História Power or Love? (Jirose) - Capítulo 1


Escrita por: e BeutyBeuty

Postado
Categorias Agust D / Suga, Bangtan Boys (BTS), Black Pink, K.A.R.D, TWICE
Personagens B.M, Chaeyoung, Dahyun, J.Seph, Jennie, Jeon Jungkook (Jungkook), Jihyo, Jisoo, Jiwoo, Jung Hoseok (J-Hope), Jungyeon, Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Lisa, Min Yoongi (Suga), Mina, Momo, Nayeon, Park Jimin (Jimin), Rosé, Sana, Somin, Tzuyu
Tags Jirose Blackpink Bts
Visualizações 70
Palavras 1.476
Terminada Não
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Nova fic :3
Espero que gostem

Capítulo 1 - Era pra ser um dia normal...


Fanfic / Fanfiction Power or Love? (Jirose) - Capítulo 1 - Era pra ser um dia normal...

P.O.V Jimim

Eu subi para a sala correndo mais que o Flash.. sim eu estava atrasado, mas não era a primeira vez... Só tomara que o professor deixe eu entrar

- Desculpe... Pelo... Pelo atraso - digo respirando rápido e meio suado.

- Você está atrasado de novo, senhor Park- ele diz com aquela voz de bravo e nervoso... Não sei porque, mas eu acho que ele não vai muito com a minha cara.

- Desculpe é que... - Iria falar, mas fui interrompido pela voz da minha salvadora

- Ele se atrasou, porque foi me buscar professor - Diz Rosé atrás de mim, ela sempre me livra de encrenca.

- Ata... Podem se senta ... E Park Jimim... Se você se atrasar de novo... - Fala o professor irritado.

- Eu já sei... Não entro mais - Falo, imitando a voz dele.

-otimo agora podem se sentar... - Fala o professor

- Valeu Chae - Falo no ouvido dela. - Acho que eu tô te devendo uma - Sempre falo isso mais ela nunca cobra, ainda bem senão teria que fazer uns mil favores, porque ela sempre me ajuda.

- Kkkkkkk denada.... Há e vc sempre me deve uma, Park Jimin - Ela diz dando êxtase a você sempre me deve uma, oque não é mentira.

Depois da aula

Vou andando normalmente, até que eu encontro um anúncio da polícia... E quem estava lá? Meu irmão. Desmond. Não tenho inveja nem nada do tipo...apenas...faço belas artes, com umas latas de tinta spray, e melhoro o Photoshop mal feito mas vamos dizer que ele não curti muito isso...

Quando eu tava quase fazendo "minha arte".

-Nem pense nisso. - Diz o meu irmão, atrás de mim.

- Ué eu não ia fazer nada... Juro- Faço a cara mais inocente que eu conseguia fazer.

- Hm sei.... Olha, eu só quero que você entre em casa e fique lá com a tia Seel Bi. Entendeu?- Ele diz sério

- Ué mais porque? - Digo curioso.

- Bom, você soube que as tropas do DUP vão passar por aqui pra levar os bioterroristas pra penitenciária de segurança máxima... não sabe? - Pergunta Desmond.

- Sei mais oque que tem? - Pergunto.

- OQUE QUE TEM?!? - Ele diz nervoso

- Ué, porque tá falando assim? - Pergunto.

- Nada é que... Bom eles são perigosos, qualquer um que entrar em contato com eles, podem morrer da forma mais dolorosa- Ele diz.

- Nossa... Ok mas - Quando eu ia terminar a frase, escutamos um barulho de exploração.

Eu e Desmond, saímos correndo e vimos que era um carro do DUP.

- Fique aqui vou chamar reforços - Ele diz pra mim, mas como eu sou teimoso e não respeito as ordens dele, eu vou em direção ao ônibus do DUP.

- Mas... Não era pra ser um carro?v- Quando eu ia chegando perto, encontro um cara no meio das ferragens preso, logo eu vou ajudá-lo

- Você tá bem? - Pergunto.

- S-sim- Ele diz fraco.

- Vem - Ergo a minha mão, quando ele pega nela eu caio no chão vendo só preto.

Jack P.O.V

Eu era uma pessoa normal, em um dia normal, até que um acidente aconteceu, e eu fiquei com esse poderes... Nós os condutores éramos os heróis dessa cidade, só que claro que esse governo de merda não quer que ninguém seja o herói... A não ser ele próprio. 2 anos depois o DUP foi criado e foi um verdadeiro inferno... Crianças, adultos, mulheres e até idosos foram pegos pelo DUP, por ser um condutor... Essa lista inclui a mim... A chefe deles, a Sharon Stone, também é uma condutora.... Porém, ela usa os poderes dela pra tortura... Poucos sabem disso, apenas pessoas do governo e alguns soldados sabem disso. Nos "presidiários" também sabemos, porém é em nós que ela usa aquilo. Quantas pessoas eu já não vi morrendo, por causa daquela idiota... Eu também quasse morri, com aquela merda encravada na perna, indo em direção ao pescoço... Mas ela parou por ali... Eu fiquei com uma dor dos infernos. Nos presos não podíamos tirar aquelas merdas de algemas feitas de fibra de carbono (mais resistente), então sim, aqueles putos davam banho na gente e limpavam nossas bundas. Mas isso tinha que mudar... E vai mudar.

Jimim P.OV

Eu acordei com Desmond, falando meu nome várias vezes...

- Ai mais oque? - Olho pras minhas mãos, e me assusto com o que eu vi... Fumaça?

- Calma cara... Vamos... Vamos dar um jeito nisso. - Fala Desmond.

