História Pra você dar nome ! Xiuchen - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Tags Chanyeol, Chenmin, Exo, Jongdae, Kyungsoo, Lay, Mark, Minseok, Xiuchen, Xiumin
Visualizações 118
Palavras 1.345
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fluffy, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Seinen, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Demorei mas cheguei

Desculpe os erros e o desanimo rsr.
Sei que vocês merecem muito mais do que esse capitulo, então prometo me esforçar no proximo
por favor não desistam de mim, e eu não desistirei dessa fic

amo muito muito vocês

Capítulo 9 - 09


Fanfic / Fanfiction Pra você dar nome ! Xiuchen - Capítulo 9 - 09

xxx

- E trouxa que chama ? - foi o que pensei antes de responder a mensagem do Min. 
Eu estava puto com ele. Porra eu só queria ajuda-lo, eu realmente não entendo porque ele me tratou daquele jeito, sai daquela casa sem sequer olhar pra trás. Mas eu sou tão trouxa  - suspiro - só bastou aquele Bendito serumaninho me manda uma mensagem, uma unica mensagem, que cérebro toscamente apaixonado apagou de sua memória tudo aquilo que ele havia feito comigo. Aquela simples mensagem de texto fez com que todo aquele sentimento ruim e angústia em meu peito desaparecesse, foi como se aquilo nunca tivesse acontecido entre nós. É eu sei, pode me chamar de trouxa, eu prefiro dizer que é amor, soa mais bonitinho. Saquei o celular no bolso depois de um curto período dando um "gelo" no Min, e respondi sua mensagem sorrindo bobo.

Chen
Onde quer ir?
Minseok
vamos ao park ?
Chen 
Hm, pode ser. 
Que horas ?
Minseok
Pode ser as 19h ?
Chen
Ok ! As 19h então
Minseok
Ok
Chen 
Blz.

 

Respondi friamente as mensagem, mas a verdade é que por dentro estava em estase e meu coração saltava de pura euforia. Era a primeira vez que sairia com Minseok, podia aproveitar aquela oportunidade pra reverter o climão que havia entre nós e  ter um encontro romântico  com ele. 

Faltavam 2 horas pro nosso encontro, e eu me arrumei como em noite de natal. Escolhi minha melhor roupa, uma camisa social preta com listras e uma calça jeans.Hidratei o cabelo, que estava bastante maltratado por conta da química. Tomei banho longo e relaxante, bolei na minha cabeça mil formas de me declarar a ele, sai do chuveiro disposto a me confessar e me arrumei. 

Cheguei no lugar marcado meia hora antes do combinado. Adorava aquele horário de fim de tarde, pude sentir o doce ar  do crepúsculo e vi o céu escurecer . Tirei um saquinho do meu bolso peguei uma cenoura e a fumei sentado no banco do park. Faziam algumas semanas que havia parado de fumar, e honestamente sentia cada vez menos falta do cigarro, algo preenchia o vazio em mim, ou melhor alguém, alguém que vestia blusa listrada branca e azul calça jeans clara, usava um óculos redondo e caminhava em minha direção.  Abri um sorriso largo ao vê-lo  - puta que pariu como era lindo meu pequeno doce anjinho. -

— Oiiii - o menor  acenou  tímido balançando as duas mãos. 
— Oiii - o loiro levantou sem jeito abraçando o outro, e logo sentou no banco novamente.
— Chen, me perdoa por ter te tratado daquele maneira no outro dia. É-é que eu e meu padrasto ... - suspirou —  temos uma relação complicada. - cerrou os punhos to tecido da sua calça — eu ... - o menor apertou as mãos e suspirou pesado criando coragem — eu ten..
— Eu te amo Minseok. - Jongdae falou rápido e atravessando a fala do menor . 

Xiumin arregalou os olhos e levantou a cabeça rapidamente encarando o mais velho. Seus olhares enfim se  encontram naquela noite e um silencio doloroso se fez.Parecia que aquelas palavras mágicas haviam aberto e os transportado para outra dimensão. Tudo fez silencio, a boca do menor secou e seu coração imediatamente acelerou. Seu corpo inteiro gelou de tal maneira que entrou em colapso ao sentir o choque térmico do  calor que emanava dos lábios do maior que se aproximava em brasa. Não era muito bom em física mais sabia que duas massa de ar em polos tão extremos causariam uma grande tempestade. Respirou fundo uma ultima vez, fechou os olhos devagar até eles se tornarem duas linhas finas e embaçadas. Xiumin sentia borboletas em seu estômago e uma manada de elefantes estourar em seu coração. Seu lábios finalmente se encontraram, o mais velho, responsável pelo selar, entregou ao outro um beijo calmo e terno, apesar de inseguro e tremulo ousou em sua investida e logo pediu passagem com a língua, que foi timidamente cedida pelo moreno. Os dois valsaram e entrelaçaram suas línguas em uma sincronia perfeita. O loiro levou as mão até as bochechas quentes e coradas do menor e as acariciou com seu polegar, desceu as mão até a nuca do mesmo e colocou em seus dedos entre os fios de cabelos do Min, puxando levemente para trás, separam o ósculo assim que sentiram os lábios adormecerem.

