História Predestined [Jikook ABO] - Capítulo 7


Escrita por: ~ e ~Sayuri02

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 479
Palavras 3.920
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Lemon, Luta, Mistério, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olha a Omma aqui de novo hihi^^❤
Eu sei que eu demorei para postar o capítul. Me desculpem eu estava muito ocupada, não estava tendo tempo para escrever. Me desculpem mesmo, prometo não demorar tanto para o próximo capítulo..... Agora chega de enrolação e vamos ler...°•°•....

Capítulo 7 - Especial Vhope - Morango e Chocolate


Fanfic / Fanfiction Predestined [Jikook ABO] - Capítulo 7 - Especial Vhope - Morango e Chocolate

Kim Taehyung


Em plena quarta-feira, exatamente ás 14h30 da tarde, depois de uma manhã inteira de aula, estava eu à caminho de uma confeitaria para escolher o bolo e doces do meu casamento. Hoseok e eu queriamos nos casar só depois da faculdade porque teríamos o nosso tempo inteiramente para se preocupar com o casamento, mas decidimos adiantar a data já que ele tinha me marcado e a gente vive grudado, seja na casa dos meus pais ou na casa dos pais dele. Então, não vemos mais motivos para adiar... Parei o carro em uma vaga no estacionamento que tinha perto da confeitaria e segui o resto do caminho a pé, parei em frente ao estabelecimento e empurrei a porta ouvindo o melodioso som do sino avisando que havia chegado cliente, como eu já tinha hora marcada procurei uma mesa reservada e fiquei esperando a atendente. Não demorou muito e uma senhora veio ao meu encontro trazendo um catálogo em mãos, ela me comprimentou e sentou-se junto à mim, seria uma tarde longa pois eu teria que escolher cada detalhe dos doces e o modelo do bolo, sem falar que eu teria que provar varias coisas. Foleando o catálogo vi vários doces que combinariam perfeitamente com a decoração que eu já tinha escolhido, ficaria uma maravilha... Depois que provei e escolhi todos os docinhos, chegou a parte do bolo, não demorou muito para que eu me agradasse de um e a senhora à minha frente pedir para um dos funcionários trazer os diversos sabores para mim escolher... Eu já estava ficando cheio de tanto doce que ja havia provado. Todos os sabores à minha frente eram muito gostosos, mas eu queria algo que agradasse à Hoseok, afinal, o casamento não era só meu... Justamente na última fatia eu encontrei o que queria, o recheio do bolo era de morango com chocolate e Hobi adorava essa combinação. Depois de ter acertado tudo segui rumo a minha casa, eu precisava descansar um pouco...

Cheguei em casa, tomei um banho e me joguei na cama, coisa que foi muito estranha de se fazer sem ter meu noivo junto à mim. Ele tinha insistido em passar o dia só com os pais e eu não contestei... Olhando o teto do meu quarto lembrei que não tinha escovado os dentes e ainda dava pra sentir o leve gosto do recheio de morango com chocolate do bolo.

Flashback-on


Ligação-on

- Hobi onde você está?! - Perguntei irritado, pois ele estava me evitando o dia inteiro e eu tinha quase certeza que ele estava escondendo algo de mim...

- TaeTae, não fica bravo comigo. Eu juro que não estou fazendo nada de errado! - Ele me respondeu e no momento me parecia que ele estava falando a verdade mais eu não ia desistir tão fácil...

- Ah é?! E o que você esteve fazendo que eu não pude estar junto à você, posso saber? - Ele ficou calado por alguns segundos e eu fiquei à ponto de explodir.

- Amor, assim você estraga toda a diversão! Olha só, vamos fazer assim, eu vou estar em casa daqui a 30min e quando eu chegar te ligo pra você ir me ver e eu te explico tudo pode ser? - Fiquei hesitando por alguns segundos, mas acabei por aceitar.

- Olha aqui Jung Hoseok, espero que você tenha uma explicação muito, mas muito da boa, ou do contrário você será um alfa morto! - Falei e o mesmo deu uma risada me deixando ainda mais irritado...

