História Possessivo (Imagine Jeon Jungkook) - Capítulo 80


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Blackpink
Personagens Jennie, Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Jennie Kim, Jeon Jungkook, Kim Taehyung, Obsessão, Possessive
Visualizações 624
Palavras 2.368
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Literatura Feminina, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi oi mochis💖tudo bem? Espero que sim.


JÁ VOU AVISANDO QUE TEM HOTZAO E ASSIM EU TO MORRENDO AQUI KKKKK

Perdoem os erros ortográficos e boa leitura 📚💜👀

Capítulo 80 - A conversa.


Sai da empresa, e caminhei até onde o meu carro estava. Quando eu estava prestes a entrar no veículo uma mão segurou o meu braço, me virei dando de cara com nada mais nada menos quê Kim Taehyung.

 

— Oras, olha quem resolveu dar as caras. - Falei sorrindo debochado. 

 

— Você não acha que precisamos conversar? - Falou — Vamos deixar as nossas diferenças de lado, e ter uma conversa civilizada? 

 

— Tanto faz, Kim. - Falei com indiferença — Por tento que não tome muito o meu tempo, você sabe né, tenho uma mulher e um filho a minha espera. - Ele fechou os olhos e suspirou. —. Ja imagino sobre oque quer conversar.

 

— É exatamente isso que você está pensando...Acredite, foi um choque pra mim também em saber que eu sou o seu irmão. - Falou — Para mim não faz diferença, eu contínuo não gostando de você - Acabei rindo. — E a propósito, eu começarei a trabalhar na empresa Jeon’s, vamos ter que conviver juntos todos os dias.

 

— Pelo menos é recíproco, porque eu também não gosto de você.- Sorri falso — E quem disse isso? Você?

 

— Mais olha só, Jeon...Eu engulo tudo por causa da (S/N), e pode ficar tranquilo, irmãozinho - Senti um tom de deboche no “ irmãozinho “ — Eu não vou tentar roubar a (S/A) de você como fez comigo. - Cruzei os braços — Vejo que ela está bem, e então para mim se ela está feliz eu também estou. Só não pense que vai afastá-la de mim só porque estão de volta em Seul. - Ele simplesmente ignorou a minha outra pergunta.

 

— Porque acha que eu afastaria ela justo agora? Vamos nos casar, você acha que eu - Apontei para mim — Vou me preocupar com isso? Você não é mais uma ameaça pra mim, Kim.

 

— Ótimo! - Tombei a cabeça para o lado — Soube que o seu pai está preso.

 

— O nosso pai - O corrigi, eu amava provocá-lo. — Ele se entregou, e eu acho bom que você não esteja envolvido no acidente da (S/N) também, se não você vai ter que dividir a celinha com ele.

 

— Você está louco? Eu jamais machucaria a (S/N), eu a amo demais e eu faço o possível e o impossível para protegê-la.

 

— Não! Eu sou o único que pode amá-la, Kim Taehyung. - Abri a porta do meu carro entrando e antes de fechá-la ditei as últimas palavras — Fique ciente disso. - Dei partida saindo. 

 

 

MIN (S/N) - POINT OF VIEW ( ON ).

 

— E como estão as coisas entre vocês? - Mamãe perguntou segurando Myung em seus braços.

 

— Estão bem - Respondi simplista.

 

— Jeon está lhe ajudando? 

 

— Sim, até demais mãe - Ri — Trocamos de função em casa, ele faz a comida, arruma a casa e também dá toda a atenção para o Myung.

 

— Coitadinho, e você faz oque? - Riu.

 

— Na verdade ele faz comida de vez em quando, mas na parte de arrumar a casa ele me ajuda mesmo e quando eu estou muito ocupado ele troca o Myung e dá banho, Jeon leva jeito.

 

— Isso é bom, porque o seu pai não fazia nada - Reclamou — Eu digo na casa, porque com você e com o Yoongi ele era o super pai. - Quando ela tocou no nome do Yoongi abaixei o meu olhar. 

