História Posso te dar um beijinho? - Capítulo 1


Escrita por: e MrLatrof


Notas do Autor


Olá meu anjinhos! Bom, primeiramente, queria esclarecer que o +18 é apenas pelo Yaoi, então se o que que você quer é um bom lemon vai ler God is a Kim (tá maravilhosa TB, garanto).

Segundamente, quero agradecer à @_Azriel pela betagem 10/10 e à @Yuha-mazoi pela capa fofíssima ^-^

Terceiramente, é minha primeira vez escrevendo um fluffy propriamente dito (sem meter um singelo hot no meio), então espero que gostem.

Agora, sem mais delongas...

Boa leitura 💙

Capítulo 1 - Capítulo único.


Junmyeon estava todo felizinho. Havia ganhado um Power Ranger grandão de seu Papai Soo e queria muito mostrá-lo aos seus dois melhores amigos. Yixing e Baekhyun iriam ficar loucos, tinha certeza. Exatamente por isso, chegou super animado na escolinha na qual os três estudavam, e logo correu até a sala de aula.

Vasculhou o local todinho e nada dos dois, mas não era como se fosse tarde, muito pelo contrário, Kim tinha o maldito costume de chegar mais cedo do que todos e agora teria que ficar ali, esperando os outros até que eles resolvessem dar o ar da graça.

O problema mesmo foi quando um por um, os coleguinhas de classe foram chegando e se acomodando em seus devidos lugares e ainda assim, nenhum de seus dongsaeng's apareceram.

 Como o mais velho e o mais homenzinho, Junmyeon começou a se preocupar com eles. E se tivessem sido pegos por alguma criatura maligna? Estava tão aflito que mal esperou a diretora terminar de avisar que o professor havia faltado — e que teriam aula vaga —, e logo avançou pelos corredores incorporando seu herói predileto, o Flash, e quase soltou um sorrisão quando avistou os mais novos sentadinhos em baixo de um pé de cerejeira.

Acontece que o olhar tristonho de seu XingXing não lhe passou despercebido, e  muito menos o que saiu de sua boca logo quando o mais velho estava próximo o bastante para escutar tudo com clareza.

— Eu gosto dele, Hyunnie. — o garoto suspirou e baixou a cabeça — Gosto muito, muitinho mesmo. Tanto que meu coração fica apertadinho só de ver ele perto dos outros garotos.

— Ah XingXing, não fica assim não. — Baekhyun o consolou afagando as costas do amigo com alguns tapinhas — Eu tenho certeza absoluta que ele também gosta muitinho de você e que vocês são tipo… Tipo um príncipe e uma princesa de contos de fadas. Feitos um para o outro.

— Mas ele é um menino, Baekhyun. — Yixing voltou a encarar seu amigo, franzindo o cenho em confusão.

— Hum… Então são dois príncipes... — o Byun fez, ou tentou fazer, uma cara pensativa e logo esbugalhou os olhinhos — Ou dois bruxinhos? 

Os dois se encararam seriamente por alguns segundos e depois caíram na gargalhada.

— Não, hyung. Eu prefiro continuar sendo euzinho mes…— antes que terminasse sua fala, um som de soluço tirou a atenção do chinês.

— V-VOCÊS SÃO DOIS TRAÍRAS! — Junmyeon gritou com todas as forças dos seus pulmões atraindo a atenção dos meninos, que logo se assustaram ao verem as lágrimas encharcarem  o rostinho rechonchudo. — DOIS TRAÍRAS! EU NÃO QUERO MAIS SER AMIGO DE VOCÊS!

E quando seu hyung saiu correndo pelos corredores da escola, Zhang Yixing só conseguiu pensar em uma coisa:

— Hyunnie, será que ele ouviu a parte que eu disse que queria dar um beijinho nele?

[...]

— Olha Jun, tudo bem se você não gostar de mim também. Eu entendo, você tem outros amiguinhos bem mais legais do que eu e eu nem sou tão bonito quanto eles…

Yixing falava encarando um Junmyeon totalmente arisco na sua frente. O que ele não sabia era que seu amigo havia entendido tudo errado sobre sua conversa com Baekhyun e foi exatamente por isso que o mais velho finalmente olhou em seus olhinhos tristes. O Kim não podia acreditar que…

— Do que você tá falando, Xing?

