1. Spirit Fanfics >
  2. Power Rangers Guardiões. >
  3. Não julgue uma Hiena pelas pintas.

História Power Rangers Guardiões. - Capítulo 4


Escrita por:


Capítulo 4 - Não julgue uma Hiena pelas pintas.


Fanfic / Fanfiction Power Rangers Guardiões. - Capítulo 4 - Não julgue uma Hiena pelas pintas.

Terras do Reino

Janja e sua gangue estavam transformados e atacando cidadãos do lugar conhecido como " monte Gazela ", seu objetivo? Sugar as almas animais deles.
- Continuem rapazes! Já to sentindo o gostinho! Das almas deles! - Gritou Janja correndo atrás deles.
- Parado aí Janja! - Gritou Kion.
- Rangers Socorro! - Gritou um cidadão assustado.

Os Rangers aparecem bem na frente dos três.
- Gr.....Dark's! - Gritou Janja e uma tropa de 14 esqueletos se levantam do chão. 
- É hora de morfar! - Gritou KionTodos colocaram as mãos nos símbolos em seus ombros e gritaram....
- Espírito guardião Libertar! - eles estendem as mãos pro alto e suas auras animais se fundem a eles dando a eles seus trajes.
- Atacar! - Gritou Janja.
- Kion podemos testar as armas do Rafiki? - Perguntou Bunga ancioso.
- Não vejo o porquê não. - Disse Kion avançando.
- Aí sim hein. - Disse Fuli correndo até uma orda. - ok....lâminas guepardo! - As lâminas surgem nas mãos de Fuli. - Legal. - Ela corre com sua velocidade aumentada e corta os esqueletos os reduzindo a pó.
- Beleza minha vez. - Surge um arco e flecha pro Bunga. - Hehe. - Bunga atira na cabeça dos esqueletos com flechas energizadas. - Zuka-Zama!
- Tomem essa! - Ono voa Alto e avança com seu bastão com lâminas nas pontas e cortando os ossos dos esqueletos em mil pedaços.
- Ok.... - Besthe invoca seu martelo. - Irado! - Besthe dá uma martelada forte no chão quê abre um buraco e os esqueletos caem nele. - Pooua.
- acabou Janja, seus esqueletos já eram. - Disse Kion.
- Agora rapazes! - Janja e sua turma começaram a correr em direção a uma ponte de rochas com um rio abaixo.
- Paradinhos aí. - Kion correu na frente dos outros quase alcançando Janja na ponte.
- Deixa comigo Kion. - Bunga tenta atirar no Janja com as flechas mas acerta o chão da  ponte e Kion cai nela. - Ops.....
- Bunga seu idiota! - Gritou Fuli correndo pra beirada.
- Kion você tá bem!? - Gritou Besthe preocupado.
- Ele tá bem pessoal. - Disse Ono voando e vendo Kion sair do rio, ele estava sem o traje mas bem.
- Eu to bem Pessoal, só caí na terra sombria. - Disse Kion.
- Como assim só caiu na terra sombria? - Perguntou Fuli.
- Olha, eu vou tentar achar outra saída, me encontrem no monte da pedra achatada, lá dá um caminho pra terra sombria. - Disse Kion.
- Afirmativo Kion. - Disse Ono.
- Kion, foi mal o tiro saiu pela culatra. - Disse Bunga.
- Relaxa amigão, todo mundo erra. - Disse Kion.
- É, principalmente você. - Disse Fuli.
- Não enche peituda. - Disse Bunga.
- Como é!? - Fuli pega Bunga em um mata-leão o enforcando.
- Ah.....nada nada..... - Disse Bunga, Fuli o larga e o mesmo estaria ofegante.
- Bom mesmo Ratel! - Disse Fuli furiosa.
- Boa sorte pessoal. - Disse Kion entrando na floresta sombria.

Algum tempo depois......

