1. Spirit Fanfics >
  2. Preciso do seu amor >
  3. Troca

História Preciso do seu amor - Capítulo 31


Escrita por:


Capítulo 31 - Troca


Rin estava chocada diante do que Naraku acabara de revelar.

 

 

- Você joga no Sesshoumaru, uma culpa que é a sua? Realmente você é louco.

 

Ao dizer isso a morena sentiu as suas costas sendo chocada contra a parede, e seu pescoço apertado pela mão de Naraku.

 

- Sim! É culpa dele, se ele não tivesse aparecido na vida dela. Ela estaria comigo! Seria minha.

- Ela era a sua irmã seu doente, ela nunca ia aceitar você como homem, ela amava o Sesshoumaru e com ele, Rapunzel feria mais feliz do que se ela tivesse viva ao seu lado

Naraku nesse momento da um tapa em Rin, tirando sangue da morena.

 

- Ela nunca seria feliz ao lado dele, porque ele não a amava

 

- Como você pode dizer algo assim!

- Porque eu sei, nem um homem amava Rapunzel como você eu. Ela... Ela era tudo pra mim . Minha alegria, minha razão de vida, eu vendi a minha alma ao demônio para protegê-la, não era justo que a perdesse. Não, eu não podia perdê-la. Não depois de tudo .

- Se você a amasse de verdade a deixaria ser feliz com o Sesshoumaru- gritou Rin.

- ELA NUNCA SERIA FELIZ COM ELE!

 

Rin, sentia ar faltar em seus pulmões, até que a mão antes em volta do seu pescoço , não envolvia mais .

 

Rin tossia e tentava respirar fundo.

 

- Eu preciso de você viva ainda !

 

Rin encarou Naraku.

 

- Você vai ser perfeita!

- P-perfeita ?

- Sim, quando eu estava presta ate matar , aquele idiota do Sesshoumaru se sacrificou para te Salvar, você se arriscou para salvar ele .

- Então eu Percebi eu vou te usar pra trazer a Rapunzel de volta, e de quebra vou fazer o Sesshoumaru sofrer.

- O que?

- Vou usar a sua alma para trazer a minha Rapunzel de volta. Para se trazer um amor dos mortos, tem se der

- você é louco!

 

Naraku, riu.

- Sim, eu sou.

 

 

 

(...)

 

 

Sesshoumaru estava desesperado a procura de Rin, fazia horas que ele andava em busca dela. Já não sabia mais o que fazer.

 

- Sesshoumaru, você precisa se acalmar .

- Me acalmar ? A Rin está desaparecida , eu preciso achá-la.

- E a gente vai achá-la, talvez a menina que Rin e Sango salvou. Possa nos dar mais informações.

Ao falar isso, parece que Sesshoumaru teve a mente clareada.

- A menina! Onde ela está?

- Ela está descansando, está aos cuidados de Sango.

- Eu vou ver essa garota agora .

- Calma, Sesshoumaru.A menina está descansando ela passou um trauma, quando ela tiver melhor ...

- Quando ela tiver melhor, pode ser que a Rin não esteja mais viva... Talvez eu não encontre Rin, nunca mais.

 

Dito isso, Sesshoumaru se afastou de Miroku.

 

- Onde está a Sango?

- Ela está cuidando da menina no quarto dela - disse uma das servas .

 

Sesshoumaru em passos rápidos chegou ao quarto de Sango, entrando no local com tudo, e encontrando sobre a cama a garotinha salva por Rin.

 

- O que está fazendo Sesshoumaru?- perguntou curiosa.

- Eu preciso falar com essa garota.

- Não agora.

- Agora sim, a Rin está desaparecida .

- Eu sei Sesshoumaru, mas a garotinhas precisa descansar .

- Sango, eu vou falar com essa garota por bem ou por mal.

 

Sango puxou a sua espada preso em sua cintura, impedindo que Sesshoumaru continuasse.

 

- Só por cima de mim.

- Sango... Se eu precisar te derrubar para conseguir falar com essa garota , eu farei.

Sesshoumaru puxou a sua espada também.

 

- Ta maluco, Sesshoumaru! Abaixa essa espada.

Gritou Miroku ao chegar ao quarto.

 

- Eu só quero conversar com essa menina.

- Esse não o momento Sesshoumaru.

- A Sango tem razão. Agora abaixe a espada.

- Essa garota pode ser a chance de achar a Rin, ou eu posso perda-la.

 

Sesshoumaru abaixou a espada .

 

- Eu só quero achar a Rin.

- Eu sei Sesshoumaru, todos queremos.

-Eu quero ajudá-los...

 

A voz infantil chamou atenção de todos.

 

- Querida!

 

Sango se aproximou da garota.

 

- Descanse.

- não, eu quero ajudar de alguma coisa, a moça que salvo a minha vida.

