1. Spirit Fanfics >
  2. Pra você lembrar de mim >
  3. Capitulo V

História Pra você lembrar de mim - Capítulo 5


Escrita por:


Capítulo 5 - Capitulo V


Andavam lado a lado em um silêncio confortável. Em seus rostos habitavam sorrisos contidos. Juvia não fazia a mínima ideia de onde Gray a estava levando, mas depois do que acontecera no dia anterior, sabia que podia confiar no garoto. Ele a deixava aquecida, embora sua magia fosse de gelo, o que era, no mínimo, bem engraçado.

- Juvia. – parou, acompanhando o mago ao vê-lo parar também. Olhou para a construção à sua frente. Era um luxuoso hotel da cidade. – Chegamos.

- Huh? – franziu as sobrancelhas em confusão. O que fariam em um hotel? Sentiu suas bochechas corarem ao pensar em uma hipótese.

- Vamos. – viu sua mão ser tocada pelo moreno, observando-o entrelaçar seus dedos, o que fez seu pobre coração aumentar os batimentos levemente.

Olhou para a outra mão do mago e viu uma foto deles. Outra foto deles. Sorriu, descobriria mais alguma aventura que passaram juntos.

 

--- x ---

 

O lugar era realmente bem bonito. Sentiu-se ser guiada para um balcão de bebidas e imitou Gray quando o mesmo sentou em uma das banquetas.

- Foi aqui que nos reencontramos pela primeira vez. – sorriu, mostrando a foto que havia trazido. – Bem, eu acho.

Juvia fitou a foto com atenção. Eles estavam sorrindo e parecia um ambiente muito alegre. Olhou-o com as bochechas quentes ao imaginar que o momento da foto era um encontro.

- J-Juvia e Gray-sama saíram num encontro? – gaguejou, vendo os olhos do jovem arregalarem brevemente.

- Não. – maneou a cabeça, rindo. – Na verdade, eu vim com o Natsu, Erza e Lucy.

- Natsu, Erza e Lucy...? – repetiu, e por um curto instante sentiu-se decepcionada.

- Sim, e te encontrei aqui. Nesse mesmo lugar. – Gray parecia alheio à decepção estampada no rosto da maga. – Antes de sermos atacados.

- Atacados? – voltou sua atenção a história, deixando sua imaginação de lado.

- Sim. Pelos amigos de infância da Erza. – encolheu os ombros. – Eles nos atacaram para levar Erza até Jellal.

Levou as mãos à boca, pensando na possibilidade de perder a ruiva. Maneou a cabeça negativamente, não gostando do que imaginou.

- Você me salvou naquele dia.

Juvia arregalou os olhos com a afirmação. Viu os olhos negros do Fullbuster olharem-na com intensidade e sentiu um arrepio passar por sua coluna.

- Juvia... como... Juvia salvou Gray-sama... – começou a murmurar palavras sem sentido, fazendo o moreno franzir as sobrancelhas sem entender.

Deu de ombros, voltando a contar a história.

- Um deles nos atacou enquanto conversávamos, você me protegeu dentro da sua água. – sorriu de canto. – Eu nunca cheguei a agradecer devidamente.

- Não precisa. – sorriu, fitando-o com uma expressão adorável. – Gray-sama salvou a vida de Juvia anteriormente também.

 

---- x ----

 

- Ah! Que lindo! – exclamou com os olhos brilhando. Gray olhou na direção do olhar da maga e viu que se tratava do jogo de tiro ao alvo. Ela provavelmente queria um dos bichos de pelúcia que estavam expostos como prêmios.

- Você quer jogar? – questionou, vendo-a corar e apertar seus dedos nervosamente.

- Juvia não é muito boa com esses jogos. – confessou. – Juvia nunca conseguiu jogar, na verdade.

- Por que? – a afirmação deixou-o curioso.

- Juvia sempre foi sozinha por causa da chuva de Juvia. – encolheu os ombros. – Juvia nunca saiu para se divertir assim.

- Você não está mais sozinha, Juvia. – sorriu, pegando na mão da garota e rumando para o local do jogo.

- Gray-sama... – sussurrou, sentindo seu coração aquecer novamente. O calor que emanava do contato de suas peles era indiscutivelmente a melhor sensação para a garota.

- Qual você quer? – chegaram ao local, e Gray pegava a arma com o vendedor. Não era o melhor em atirar, mas com certeza pegaria o tal brinquedo que Juvia tanto queria.

- Aquele. – apontou para uma almofada em forma de neve. – Juvia quer aquele.

Surpreendeu-se ao ver o prêmio, mas sorriu. Estralou o pescoço, preparando-se para acertar a almofada com tudo.

 

--- x ---

 

- Eu achei que fosse escolher algum bicho de pelúcia. – comentou, vendo a azulada abraçar a almofada com um sorriso maior que seu rosto.

- Juvia escolheu a neve por ser o resultado da união das nossas magias. – afirmou, mostrando o prêmio para o moreno. – Juvia e Gray-sama já juntaram suas magias?

- Várias vezes. – respondeu com um sorriso, após o breve momento de surpresa com a resposta da jovem. – E sempre ganhamos.

- Ah!... Juvia queria lembrar desses momentos. – suspirou em tristeza. – Parece que Juvia não viveu nada.

Gray encarou o chão, sentindo-se frustrado também. Apesar de estar sendo bom passar aqueles momentos com Juvia, não parecia estar funcionando para reverter a magia.

- Bem, Juvia não pode fazer nada em relação a isso! – fitou-a com a exclamação. – Juvia tem aproveitado bastante as novas memórias com Gray-sama.

Sorriu, pegando na mão da azulada e passando a puxá-la em direção à uma máquina de foto instantânea.

- Eu também estou aproveitando bastante nossos novos momentos, Juvia. Mas, antes de irmos embora, precisamos da nossa foto.

- Gray-sama. – chamou ao pararem na frente da máquina. O Fullbuster olhou-a, curioso. – Juvia promete nunca mais se esquecer de você, então por favor, não esqueça Juvia também.

Gray sorriu, fazendo um leve afago nos cabelos azulados.

- Eu não vou.


Notas Finais


Eu sempre pensei que os filhos deles usariam magia de neve, e seria tão fofo, por isso a referência <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...