Kion estaria andando alerta aos arredores, o lugar parecia sem vida, mas com alguns esqueletos de animais mortos por alguns lugares, Kion não queria admitir mas estava com medo. Até quê ele houve passos em terrenos um pouco das rochas, ele se vira pra ver se tinha alguém atrás mas nada, de repente é surpreendido por uma garota com o cabelo preto e roxo, usando um short e uma regata preta.
- Ok, ou eu mato você, ou eu te expulso daqui de forma dolorosa, o quê vai ser garotinho? - Disse ela, Kion dá uma cabeçada na mesma e a derruba. - Ai....
- Eu prefiro não lutar em um lugar quê eu não conheço, principalmente com uma garota da terra sombria. - Disse Kion se levantando e entrando em pose de batalha.
- Primeiro, eu senti um pouco de machismo no quê disse, segundo, eu também não quero lutar com o príncipe encantado. - Disse a garota.
- É Kion. - Se apresentou.
- Jasiri. - Se apresentou a garota. - Legal nos conhecemos agora vasa do meu território. 
- Acredite em mim, eu também não quero ficar aqui, escuta nós podemos nos ajudar, você me ajuda a sair e eu não volto nunca mais. - Disse Kion.
- Hm.....um príncipe e uma garota da terra sombria, parece até historinha infantil, ok, eu te tiro daqui. - Concordou a garota voltando a sua postura normal. - Só pra constar, doeu.
- Exagerei. - Disse Kion voltando a sua postura normal.

Os dois começam a andar normalmente com Jasiri guiando os dois.

Terras do Reino.

Os quatro Rangers estavam andando a caminho do ponto de encontro sem os trajes.
- Bunga tem certeza quê sabe o caminho? - Perguntou Ono.
- Relaxa suas asas aí Ono, eu sei o quê to fazendo. - Disse Bunga.
- Aham, se sabe o caminho por quê passamos pelas flores de girassol três vezes? - Perguntou Fuli irritada.
- Tem muitos girassóis nas terras do reino Fuli, não é Ono? - Perguntou Ono.
- Ah! Eu não aguento mais! - Ono voa pro alto e procura o local.
- Besthe, nossa agora que eu parei pra perceber quê eu plantei esses girassóis com meu pai quando eu era criança. - Disse Besthe sorrindo ao olhar os girassóis.
- Quê lindo Besthe. - Disse Fuli.
- Uma vez eu e meus tios comemos larvas perto de um penhasco. - Disse Bunga.
- Quê nojo Bunga... - Disse Fuli.
- Achei, fica uns dez quilômetros ao norte. - Disse Ono voando.
- Boa Ono, vamos indo pessoal. - Disse Bunga.

Terras sombrias.

Kion e Jasiri estavam andando tranquilamente, no caminho eles vem uma borboleta sendo devorada por um camaleão.
- Viu, isso é o ciclo da vida. - Disse Kion.
- Ei ei você acha quê eu não sei o quê é o ciclo da vida? - Perguntou Jasiri se sentindo ofendida.
- Bem, você é da terra sombria. - Disse Kion.
- Eu respeito o ciclo da vida, eu devoro almas de animais quê estão a beira da morte, esse é o trabalho dos devastors no ciclo da vida, o Janja é um doente quê quer devorar os espíritos animais das pessoas. - Disse Jasiri.
- Nossa....eu não tinha pensando por esse lado. - Disse Kion.
- Hahaha! - Jasiri ri. - É claro quê não, tipo, vocês das terras do reino acham quê nós da terra sombria somos muito diferentes, mas não somos, somos mais parecidos do quê pensa Kion, Sisinisawa. - Disse Jasiri.
- Sisi o quê? - Perguntou Kion confuso.
- Sisinisawa, significa somos iguais. - Disse Jasiri sorrindo.
- Então...você acha quê todos são iguais a todos? - Perguntou Kion.
- Exatamente, tipo, você tem uma franjinha no seu cabelo ruivo. - Disse Jasiri mexendo no cabelo do Kion. - E eu também. 
- Tá bem, mas você faz isso? - Kion pula na frente dela e morfa para Power Ranger, Jasiri ficou de boca aberta. - Ainda acha quê somos iguais?
- Naverdade.... - Jasiri ergue a mão e uma aura de hiena surge e se funde a ela dando um traje cinza com um capacete no formato de hiena. -...sim...
- Mas.....como? Eu achei quê só Rangers poderiam se transformar. - Disse Kion chocado.
- E eu sou uma Ranger, o meu clã tinha um responsável pela segurança do próprio clã, então a cada geração escolhem a mais qualificada, ou seja, eu. - Disse Jasiri voltando ao normal.
- Entendi, então todo clã tem Ranger? - Perguntou Kion voltando ao normal.
- Não, só os clãs quê tiveram acesso a rede de morfagem alguma vez podem ter um Ranger. - Disse Jasiri.
- Wow, agora eu entendi com o quê você quis dizer, me desculpa pelo meu preconceito idiota Jasiri. - Disse Kion se desculpando.
- Hakuna Matata Kion. - Disse Jasiri sorrindo.