- Sem mortes TaeTae. Hoje a noite vai ser especial... - Ele falou com um tom sério e ao mesmo tempo malicioso. Não deu tempo de eu falar mais nada, pois o mesmo já havia encerrado a ligação...

Ligação-off


Eu estava irritado e impaciente, definitivamente ele estava escondendo algo de mim, ele nunca foi de agir desta maneira. Eu estava andando em círculos para ver se o tempo passava mais rápido, mas os minutos pareciam horas. Me joguei na cama e tentei me acalmar, passei até a contar carneirinhos, e de alguma forma adiantou... Quando já tinha se passado os exatos 30min, meu celular tocou. Peguei rapidamente vendo que não era uma ligação e sim uma mensagem.

"Estou na portaria do meu prédio te esperando, não demora. -Hobi<3"

Peguei um casaco qualquer e saí apressado, ouvindo um chingamento de minha mãe por ter batido a porta com muita força. Peguei um táxi e fui de encontro à ele... Após o taxita ter feito o percurso pedido, chegei ao meu destino. Paguei o taxi e de longe eu já o via na portaria de seu prédio conversando com o porteiro segurando uma fita vermelha em suas mãos, aquilo tudo estava muito estranho, mas tentei manter minha calma e caminhei até onde ele se encontrava. Eu queria parecer sério e irritado mas o que eu estava conseguindo demonstrar era curiosidade...


- Bom... Já estou aqui, seja breve! - Fui curto e grosso e agradeci mentalmente por conseguir demonstrar segurança na voz. O porteiro com quem ele conversava estava com um sorriso sacana e isso foi bem estranho. - Amor, não fica irritado com seu alfa preferido... - Ele estava tentando me provocar e estava dando certo, já estava em ponto de o esganar alí mesmo. - Jung Hoseok para de graça, minha paciência de ômega é bem curta e você sabe disso. - Ele arregalou os olhos e levantou as mãos, uma delas ainda com a fita vermelha em sinal de rendimento. - Tá parei, não vou mais te irritar... Vem comigo! - Estendeu a mão em minha direção e eu fiquei observando bem hesitante, mas acabei por pegá-la. - Por que tá me levando lá? Você vai terminar nosso relacionamento na frente dos seus pais? Olha isso não é necessário, a gente pode terminar aqui mes....- Shiii... Você é um ômega mesmo? Eu não vou terminar com você seu bobo, aliás, meus pais nem em casa estão...- Abri a boca pra proferir algo, mas nada saiu. Entramos no elevador e ele apertou no andar de seu apartamento. - Tenho uma surpresa pra você, só que primeiro você tem que me desculpar por hoje. Na verdade passei o dia inteiro trabalhando nisso... - Não o respondi, apenas fiquei olhando fixamente o meu reflexo na parede do elevador com um bico enorme nos lábios. - Amor, não fica assim. Me desculpa? Você sabe que é tudo pra mim... Eu te amo. - Eu sabia que não ia conseguir manter minha forma de bravo por muito... Me virei e o abracei bem apertado com meu rosto na curvatura de seu pescoço. - Eu também te amo, só não some mas assim. - Prometo que não vou, a partir de hoje seremos mais colados que nunca. - Levantei minha cabeça e o encarei. - O que você quer dizer com isso? - Ele tombou a cabeça pro lado mordeu o lábio inferior e levantou a fita que estava em suas mãos. - É surpresa, você tem que estar vendado pra isso. - Não sei o porquê, mas fiquei bastante nervoso e receioso, balancei a cabeça positivamente e ele pôs a fita em volta de meus olhos.

