História Possessivo amor - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Anko Mitarashi, Deidara, Fugaku Uchiha, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Hyuuga Hiashi, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Kabuto, Kakashi Hatake, Karin, Kushina Uzumaki, Madara Uchiha, Mei, Minato "Yondaime" Namikaze, Mito Uzumaki, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Orochimaru, Personagens Originais, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Suigetsu Hozuki, TenTen Mitsashi
Tags Gaaino, Itasaku, Madara, Naruhina, Nejitenten, Orochimaru Anko, Sasukarin
Visualizações 34
Palavras 4.029
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fantasia, Hentai, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 6 - Itachi volta


Fanfic / Fanfiction Possessivo amor - Capítulo 6 - Itachi volta

E ai, oque achou Naruto-kun ?? — falou em um tom terrivelmente sexy, a olhei com os olhos arregalados, estava tão gostosa, puta merda, essa não ea Hinata, não pode ser.

Então o que achou da mudança que fiz em Hinata??— perguntou Ino sorrindo, mostrando oque tinha feito com Hinata.

Mas oque aconteceu com ela??— perguntei ainda atordoado, não estava acreditando no que estava vendo, estava tão.... tão gostosa, nem parecia aquela garota que corava por qualquer coisa.

Levei ela pra passar uns tempos com um amigo ai ...... bom oque importa e que ela mudou— disser convencida, fiquei um bom tempo admirando, quer dizer, olhando para a nova Hinata.

Porque me olha tanto?? Esta gostando do que vê??— perguntou oferecida, essa realmente não é a Hinata que eu conheço.

Oque fizeram com vc Hinata??— perguntei a olhando sério— não devia esta andando por ai assim.

É porque não Uzumaki ??— perguntou com certa raiva — porque vc acha, e isso??— ia abri a boca para falar mas não consegui— a Naruto da um tempo, não preciso de consentimento nenhum de ninguém, muito menos de vc!!

Disse saindo de perto, fiquei indignado com a reação da morena, fiquei olhando para onde ela ia, droga não posso negar que ela está linda.

Não fique olhando tanto Naruto, se não vou pensar que vc esta afim de Hinata!!— disse sorrindo da minha cara, logo fechei a cara para a loira perto de mim.

Esta louca Ino?? Nunca ficaria com Hinata, nem que fosse a última mulher do mundo— disse saindo dali, batendo o pé com força no chão, estava indignado com Hinata, como podia sair por ai mostrando o corpo daquele jeito?? Bom isso não é da minha conta, mas bem que ela podia se dar ou respeito, bom vou pra casa dormi, já vi o suficiente por hoje.

Cheguei a frente da mansão Uzumaki, estava tudo quieto, entrei nas terras do clã Uzumaki em passadas leves e calmas, estava pensando em como Hinata mudou tão rápido, ainda lembro quando corria atrás de mim, e agora esta daquele jeito, tudo culpa de Ino, aquela Yamanaka desgraçada estragou a Hinata, Mas que droga esta acontecendo comigo?? Estou mesmo ligando pra Hyuuga?? Devo esta ficando louco, enquanto finalizava esse pensamento , algo chamou minha atenção, eu estava entrando pela porta do fundo, que dava acesso a cozinha, da onde eu estava, dava para ver perfeitamente o Jardim particular da mansão, e tinha em um dos vários bancos de concreto pintados de Branco, uma moça de cabelos vermelhos, eu já sabia perfeitamente quem era, por puro instinto segui para o jardim.

Oque esta fazendo aqui??— perguntei serio, não queria me "misturar" com ela, mas quando a mesma levantou o rosto que demonstrava olheiras profundas, olhos vermelhos de tanto chorar, meu orgulho caiu por terra, sentia-me sem jeito sobe aquele olhar de puro sofrimento, será que ela descobriu a verdade sobre a Mikoto??

 Desculpe esta aqui a essa hora!!— disse limpando as lágrimas, ficou olhando para cima, estava uma linda noite de lua minguante, não sei porque, Mas sentei ao lado dela, ficamos em silêncio, um silêncio incômodo, até a mesma quebra o clima chato que ficou.

Porque não gosta de mim??— perguntou suave, não olhou para mim, ficamos fitando o céu, meu problema não era com Karin, e sim com a mãe dela, que praticamente acabou com a nossa vida social.

Eu nuca disse isso— comecei respirando fundo— meu problema e com a sua mãe, não com vc!!

 Minha mãe??— perguntou agora virando o rosto para me encarar—  Porque não gosta de minha mãe??

