1. Spirit Fanfics >
  2. Predestinados - KakaSaku >
  3. Retomando identidade,Amor e shampoo

História Predestinados - KakaSaku - Capítulo 3


Escrita por: e Flor_Cerejeira1


Notas do Autor


Fogo no parquinho é pouco,gostamos mesmo é de incendiar o mundo inteiro!
Boa leitura amorinhas!
Quero agradecer a essa parceria maravidiva com minha amiga é madrinha Flor_Cerejeira1!

Capítulo 3 - Retomando identidade,Amor e shampoo


Fanfic / Fanfiction Predestinados - KakaSaku - Capítulo 3 - Retomando identidade,Amor e shampoo

Sakura POV

Alguns meses se passaram, Kakashi e eu estamos ainda mais conectados, passamos a dormir juntos. Pode se dizer que estamos namorando, ele me surpreendeu no jantar com o pedido.

Os trâmites da recuperação da identidade do Kakashi estão de vento em polpa, ele fez uma nova cédula de identidade aonde consta como solteiro e isso é ótimo, pois ele pode ter acesso ao dinheiro que é dele, movimentou a conta dele para cá ,estamos bem felizes, Kakashi continua com tratamento psicológico para conseguir dormir bem.

Ele se encontra muito animado em retomar sua empresa, já conseguiu entrar em contato com alguns funcionários que são importantes para ele, e falou que irá recontratá-los em breve, pois a pessoa que assumiu o cargo que era dele demitiu muita gente que era de confiança do Kakashi.

Chego em casa cansada, e sou recebida com Kakashi lindo com roupas leves, e avental preto escrito “companheiro da dona da porra toda" ,sorrio não acredito que ele gostou tanto desse avental, vem na minha direção me beija.

— Como foi seu dia minha princesa — ele pergunta, tirando uma mecha de cabelo que estava no meu rosto. — Você está com o rosto tão cansadinho...

— Oie Kashi! O hospital hoje estava abarrotado de gente, até meu horário de almoço foi reduzido, eu mal almocei, mal consegui beber água ou respirar... — falei

— Eu sei o que pode te relaxar minha princesa. — segurou minha mão e me puxou em direção ao banheiro.

Fiquei super envergonhada quando chegamos ao banheiro, ele me olhou de jeito malicioso e logo me beijou.

— Está envergonhada minha princesa! — ele perguntou, eu fiquei mais vermelha do que já estava.

Kakashi começou a tirar minha roupa lentamente, primeiro meu jaleco, o arremessou no cesto de roupas sujas, depois abriu todos os botões da minha camisa, e ela também ganhou o mesmo destino do jaleco, abaixou e tirou minha calça, jogou no cesto. Pediu para eu virar de costas, abriu meu sutiã, tentei falar algo e fui silenciada com um beijo, me apertou contra seu corpo e senti sua ereção nesse momento, abaixou mais uma vez e tirou minha calcinha. Estava me sentindo quente ,no instante seguinte o vi abrir e deixar a água na temperatura perfeita, e o assisti tirar peça por peça de roupa do próprio corpo enquanto me olhava fixamente me esforcei muito para conseguir balbuciar algumas palavras.

— Ka..kashi o que você está fazendo? — perguntei com os olhos presos nos dele.

Ele se aproximou de mim lentamente e sussurrou contra meu ouvido.

— Eu vou dar um banho bem gostoso e relaxante em você Doutora... Agora pare de fazer perguntas e me deixe fazer o trabalho perfeito pra você. — ele fala em um tom provocante.

Se aquilo me excitou?

Muito ,meu corpo e minha mente clamavam por aquilo, ele segurou minha mão e entramos no box. Kakashi levou minha mão até água e perguntou se estava boa pra mim.

— Sim! — -respondi num sussurro

— Ótimo... — ele respondeu — Agora vou começar a banhar você, espero que você goste por que não tenho experiência princesa. — ele falou e eu gemi.