Depois que o elevador parou ele foi me guiando até a porta de seu apartamento, ouvi o som da porta sendo destrancada e tive um grande susto quando ele me pegou no colo estilo  noiva e me levou pra dentro, acho que foi o jeito mais fácil que ele encontrou de evitar que eu saísse derrubando tudo por onde eu passasse... Ele me colocou sentado em um lugar macio, que julguei pela falta de algo para se escorar atrás não ser o sofá da sala. Eu tinha quase certeza de que estava no quarto do alfa, senti a mão dele puxar uma ponta da fita lentamente e a retirar de meus olhos, achei que eu ia sofrer com a claridade da luz forte do quarto quando abrisse os olhos, mas tudo o que vi foi um quarto à luz de vela todo enfeitado com pétalas de rosas e balões em formato de coração. Ao meu lado na cama tinha uma tijela cheia de morangos com chocolate, e a melhor parte: Um alfa ajoelhado em minha frente com uma caixinha preta de veludo em mãos.

- E agora? Estou perdoado amor?? Olha, eu te amo muito e só passei o dia te ingnorando pra poder conseguir esconder tudo isso de você, você é uma das pessoas mais importantes da minha vida e sabe que eu prefiro ver minha infelicidade ao invés da sua! Eu quero passar o resto da minha vida ao seu lado, por isso preparei tudo isso aqui só pra selar tudo o que a gente tem. Seu ômega abusado. Eu te quero sempre em minha vida. Então... Kim Taehyung, você aceita se casar comigo? Ser pai dos meus filhos? Aturar minhas piadas sem graça que só você sorri? Aceita envelhecer ao meu lado?


Era pra ter saído da minha boca um simples sim, aceito ou qualquer outra coisa que pudesse confirmar que eu queria, mas ao invés disso me pus a chorar feito um filhotinho que acabou de se perder da mãe, o alfa a minha frente já não estava entendendo mais nada e então eu o abracei forte, talvez ele pudesse compreender com um gesto o quanto eu queria o pedido dele.

- Eii... shii, não chora! Se não eu choro também... - Ele falou dando um sorriso soprado e secando minhas lagrimas com muito carinho, eu fui um idiota em pensar tantas besteiras a respeito dele, e estava me sentindo culpado por isso. - Hobi, m-me desculpe por ser um insensível, eu também te amo e muito...- Isso é um sim TaeTae? -Ele perguntou meio receoso e eu assenti com a cabeça e voltei com o abraço. - Vem cá, estende a mão, hoje vai ser uma noite muito especial... Essa aliança não vai ser a única coisa que as pessoa vão ver em você a partir desta noite...Você será inteiramente meu, Kim Taehyung! - Ele falou e em seguina iniciou um beijo calmo quente e cheio de paixão, cada palavra que ele tinha acabado de falar me fez arrepiar todos os pelos do corpo, eu já sabia o que iria acontecer daqui pra frente. - Eu te amo Jung Hoseok...


Os beijos mudaram de calmos para afoitos, e com toda a intensidade eu fui me deixando levar. É claro que já tínhamos feito isso antes e não foram poucas as vezes, mas essa eu sabia que seria a mais especial de todas e isso estava me deixando um pouco nervoso. Ele me empurrou para o centro da cama, sentou em cima de minhas pernas e pegou a tigela que astava ao meu lado com morangos e chocolate, passou um dos morangos na calda negra de chocolate e deu uma leve mordida...


