História Premonition - Jenlisa - Capítulo 2


Escrita por:


Capítulo 2 - Phenomenon 1- Doll's Eye


Fanfic / Fanfiction Premonition - Jenlisa - Capítulo 2 - Phenomenon 1- Doll's Eye

   Fenômeno 1-Olho de Boneca

Mais um dia nublado de outono, mais um dia sem cor, sem vida. As ruas quase desertas da cidade de Satsujin, mostrava o quão as pessoas poderiam estar desanimadas naquela manhã de segunda feira.

Lalisa nao estava diferente, eram 6:00 da manhã e seria seu primeiro dia de aula empolgação? 0.

Por que ela estaria? Será mais um ano como qualquer outro. Mais um ano que vão olha-la com indiferença, mas um ano que ela será a esquisita.

— Bom dia Léo – Lalisa falou ao ver seu gatinho subindo na cama. – Está com fome? Hum?

Lalisa após enrolar muito finalmente se levanto e caminhou preguiçosamente até a cozinha, foi até um dos armários que guardava a ração de seu gatinho e notou que só daria para mais um dia.

— Oh Léo parece que sua ração só dará para hoje – Falou indo em direção a vasilha e despejando o último restinho de ração que tinha . – Vou tentar providenciar mais para você. – Saiu e abriu a geladeira vendo-a completamente vazia – Acho que tenho que providenciar comida para mim também.

Lalisa Suspirou e resolveu ir se arrumar para a escola, colocou seu tipico uniforme, a saia azul escura, a blusa social branca de manga comprida com a gravata em forma de laço vermelho e por cima o blazer preto, meias até cobrir toda a batata da perna ficando a 3 dedos de distância do joelho e seus tópicos sapatos bonecas já gasto.

Deixou seus cabelos loiros e longos soltos sem pentea-los. Passou uma escova apenas em sua franjinha.

Olhou no relógio para conferir a hora, ainda era cedo e ela tinha uma hora antes de começar a aula.

— Léo eu vou indo – Se abaixou para acariciar seu gatinho – Cuide da casa está bem?

Lalisa pegou sua mochila e saiu de casa trancando tudo. Olhou para as ruas que já tinham um pouco mais de movimento, e seguiu seu tipico caminho para a escola. Lalisa sempre passava por uma loja de bonecas quando chegava aií fim de sua rua, ela sempre parava para apreciar. Eram bonecas exóticas e quase ninguém entrava naquela loja.

—Ohayo Saoki-Sama – Lalisa entrou na loja comprimento a senhora já conhecida por ela.

— Lalisa-Chan! Bom te ver. Está animada para o primeiro dia de aula?

— Não. Por que estaria?

— Oras Lisa, tenha pensamentos positivos esse ano pode ser diferente.

— Foi isso que a senhora me disse, no ano passado, no ano retrasado e no anterior deles – Falou gesticulando e a senhora deu uma risada.

— E sua tia? Ela não virá esse ano para ficar com você?

— Espero que não – Se sentou em uma das cadeiras que tinha na entrada – Esse ano não estou afim de ouvir coisas sobre meu lado espiritual e premonições – Lalisa fez uma careta.

— E os sonhos?

— Quando chega final de ano eles sempre param, mas agora que um novo ano está se iniciando é questão de tempo até eles voltarem – Lalisa Suspirou – Estou cansada disso Saoki.

— Te entendo querida – Colocou a mão na cabeça de Lalisa de modo fraternal – Sonhar com a morte das pessoas realmente pode ser algo traumatizante e pertubador mas – Levantou a cabeça da loira para si – Você é uma menina muito forte. Vai encontrar alguém Lalisa, que te entenda e que vai poder compartilhar esse segredo

— Eu duvido... Todos por aqui já me acham uma aberração. Se souberem sobre esse meu "Dom" vão mandar me matar com certeza.

— Lalisa! Você nunca vai mudar? – Suspirou derrotada – De qualquer forma tenho algo para você.

Saiu de perto da garota andando em passos lentos até os fundos da loja. Lalisa aproveitou para dar uma olhada nas bonecas , elas eram lindas para Lalisa mas para os demais eram macabras pelo fato de parecerem humanas empalhadas.

— Lisa – Saoki chamou fazendo a garota dar um sobressalto – Fiz o seu almoço e providenciei outro tapa olha para você. Talvez se sinta mais confortável com ele.

— Saoki – Lalisa sorriu – Obrigada você é incrível.

Lalisa pegou o tapa-olho que era de cor branca e o colocou. Eu não sitei não é mesmo? Quando Lalisa tem premonições ela não vê exatamente quem vai morrer. Lalisa no lugar do olho esquerdo tem um olho de boneca cor de esmeralda que quando destampado mostra para ela quem vai morrer, ela sabe por que todas as pessoas que morreram, antes do ocorrido havia uma áurea negra sobre elas, como fumaça saindo de seus corpos então ela o preferia mantê-lo tampado.

— Obrigada Saoki é bem mais confortável do que o outro. – Sorriu para a senhora – E pelo almoço, pegou a marmita enrolada perfeitamente em um pano. – Preciso ir agora.

Saoki assentiu e acompanhou Lalisa até a porta. Lalisa saiu e acenou para Saoki.

— Esse ano será melhor! Acredite querida! – Saoki gritou.

Lalisa sorriu balançando a cabeça negativamente, Saoki era a única que tentava anima-la a todo custo. Não demorou muito para ela chegar na escola. Parou em frente ao prédio, e uma brisa fria passou por ela, Suspirou pesadamente... "Diferente" a palavra ecoava em sua mente, balanço a cabeça e levou a mão ao tapa olho. Não. Ela sabia que seria apenas questão de tempo até às premonições voltarem.

Continua



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...