 

Sesshoumaru se aproximou.

 

- Garotinha, você de lembra de alguma coisa.

- S-sim, Eu me lembro de quase de tudo.

- Você pode me falar .

 

Mesmo um pouco assustada e triste a garotinha começou a falar.

 

- Um homem de veste pretas e roxo deformado invadiu a vila dizendo que todos deveriam queimar como a sua alma queimou quando o amor da sua vida morreu então de repente em um piscar de olhos a vila foi tomada por chamas.

- Naraku. - diz o platinado.

 

 

(...)

 

 

Havia uma mulher amarrada pelos braços e pelas pernas, ela estava completamente nua .

 

- Por favor meu Senhor . - pediu antes de ter a sua garganta cortada . O seu sangue foi colocado dentro de uma tigela, Naraku então levou o sangue da garota virgem para o altar.

 

 

Uma fumaça preta e densa surgiu através do sangue da garota.

 

 

- Chernabog! Senhor do submundo, rei dos mortos, te ofereço o Sangue desta virgem.

De repente um ser demoníaco surgiu.

- O queres servo!

Naraku travou o maxilar, ele odiava ser chamado de servo, porém tinha que engolir isso. Por ela .

 

- Quero a Rapunzel de volta.

 Chernabog riu uma risada tenebrosa e assustadora. Era como se um trovão houvesse estourado.

- Sabes que para trazer a sua irmã de volta, eu quero algo muito valioso.

- Eu sei, mas tenho a alma perfeita para ser a sua noiva.

 

Naraku, tira um fio de cabelo jogando na tigela , uma fumaça azul se manifesta.

 

 

- Está é a alma.

- É alma completamente diferente. Ela é descendente do Posedon .

- Sim. Além do mais, ela é o grande amor do príncipe do sete mares. Esse amor foi tão forte que ela foi capaz de salvá-lo da noite.

 

O demônio encarou Naraku.

 

 

- A lua de Sangue. Acontecerá em dois dias você ter a sua irmã e eu terei minha noiva .

 

 

 

 

 

(...)

 

 

 

Sesshoumaru, seguiu para fora do quarto de Sango, caminho até o estábulo ao chegar ao local ele se aproximou de um dos cavalos .

 

 

- Sesshoumaru, espera .

- Você não vai me impedir.

- Eu não quero te pedir . Eu só quero que você pense.

- Não a nada o que pensa , Rin está nas mãos de um louco. Que me odeia profundamente, pela morte de Rapunzel .

- Não sabemos que você não tem culpa .

 

Sesshoumaru respirou fundo .

 

- Em partes eu tenho culpa também , não tivesse conhecido ela , se não tivesse feito a cabeça dela para ir embora e conhecer outro mundo talvez ela estivesse viva . O Inuyasha está certo. Eu não posso deixar que a Rin, morra por culpa. Não posso peá-la, Miroku. Eu amo.

 

 

Miroku sorriu para o irmão .

 

- Ela não vai morrer, Sesshoumaru. Não vamos deixar .

- Isso significa.

- Que iremos montar o exercício e atrás de Naraku, ele machucou várias pessoas inocentes por vinganças , Além de Naraku ter pegado a Rin, futura rainha do Oeste e princesa do sete mares.

 

Esse comentário de Miroku, deixou o platinado completamente desnorteado. Ele nunca havia pensado em Rin daquela maneira, pelo menos até aquele momento.

 

- Miroku.

- Vamos nos organizar e vamos atrás da sua princesa.

 

 

 

(...)

 

 

 

Naraku chegava ao seu quarto, um local escuro e sombrio . Nas paredes haviam quadros de Rapunzel . O moreno retirou a sua capa. Andando em direção a seu espelho.

 

- Espelho!

 

Ele disse, e o espelho começou a surgir várias vozes que pareciam está sofrendo.

 

- Meu senhor.

- Espelho , mostre-me como está a maldita da minha mãe .

 

O espelho manifestou a imagem da velha que estava sendo assassinada por duas criança.

 

- A mulher que um dia foi rainha, agora está sendo morta.

- Velha idiota, ela perdeu a habilidade.

 

 

Disse Naraku simplesmente, observando a cena de sua mãe sendo desmembrada e tendo seu corpo jogado na fornalha.

 

- Terei que a arrumar outra pessoas para substituí-la.

 

Naraku se afastou, do espelho, porém parou logo em seguida. Quando escutou o espelho.

 

- Meu senhor?

- Sim ?

- Ele está vindo.

Naraku, riu.

- Que venha.

Dito isso Naraku se deitou na cama, e sobre a cama havia o corpo de cera igualzinho a imagem de Rapunzel. Naraku, tocou no rosto do boneco .

 

- Logo vou te trazer de volta Rapunzel . E a gente finalmente vai poder viver nosso amor. - dito isso ele beijou os lábios da boneca de cera.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...