 

— E o Yoon? Faz um bom tempo que eu o vejo. - Falei baixinho. — Desde da nossa briga...

 

— Ele está bem, ontem a Yang foi em casa e falamos sobre você - Myung começou a resmungar — Calma meu anjinho, não estranha a vovó - Balançou ele — Então, ela chamou atenção do seu irmão, dizendo pra ele parar de ser orgulhoso e ir ver você e o sobrinho dele.

 

— E oque ele disse? - Agora eu estava curiosa.

 

— Ele falou que iria te visitar, ele senta a sua falta o mesmo já me confessou isso.

 

—...Eu também sinto a falta dele - Terminei de comer o último pedaço da minha torta de limão.

 

Fiquei mais um tempo com a mamãe, acho que por cerca de 1 hora conversando.

 

Resolvemos ir embora e ela me levou me deixando em casa, me despedi dela e peguei a chave para abrir a porta, mas vi que já estava aberta. Estranho porque eu jurava que eu tinha trancado...Entrei tirando o meu tênis e jogando a minha bolsa no sofá junto com a chave, calcei os meus chinelos e subi para o andar de cima com o Myung. Assim que eu adentrei no quarto dei de cara com o Jungkook, trajado com uma camiseta e um short.

 

— Ué, você não ia ficar na empresa? 

 

— Não, só fui resolver algumas coisas e participar de uma reunião.

 

Coloquei Myung deitado no berço e ele começou a chorar — Ah, não filho! - Me joguei na cama — Eu não sinto mais os meus braços de tanto carregá-lo - Falei.

 

Jeon foi até o berço e pegou o menor nos braços.

 

— Todas as vezes que ele chorar por não querer ficar no berço e você pegar, vai estar o acostumando mal. - Reclamei.

 

— Eu não gosto de vê-lo chorar. - Rebateu.

 

 — Eu também não, mas não é você que passa a maior parte do tempo com ele nos braços, Jeon. - Bufei.

 

— Dramática, como ela só. - Falou com o Myung me ignorando — Sabe quem veio conversar comigo hoje? - Falou passando a língua nos lábios, umedecendo o mesmo.

 

— Não, quem? 

 

— O Taehyung - Meu corpo gelou.

 

— Meu Deus! Oque ele queria? Vocês não brigaram não, né? - Falei de uma vez.

 

— Não.

 

— O que ele conversou com você? 

 

— O que acha que ele conversou? - Rebati.

 

— Não jogue palavras comigo, Jungkook.

 

— A gente não brigou, acho chega disso né. - Estranhei a sua fala, mas fiquei em silêncio — Bom, ele veio conversar sobre aquilo...Você sabe, mas eu ainda contínuo não gostando dele e já deixei bem claro assim como ele também já deixou.

 

— É complicado... - Passei a mão pelo meu rosto — Eu acho que vocês deveriam deixar toda essa rivalidade de lado, e resolverem de uma vez.

 

— Olha eu to tentando não ser tão explosivo por você e Myung, estou mudando a cada dia. Eu não posso falar que vou deixar essa rivalidade de lado porque aconteceu muitas coisas entre nós dois...mas quem sabe um dia.

 

— Eu te amo muito - Beijei a sua bochecha — A cada dia você está mudando para melhor.

 

— Eu também te amo muito, e tudo isso graças a você.

 

 

Será que amar demais é patológico? Se sim, estou doente de amor por você, minha querida. E desta doença não quero me curar, porque quero te amar mais e mais. Pertencer a você é a prisão mais doce. Faça de mim o que quiser, pois sou seu e ao seu lado quero passar todos os dias da minha vida.

 

 

 

[...]

 

 

Após Myung dormir, e eu Jeon nos deitamos na cama e trocamos carícias. Fazia tempo que não fazíamos isso, era tão bom passar esse tempo com ele.

 

— Você é tão linda - Colocou uma mexa do meu cabelo atrás da minha orelha — Eu sou o homem mais sortudo por ter você.

