta.

Tomei um banho em tempo recorde e quando saí do banheiro fui direto para o closet, vesti uma bermuda jeans preta e uma blusa cinza. Fui direto para o quarto das crianças e quando cheguei lá ví Haneul vestida com um vestidinho branco todo florado e Hyuntae, que já estava acordado, vestido quase igual a mim, o que mudava era que ele usava uma calça jeans preta.

- você por acaso combinou?- perguntei me referindo as roupas de Hyuntae serem parecidas com as minhas.

- você e Hyuntae? - S/N indagou me encarando. - você nos espionou?

- não! Claro que não!- falei me defendendo da acusação de S/N.

- estão vestidos iguais. - S/N falou e saiu do quarto deixando as duas crianças nos berços.

Comecei a levar as bolsas das crianças para o carro enquanto S/N se arrumava.

Quando S/N voltou no quarto para me ajudar a levar uma das crianças percebi que minha esposa tem o poder de ficar mais linda a cada dia que se passa.

- como você consegue?- perguntei parando ela antes que a mesma conseguisse chegar perto dos bebês.

- consigo o quê? - S/N perguntou me olhando duvidosa.

- ser tão linda, ou melhor se superar na beleza todos os dias.- falei e um lindo sorriso surgiu no rosto dela.- sua roupa também é linda.

- obrigada, foi você quem comprou.- S/N falou brincando.

- Eu tenho um ótimo bom gosto.- falei e dei um selinho breve na minha esposa.- sua irmã já saiu.

- com quem?

- não sei, ela passou enquanto eu estava guardando as bolsas no porta-malas.

- você colocou a Mel na caixa de transporte?- S/N perguntou me entregam outra bolsa.

- não. E por que eu tenho que levar tudo?- perguntei resmungando.

- Eu ouvi isso, Hoseok, e você leva tudo por que você é homem da casa.- S/N falou tirando Haneul do berço. - se apresse em guardar a Mel na caixa de transporte.

- tudo eu, tudo eu!- saí atrás de S/N. - você não vai levar o Hyuntae?

- são duas crianças e eu só apenas uma. Vamos usar um pouco da paciência e bom senso.- S/N falou colocando Haneul na cadeirinha.- deixe a porta aberta e vá pegar a Mel, vou buscar o Hyuntae.

- meu Deus, por que ela é tão mandona?- perguntei me ajoelhando para pegar a Mel.- você é a única que não reclama de nada, Mel, obrigado.

Pus a Mel na caixa de transporte e coloquei presa ao cinto de segurança no último espaço vago dos bancos de trás. S/N não demorou muito para chegar com Hyuntae, me entregou o pequeno e voltou para dentro de casa.

Coloquei Hyuntae na cadeirinha dele e agora só bastava esperar por S/N. Em torno de dez minutos depois não aguentei esperar e fui atrás dela.

- S/N! Você não está de mudança, querida, vamos voltar no fim da tarde!- exclamei na sala.

- vem aqui na cozinha, por favor!- S/N falou e eu fui ver o que ela queria.- você sabe onde tá a colher de medida do leite?

- dentro da lata de leite?- perguntei meio óbvio.

- verdade, né.- S/N falou sorrindo.

- você sabe que só estamos indo pra casa da minha mãe.

- Sim, mas é primeira vez que a gente vai passar o dia todo fora com eles dois e nunca se sabe quando vamos precisar de algo.- S/N falou colocando objetos, por mim desconhecidos, dentro de outra bolsa.

- S/N, já tem umas cinco bolsas só dos bebês no carro, não vai faltar nada.- falei puxando, levemente, S/N para a garagem.

- temos que parar na farmácia.- S/N falou quando já estávamos dentro do carro.

- S/N... - falei quase gemendo o nome dela.

- Hoseok! - S/N falou, hoje ela está especialmente eufórica. Parei o carro no estacionamento da farmácia e S/N desceu levando a carteira dela.

- lição do dia, filhotes, você também Mel, nunca, jamais, questionem a mamãe ela sempre vai tá certa.- falei olhando para os três filhotes no banco de trás.- quem sabe ano que vem ela chegue aqui.