— Ora! Você ouviu minha conversa com o Hyunnie, não ouviu? — o Zhang deixou sua cabeça pender para o lado, confuso. — Não é por isso que você tá com raiva de mim? Porquê ouviu eu falando para ele que gosto de você.

— V-você o que? — o menor piscou algumas vezes, estava atordoado.

— Eu gosto de você, ué. — o chinês afirmou, e um biquinho se formou em seus lábios.

Nunca conseguia compreender o que se passava naquela cabecinha complicada que seu colega tinha.

— XING! — o mais velho praticamente berrou, e o maior até acharia que receberia uns bons tapas se o outro não tivesse lhe agarrado o pescoço, quase derrubando a ambos. — Eu achei que você e o Baekkie estivessem me trocando por outro amiguinho.

A confissão do coreano surpreendeu o dongsaeng de tal forma que o menino se afastou de uma vez, indignado com a suposição do amigo. Como ele poderia pensar tal absurdo sobre sua pessoa?

— Eu nunca te trocaria por ninguém! Nunquinha mesmo! 

— Jura? — os olhinhos de Junmyeon brilharam como nunca.

— Juro juradinho. — Xing sorriu grande, mostrando-lhe as covinhas tão amadas pelo outro, que logo estava sendo apertada-as com os polegares gordinhos. — Você é uma das únicas pessoas que não acha o meu jeitinho estranho, Myeonnie. E, mesmo que não fosse, ninguém tem um abraço tão quentinho e um sorriso tão lindo quanto o seu.

Desta feita, foi Yixing quem o puxou pela cintura antes de se abraçarem bem apertadinho. O chinês queria tanto que o amigo entendesse que não havia Lay Zhang sem um Kim Junnie ao seu lado.

— Jun-ah… — chamou-lhe baixinho, envergonhado demais para falar em alto e bom tom.

— Hum? — murmurou em resposta.

— Eu posso te dar um beijinho? — o garoto perguntou, um pouco tímido — Papai Dae falou que eu só posso dar beijinhos em alguém se eu gostar muitinho mesmo e eu gosto de você, então..

— Então?

— Eu posso?

O Kim se afastou e o encarou mais uma vez, receoso. Se seu Papai Soo descobrisse estaria ferradinho, mas queria tanto dar um beijinho no Zhang.

— Só unzinho?

Não teria problema, certo?

— Só unzinho.

— Ok.

Yixing então se aproximou devagar do rostinho rechonchudo. Junmyeon, por sua vez, já se encontrava tão vermelho quanto um mini caranguejo. As respirações — meio ofegantes pela ansiedade — demonstravam toda a inexperiência dos meninos e os corações batiam forte e rápido no peito de ambos quando enfim aconteceu.

Com os olhinhos fechados, o Kim sentiu o nariz do Zhang encostar no seu e se mover de um lado para o outro em um beijinho de esquimó. Estava mesmo acordado? Muito provavelmente não, mas nem ligava. Estava recebendo seu primeiro beijinho do seu XingXing e estava tão felizinho que poderia sair gritando para todo mundo que gostava de montão daquele chinezinho magrelo e que ele também gostava de si.

Pera.

Ele também gostava de si.

Ele gostava de si!

ZHANG YIXING GOSTAVA DE SI!

— EU VOU MOSTRAR PARA O TITIO SOO! — Byun Baekhyun cantarolou alto o suficiente para que toda a escola o ouvisse e saiu correndo pelos corredores como o bom amigo que era.

Imediatamente Junmyeon soltou-se do abraço do mais alto com seus batimentos a mil.  Encarou o maior com os olhinhos esbugalhados e, quando finalmente se deu conta do que estava acontecendo, saiu veloz como um raio atrás do outro baixinho, sem nem olhar para trás.

— BAEKHYUN! ESPERA! VAMOS NEGOCIAR!

É… Muito provavelmente Kim Junmyeon estava em apuros e, do jeito que seu Papai Soo era, só o Papai Nini na causa.

Zhang Yixing estava prestes se dar muito mal? Talvez. Mas não antes de contar para o Papai Dae — que o Papai Minnie nunca descubra, amém —  que havia beijado o narizinho fofo de seu Junnie. E por falar nisso...

— JUNNIE! VOLTA AQUI! ME DÁ MAIS UM BEIJINHO? SÓ MAIS UNZINHO!


Notas Finais


Até a próxima, meus amores ^-^
Capista: @Yuha-Mazoi
Beta: @_Azriel


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...