 

 

 Assim que ele terminou de falar eu selei nossos lábios e, ele rapidamente aprofundou o beijo. 

 

Jeon subiu em cima de mim, e eu enterrei os meus dedos em seu cabelo. Eu estava com tanta tesão que já fui tirando a sua blusa revelando o seu abdômen malhado. Paramos o beijo e nossas respirações estavam descompensadas, Jungkook tirou o seu short e e seguida eu desabotoei o meu vestido, ele se deitou novamente por cima de mim e começou a dar beijos molhadas em meu pescoço, ele abaixou as alças do meu sutiã e em seguida arrancou o mesmo jogando no chão. 

 

— Seus seios -Senti a sua respiração perto deles.

 

— Chupa logo - Pedi sem paciência. 

 

Jeon abocanhou um dos meus seios delicadamente já que eles estavam bem sensíveis. Foi um delírio quando ele começou a chupar eles, sentir a sua língua quente sobre os meus seios sensíveis e rígidos era uma sensação maravilhosa.

 

Uma de suas mãos desceram até a minha intimidade, ele afastou a minha calcinha para o lado e me penetrou com dois dedos de uma vez me fazendo apertar o seu ombro.

 

— J-Jeon - Gemi. Ele tirou a sua atenção dos meus seios e voltou a chupar o meu ombro indo em direção ao pescoço.

 

— Você vai gozar nos meus dedos? - Assenti — Mas assim, tão rápido - Ditou baixinho e rouco.

 

Ele enfio mais um dedo oque me fez morder os lábios com força — Humm...Kook.

 

Sem esperar gozei em seus dedos sentindo o meu corpo relaxar, mas eu não estava satisfeita eu queria mais.

 

— Eu quero o seu pau dentro de mim. - Pedi vendo um sorriso brotar em seus lábios.

 

— Ainda não, Jagiya. - Passou a língua em seus lábios — Eu quero te chupar tanto até você gozar de novo e na minha boca - Me arrepiei por inteira.

 

Ele desceu fazendo uma trilha de beijos do pescoço até a barra da minha calcinha, ele abaixou ela e eu tirei empurrando com os pés. Senti o hálito quente dele bater contra as minha vagina, a sua língua passou de leve em meu clitóris. Pendi a cabeça para trás, E agarrei o  cabelo do Jungkook, ele lambeu toda a extensão da minha vagina e, eu gemi fechando os olhos com tamanho prazer quando a sua língua começou a me estimular, e não demorou até eu sentir que iria gozar.

 

— E-Eu - Arfei gozando em seguida, a língua do meu namorado passeava pela a minha buceta sem deixar nenhum resíduo para trás.

 

— Você é tão deliciosa, amor - Ele falou tirando a sua cueca, revelando o seu membro duríssimo.

 

Mordi os lábios e a minha boca salivou — Minha vez - Falei piscando.

 

— Faz bem gostoso, do jeitinho que só você sabe. - Murmurou.

 

Levei a minha boca até o seu membro, dando uma leve lambida na glande, massageei as suas bolas e e quando ele sentiu a minha boca deslizar pelo o seu membro ele começou a gemer alto, alto até demais. Jeon levou a sua mão até o meu cabelo os segurando fazendo um rabo de cavalo, ditando o ritmo que ele desejava. Em um movimento rápido ele me tirou de cima dele e me jogou na cama.

 

— Vira de lado - Ordenou e assim fiz e senti ele atrás de mim na mesma posição.

 

— A-Amor a camisinha - Já tinha algum tempo que começamos a usar camisinha, por mais que tomasse anticoncepcional eu ainda tinha medo e de engravidar e também eu corria risco do mesmo jeito. 

 

— Vamos fazer sem hoje - Falou.

 

— Melhor não - Ele bufou e se sentou na beira da cama e abriu a escrivaninha pegando uma camisinha. Ele colocou em seu membro e se deitou de novo, Jeon levou o seu pau e deslizou até a minha entrada e em seguida ele já estava dentro de mim começando a estocar.