- vamos ouvir música?- perguntei conectando meu celular ao rádio do carro.

Mal sabe você

Como eu estou desmoronando enquanto você dorme

Mal sabe você

Que ainda sou assombrada pelas memórias

Mal sabe você

Que estou tentando me reerguer

Pedaço por pedaço

Mal sabe você que eu

Preciso de um pouco mais de tempo

Lá no fundo, estou presa

No vazio aqui dentro

Eu estou me segurando com medo

De que você talvez mude de ideia

Estou pronta para te perdoar

Mas esquecer é uma luta muito difícil

Mal sabe você que eu

Preciso de um pouco mais de tempo

Eu vou esperar, eu vou esperar

Eu vou te amar até você nunca sentir

A dor, eu vou esperar

Eu prometo, não tenha medo

Eu vou esperar, meu amor está aqui e veio para ficar

Então, deite sua cabeça em mim

Mal sabe você, eu sei que você está machucada

Enquanto eu pareço dormir

Mal sabe você que todos os meus erros

Estão lentamente me afogando

Mal sabe você que

Estou tentando fazer isso melhorar

Pedaço por pedaço

Mal sabe você que

Eu vou te amar até que o sol morra

Eu vou esperar, só espere

Eu vou te amar até você nunca sentir

A dor, apenas espere

Eu vou te amar como se eu nunca tivesse medo

Basta esperar, o nosso amor está aqui

E veio para ficar

Então deite sua cabeça em mim

Eu vou esperar, vou esperar, vou esperar, vou esperar

Eu vou te amar como se nunca tivesse sentido dor

Vou esperar, prometo que você não tem que ter medo

Vou esperar, nosso amor está aqui e veio para ficar

Então coloca sua cabeça em mim

Coloque sua cabeça em mim

Então coloca sua cabeça em mim

Mal sabe você que eu

Eu vou te amar até que o sol morra

- demorei?- S/N perguntou entrando no carro sorrindo.

- não, só foram os vinte minutos, aproximadamente.- falei tirando o carro da vaga no estacionamento.

- tinha uma pequena fila e eu tive dúvida em qual marca escolher.

- marca de quê?

- fralda.

- mais? Já tem um monte delas no porta-malas. - falei surpreso.

- essas são fraldas de banho, caso você queira levar um dos babys pra piscina tem que trocar a fralda.- S/N falou mostrando o pacote de fralda com um peixe desenhado na embalagem.

- a gente vai chegar muito atrasado na casa da minha mãe.

- culpa sua que não me avisou antes e eu não pude me preparar para passar o dia todo fora.

- em uma próxima eu aviso com um mês de antecedência. - falei e S/N começou a rir. Não demorou mais que quinze minutos e chegamos na casa dos meus pais, tinha muito mais pessoas do que eu imaginei que teria.

- pensei que fosse uma coisa mais reservada, só para amigos próximos e família.- S/N falou me olhando.

- também achei que fosse.- falei saindo do carro, S/N fez o mesmo e depois que eu tirei Mel da caixa de transporte fiquei segurando ela pela corrente, peguei Hyuntae e S/N pegou Haneul. Fechamos as portas do carro e entramos na casa da minha mãe.

- até que enfim vocês chegaram.- minha mãe falou vindo até mim.

- foi a S/N. - falei me livrando da culpa.

- Eu entendo você, não é fácil sair de casa com filhos, ainda mais se for dois, tudo dificulta.- minha mãe falou e pegou Haneul dos braços de S/N. - olá, princesa, estava com saudade de você já que no dia que o seu pai veio você não pode vir.

- mãe, tem alguém usando meu antigo quarto?- perguntei.

- não.

- vou ficar por lá hoje.- falei entregando Hyuntae para S/N, me ajoelhei no chão e soltei Mel. - cadê o inútil do meu irmão?

- ele não é inútil!- minha mãe falou beijando Hyuntae.

- cadê o Jungkook?- perguntei reformulando minha pergunta.

- lá fora com os amigos dele.- minha mãe falou e eu saí na procura por outros burros de carga para carregar as coisas do porta-malas para meu antigo quarto. E que sorte a minha, assim que cheguei na área da piscina encontrei os seis marmanjos conversando aos gritos.- olá, amigos!