- Vamos brincar TaeTae? Uhmm tá tão gostoso, essa combinação é perfeita, não acha? - Falou passando a lingua nos lábios e retirando de lá um pouco da calda que sujava o lado direito. - Tá uma delícia, mas acho que falta algo aqui, e esse ingrediente é essencial pra dar o sabor que eu estou procurando. - Tudo aquilo já estava me deixando maluco, e algo alí me dizia que era proposital e por pura vingança, mas resolvi entrar no jogo. - Uhm, Hobi e qual seria esse ingrediente? - Perguntei mordendo o lábio inferior e olhando fixamente nos olhos dele. - Ele deu um sorriso sacana, deixou a tigela ao lado e se debruçou em cima de mim, encaixou a cabeça na curvatura de meu pescoço e sussurrou. - Você vai descobrir - Passou a dar beijos e leves mordidas em meu pescoço, minhas mãos que estavam em sua cintura ficaram inquietas, eu já estava o apertando sem perceber, estava ficando quente, minha respiração já estava descompeçada, meus batimentos cardíacos estavam acelerados e tudo se intensificou quando seus beijos molhados foram do pescoço ao maxilar e em seguida encontramos nossos labios, o sabor do chocolate misturado com morango tornava tudo mais gostoso. Ele foi erguendo nossos troncos sem parar o beijo, passou um de seus braços em volta de meu pescoço e desceu o outro com sua mão ágil por baixo de minhas roupas, eu repeti seus atos e o apertei o fazendo afar entre o beijo. - Acho que você está com roupa demais! - Ele falou entre o beijo, me apertando cada vez mais forte, me fazendo afar e suspirar. - Então resolva o problema... - Parei o beijo e fiquei o encarando, ele mordeu os lábios descaradamente e desceu a mão que estava em meu pescoço embaixo de minha camisa, foi puxando as peças sem desgrudar seu olhar do meu. Jogou tudo no chão e me empurrou de volta pro colchão, seus bejos foram descendo pelo meu peitoral e parou no meu mamilo esquerdo, a sensação era ótima, eu estava me segurando, pus a mão na boca para evitar que de lá saísse algum gemido, e eu teria conseguido se não fosse sua mão ágil que estava apertando minha coxa e foi subindo entre minhas pernas ate parar no meu membro ainda coberto pela calça e dar uma leve apertada. - Aahrm... Ho-Hobi.. Não faz is-isso. -Falei entre gemidos e afares. - Relaxa TaeTae, a parte boa ainda nem começou! - Falou e foi descendo seus beijos pelo meu tronco despido, me fazendo arrepiar, cada toque foi se intensificando, tornando tudo delirante. Chegou no cós da minha calça deixando um rastro de saliva por onde percorreu seus lábios, parou seus atos e me olhou como se pedisse permissão pra continuar, eu assenti com a cabeça e ele foi desabotoando minha calça e a puxando pelas minhas pernas lentamente me deixando apenas de box. - Bom, é aqui que o ingrediente especial entra... - Falou e pegou novamente a tigela em mãos, me encarou por alguns segundos e depois se pôs entre minhas pernas, pegou um dos morangos e mordeu. - Feche os olhos TaeTae... - Fiz o que ele pediu, esperei alguns segundos e senti ele puxando minha box e a retirando de mim, me deixando completamente despido, depois não senti mas nenhum movimento vindo dele, ficou tudo muito quieto, eu já estava prestes a abrir meus olhos, quando eu sinto algo gélido e pegajoso sendo despejado em meu peitoral, descendo pelo meu abdômen até chegar em meu membro que por sinal já estava desperto. - Já posso abrir os olhos? - Já não estava aquentando mais ficar com os olhos fechados, isso era torturante. Não obtive uma resposta, tudo o que ele fez foi se mexer entre minhas pernas, e depois ouvi o um som de ziper sendo aberto, ele estava tirando a roupa, depois senti suas mõas uma em cada coxa, ele fechou minhas pernas e me puxou para baixo, depois subiu em cima de minhas pernas e se debruçou em cima de meu tronco, mantendo uma certa distancia, se aproximou de meu ouvido e eu só pude sentir sua respiração. - Agora sim, não está faltando mais nada na combinação, tenho o morando, o chocolate e o seu corpo nu junto ao meu. - Me arrepiei por completo e senti uma fisgada em meu membro, eu já estava me sentindo dolorido com toda aquela tortura, prendi a respiração ao sentir uma lingua quente no meu peitoral limpando toda a sujeira do chocalate. - Uhmm, eu sabia que esses três ingredientes formariam a melhor combinação de sabores, você é delicioso TaeTae, uhmm... - Hobii! Anda logo... Anda Logo! Aaah... Hobi anda logo com isso!!! - Assim acaba toda a diversão, amor... - Meu membro latejava e eu tenho certeza que o dele se encontrava da mesma forma que o meu, suas lambidas foras descendo por onde tinha chocolate, vez ou outra ele mordiscava meu corpo me deixando ainda mas aéreo. Quando ele já tinha limpado todo o chocolate de meu tronco, só sobrou o das partes baixas... Respirei fundo e me segurei para não o xingar de varias coisas, ele passava a lingua nas minhas coxas e as apertava forte. - Hobi, por favor.. Haar... Eu não aguento mais! - E o que você quer que faça, uhm? - Ahr você sabe que... Que eu preciso... Por favor! aahr... - Eu já estava ciente que ele iria demorar muito mais com suas torturas, então resolvi me calar, quando eu senti uma mão segurar firme meu membro e uma lingua quente passar lentamente sobre minha glande coberta por chocolate, aquilo estava sendo demais para mim, segurei firme em seus cabelos e continuei a sentir o prazer que ele estava me proporcionando... - Hobii... Isso não se faz ...Ahhaan - Ele pôs todo o meu membro dentro da boca e intensificou os seus movimentos, era tudo tão quente e molhado, isso tudo me levava a loucura. -Hobi não para agora! - Tantas sensações, eu estava nas nuvens, até sentir um de seus dedos invadir meu interior, teria sido mais doloroso se eu já não tivesse passado por isso, doeu um pouco, mas foi rápido pra mim se acostumar e assim foi com o segundo dedo. - isso é tão bom, uhmm eu acho que ...Ahh eu acho que vou... - Não deu tempo de eu terminar a frase, pois fui interrompido por um beijo, beijo esse que eu não estava esperando. Quando ele cessou o beijo e olhou nos meus olhos, deu uma risada pela minha cara de mal humor por ele ter parado no auge do meu prazer. - Calma amor, ainda não acabamos... - Ele falou saindo de cima de mim e indo em direção a cômoda do outro lado da cama. Abriu a gaveta e de lá tirou uma camisinha e um potinho de lubrificante, coisa que eu achei desnecessária, pois minha lubrificação natural por si só já era muita, mas não o contestei. Ele colocou a camisinha e veio em minha direção, se posicionou entre minhas pernas e comessamos um beijo quente e apaixonante. - Posso? - Ele perguntou se afastando um pouco de mim depois de ter cessado o beijo. Assenti com a cabeça e o vi pegar o lubrificante e passar sobre seu membro, depois deixou o potinho de lado e voltou com o beijo...