A fitei por algum tempo, será que eu conto a verdade?? Meus pais me matariam se eu fizesse isso, mas também não acho justo esconder a verdade assim, em alguma hora ela irá descobrir.

Nada não....... coisas do passado — disse agora olhando para o chão, me senti um imbecil por não falar logo a verdade— acho melhor nós entramos, esta ficando frio!!

 Tinha levantado, quando virei para ir embora ouvi ela me chamar.

Naruto — chamou.

Sim— respondi.

Quando as aulas começam??— perguntou de repente, ae tinha esquecido que ia estudar na mesma escola que eu.

Daqui a dois dias!!— respondi simples.

Hum...... bom... vc acha que vão gostar de mim??— perguntou esperançosa— sera que vou fazer amigos??

 Com certeza, agora vamos logo esta começando a chover, vem!!— disse chamando a ruiva, o tempo tinha fechado de repente, começando a cair pequenas gotas de chuva, conseguimos chegar na porta da cozinha, entramos e subimos, fomos para os nossos quartos, nem acredito que falei com ela, Ate que ela parece legal.

Daqui a dois dias começam as aulas novamente, vou poder ver finalmente a minha rosada, por algum motivo ainda estou pensando no jeito louco que Hinata esta agora, ela nunca foi de usar esse tipo de roupa.

Balancei a cabeça tentando afastar esse pensamento, que droga porque estou tão preocupado?? Não me importa oque aquela Hyuuga veste, não me importo com ela, na verdade pode até andar nua que não me importo.

Concluindo esse pensamento, simplesmente me joguei na cama, de barriga para cima, olhando o teto, pensando o porque de ter aquele sentimento de piedade por Karin, já que nunca senti isso por ninguém, bom não sei a resposta, mas vou tentar descobrir, com isso acabei pegando no sono.

Naruto off

Hinata onn

Nossa porque Naruto-kun olhou-me daquele jeito?? Parecia indignado, não era essa a reação que queria dele.

Hinata??— perguntou Ino, olhando-me seria — esta assim pela reação do Baka do Naruto, não é??

 Não é que......... Queria uma reação boa vindo dele, mas....... Sei lá, parecia que ele detestou, vc viu o jeito que ele me olhou?? — disse meio triste, queria um buraco para me meter, afinal resolvi "mudar" por ele .

Ei— disse levantando meu rosto, olhando-me intensamente—  vc não precisa de opinião de ninguém certo??— balancei a cabeça afirmando que sim—  Então não de moral, Hinata, Naruto e o tipo de garotão que se acha, entende?? Ele NUNCA dará o braço a torce, então não espera de imediato uma reação boa vindo dele, deixe as coisas correrem naturalmente, ok??

 Ok— disse agora com um sorriso, afinal Ino estava certa, Naruto nunca daria o braço a torcer, mas vou seguir o Conselho do meu agora querido "amigo", realmente ir para lá, me fez bem, conheci o primo de Ino, passei esse tempo lá, e ele abriu minha mente, não vou mas ser aquela Hinata idiota e ingênua de sempre, serei agora eu que irei ignorar.

 Vem vamos até a cobra, quero falar com ele!!— disse ja me puxando para irmos ate o clã Yamagushi, na realidade eu simpatizava com Orochimaru, sem contar que os pais dele são super engraçados, mas a mãe dele.

Fomos até o clã, ainda estava escuro, pois fala sério ainda era 3:30 da manhã, vi Ino pular até a janela do quarto dele, então quando a vi subir e entrar fui atrás.

Quando entrei observei Ino cutucando Orochimaru, ele mexeu-se preguiçosamente esticando-se na cama, bocejo lindamente, que coisa fofa.

Hum ...... Ino, Hinata, oque estão fazendo aqui?? Será que não vou conseguir dormi nunca?? Quando não é o Sasuke que me acorda pra falar de sonho, são vcs!!— disse emburrado, sentando-se na cama é tentando afastar a preguissa.

Quando ele finalmente conseguiu fixar os olhos em nós duas vi seu espanto, ele abriu levemente a boca, olhando-me dos pés a cabeça.

É eu sei, ela ficou linda!!— disser cheia de si, achava engraçado as reações de Ino sempre quando falava de mim.

Nossa Hinata, esta linda, agora sim acho que aquele tapado do Naruto vai perceber o quanto vc e linda— disse sorrindo para mim, fiquei com vergonha, mas também devolvi o sorriso.