- qual é o golpe?- Yoongi perguntou, sempre direto ao ponto.

- preciso de voluntários para carregar as milhares de bolsas que a S/N me fez trazer.- falei abraçando Jungkook de lado.- e já que minhas crias tem padrinhos e tios tão solidários vão ter que me ajudar a levar as bolsas.

- desde quando? - Jin perguntou debochando.

- vocês vão me deixar carregar todo o peso sozinho?- perguntei dramatizando.- pensei que fossemos uma família.

- eu vou te ajudar.- Jungkook falou e eu saí puxando o moreno antes que ele se arrependesse.

Quando cheguei na garagem e abri o porta-malas o restante da trupe chegou e rapidinho levamos tudo o que tinha no porta-malas para o quarto.

Quando voltamos para a sala, eu e os seis, S/N estava sentada no sofá brincando com Hyuntae enquanto minha filha e minha mãe só Deus sabe onde se meteram.

- cadê a Haneul? - perguntei sentando ao lado de S/N.

- sua mãe dias que ia apresentar a Haneul e daqui a pouco vinha buscar o Hyuntae. - S/N falou me olhando.

- ela que me desculpe, mas ela perdeu.- Taehyung falou levando Hyuntae.

- Kim Taehyung, para já aí.- Namjoon falou.

- por que eu deveria?- Taehyung perguntou sorrindo.

- Eu ia pegar o Hyuntae. - Namjoon falou sério.

- ia, não foi, eu peguei primeiro.- Taehyung falou levando o pequeno Hyuntae.

- volta aqui seu pentelho, eu sou seu irmão mais velho ainda mando em você!- Namjoon afirmou e saiu perseguindo Taehyung e consecutivamente perseguindo a Hyuntae.

- ei, eu sou o padrinho tenho mais direitos!- Jin exclamou e foi atrás de Namjoon e Taehyung.

- Eu também quero brincar um pouquinho com o bebê!- Jimin falou e também saiu.

- Eu vou procurar minha menininha. - Yoongi falou e saiu da sala.

- Eu vou procurar a menininha do Yoongi. Vou levar a Mel. - Jungkook falou e saiu. Por fim ficamos apenas S/N e eu.

- Hoseok, eu devo me preocupar com aquele bando de loucos cuidando dos meus filhos?- S/N perguntou olhando para o lado que os meninos saíram.

- claro que não, se um arranhado que seja aparecer nas crianças eu mato os seis.- falei fazendo carinho no cabelo dela. - eu te amo.

- Eu sei.- S/N falou sorrindo.

- bobona.- falei e roubei um beijo dela.- já falei que adoro o gosto da sua boca?

- não lembro.- S/N falou e voltou a me beijar.

- nós precisamos urgentemente de umas férias dos gêmeos. - falei parando o beijo para podermos respirar.

- já tá nesse desespero? Pior vai ser quando eles começarem a correr pela casa bagunçado tudo, jogando brinquei pelo chão, sujando as paredes da casa com giz de cera.- S/N falou sorrindo, parecia que ela conseguia ter uma visão de tudo o que falava.

- eu não vou aguentar. Podemos fazer uma planilha e de acordo com os dias da semana despachar um dos gêmeos para casa de alguém, tipo na segunda-feira a gente manda a Haneul para a casa do Jimin e o Hyuntae para a casa do Taehyung, na terça podia ser um na casa do Jin e outro na casa do Jungkook, na quarta na casa da Elena e na do Namjoon, na quinta Yoongi e meus pais, na sexta e fim de semana a gente faz sorteio.

- que genial, Hoseok! - S/N falou rindo.

- mas todos trabalham e tem suas responsabilidades.

- não lembrava disso.- falei sorrindo.

•••

- Cadê a S/N? - Yoongi perguntou enquanto brincava com Haneul.

- não sei, minha mãe levou ela para conhecer as amigas dela. Segundo minha mãe a S/A não tem muitas amizades femininas e isso tem que mudar.- falei sentando perto de Namjoon.

- iae, cara.- Namjoon falou batendo levemente no meu braço.