Terras do Reino

Os Rangers depois de 30 minutos chegam ao local, um monte com uma pedra achatada.
- Wow finalmente. - Disse Besthe ofegante.
- Até quê enfim. - Disse Fuli.
- Ah, esse é o monte da pedra achatada, sabiam quê tem um trilho quê agente poderia ter pego no caminho quê dava direto pra cá? - Perguntou Bunga inocentemente.
- Ora seu..... - Fuli iria dar um soco nele mas Besthe a segura.
- Depois você bate nele Fuli. - Disse Besthe.
-  Tanto faz....agora é só esperar o Kion. - Disse Ono.

Terras Sombrias.

Jasiri havia conseguido levar Kion a poucos metros do ponto de encontro.
- Bem, é só seguir em frente e você tá em casa. - Disse Jasiri.
- Obrigado, ah, quando precisar de ajuda, já sabe quem chamar. - Disse Kion sorrindo.
- Aham, sei sim hihi. - Disse Jasiri indo embora.
- É ela é legal. - Disse Kion seguindo em frente.

No caminho de Jasiri ela sente a presença de três inimigos.
- Apareçam! Eu sei quê são vocês. - Disse Jasiri, logo, eles aparecem, Janja, Cheeze e Chungo.
- Olá Jasiri, faz um tempinho hein. - Disse Janja.
- Deixa eu ver....exatamente a dois anos quê eu terminei com você. - Disse Jasiri sorrindo.
- hahaahhah! Ela tirou onda com você Janja haha. - Ria Cheeze.
- Cuca oca calado! - Disse Janja.
- Bem, é isso quê você quer Janja!? - Gritou Jasiri, Kion conseguiu ouvir e estaria voltando correndo.
- Ataquem! - Os três morfam e vão pra cima da Jasiri.
- Gr... essa é nova. - Jasiri também morfa e dá um chute com aura de hiena nos três os derrubando no chão.
- Gr... droga! - Gritou Janja se levantando e indo pra cima dela novamente, Janja a atacava com socos e chutes mas ela só desviava de todos.
- Já acabou? - Perguntou Jasiri sendo sarcástica.
- Hehe. - Janja dá uma rasteira a derrubando no chão e ficando por cima da mesma. - Já sim hehe.
- Gr...eu tomaria cuidado se fosse você. - Disse Jasiri.
- Você tá presa e cercada Jasiri, não pode fazer nada. - Disse Janja.
- Mas eu posso! - Gritou Kion dando um murro na cara do Janja.
- Janja, é melhor agente vazar. - Disse Chungu.
- É, eu não quero ser soprado pra longe de novo. - Disse Cheeze.
- Droga, voltaremos Jasiri, pode apostar! - Disse Janja, os três correm pra longe.

Um tempo depois.....

Kion e Jasiri chegam ao ponto de encontro aonde os outros esperariam por Kion.
- Até quê enfim Kion e.....devastor!? - Disse Bunga surpreso.

Fuli fica frente a frente com Jasiri fazendo as duas entrarem em pose de combate.
- Fuli para, ela me ajudou a voltar pra casa. - Disse Kion.
- Tá...né...se ela é sua amiga é minha também. - Disse Fuli voltando a sua postura normal.
- Bem, tenho quê ir andando, foi bom te conhecer Kion. - Disse Jasiri voltando a terra sombria.
- Até mais pessoal, Rangers vamos pro Qg. - Disse Kion indo na frente dos outros quê o seguiam.

Continua....... 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...