 

— Eu odeio usar camisinha com você, eu não te sinto como queria - Resmungou. — Porra de buceta apertada - Grunhiu apertando a minha cintura com força.

 

 

— Me fode gostoso, ahhh- Gemi.

 

— Essa buceta é de quem? Hum? - Um tapa foi desferido em minha coxa — Responde!

 

— É-É sua! - Quase gritei pela dor do tapa.

 

Jeon era de lua, tem dias em que no sexo ele é super carinhoso e tem outros em que ele é um selvagem, como hoje.

 

— Eu queria tanto te comer por trás, mas sei que você não aguentaria a dor - Engoli em seco, Jeon estava possuído pelo desejo.

 

— Eu nunca f-fiz isso - Falei e ele inverteu as posições ficando por cima.

 

— É claro que não fez, eu fui o seu único homem Jagiya - Abriu as minhas pernas se enterrando no meio delas. — Podemos tentar outro dia - Sugeriu.

 

— Jeon, cala a boca e me fode logo - Ele riu e começou a estocar com brutalidade, foi tão forte que eu perdi até o meu sentido.

 

Entrelaçamos as nossas mãos e ele mordiscou o meu pescoço — Jungkook-ahhhh - Soltei um suspiro misturado com um gemido.

 

Senti as minhas paredes internas se contraírem avisando-me que eu iria gozar.

 

— Goza pra mim - Sussurrou e por fim eu gozei fazendo com oque meu corpo relaxa-se em baixo dele. — Você me aperta tanto.

 

Após ele dizer isso o mesmo gozou, ele saiu de dentro de mim e tirou a camisinha. O mesmo caminhou até o banheiro para descarta-lá ele voltou e se jogou na cama passando seu braço por volta da minha cintura e assim ficamos.

 

 

Tudo o que eu espero é que tenhamos uma vida longa, juntos, do mesmo modo que tivemos longos motivos para sermos felizes lado a lado. Sei que a sorte sorriu para nós quando nos colocou em contato, quando mexeu com os nossos corações e mostrou que o amor tinha feito de nós, dois reféns. Sei que nada disso é um conto de fadas, mas é o sonho real mais belo que já vivi.

 

 

[...]

 

 

Manhã seguinte.

 

 

— Amor! - Gritou Jeon do quarto. — Me ajuda.

 

Larguei oque eu estava fazendo e subi até o quarto, entrei no mesmo dando de cara com a cena mais engraçada desse mundo. Myung havia feito xixi no Jeon, seu rosto estava molhado e a sua camisa também, eu não aguentei e cai na risada.

 

— Isso! De risada mesmo - Ele ficou bravo. 

 

— Você quer que eu reaja como? Meu Deus, Jeon - Continuei rindo — Myung só faz isso com você, ele golfa em você, sempre que tem oportunidade e agora fez xixi - Me aproximei e peguei a fralda da sua mão. — Deixa que eu troco ele.

 

— Vai rindo mesmo - Ele tirou a sua camisa e a jogou na cama com raiva. 

 

Segurei a risada para que ele não fique mais bravo do que já estava, terminei de trocar o meu pequeno e desci com ele colocando o mesmo no carrinho. 

 

Levei-o comigo até a cozinha quando senti algo vibrar no bolsa do meu short, peguei vendo que era o meu celular atendi em seguida.

 

 

Ligação On.

 

— Alô - Falei.

 

— (S/N)? - Na mesmo hora reconheci aquela voz rouca. 

 

Y-Yoongi!? 

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado🥰

Comentem para a tia Gi o que estão achando! No último capítulo teve poucos comentários :( gosto de ver todos vocês lá, poxa amo ler as teorias e interagir 💜

Link do grupo do wpp https://chat.whatsapp.com/ErrKYRfOOhZLWGm83ihlWL

Link da minha nova obra em parceria com uma amiga https://www.spiritfanfiction.com/historia/boss-imagine-kim-taehyung-16826530 para quem lê, atualizamos hoje👀 deem uma passadinha lá 💜

Até a próxima ~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...