- eu sei que eu sempre fui o romântico incurável do grupo, mas eu nunca achei que me sentiria tão feliz com a família que eu construí, eu agora tenho tudo o que sempre sonhei, uma mulher maravilhosa, filhos lindos, uma cadelinha e uma vida financeira razoável.

- só fico imaginando como a sua ex se sente vendo tudo isso, ela não gostava de você, mas te deixou por outro e você sofreu, mas agora você não precisa mais dela e tá muito bem com a S/N.

- na verdade eu não me importo muito com o que ela tá sentindo em relação a tudo isso, eu amava muito ela, porém, tudo o que eu sentia por ela acabou, até mesmo o ódio, a S/N me curou de tudo isso.

- que bom, cara, eu torço por sua felicidade acima de tudo e a S/N sem sombra de dúvidas faz parte dela.- Namjoon falou me abraçando de lado.

- você é um ótimo amigo, Nam. - falei retribuindo o abraço.

- vou começar a sentir ciúmes disso tudo. - S/N falou se aproximando de Namjoon e o abraçando de lado.- como está, Joonie?

- eu tô muito bem, e você?

- ótima.- S/N falou sorrindo.

- Ei eu quero atenção.- falei esticando os braços e S/N veio até mim.

- bobo.- S/N falou e me deu um selinho.

- pessoal vamo jogar futebol?- Taehyung sugeriu sorrindo.

- vamo!- S/N e Elena responderam juntas. Ambas se entreolharam e caíram na risada.

- quem vai?- Taehyung perguntou ficando de pé.

- EU. - Jin falou.

- aqui o melhor jogador de futebol.- Jimin falou levantando a mão.

- eu não gosto de futebol, mas sei que vou me sair bem porque eu sou Jeon Jungkook.

- É o que veremos.- falei levantando a mão.

- estamos em sete, comigo oito jogadores, certo?- Taehyung perguntou.

- Eu não vou não, só falei que ia pra dá apoio moral.- Elena falou tirando Hyuntae dos braços de Taehyung.

- então fica desigual.- Taehyung falou.

- a S/N sai.- falei.

- nem morta, sai você.- S/N falou séria.

- Eu jogo e tudo volta a ser como antes.- Yoongi falou.

- obrigada, Yoongi.- S/N falou abraçando Yoongi.- agora temos que encontrar alguém pra olhar as crianças... Elena?

- pode ser. Coloca as duas no bebê conforto e é sucesso.- Elena falou sorrindo.

- vou trocar de roupa rapidinho.- falei e S/N veio comigo. - você acha que isso vai dá certo?

- claro, vamo dá uma animada nessa festa.- S/N falou super eufórica, mal esperou entrar no quarto e já foi substituindo as roupas por um biquíni preto e por cima do biquíni um shortinho fino e uma camiseta branca. Vesti uma bermuda de tecido fino e uma camiseta também branca. Peguei o bebê conforto de Hyuntae e S/N pegou o de Haneul. Voltamos para o jardim e acomomodamos os pequenos em seus respectivos lugares.

- vou torcer por você, S/ N. - Elena falou.

- obrigada. - S/N falou e seguimos para o campinho improvisado pelos meninos.

- precisamos de um árbitro. - falei e mal deu tempo de terminar a frase meu pai surgiu segurando uma bola e com um apito na boca.- papai?

- aqui eu sou o árbitro, nada de papai.- meu pai falou sério.- vamos começar com a divisão dos times, quatro em cada lado. Um representante de cada lado.

- Eu!- falei animado.

- Eu vou. - Jungkook falou e veio pra perto do meu pai.

- Ok, o restante fica em uma linha vertical aí na frente.- meu pai falou tirando uma moeda do bolso.- Hoseok, cara ou coroa?

- cara.

- Jungkook, você fica com a coroa.- meu pai falou e jogou a moeda para o ar, quando a moeda voltou e meu pai pegou o objeto de metal foi revelado que Jungkook ganhou. - coroa, Jungkook, escolhe o primeiro membro de sua equipe.

- Eu escolho a S/N. - Jungkook falou sorrindo. S/N foi correndo abraçar Jungkook.

- Hoseok, escolhe uma pessoa.- meu pai mandou.