-QUE JEITO CARA?!? TA... TA SAINDO FUMAÇA DAS MINHAS MÃOS E VOCÊ QUER QUE EU FIQUE CALMO? - Grito

- Eu.... E-eu vou dar um jeito, ok? Agora, tente se acalmar... - Fala Desmond.

- Ta... Vou tentar... - Falo.

- Quem era aquele cara, que estava com você? - Pergunta Desmond.

- Não sei... Um... Um tal de Jack... - Respondo.

- Você lembra como ele era? - Pergunta Desmond.

- Sim ele... Ele era careca, com umas tatuagens malucas pelos braços... Ele estava com um macacão laranja... - Respondo.

- Merda merda merda - Fala Desmond, nervoso.

- Oque foi? - Pergunto confuso.

- Ele era um condutor Jimim... Ele... Ele provavelmente te passou esses poderes. - Responde Desmond.

- OQUE?!? QUE LOUCO - Falo animado.

- Como assim que louco? Jimim você pode ser preso pelo DUP! - Fala Desmond.

- Cara - Pego nos ombros dele, olhando no fundo dos olhos dele- imagina quantas pessoas eu poderia ajudar ou até mesmo salvar... Finalmente eu... Eu iria fazer algo certo... Finalmente eu... Eu iria fazer algo que orgulhasse você e a tia Seel Bi! - Falo orgulhoso.

- É, mas ao mesmo tempo, estaria botando eu, a tia Seel Bi você ou até mesmo a Roseanne em perigo Jimim. - Fala Desmond.

- O-oque? - Pergunto.

- Esqueceu, que a tia dela é a Sheron Stone? - Pergunta Desmond.

-.... Mas... - Falo.

- Mas nada Jimim... O melhor pra ela, é que você se afaste dela... Pelo menos até tentarmos achar uma cura pra isso... - Fala Desmond.

- CURA? - Seguro ele pelo casaco - VOCÊ ACHA REALMENTE, QUE ISSO TEM CURA?!? PORQUE ATE AGORA, EU E NEM NINGUÉM VIMOS ESSA CURA - Quando eu iria continuar a falar, eu vejo o tal do Jack fugindo, logo largo o Desmond e saio correndo em direção a ele.

Ele para na minha frente, e usa os poderes dele contra mim mais eu desvio.

- Nossa... Como... Como eu fiz isso? - Pergunto.

- Faz parte do pacote pirralho - Fala Jack.

- Espera... Pacote? Que pacote? - Pergunto.

- Isso- Logo ele voa.

- Nossa - Fico chocado, vendo aquilo.

- Você também pode fazer isso.. Só se equilibrar...- Logo ele sai voando, em direção a casa da tia Seel Bi.

Logo eu tento voar e consigo, quase caindo mais consigo.

Quando chego, tudo está pegando fogo.

- Eu sabia, que não era pra eu ter confiado naquele cara. - Falo

-ainda bem que você sabe kkkkkkk - Fala Desmond rindo.

- SEU - Logo atravesso a parede, lhe acertando um soco com faíscas de fogo saindo das minhas mãos.

- Bom mas... Nem tanto - Ele se teletransporta.

Droga... Olho pra uma corrente que estava do meu lado, enrolo ela no pulso e ataco um pedaço de madeira... Não é que é uma arma boa. 

Saio em direção a saída e quando eu vejo... Era a Sharon Stone.

- Hora hora hora... Virou um condutor, Park? - Ela diz. - Levante suas mãos AGORA.

-Porque eu deveria? - Pergunto.

- Bom... Você não sabe, só que eu sou capaz de fazer... Ou sabe? - Pergunta Sharon.

- Saber de que? - Pergunto.

Logo nasce uma espécie de rocha na minha perna, me fazendo cair no chão.

-AAAAAAAAAAA- Grito de dor

- JIMIM - Rosé aparece e tenta me abraçar, porém a tia dela impede ela.

- VOCÊ NÃO VAI CHEGAR PERTO DESSE GAROTO - Ela diz, gritando com a Chae.

- VOU SIM...QUEM É VOCÊ, PRA ME EMPEDIR?!? - Grita Chae.

A Sharon, vem em minha direção e crava aquela coisa na minha cocha.

- AAAAAAAAAAA - Grito de dor, novamente.

- PARA...POR FAVOR, O JIMIM NUNCA FEZ NADA PRA VOCÊ! - Grita Chae.

- Se você continuar a defender esse garoto, eu juro que eu não vou ter pena de te machucar, Chaeyong - Fala Sharon.

-... Só... Só para de machucar o Jimim... Por favor... - Ela diz chorando, aquilo me torturou por dentro.

- Se ele não se machuca... Você se machuca! - Fala Sharon.

- NÃOOOOO - Grito. - NÃO FAÇA NADA COM A CHAE... VOCÊ PODE ATE ME MATAR, MAS POR FAVOR... NÃO MACHUQUE ELA - Grito.

- Hmmmm deixa eu pensar... Ops- Ela começa a nascer as mesmas rochas que estavam em mim, na Chae também.

-NÃOOOOO ROSÉ - Grito.

- Aaaiaiiiiiiiiiiii - Ela geme de dor

- Bom... Minha missão está completa, por aqui.... A espera esqueci...- Ela vem em minha direção, e crava aquela coisa de pedra na minha barriga.

Depois daquilo vi tudo embaçado... Mas a última cena que eu me lembro ter visto, foi da Chae chegando perto de mim e me abraçando, falando que ia ficar tudo bem... Deu pra ver que ela estava chorando... Depois disso eu apaguei.

Continua??








Notas Finais


Eita bixo '-'


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...