Acho que não Orochimaru-Sama, ele reagiu tão mal quando me viu!— o moreno olhou-me triste, ele sabia que eu sempre fui louca por Naruto, desde crianças ele sempre soube, quando nos ficávamos brincando em jogas pedras no meio do lago.

Olha não liga, faz o seguinte, Naruto e um tapado e todo mundo sabe, então porque não teste ele??— perguntou com um sorriso no rosto.

Testar?? Mas como??— perguntei curiosa, Orochimaru sempre foi inteligente. 

Oras, namore com alguém, e preste atenção em como Naruto reagirá !!— olhei para Ino que sorriu para mim, me passando confiança— Hinata se ele realmente se importa, ele vai ficar incomodado.

É Hinata, Orochimaru tem razão, vamos fazer o teste, se ele demonstra alguma ração positiva tipo, comemorar seu namoro com outro, ai vc desiste... mas se ele demonstra incômodo ao ver vc namorar com outro, nós partimos para aquele plano lá, entendeu??— sorri para a loira, sério Ino é minha melhor amiga.

Certo mas...... quem seria meu namorado de mentirinha??— perguntei pensativa, quem aceitaria ser meu namorado e não me tocar de forma íntima??

 Oras se vc quiser eu posso ser seu namorado de mentira, mas esses negócios de beijos e tal, só quando estivemos na frente do Baka do Naruto, ok??— perguntou simples, não acredito que ele vai fazer isso por mim.

Mas é claro que sim— disse feliz, me jogando em cima dele, fazendo nós dois caímos no chão— me desculpe Orochimaru-Sama .

Tudo bem, mas acho melhor parar de me chamar de Orochimaru-Sama, me chame de Orochimaru, ou Orochimaru-kun , para poder-mos fingir ser namorados— disse simples, ele era sempre assim, calmo e sério.

Levantei de cima do mesmo meio envergonhada, concordando com oque ele tinha dito, Ino começou a rir.

Nossa isso vai ser bem divertido, Orochimaru e Hinata namorando?? Kkkkkkkkkkkkk fala sério!!— dizia a loira rindo do nossa cara.

Ino não enche ta legal??— disse Orochimaru levantando-se com lentidão, então um vulto entra rapidamente no quarto.

Aiiii , droga Sasuke quer me matar de susto?— disse Ino, parecendo revoltada com o moreno que avia acabado de chegar.

Oque estão fazendo aqui com a cobra??— disse sério, Sasuke não era do tipo que sorri, mas era nosso amigo, fomos criados todos juntos, apesar das diferenças dos clãs, nos como crianças fomos criados todos juntos, ainda mas quando nossos pais tinham aqueles jantares chatos, nos íamos para fora brincar, e acabamos nos conhecendo, ficamos amigos dês daí.

Nada........nada que interessasse a vc!!— disse Orochimaru como se dissesse um " oi " , eu não seria louca o suficiente para falar assim com Sasuke, além do mas ele é o futuro rei dos vampiros, longe de mim ter alguma discordância com o clã Uchiha.

IDIOTA NÃO FALE ASSIM COMIGO....... bom não foi pra vc a pergunta cobra peçonhenta...... Ino , Hinata podem me responder??— perguntou educado , Sasuke-Sama sempre foi muito educado isso eu tenho que admitir.

Hum..... bom é que.....— não conseguia completar a frase, estava envergonhada de falar sobre o namoro de mentirinha que ia começar com Orochimaru.

Não me diga que é mas um de seus planos loucos para conquistar aquele loiro esquisito do clã Uzumaki, ou é??— perguntou desconfiado, virei o rosto para quebrar o contrato visual, não gostava de mentir para Sasuke, além de futuro rei dos vampiros , ele também é meu amigo.

Hum não.... quer dizer, talvez seja mas só um pouquinho— disse olhando para baixo, estava envergonhada.

Sei, então qual será o plano dessa vez??— perguntou sentando-se na poltrona que tinha no quarto de Orochimaru, fitou-me com um olhar especulador.

Deixa que eu explico, sei que não vão embora mesmo para eu poder dormi, então deixa que eu falo!— eu e Ino sentamos no chão, enquanto Orochimaru e Sasuke estavam na poltrona, explicamos o plano para ele, aff não sei se isso vai dar certo, mas fazer oque?? Não posso voltar atrás agora .

