1. Spirit Fanfics >
  2. Presa com o CEO >
  3. Eu não sou sua sogra

História Presa com o CEO - Capítulo 37


Escrita por:


Capítulo 37 - Eu não sou sua sogra


Fanfic / Fanfiction Presa com o CEO - Capítulo 37 - Eu não sou sua sogra

Ao ouvir a notícia, ela voou do país imediatamente em seu avião particular para perguntar ao seu filho.

Ela nunca esperava que o filho respondesse assim: "Sim, se eu não quiser que você saiba, a assistente do vovô nunca descobriria nada". Então isso significava que ele queria que todos soubessem que ele, Sasuke Uchira, havia casado com uma cadela ... É realmente louco!

Ela nunca reconheceria alguém como sua nora, exceto Karin! Sem mencionar uma garota que faliu.

Ela não podia estar errada, pois foi descoberto graças ao avô da família, Uchira ... Karin encostou-se ao lado da cômoda com um olhar perdido. Parecia que Sasuke não tinha intenção de perdoá-la.

"Karin, diga alguma coisa. Você deve voltar para cá agora. Vou te ajudar a expulsar essa cadela. Você sabe disso. Você sempre foi a única nora da família Uchira! " Ao ouvir o que Mikoto disse, Karin se sentiu muito melhor. Pelo menos, ela ganhou o apoio de Mikoto. Isso não importava. Uma certidão de casamento? Sem casamento? Nem mesmo o reconhecimento da família? Seria muito fácil se divorciar.

Depois de desligar o telefone, Karin tomou uma decisão imediata: após terminar o show, ela adiará todo o trabalho ...

Quando o Maybach preto parou em casa, já era por volta das 22h. Não havia ninguém na sala. Os dois foram silenciosamente para o quarto, de mãos dadas.

Depois de tomar um banho, Sakura ficou feliz de ver as coisas dela colocadas ao lado das coisas de Sasuke no armário.

Sakura deitou-se depois de lavar o rosto. Ela tocou no celular por um tempo e depois começou a se lembrar do que aconteceu hoje.

Ela ficou perdida em como lisonjear a sogra até Sasuke a abraçou por trás.

Sakura gemeu baixinho quando ele gentilmente a beijou de volta. Ela resignadamente se virou para abraçá-lo e beijá-lo lentamente.

Quando Sasuke estava prestes a ejacular, alguém bateu na porta do lado de fora.

Os dois pararam e lembraram que havia outra pessoa morando nesta casa.

Sakura olhou o homem em cima dela com uma cara avermelhada. Sentindo-se agitado pelo desconforto, Sasuke vestiu o roupão e saiu da cama.

Sakura se apressou em se cobrir com um cobertor. Como esperado, a voz de Mikoto foi ouvida do lado de fora. "Sasuke, espero não ter incomodado você." Mikoto estava do lado de fora da porta, segurando um copo de leite.

"Sim, você me incomodou. E você? " Sasuke bloqueou a visão da mãe e olhou para a mãe com uma cara de por que.

"Você tem estado muito ocupado ultimamente. Tome um copo de leite antes de dormir. " A franqueza do filho não envergonhou Mikoto. Em vez disso, ela estava um pouco feliz, porque esse era exatamente o seu propósito. Ele passou o leite para ela, fingindo que se importava.

Sasuke bebeu o leite na frente de Mikoto e a empurrou para fora. "Mãe, não nos perturbe quando estivermos no quarto à noite, com medo de que você possa ver algo embaraçoso." Sasuke a alertou sinceramente, o que fez Mikoto corar um pouco.

"Como você pode falar com sua mãe assim?" Mikoto apareceu naquele momento com o objetivo de perturbar sua aventura.

Sasuke fechou a porta diretamente e depois trancou a fechadura.

Mikoto estava tão agitada que ela desejaria destruir a Sakura, mesmo assim, não seria suficiente para desabafar seu ódio. Mas logo ela ouviu um gemido após o outro. Extremamente envergonhada do lado de fora da porta, Mikoto correu de volta para o quarto. Oh, ela estava envergonhada com esse som!

Na manhã seguinte.

Quando desceram juntos, Mikoto já estava esperando na mesa.

Ela deu um grande sorriso para Sasuke, mas quando viu Sakura atrás dele, seu bom humor desapareceu completamente.

"Bom dia minha sogra!" Ignorando o olhar sujo no rosto de Mikoto, Sakura veio cumprimentá-la.

"Eu não sou sua sogra! Como uma pessoa pode ser tão atrevida? " Mikoto fez uma grosseria rude, que irritou Sakura.

Sasuke ignorou completamente sua mãe e puxou Sakura para sentar à mesa. Sakura forçou um sorriso para Sasuke se sentou-se num lugar longe de Mikoto. Sakura ia tomar café da manhã.

"O que você está fazendo? Quem lhe deu o direito de sentar à mesa? " A arrogância de Mikoto fez Sakura apertar as mãos devido ao nervosismo. Ela disse a si mesma que não deveria ficar brava com a mãe de Sasuke.

"Você pode parar de falar e tomar café agora?" Sasuke fez uma careta, pegou um pão e colocou no prato de Sakura, para indicar que estava do lado de Sakura.

Vendo o filho com uma careta, Mikoto também estava infeliz. "Vendo ela, tira todo o meu apetite!"

Sakura levantou-se imediatamente, "Tia, me desculpe por isso. Estou saindo agora. " Ela correu para o segundo andar.

Depois de tirar a bolsa do quarto de Sasuke, ela desceu as escadas para trocar de sapato. Sem falar com todo mundo, ela dirigiu sua moto em direção à empresa.

Era aproximadamente 7:00 e já havia muitas pessoas na estrada. Sakura estava andando de moto devagar, de mau humor.

Ela não era uma cadela! O que ela tinha que fazer para fazer a mãe de Sasuke parar de tratá-la assim? Mas, ela não tinha feito nada pra Mikoto a tratar mal .

Ela cumprimentou Shikamaru balançando a cabeça, o que fez Shikamaru se sentir mal, não havia necessidade de cumprimentá-lo dessa maneira! Mas desde que ela estava na empresa, Shikamaru ligou para Sakura com uma expressão rígida.

"O chefe está esperando por você em seu escritório." Pensando na face de gelo do chefe durante toda a manhã, "O chefe está esperando por você em seu escritório."

Pensando na face de gelo do chefe durante toda a manhã, Shikamaru entrou em depressão, porque foi ele quem sofreu com o mau humor do chefe!

Quando o chefe ordenou que ele fosse buscar Sakura, Shikamaru desceu as escadas o mais rápido que podia.

Sakura seguiu Shikamaru até o escritório do CEO. No entanto, depois que saíram, colegas do Departamento de Pesquisa e Desenvolvimento começaram a argumentar, achando que Sakura devia ter um relacionamento especial com o assistente Shikamaru ...

Vendo Sakura de uniforme, os secretarios que trabalhavam fora do escritório do CEO ficaram surpresos e confusos. Ela trabalhou para as empresas Uchiras o tempo todo.

Shikamaru abriu a porta ora Sakura entra.

Dona Sakura meu destino está em suas mãos agora, pensou ele.

Ao ver Sakura entra Sasuke fechou o arquivo na mão e perguntou:

O que vc que comer para o almoço?

“Vamos comer juntos.” Ao não receber a resposta, Sasuke acrescentou.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...