História Posso dormir agarradinho com você, Woo? - Capítulo 1


Escrita por: e jasm_

Postado
Categorias ASTRO
Personagens Eunwoo, Moonbin
Tags Astroboys, Binwoo, Cha Eunwoo, Moonbin
Visualizações 195
Palavras 602
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Fluffy, Slash
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Primeira fanfic com projeto, espero que gostem.

Capítulo 1 - Terror, poços, e dormir agarradinho com Woo


Cha Eunwoo dormia entre os lençóis brancos de sua cama, todo embrulhado no meio dos edredons apenas com seu nariz para fora, para que pudesse respirar melhor. Com a boca aberta e babando, ele ronca, fazendo um leve barulho com a boca – assemelhando-se a um filhotinho de porco.

Um estrondo vem da porta do dormitório; alguém a soca com força, fazendo um estonteante barulho se espalhar por todo o quarto, o que acaba fazendo Cha acordar assustado, caindo direto ao chão.

O pequeno Eunwoo levanta assustado, fazendo carinho na própria testa — posteriormente com certeza cresceria um galo.

Olhando o relógio da cabeceira de sua cama, marcavam três da manhã, ele poderia apenas estar louco, afinal quem bateria em sua porta em plenas três da manhã?

Ainda mais agora que era semana de provas. Todos do dormitório deitavam cedo para deixar sua cabeça pronta para o furacão do dia seguinte.

Ainda meio tonto ia em direção à porta observando pelo olho mágico, Moonbin, vestido com seu pijama amarelo, batendo desesperadamente em sua porta.

— O que foi? — disse Eunwoo, abrindo a porta para o maior.

— Finalmente você abriu, Woo — Moonbin falaou, eufórico, dando um abraço apertado em Eunwoo, o qual não entendia nada do que estava acontecendo.

Eunwoo sentia Moonbin tremer. Adorava abraça-lo, mas estava mais preocupado em saber o que teria acontecido com ele do que com seu abraço apertado — e sua loção corporal com cheirinho de banana.

— O que foi, Bin? — Eunwoo acariciava seus cabelos tentando acalma-lo. Sentiu lágrimas descendo pelo rosto de Moonbin. Passando a mão por seu rosto, secava todas.

— Por favor, Bin, me diga o que aconteceu. Alguém bateu em você? Pode deixar que vou dar uma surra nele!

Woo soltou-se dos braços de Bin, indo até a porta e levantando as mangas de seu pijama de ursinho para bater em quem tivesse batido em Moonbin.

— Não foi isso — disse Moonbin depois de um tempo, puxando Eunwoo de volta ao quarto e fechando a porta em seguida. Os dois sentaram-se na cama. Eunwoo ainda não entendia Moonbin, se ninguém havia batido nele, o que então realmente havia acontecido?

— Bin… Me fala o que foi, então — Eunwoo falou olhando para o menor, suas mãos tremiam muito, Woo se aproximava mais colocando sua mão sobre a dele. — Fique calmo, vai ficar tudo bem.

Nessa altura, Eunwoo nem se importava mais em saber o que tinha acontecido com Moonbin só queria acalma-lo. Até que se pronunciou:

— Hoje nós assistimos um filme de terror, é sério, era horrível! Tinha uma mulher toda descabelada que saía do poço. Ela era muito feia! E agora não estou conseguindo dormir, tenho medo de que ela venha me pegar — Eunwoo, entendendo a situação voltou a abraca-lo.

— Bin, não seja bobo, aqui no campus nem existe poço.

— Como você sabe? E se tiver? Eu não quero que aquela criatura venha me buscar, estou com muito medo — Moonbin fazia uma cara manhosa e olhava nos olhos do garoto. — Woo, posso passar esta noite com você? Por favor, eu juro, prometo, prometo que juro que não vou tentar te agarrar.

Eunwoo gargalhou com o desespero de Moonbin, mas no fim acabou por ceder, não conseguia resistir ao charme do maior.

— Você sabe que não deve assistir filmes de terror. E não deveria deixar, mas desta vez você pode dormir comigo.

Um sorriso surgiu nos lábios de Moonbin, que esperou Eunwoo deitar para dividir os cobertores abraçadinho nele. Aquela noite foi uma das mais confortáveis para Moonbin. Ele se sentiu no céu, dormindo agarradinho com Eunwoo. Começou a pensar em ver mais filmes de terror para conseguir mais momentos como aquele...


Notas Finais


Eu amo binwoo é isto.
betagem por @Lackech capa por @Moozi.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...