Hinata off

Itachi onn

Não acredito nisso, como pode fazer isso comigo?? Vc e meu tio, não devia me proteger??— perguntei indignado, o moreno a minha frente só fez virar levemente a cabeça para olhar-me de soslaio, estava sério como sempre, mas sua aparência física estava diferente, os cabelos estavam mas longos, batiam no começo da bunda, fiquei olhando aquele "ser" que se acha meu tio, aff idiota.

Não, meu dever e obedecer as ordens do "rei" — disse deixando transparecer seu completo descontentamento em ter que obedecer meu pai, que é seu irmão mas velho.

Hum....... estou pouco me lixando para isso, não ligo para ninguém daquele lugar— disse completamente contrariado em ter que votar para Konoha.

Sério?? Nem seu irmão faz falta para vc?? Esqueceu tão rápido assim de Sasuke?— disser com um sorrisinho no rosto, odiava quando ele tentava brincar com meu psicológico.

Não enche Madara— disse com raiva, ficamos na plataforma esperando o trem— porque vamos de trem?? Podemos ir correndo!!

 Só se for vc, porque eu quero ir sem fazer esforço nenhum, quero ir no conforto de uma cama de verdade, e outra vc me fez ficar um ano inteiro atrás de vc, então não venha com essa de ir pela Mata fechada correndo, porque vamos de trem e Ponto final.— disse se virando só para não falar mas comigo, aí como eu odeio ele, sabe oque falta para Madara?? MULHER MULHER É MULHER!! 

Sei que esta falando mal de mim em pensamento, vc adora fazer isso dês de criança— disse simples, ainda estava virado para a frente, deixando-me encarar somente suas costas.

Marada porque não arruma uma mulher?? para ver se esse seu mal humor melhora?— minha intenção foi o irritar, Mas parece que aconteceu ao contrário.

Madara virou-se ficando de frente para mim, olhando-me debochadamente, fiquei sem entender sua reação.

Garoto se duvidar EU tenho uma vida sexual mas ativa que a sua!!— disse convencido.

Ae?? Como se vc mesmo disse que ficou quase um ano atrás de mim, teve tempo de arrumar uma mulher por ai??— perguntei serio.

É vc acha mesmo que eu fiquei sem uma mulher por todo esse tempo, acha mesmo que fiquei no 5 contra 1 ??— perguntou de forma irônica, fiquei olhando para ele com minha boca lá no chão— Itachi, vc ainda é um pirralho, agora cala a boca e vamos esperar o trem!!

 Mas...— calei a boca imediatamente quando vi os olhos ônix ficarem vermelhos, eu ainda perdia e feio para Madara quando lutavamos, não tinha tanto poder como ele.

Acho bom mesmo, agora senta ai no Banco de bico fechado— disse como se fosse meu pai, eu como um bom idiota obediente sentei, droga estou perdido, não tem como tentar fugir com Madara por perto.

Bom pelo menos tem um lado bom, vou ver meu irmãozinho de novo, estava morrendo de saudades de Sasuke, fiquei olhando até uma mulher LINDA aparecer com uma mala de rodinhas, é alta, provavelmente tem 1,75 de altura, com cabelos caindo em cascatas onduladas até abaixo da bunda, em cor rosa, tinha curvas perfeitas, não era exatamente como uma japonesa, tinha muitas curvas, ela estava de costas, mas pude perceber que era linda.

Estava tão perdido na belíssima visão que estava tendo, que nem percebi quando o trem chegou, só percebi quando fui puxado com certa força por Madara.

Vejo a moça entrar primero, Madara entrar logo em seguida, eu entro por último, estava distraído até perceber que Madara estava discutindo com a moça.

Vc e SEGA por acaso?? Não viu meu pé ai não??— perguntou grosseiro como somente Uchiha Madara consegue ser.

Eu não tenho olho atrás da cabeça, e se minha mala bateu no seu pé, a culpa foi sua, por não olhar por onde anda!!— disse um pouco irritada, dava para perceber que estava fazendo um esforço para não levantar a voz.

Agora sim pude ver como é linda, tinha olhos azuis Celestes, seios grandes, coxas grossas, era linda, simplesmente linda.

Vc sabe com quem esta falando garota??— perguntou ameaçador, enquanto eles estavam discutindo a porta do trem ainda estava aberta, então em passos lentos e silenciosos fui me afastando devagar, mas quando estava conseguindo chegar perto da porta, sinto alguém puxar meus cabelos com certa força, olho para trás e Madara me encarava com um olhar que dizia " se vc se atrever a sair, Mato vc " resolvi não arriscar, sabia que meu pai tinha mandado me trazer vivo ou morto, então fiquei na minha.