- Taehyung.- falei e o loiro veio para meu lado.

- eu quero o Jin.- Jungkook falou.

- Yoongi.- falei logo depois de Jungkook.

- Namjoon.- Jungkook falou.

- Jimin.- falei.

- ei, por que eu fui o último?- Jimin protestou vindo para o meu lado.

- foi apenas uma escolha, Jimin.- S/N falou.

- você diz isso porque foi a primeira a ser escolhida.- Jimin falou fazendo biquinho.

- ai que coisa lindinha, meu Deus.- S/N falou indo apertar as bochechas de Jimin. Fiquei apenas de braços cruzados olhando a cena.

- que cara é essa, Hoseok, tá com ciúmes?- Yoongi perguntou rindo.

- Se você ficar tirando onda com a minha cara eu vou te dar um murro pra cair pelo menos três dentes teu.- falei encarando o de cabelos platinado.

- você é um ótimo amigo. - Yoongi falou e saiu, abraçou S/N e me olhou como se dissesse  vai fazer o quê? 

- idiota.- falei baixinho e ele sorriu, com certeza ele entendeu.

A divisão dos times foi a seguinte:

TIME DO HOSEOK:

• Hoseok;

• Yoongi;

• Jimin;

• Taehyung.

TIME DO JUNGKOOK:

• Jungkook;

• Jin;

• S/N;

• Namjoon.

O jogo foi iniciado com meu time tendo a posse de bola, quase trinta segundos depois S/N tomou a bola e saiu driblando todos, tocou a bola pro Jin e Jin chutou a bola pra fora do gol.

Tiro de meta*, eu peguei a bola e toquei para Jimin que tocou para Yoongi que quando fez o passe para Taehyung Jungkook se meteu e levou a bola, estávamos quase no gol do time adversário e Jungkook tomou a bola.

- JUNGKOOK! - Namjoon gritou pedindo a bola. O moreno tocou a bola e Namjoon saiu dominando o objeto esférico de cor branca até que Jimin pulou nas costas de Namjoon e os dois caíram no chão.

- FALTA!- S/N gritou e meu pai apontou um cartão amarelo para Jimin.

- na próxima é expulsão. - meu pai falou apontando para jimin.

- foi mal, tio.- Jimin falou se afastando de Namjoon. Meu pai apitou e Jin bateu a falta, tocou direto para S/N que estava livre e fez gol.

- GOOOOL!- S/N saiu gritando e correndo pelo campo apontou para os bebês e começou uma dancinha da vitória com Jungkook, Namjoon, e Jin.

- vamo continuar que eu quero mudar esse placar!- falei colocando a bola no meio de campo novamente.

- vamo continuar porque eu quero fazer meu gol.- Jungkook falou e começamos a jogar novamente.

Resumidamente o jogo saiu com um placar de 3 a 1 para o time do Jungkook. Dois dos gols foram de S/N e outro de Jungkook com assistência de Namjoon. E gol do meu time foi Jimin quem fez.

- vai ter revanche.- falei saindo abraçado com S/N.

- e meu time vai ganhar de novo.- S/N falou rindo.

- VINGANÇA!- Yoongi gritou e pegou S/N no colo com a ajuda de Taehyung jogaram S/N dentro da piscina. Ela afundou na água e não subiu. Um minuto e nada.

- ela tá se afogando!- Jin exclamou vendo S/N subir e afundar na água repetidas vezes.

- Yoongi, ela não sabe nadar!- falei sério.

- isso é verdade?- Yoongi perguntou assustado.

- sim.- falei e Yoongi se jogou na água. Automaticamente S/N se recuperou e afundou Yoongi na água.

- isso é por ter me jogando na água!- S/N exclamou começando uma guerra na água. - Hoseok, joga o Tae! - S/N mandou e o loiro saiu correndo.

- É GUERRA!- Jungkook gritou e saiu me puxando para ir pegar Taehyung.

- Não, por favor...- Taehyung pediu, ele estava encurralado na parede.

- não tem saída, baby.- falei sorrindo. Agarramos o loiro e fomos levando ele para dentro da piscina, depois de muita resistência ele caiu na água.

