1. Spirit Fanfics >
  2. Presentes estranhos (ou algo assim). >
  3. Surpresas de bolso e muitas cócegas;

História Presentes estranhos (ou algo assim). - Capítulo 1


Escrita por: e KacchakoPjct


Capítulo 1 - Surpresas de bolso e muitas cócegas;


Fanfic / Fanfiction Presentes estranhos (ou algo assim). - Capítulo 1 - Surpresas de bolso e muitas cócegas;

— Ei, Bakugou-kun! — em poucos instantes, Katsuki pode finalmente perceber os cabelos castanhos movimentando-se freneticamente graças ao vento que entrava na janela. O cheiro de morango era bem perceptível, Ochako com certeza tinha lavado os cabelos mais cedo.

— O que diabos você quer, bochechas? — por mais que a amasse, ainda mantinha aquele tom de voz bruto em público, ninguém precisava conhecer o lado apaixonado dele além de Uraraka.

— Ahh, por favor, não fica assim... — Ochako tentou forçar um rosto choroso, tentativa totalmente falha. – Feliz aniversário!

— Aniversário? Quê? 

— O Deku-kun me disse que hoje era o seu aniversário... E você não recebeu um presente dele e nem de ninguém, eu achei isso tão triste. Como eu posso ser uma namorada tão degenerada ao ponto de esquecer? – ela olhou para ao chão, Bakugou jurou vê-la esconder uma risadinha por alguns minutos.

— Você tá fumando? Eu disse esses dias que é daqui uns dois meses.

— Ahhh, sério?? Desculpa mesmo, amor, mas eu vou te entregar o presente mesmo assim — okay, ele não conseguia aguentar quando ela fazia uma voz tão manhosa daquele jeito. Talvez esse presente fosse melhor do que ele estava esperando... Não fazia mal aceitar, né? Não tinha problema.

— O que é? — Bakugou continuou a encará-la enquanto conversavam, por mais que ela tivesse algumas bobagens, às vezes, ele gostava muito delas. Sentia que esse sentimento era verdadeiro e que por mais que sua mente tentasse o sabotar dizendo que ela era um atraso para seus objetivos, Katsuki sabia que não era bem assim. Ochako era um incentivo a mais.

— Só um segundo... Tenho certeza que deixei aqui no meu bolso... Só um instante — é, tinha algo nisso. Uraraka podia fazer de tudo, ser boa no que se esforçasse, mas definitivamente não era boa em deixar de demonstrar sentimentos ou segurar a risada. Ela estava corada, quer dizer, ela estar corada e com as bochechas naturalmente rosinhas era normal, mas tinha algo de importante ali que ele precisava ver mesmo. Será que aquela coisa de aniversário era só mais uma desculpa?

— Tá bem — o loiro finalmente concordou.

— Aqui! Espero que você goste – foi surpreendido com o dedo do meio da namorada sendo quase esfregado na sua fuça, acompanhado de algumas risadas enormes e uma corrida até o fim do corredor. — Bochechas! Eu vou te matar! – ela não sairia impune dessas, com certeza ele não iria deixar.

...

Katsuki pouco se importava se Iida aparecesse reclamando ou algum professor brotasse do inferno para notificá-lo por correr pelos corredores da U.A., ele tinha seus motivos. Tá, pegar ela também não tinha sido a coisa mais fácil do mundo contando que ela podia se esconder fácil com a gravidade zero.

— Você devia ter visto sua cara —Ochako não parava de rir, mesmo depois de ter sido alcançada por ele, que agora a abraçava. 

— É assim, é? Então agora é hora da minha vingança — Ochako distanciou-se um pouco, temerosa do que o namorado planejava, enquanto ele apenas voltava a mão em sua direção. Ele estava tão bravo ao ponto de cogitar a machucá-la com alguma explosão?

– ATAQUE DE CÓCEGAS!



Notas Finais


Baseado em uma comic Kacchako que cheguei a ler um dia haha

Todas os créditos ao autor :)

Não lembro o nome do autor, mas toda ideia é dele, eu só adicionei um pouco de açúcar, tompero e tudo que há de bom!

Lembrando que a Kacchako Week BR é um subprojeto do @KacchakoPjct, dêem uma olhadinha nas autoras maravilhosas de lá!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...