1. Spirit Fanfics >
  2. Pra você lembrar de mim >
  3. Capitulo III

História Pra você lembrar de mim - Capítulo 3


Escrita por:


Capítulo 3 - Capitulo III


Pollyusica maneou a cabeça, confirmando o que Gray mais temia.

- Juvia, você tem certeza que não sente nada quando me vê? - colocou as mãos nos ombros da maga, não aceitando a realidade.

- Juvia te acha muito bonito, mas é só isso. - desviou o olhar com as bochechas coradas. Ela não poderia negar a beleza do moreno, afinal de contas. Gray também sentiu seu rosto esquentar.

- As chances dela se lembrar de você futuramente são muito baixas, mas você pode tentar estimular suas memórias. - a curandeira tirou-os daquele breve momento e  trouxe Gray de volta com um conselho, não sabia se aquilo poderia surtir efeito, mas no momento era a única opção do mago de gelo.

- Juvia, você não pode me esquecer. - puxou o rosto da azulada, forçando-a a fitá-lo.

- Por que...? - embora tivesse entendido que não se lembrava do garoto e que aquilo era ruim, não entendia o motivo dele parecer tão inquieto com aquilo.

- Porque eu não sei mais viver sem você ao meu lado. - pegou nas mãos da maga, respirando fundo. - Eu prometo que te farei lembrar de mim.

Juvia abriu a boca para responder, mas Gray já tinha saído do local. Levy e Gajeel tinham ido embora há algum tempo com o dragon slayer recebendo uma bronca por ouvir conversa alheia. Mirajane sorriu, despedindo-se de Pollyusica.

- Juvia, eu sei que você não se lembra do Gray, mas ele é muito importante pra você. - sentou-se ao lado da amiga. - Dê uma chance pra ele te mostrar isso.

 

—- x —-

 

 

A guilda estava barulhenta como sempre, mas um certo homem parecia estar usando todos os seus neurônios pensando em algo. Levou as mãos à cabeça e suspirou em frustração.

- Ah! Eu não consigo pensar em nada! - praguejou, batendo a cabeça na mesa.

- Meu deus, ele endoidou de vez. - Freed observou o mago de gelo ao longe.

- Ser ignorado pela Juvia foi demais pra ele. - Bickslow concordou.

- Vocês deviam ajudar ele ao invés de ficarem aí fofocando! - Evergreen apareceu atrás deles dando tapas em suas cabeças. - Não veem que ele está sofrendo?!

- Homem que é homem sofre por amor! - Elfman ao seu lado gritava a plenos pulmões e Evergreen sentiu suas bochechas esquentarem.

- Que cara é essa, Gray? E cadê a Juvia? - Lucy se aproximou do deprimido mago.

- Lucy! Como eu faço pra alguém se lembrar de mim? - o Fullbuster segurou a maga pelos ombros, assustando-a.

- Eh? Como assim lembrar de você? - Lucy não tinha entendido nada.

- Juvia não se lembra dele por causa de uma magia, então Gray precisa achar um jeito de fazer as memórias dela voltarem. - Mirajane explicou com um sorriso enquanto passava pelos dois.

- Hm... isso é um problema. - a loira pensou um pouco e sorriu ao lembrar de algo. - Que tal você mostrar algumas fotos de vocês?

- Fotos...? - o moreno arqueou uma de suas sobrancelhas, não entendendo.

- Sim! As fotos são tiradas para eternizar momentos, então talvez quando você mostrar as fotos, Juvia se lembre dos momentos e de você! - seus olhos brilhavam, sentia-se um verdadeiro gênio.

- É uma ótima ideia, Lucy. - Erza entrou na conversa com um sorriso. Eles se assustaram com a inesperada aparição da ruiva, mas resolveram não falar nada. - Tenho certeza que você deve ter alguma.

- Não sei... quem costumava guardar essas coisas era a Juvia. - suspirou, soltando um muxoxo. - Bem, vou pra casa, com sorte acho algo.

Despediu-se, saindo da guilda. Nem Natsu e Gajeel chamando-o para brigar o fez sair do seu caminho em direção à sua casa.

 

—- x —-

 

 

Entrou em sua casa e sorriu de canto. Em todo lugar que olhasse tinha um presente de Juvia. Ela costumava dar algo para ele sempre que voltava de alguma missão ou quisesse comemorar alguma data especial para eles, mas que na verdade era só um dia normal. Resolveu dar uma procurada por entre os presentes para ver se encontrava as fotos que Lucy e Erza comentaram.

 

[...]

 

Depois de horas tentando achar alguma coisa no meio dos inúmeros presentes, Gray achou uma caixinha com algumas fotos que Juvia tirou e deu uma cópia para ele. Ela dizia que era para ele nunca esquecer dela.

- Que ironia ser você a esquecer de mim, Juvia. - fitou as fotos em nostalgia.

A primeira foto deles, quando se enfrentaram na Phantom Lord e Juvia viu o sol pela primeira vez.

- Eu jamais poderia imaginar que te derrotar naquele dia resultaria nisso tudo. Mas eu não me arrependo, é bom te ter na guilda, Juvia.

A segunda foto era de quando eles foram atacados pelos amigos da Erza e Juvia o salvou com seu poder de água. No fim, eles nem conseguiram aproveitar o hotel, mas ela o ajudou muito naquela época.

- Na verdade, eu estaria bem encrencado se você não estivesse ali.

A terceira foto era de quando eles estavam em Terounjima. Muita coisa tinha acontecido naquela ilha... o exame classe S, o ataque da Grimoure Heart, Ultear, Acnologia, Juvia... talvez tenha sido ali que ele passou a vê-la de uma maneira diferente.

- Eu teria ficado louco se a Ultear tivesse te matado. Quando penso que poderia não ter chego a tempo...

A quarta foto era durante os Grandes Jogos Mágicos. Dias antes da luta com os dragões, quando ele quase viu a garota morrer e quase morreu tentando salvá-la. Durante os jogos, ele viu o quanto Juvia era forte e determinada e não pôde deixar de admira-la.

- Nós realmente formamos um belo time.

A quinta foto fez um sorriso triste nascer nos lábios de Gray. Era de quando eles lutaram contra a Tártaros e ele reencontrou seu pai. Depois de tantos anos, ver seu pai morrer de novo nunca tornou-se uma memória fácil de ser superada, mas ele agradecia Juvia por ter libertado a alma do homem.

- Você sempre me protegeu e esteve do meu lado, mais do que isso... você protegeu ao meu pai também.

Gray pegou as cinco fotos, decidindo que iria usá-las para fazer Juvia lembrar dele. Eram momentos preciosos que eles passaram juntos, ela não poderia esquecer mesmo com a magia. Gray sabia que tinha errado muito até ali, sabia que tinha demorado a dar respostas à garota, sabia que talvez não merecesse uma segunda chance e deveria apenas deixá-la seguir sua vida. Ele sabia. Mas sabia também que jamais encontraria alguém que o amasse tanto do jeito que ele era como Juvia o amava, sabia que nenhuma outra mulher o deixaria tão nervoso e feliz ao mesmo tempo, sabia que não existia outra pessoa além de Juvia que ele gostaria de passar o resto da vida junto. Então ele iria lutar pela garota, iria lutar pela história deles, iria lutar pelo amor deles.


Notas Finais


Confesso que senti uma nostalgia boa ao lembrar dos momentos mais marcantes desses dois... na verdade tem bem mais, mas resolvi colocar os que mais me tocaram durante o anime/mangá


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...