— Uau. - o mais velho sorriu e tomou folêgo.
— C-chen - o menor tocou em seus propríos lábios e corou.
— O que foi Minseok ? - Chen o olha serio — não gostou ?
— C-claro que gostei é q-que...
— Minseok, você sente alguma coisa por mim ? 
— Claro que sinto Chen. Eu gosto de você . - sorriu - 
— Mas você gosta de mim como amigo ou romaticamente falando ? - o loiro coloca a mão atrás da nuca e sorri sem graça - 
— Romaticamente falando. - deu risada-
O maior sorriu largo e pegou o outro pela mão — Vamos. - e puxa o mais novo para uma caminhada.
— Vamos pra onde doido ? 
— Vamos dar uma volta no park, quero ir na montanha russa - sorriu
— Amas você vai só - O Min cruzou os braços e relutou em continuar.
— Aish, por que Minseok ? - o mais velho bufou franzindo o cenho.
— Eu não gosto muito, eu fico enjoado.
— Então vamos na roda gigante - o loiro sempre insistente abraçou o menor por trás envolvendo os braços na cintura do rapaz e beijou seu pescoço. Seguiram andando assim até a bilheteria do Park aonde compram seus ingressos e seguiram para a fila da roda gigante.

— Chen eu preciso te falar uma coisa. É sobre o meu passado.
— Não quero saber Miseok - olhou pro alto admirando as luzes da roda gigante,
— Mas Chen ..
— Vamos - os dois entraram no brinquedo e se acomodaram em seus lugares.
—Eu sou uma pessoa horrível Jongdae - insistiu no assunto -  você não vai mais gostar de mim quando souber do meu passado.

 A roda gigante se movimenta e os dois param no topo do brinquedo. Lá de cima era possível ver toda cidade, inclusive o rio, lindamente iluminado pelas cores violeta e vinho de um festival que estava acontecendo naquele dia.

— Minseok - o mais velho suspira e admira a paisagem - eu não quero saber do seu passado. Não me importa o que você fez no passado. Eu não te conhecia, o que me importa é daqui pra frente. 
— Chen. ... - o maior sela os lábios do outro no intuito de por fim aquele assunto.

Saíram da roda gigante e continuaram a noite sem tocar no assunto. Se divertiram como naqueles romances adolescentes dos mais clichês, até teve a tentativa frustada do mais velho em ganhar um ursinho enorme  pro Min na barraca do tiro, mas Chen só conseguiu um chaveirinho de gatinho. Sorriam levemente e se divertiram como nunca antes, se beijaram novamente enfrente ao carrocel, estavam tão entusiasmados que não contiveram seu desejos, entregam um ao outro um beijo intenso.

—  Vamos lá pra casa Chen ? - o menor falou arfando entre o beijo -
—  Vamos. - sorriu safado e mordeu o lábio -

Tomaram o táxi e  iniciaram um beijo ansioso, aproveitaram o escurinho que fazia dentro do carro para dar um beijo de forma mais quente. O mais velho levou suas mãos ágeis para de baixo da camisa do outro e apertou sua cintura, arfaram entre o beijo e ouviram o pigarreio do motorista descontente com a "senvergonhice" que estava rolando no banco de trás.Os dois riram e coraram com a cena.
Chegaram enfrente ao prédio do menor, Minseok desceu primeiro, Chen pagou a corrida e desceu do carro, viu que o mais novo estava estático na calçada olhando fixo pra frente e se virou pra ver o motivo.

—  Quem é esse KIM MINSEOK ? - perguntou o moreno magro ao se aproximar. —  Ele é  seu namorado ?  
— Não, não Lay - o menor olhou assustado e negou com a cabeça. —  ele é só um amigo.

Só um amigo !


Notas Finais


Quem acha que o MINSEOK só faz merda respira !


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...