História Preconceito - Yoonseok - Capítulo 30


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Hoseok Bottom, Jikook, Sope, Taehyung Top, Vhope, Yoongi Top, Yoonmin
Visualizações 36
Palavras 436
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Fantasia, Ficção, LGBT, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 30 - Senhora Seo-min


Agora estou aqui, em mais um dia de emprego. Estou com o diagnóstico da paciente Kim Seo-min, ela acabou de perder o marido e o filho em um acidente de avião. 

- Olá, Bom dia Senhora Seo-min. 

- Bom dia, querido. 

A senhora Seo-min tem, exatamente, 65 anos. É a quarta consulta que estou tendo com ela. Pra ser sincero acho que me apeguei a ela muito rápido kkk. 

- A senhora está, aparentemente, bem... 

- Ah, querido. - suspira - Só aparento 

- Bom mais é pra isso que estou aqui. Te ajudar, não é? 

- E sei que vai. 

- Que bom que confia em mim. 

A história é o seguinte: A senhora Seo-min mora aqui em Daegu, porém tem muito trabalho a fazer. A empresa dela fábrica geléia - Ela me trouxe algumas, são ótimas! - então o Marido Kim Seyon e o Filho Kim Moegy decidiram viajar para Amsterdã, então quando estavam voltando, infelizmente o avião caiu

- Tem algo, Senhora Seo-min que queira me contar? Alguma novidade? 

- Sim, na verdade uma bem macabra. 

- Hm... Sou todo ouvidos. 

- Em uma noite, sempre trato de rezar um terço... 

Uma coisa que, acho, não ter dito a vocês é minha relação religiosa. Como eu vivia falando, meu país nunca, em hipótese alguma, acreditavam em Deus. Então eu cresci ouvindo que Deus, não existe. 

Eu cheguei a acreditar nisso. Eu realmente pensava que se ele existisse não teria tantas desgraças na minha vida, eu culpada a Deus. Mas não, não é culpa dele, era minha, sabe por quê? Simples eu não me aceitava e não aceitava o próximo. 

Isso não é bom para uma pessoa, respeite sempre o próximo. 

Uma coisa que você tem que ter em mente quando se é psicólogo, é que cada um tem sua crença. Então dependendo do que for, são crenças de cada um. 

- ... Então nada de novo. Fui dormir, mas antes tomei o remédio que, você meu filho, me passou. Até ai tudo bem... 

A senhora Seo-min, não é uma pessoa tão descontrolada como uns casos que tive que ajudar. Então os remédios que passei a ela são apenas dois. Um antes de qualquer refeição e o outro antes de dormir, dormir em qualquer horário. 

O primeiro remédio é para ela ter alguma apetite antes de se alimentar, e o outro para conseguir dormir. 

- ... Mas não funcionou, eu acordava a cada meia hora, e acho que era, por volta, das uma da manhã, eu comecei a escutar vozes, vozes que me deixavam assustada. Extremamente assustada. 

- Ok, olha... Acho melhor aumentar a dose do remédio... 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...