Sei, com um idiota sem noção— disse ja parecendo nervosa, Madara não estava muito atrás disso.

IDIOTA?? SEM NOÇÃO??— estava já gritando a essa altura— vc quer morrer garota, e isso??

Vc por um acaso está me ameaçando de morte?? por acaso sabe quem Eu sou, seu idiota??— perguntou irritada, sério os dois estavam quase para partirem para a briga.

Sei, claro que sei, estou falando com uma baixinha petulante e mal educada!!— disse chegando Mas perto, é verdade para mim ela é alta, pois somos praticamente da mesma altura, agora comparada a Madara ela era uma baixinha, pois batia na altura do peitoral do mesmo.

Baixinha é??—perguntou se aproximando de Madara com passos lentos porém firmes, nossa essa garota e corajosa, a mesma chegou perto o suficiente para quase encostar no mesmo faltava apenas dois dedos para encostar em Madara, colocou as mãos na cintura e disse olhando no fundos dos olhos ônix, que estavam quase para ficarem vermelhos— vc sabe o significado da palavra dor??

 Há é como eu sei...... porque a pergunta?? esta querendo apanhar??— disse trincando os dentes de tanta raiva que sentia.

Hum, vc e do tipo que bate em mulheres?? Ótimo vou adorar bater em vc— disse o olhando com ódio.

Yonala-chan, venha aqui, não puxe encrenca por ai— disse calmo, um homem alto, com cabelos longos loiros, de olhos azuis celestes.

Mas foi ele que começou eu juro, não estava procurando encrenca com ninguém!!— disse ainda nervosa, olhava para o loiro a sua frente.

Sei, vamos logo nos para o camarote, não esqueça que sou responsável por vc Yonala— disse um pouco mas rígido, logo abrindo um sorriso para a menina— vem sua encrenqueirazinha, vamos logo.

Disse pegando delicadamente a mão da moça, a levando para uma cabine número 12, fiquei olhando até ser puxado por Madara para entramos na nossa, que ficava bem em frente a 12.

Quando estávamos dentro percebi que era uma das maiores e mas caras, tinha duas camas, de madeiras nobres, afastadas uma da outra, também um tapete grade que abrangia todo o quarto, de cor preta, a janela era toda gradeada, os lençóis era de um Branco impecável, também perto das camas tinham duas poltronas grades e confortáveis de cor cinza, observei tudo atentamente, e disse.

Hum , deve esta gastando uma boa quantia nessa cabine, não é Madara??— perguntei curioso, a cabine era realmente bonita, bem decorada, tudo em perfeita ordem, por isso pensei que o Uchiha mas velho estava gastando uma boa quantia ali.

Não........ na verdade não estou gastando nada, quem esta gastando e seu pai, não eu!!— disse na cara de pau, sério vai ser difícil ficar aqui dois dias convivendo  com o mal humor Madara, o mas velho soltou o ar dos pulmões de uma vez, e disse — Itachi faz um favor para nós dois, cala a boca, e vai tomar um banho logo, sério estou com raiva, não quero descontar em vc!!

 Dizendo isso o mas velho sentou-se na poltrona, olhando todo ao redor, parando o olhar novamente novamente em mim, arquiando uma das sobrancelhas ao me olhar, disse.

Vc e surdo por acaso?? Vai logo tomar banho moleque !! — disse olhando sério para mim, alterando a voz levemente.

Sai contrariado para o banheiro, estava me sentindo um moleque de 11 anos de idade que ainda obedece o titio T︵T  fala sério.

Tomei meu banho um tanto demorado, ouvi Madara batendo na porta, sorri de lado ele devia esta arrependido de me deixar entrar primeiro, peguei a toalha enrolando em volta meu quadril, abri a porta dando de cara com um Madara extremamente irritado.

Pensei que tinha morrido ai dentro!!— disse com uma veia pulsando em sua testa.

Claro que não, só estava tomando um banho demorado— disse pasando pelo mesmo, parei de andar assim que ele entrou para o banheiro, batendo a porta com força, esperei alguns minutos até ouvir a água caindo, só ai me lembrei que não tinha dito para ele que....... ouvi um grito de pura raiva lá de dentro.

PORRA ITACHI VC ACABOU COM A ÁGUA QUENTE?? MOLEQUE VC ESTÁ MORTO, PODE SE DESPEDIR DA SUA VIDA MISERÁVEL.— droga, adeus vida, gostei muito de conhecer minha família, e todas as pessoas nela, adeus mamãe, adeus papai, irmãozinho chato, foi muito bom conhecer todos vcs, porque assim que Madara sair de lá, estou morto.