Eu já sabia o que iria acontecer daqui pra frente e isso me deixava nervoso e inseguro, não pelo fato der fazer sexo, o ato eu já tinha praticado antes, mas sim porque eu iria ganhar algo eterno, eu iria ligar a minha vida a uma única pessoa, compartilhar sentimentos, emoções, coisas que vem de dentro, uma simples mordida deixam duas almas ligadas, algo especial, que tem que ser feito com a pessoa certa, na hora certa. Eu sabia que estava com a pessoa certa e quanto ao tempo, planejavamos que seria depois de um futuro casamento, mas se a oportunidade apareceu não a mal em arriscar, o meu nervosismo vem de pensamentos como: "É o que ele realmente quer?" ou: "Eu sou a pessoa ceta pra ele?" Ele com certeza é pra mim, mas e se eu for insuficiente pra ele? Isso me deixa bastante inseguro...


- Você quer continuar? - Acho que ele percebeu o meu nervosismo em relação ao que estava prestes a acontecer. - Quero sim! Mas... E você, Hobi? Você quer? - Perguntei meio receoso olhando em seus olhos, o vi abrir um largo sorriso, depois se aproximou e me deu um singelo beijo na testa, depois colou a sua na minha, segurou o meu queixo com uma mão e fixou seus olhos em mim com uma expressão séria. - Você é o ômega mais mandão e bravo que eu já conheci em toda a minha vida, e eu amo cada detalhe seu. - Pegou uma de minhas mãos e posicionou em seu peito em cima de seu coração, que por sinal estava com os batimentos bem acelerado. - Consegue sentir isso? Isso só você consegue causar em mim. Então sim. Eu quero continuar, mais que tudo! Eu te amo, TaeTae. - Eu também te amo Hobi.


