História Prefácio - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Park Jimin (Jimin)
Tags Fluffy, Jikook, Kookmin
Visualizações 11
Palavras 204
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Fluffy, Musical (Songfic), Slash
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


tudo o que eu escrevo de jikook é pra você, duda, minha soulmate <3

as partes em itálico no lado direito são a letra da música "prefácio", do João Carreiro (nossa, eu amo muito modas de viola aaaa)

Capítulo 1 - Capítulo Único


No começo parecia brincadeira;

Foi tudo tão natural; inocente demais. Um sentimento que chegou de mansinho, aos poucos. Não lembro há quanto tempo te amo, Jungkook.

Não sabíamos que era pra vida inteira.

Não importa o que aconteça, te quero para sempre ao meu lado.

Os caminhos tomam rumos diferentes;

De qualquer forma, não importa quanto tempo fiquemos separados, Jungkook, sempre nos encontraremos de novo.

Às vezes acho que fomos predestinados um para o outro.

Pra ser sincero, eu tenho certeza.

Hoje o correr do tempo fez sentido

Pra um querer que parecia proibido

O tempo passou, ficamos muitos anos separados. Senti saudades suas o tempo todo; mas esse tempo não foi de todo ruim. Nós dois amadurecemos. Esse tempo foi necessário.

Só que Deus já tinha escrito há muito tempo

Que seríamos a folha e o vento

E o que foi virou prefácio do que somos

E é real o que pra nós era um sonho

Tudo o que passamos, todos nossos sonhos reprimidos. Nós podemos realizá-los agora, Jungkook.

Chamam isso de destino, eu não sei;

Não sei no que as pessoas acreditam, em Deus, no destino, nas forças do universo; seja como for, nós dois somos como almas gêmeas.

Chamam isso de amor, eu também acho,

Mas seja como for, me dá um abraço.

E por favor, não me solte nunca mais.


Notas Finais


escutem os modão de viola, pessoal


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...