Itachi off

Yonala onn

Vc ficou doida??— perguntou bravo o loiro, só fiz revirar os olhos, estava irritada demais, fiquei olhando o loiro andar de um lado para o outro— vc por acaso sabe quem são eles??

 Não— respondi simplesmente, realmente não sabia quem eram eles, estava ocupada demais querendo matar aquele idiota de cabelos compridos, que nem me interessei em saber quem eram.

Há não sabe é? Pois eu vou dizer quem eles são— disse parando na minha frente, olhando-me firmemente, então sustentei seu olhar, ele continuou— eles são do clã UCHIHA, vc por acaso sabe oque eles são??

 Então me pus a pensar, sim já tinha lido algo a respeito ao clã Uchiha, parece que são vampiros, eu acho, não me lembro muito bem agora.

Hum...... vampiros??— perguntei com dúvida, o loiro olhou-me feio e disse.

É lógico ne Yonala, aff, vc faz ideia da encrenca que ia nos meter??— perguntou um pouco mas calmo, sabia que Deidara morria de medo deles, não por serem vampiros, afinal ele também era, mas sim pelo simples fato de Uchiha's serem mas fortes por serem de sangue puríssimo.

Há tabom me desculpe ok??— ele continuava ne olhando feio, então resolvi parti para o próximo passo — ah Deidara-kun descupe vai, prometo que vou me comporta juro— disse fazendo o sinal de juramento com os dedos, vi o loiro soltar aquele sorriso fofo que só ele tem.

Ai garota, um dia vc vai acabar me matando !!— disse se rendendo, jogando-se na cama de cara no travesseiro.

Sei que vc me ama— disse rindo, acabei me jogando por cima dele, nos dois ficamos rindo por um tempo, Deidara é meu melhor amigo, fui praticamente criada com ele, já que era meu vizinho, ele é o único que consegue me aturar, assim que soube que estava de partida para um lugar chamado Konoha, fiz de tudo para minha mãe deixar-me ir junto com Deidara— Deidara, vc vai me trocar quando chegar lá no seu clã??

 Oque??— disse se virando, ficamos olhando um no olho do outro, eu estava por cima dele, é ele estava por baixo me olhando— mas é claro que não sua boba, olha vc e minha melhor amiga, nunca irei deixar vc neko, entendeu??

 Fiquei olhando para ele com os olhos marejados, sempre fui muito sozinha, tinha carência de afeto, até Deidara virar meu vizinho, digamos que meus pais não eram lá muito carinhosos comigo, sempre me deixando com minha babá, nunca soube oque era amor de uma mãe, ou um pai, eles sempre estavam ocupados demais para me dar atenção, então com o tempo fui aprendendo a me defender sozinha, nunca levei desaforo para casa, aquela cena com o Uchiha lá fora não é uma coisa de outro planeta para mim, eu sempre fui assim, nunca deixei ninguém pisar em mim.

Eu to com fome— disse deitando minha cabeça em cima do peitoral do loiro, ouvi Deidara respirar fundo, sabia que estava com preguiça de levantar— eu vou lá fora, ok??

Ok, mas não demora.............. é não puxe encrenca POR AI— disse alto, pois eu já estava fora da cabine, fui para a parti do bar do trem, lá também serviam refeições.

Chegando lá sentei em uma única mesa que estava vazia, sentei e logo um garçom veio perguntar oque eu desejava, quase que eu respondo " aquele Uchiha morto" mas é lógico que não falei isso.

Um suco de melancia, e dois x-salada!!— o garçom anotou tudo e saiu, dizendo que votaria com meu pedido em 3 minutos, então fiquei esperando, olhei para aquela grande janela do trem, e me permitir pensar em como meus pais deixaram eu ir facilmente com Deidara, será que eles realmente se importavam comigo?? Droga não quero nem pensar nisso.

Senhorita me desculpe mas, a senhorita pode esperar só nas um pouco??— perguntou meio sem graça.

Claro, tudo bem, não me importo em esperar mas um pouco!!— disse sorrindo, o garçom retirou-se dali, ótimo agora vou esperar aqui com fome aff.

Olhei para a janela novamente, tinham grades árvores lá fora, tão lindo, tão especial, eu me pergunto as vezes, se alguém algum dia vai me amar como eu sou, com os meus defeitos com as minhas qualidades, será que algum dia vou saber oque é amar??

Yonala off







Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...