Puxou para baixo do chuveiro aonde molhamos nossos corpos, pegou meu sabonete líquido, desligou o chuveiro, passou uma quantidade de sabonete líquido nas mãos, e começou a passar as mãos no meu pescoço, eu meu segurava para não gemer, mais aquela situação estava me deixando extremamente excitada. Deslizou aquelas mãos ensaboadas em direção aos meus seios, colou seu corpo no meu apoiando-me, massageou meus seios, eu gemia enquanto sentia uma de suas mãos descerem pela minha barriga, e um formigamento entre minha pernas se instalou, quando a mão que estava passeando por minha barriga desceu para minha vagina, a sensação de desespero me pegou, me apoiei quase completamente no corpo dele, joguei a cabeça para trás e gemi alto quando dois dedos massagearam minha cavidade úmida pela excitação.

— Kashi por por fa...vor... — sussurrei entrecortado e senti os dois dedos entrarem em mim.

Gemia loucamente, minha boca estava entre aberta, meus braços procuraram seus cabelos passei à segura-lo com força, meus olhos completamente fechados.

— Oh Ka..kashi, não meu torture mais— choraminguei, e ele continuou minha respiração ficou pesada ,eu não conseguia pensar formar palavras, as únicas frases que saíram momentânea da minha boca foi “ohhh Deus, por favor” seguido de um gemido ,e aquela sensação como se eu tivesse sido atravessada por um raio, gozei em seus dedos senti quando ele me segurou com mais força me encostou no vidro do box, senti seu pau entrar tão duro em mim. Meus olhos estavam fechados, meu corpo o abraçou, ele me fodia tão fundo, queria ter voz pra gritar de prazer, mais se eu ainda estivesse gemendo estaria no lucro, pois tinha impressão que não tinha voz no momento, o corpo dele tomava o meu com intensidade”. — Ooh Kashi, por favor... Por favor, ohh por favor... Amor! — passei a soluçar enquanto aquelas palavras saiam da minha boca e novamente estava entrando naquele feixe de energia, os espasmos vieram com violência, meu corpo tremeu, meu coração batia acelerado, todo meu corpo se tencionou com força lágrimas escorriam do meus olhos ,e eu só pensava que eu tinha que gritar ,expor de uma vez que eu o amava — Eu te amo... Eu te amo... — sussurrei enquanto o orgasmo ainda me assolava, ali voltei a ouvir Kakashi gemendo ,enquanto ainda continuava a me foder com força, senti seu gozo me preencher e ele usar as forças restante para se sentar no banquinho de banho comigo no colo, ainda estava mole, e fora de órbita, senti rele me apertar ainda mais contra seu corpo ,segurei nele com a pouca força que ainda tinha, as lágrimas ainda teimavam em descer .

— Abra os olhos pra mim minha princesa... — ouvi seu pedido, abri meus olhos devagar— Eu te amo minha princesa, quando tudo isso acabar quero que continue comigo, continue ao meu lado princesa, seja só minha... Para sempre, precisarei retomar a empresa quero que esteja comigo...

— Estarei com você! — respondi num sussurro.

Kakashi ligou o chuveiro, com nos dois embaixo dele, me passou o frasco de shampoo lavei o meu cabelo enquanto ele me segurava, e depois lavei o dele, o vendo sorrir e falar “nunca havia percebido o quando amo produtos de flores de cerejeira, se tornou meu favorito, vou fazer questão de usar todos os dias".

Rin POV

Não acredito que aquele idiota não morreu, nem para isso aquele imbecil serve. Eu e meu marido formos morar num apartamento, que o Obito comprou com dinheiro desviado da empresa, ainda bem que nos dois sempre aguardávamos parte do dinheiro em outra conta, pois agora não posso mexer na conta que era do kakashi, nosso advogado falou que ele está vivo.

As provas de sangue e todas as outras deram positivas, tentamos rastreá-lo para tentarmos fazer o serviço certo dessa vez, falei para Obito que era para queimar o corpo, mais ele insistiu que se o corpo fosse encontrado os seguros de vida sairiam mais rápido. E agora estamos pisando em ovos e preparados para fugir a qualquer momento.

Obito foi afastado da empresa, e provavelmente Kakashi retomará a presidência a qualquer momento, o pouco que espiei a empresa vi que alguns funcionários que foram demitidos por nós, retornaram a empresa, e seguranças é o que mais tem ainda estou conversando com meu advogado para saber se tenho direito aos bens de Kakashi, pois estou casada com Obito.


Notas Finais


Estamos perto do final amorinhas!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...