iniciamos um beijo calmo cheio de carinho e amor, o abracei pelo pescoço e ele se posicionou entre minhas pernas adequadamente, depois adentrou calmamente com seu membro dentro de mim, deu uma pausa para mim se acostumar, me encheu de beijos e depois de um tempo deu inicio a movimentos calmos, sem pressa alguma, era bom sentir seu corpo sobre o meu com todo carinho e amor envolvido, sem falar no prazer que ambos estávamos sentindo. Ele acelerou o ritimo e eu intensifiquei minha respiração. - Ahm....Amor você é perfeito, cada pedacinho seu é delicioso. - Falei enquanto ele acelerava o ritmo das estocadas. - Ahhm Hobii... - Ele Permaneceu assim por um tempo e depois deu uma pousa, o olhei com uma grande interrogação, mas entendi quando senti ele erguer meu corpo e nos trocar de posição me deixando por cima, ele segurou minha cintura forçou meu quadrio para baixo e mordeu os lábios, desceu suas mãos para minha coxa, depois eu comecei a subir e descer sobre seu membro, numa velocidade razoável. Ele agarrou o meu membro que estava esquecido e começou a me mesturbar na mesma velocidade das estocadas. -Ahmm TaeTae, você me deixa maluco! Ahhhmm...- Eu já estava chegando no meu limite e estava prestes a gozar... - Isso Hobi! Ahmm... - Ele trocou nossas posições novamente, me deixando por baixo e sem cessar o ritimo e a mastubação. Não demorou muito e eu me desfiz em seu abdômen, foram algumas estocadas e ele também chegou no seu orgasmo, senti ele se aproximar de meu pescoço e logo em seguida senti a mordida, a sensação foi maravilhosa, fiquei em êxtase, não imaginava que seria tão maravilhoso estar ligado a uma pessoa, foi tudo maravilhoso não poderia ter sido melhor..

- Eu te amo Jung Hoseok... - Eu também te amo Kim Taehyung! Depois da noite maravilhosa que tivemos dormimos juntos, um ao lado do outro.

Flashback-off


Esse dia foi um dos melhores, fiquei noivo e fui marcado, Hoseok sabe me surpreender quando quer.

DING DONG...

Quem será? Que eu lembre não estou esperando ninguem... Desci as escadas e avistei minha mãe, que já estava indo atender a visita. Quando ela abriu a porta vimos que era um entregador com um enorme buquê de rosas em mãos, minha mãe o pegou, assinou um papel e dispensou o entregador.

- A senhorita agora ganha rosas? Uhm, papai sabe disso? - Garoto me respeita eu que sou sua mãe e não você minha. - Falou me dando um tapa na nuca. - Ahh, a propósito, essas rosas não foram para mim... - Ela falou com um sorriso sacana e com um tom malicioso na voz. Acho que descobri de onde veio esse meu lado. - Hoseok sabe disso? - Ela imitou minha voz, usando minhas próprias palavas. - Hey, eu não faço a mínima ideia de quem possa ser. Me dá aqui, deve ter algum cartão, espera... Achei! - Abre logo... Quem foi? - Abri o cartão, bem decorado, com um fecho dourado e um cheirinho bem delicado de perfume. Dei um largo sorriso ao reconhecer a caligrafia do meu "Admirador Secreto". - Quem é filho, não me deixa curiosa, o que está escrito?

"As rosas mais belas para o ômega mais abusado. Tô com saudade, TaeTae. Hoje ás 7:00hrs esteja pronto, irei te buscar para jantar. A sobrimesa será morango e chocolate!" "Hobi<3".


- Sim mãe, Hoseok sabe que eu estou recebendo rosas. - Falei com um sorriso bobo no rosto. Ele realmente sabe me surpreender quando quer...



Continua!...


Notas Finais


Gente desculpa por esse lemon ruim 😧😧 Eu nunca escrevi lemon antes então relevem se estiver muito orrivel. E mais uma vez. Me desculpem por demorar tanto pra atualizar capítulo Sorry.. ...
Beijo da Omma ❤❤ até a próximo capítulo...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...