- obrigada, Jungkook.- S/N falou.

- e eu você não agradecerá? - perguntei.

- pra quê se você é o próximo?- S/N perguntou sorrindo. Virei para trás e me deparei com Jin, Jungkook, e Namjoon parados impedindo minha passagem.

- vocês não fariam isso comigo, não é? - perguntei e os três apenas sorriram.- fariam?

Não tive resposta alguma, os desgraçados me jogaram na água e depois começaram uma briguinha pra vê quem seria a próxima vítima, Jin foi o próximo depois avistaram Jimin Longe e ele foi o atingindo. Por fim ficaram apenas Namjoon e Jungkook se empurrando, disputando força, até que os dois caíram juntos na água.

Um tempo depois Elena apareceu com os bebês vestido com roupinhas de banho, e provavelmente fralda trocada.

- passou protetor neles?- S/N perguntou recebendo Hyuntae.

- sim.- Elena respondeu me entregando Haneul.

- valeu, Elena.- S/N agradeceu beijando o rosto de Hyuntae.

Era nítido a alegria das crianças em está dentro da piscina. Por várias vezes elas batiam as mãozinhas na água. Hyuntae, especialmente, gostava de jogar água para os lados, até no banho de banheira ele fazia isso.

•••

Às crianças dormiram e S/N aproveitou para ir na cozinha preparar o leite delas. Fiquei sozinho velando o sono dos gêmeos, pois elas corriam o risco de cair da cama enquanto dormiam ou até mesmo cair se acordassem chorando.

A porta do quarto foi aberta, não olhei para trás, pois já devia ser S/N com as mamadeiras.

Senti mãos tamparem minha visão e meu corpo ser conduzido para ficar de pé. Sorri imaginando ser S/N, ainda estava de olhos fechados quando senti meus lábios serem tomados em um beijo, se eu não conhecesse tão bem o beijo da minha esposa poderia até continuar essa palhaça, porém eu sei que não é ela e tão rápido eu descobri isso já afastei seja lá quem fosse de perto de mim.

- você está louca?!- perguntei controlando ao máximo minha raiva.

♧ S/N ON ♧

Estaquei quando vi Hoseok beijando outra mulher. Não fiz nada, apenas assistir ele afastar a pessoa com certa brutalidade.

- você está louca?!- ele perguntou em um tom de voz baixa, provavelmente para não acordar as crianças e para que eu não ouvisse.

- como assim? Você é meu, Hoseok.- a loira que eu não sabia o nome falou com cinismo.

- eu estou casado e tenho minha família, quero que você me deixe em paz, Sunhee.- Hoseok falou mostrando a aliança e em seguida apontou para as crianças.

- tudo bem, eu te perdoo por essa falha.- ela falou apontando para os gêmeos que dormiam ali no quarto.

- Eu não estou pedindo para você me perdoar nada, só quero que você me deixe em paz. - Hoseok falou se afastando mais ainda dela.

- Eu sou a mulher da sua vida.

- Eu posso te jurar que existem muitas mulheres iguais a você.

- então você casou com outra por isso?

- não, jamais, igual a você são muitas já igual a S/N só ela mesmo.

- você não podia ter se casado com qualquer oferecida que encontra na rua. Eu sou a única pessoa que te fará feliz.- Sunhee falou.

- a única oferecida da história é você que trocou o Hoseok por outro.- falei entrando no quarto.

- então é com essa mulher ridícula que você casou, Hoseok? - Sunhee perguntou sorrindo.- não tem vergonha, não?

- a única ridícula que eu estou vendo é você.- Hoseok afirmou.- agora sai do meu quarto.

- ela não é digna de carregar o sobrenome Jung.- Sunhee falou com raiva.

- não sou, porém carrego esse nome. Você perdeu, queridinha, aceita.- falei sorrindo.

- vocês vão pagar muito caro por isso. Ainda te terei ajoelhado aos meus pés, Jung Hoseok. - Sunhee falou e saiu do quarto.

  - espera deitada porque sentada cansa!- Hoseok exclamou e fechou a porta do quarto.


Notas Finais


* Tiro de meta é quando a bola saí perto do gol.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...