História PRETTY LIE versão jikook - Capítulo 5


Escrita por:

Visualizações 11
Palavras 3.434
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Festa, Ficção Adolescente, Harem, Hentai, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 5 - Three


"Ela está indo embora
E eu não posso fazer nada
O amor está desaparecendo
E como um idiota eu fico parado sem reação..." - If You, BigBang.


Afasto o mais velho com um pouco de delicadeza e saio dali rapidamente, passando pelos corpos suados que se mexiam no ritmo da música que tocava, que eu não fazia a mínima ideia de qual era.

Olho para o lugar aonde eu havia visto Jungkook pela última vez e o moreno já não estava mais lá.
Consigo sair da imensa casa, respirando o ar gelado da rua. O jardim estava praticamente vazio, haviam poucas pessoas, algumas estavam ali apenas para fumar.

Caminho em passos lentos até uma parte mais afastada e me sento num pequeno banco que havia ali, prestando atenção na fumaça que saia da minha respiração, por conta do frio. Ponho as mãos nas minhas bochechas, tentando me esquentar, já que eu não estava com muita roupa.

- Impressionante. - me viro procurando pelo dono da voz e encontro os olhos negros de Jungkook, enquanto ele se encontrava apoiado em uma das árvores que ha

- Quem? - pergunto sem entender e ele apenas da de ombros, voltando a tragar o cigarro que se encontrava no meio dos seus longos dedos.

- Não deveria estar lá dentro, beijando Chaneyol? - ele fala e faz uma careta desgostosa.

- Isso te interessa? - tombo a cabeça levemente para o lado, o encarando com ar de interrogação.

- Realmente não. Só queria me certificar se não iria fugir pelo meio dos dedos dele. - fico sem entender o que ele havia dito, permanecendo em silêncio por longos segundos. - Não faça com que eu me arrependa. - seus olhos escuros ainda estavam presos em mim, me deixando levemente desconfortável, pelo fato do mais novo me avaliar por inteiro, parecia estar procurando algum defeito, ou algo ainda pior.

- Perdeu o cu na minha cara? - abro um sorriso debochado e vejo o mesmo revirar os olhos e sorrir do mesmo jeito, apenas balançando a cabeça em sinal de negação. - Pensei que tivesse.

- Pensou errado. - ele apaga o resto do cigarro e sai andando lentamente dali, deixando seu perfume extremamente bom.

Suspiro aliviado e depois de alguns minutos volto para dentro.
Assim que adentro a casa novamente, encaro a tela do celular que estava em uma das minhas mãos, constatando que já eram mais de 4 horas da manhã, algumas pessoas já não estavam mais ali, talvez já tivessem ido embora pelo fato de estarem extremamente bêbadas ou, o que eu achava mais provável, estavam transando nos vários quartos que haviam no andar acima.
Procuro um dos meninos, para que eu os avise que iria embora, eu não aguentava mais ficar ali, o barulho da música alta fazia meus ouvidos doerem levemente, eu só precisava da minha cama, minha confortável cama.

Assim que acho Jin solto um suspiro aliviado e caminho até o mesmo em passos rápidos, empurrando levemente algumas pessoas que entravam na minha frente.

- Jin-ah! - grito para o mesmo, quando já estavamos bem próximos e ele se vira para mim, me encarando e sorrindo levemente. Parecia estar bêbado também, seguro a vontade de revirar os olhos. - Eu já estou indo embora, só queria avisar. - grito novamente.

- Tá bom, Yoongi disse que também já iria ir, ele está... - ele parece procurar por alguns segundos por Yoongi. - Ali? Ali! - me viro e vejo o mais velho no colo de Hoseok, beijando o pescoço do mesmo, enquanto Tae beijava Hoseok nos lábios. Reviro meus olhos e saio dali, não queria atrapalhar o meu trio favorito.

Suspiro novamente aliviado ao sentir o ar geladinho e não o ar abafado, misturado com o cheiro de fumaça e bebida que estava lá dentro. Começo a andar pelo campus, porque a fraternidade ficava dentro do lugar, só era um pouco mais afastado dos edifícios que estudávamos e dos dormitórios.

Depois de alguns minutos eu já estava em frente ao prédio do dormitório masculinos, adentro o hall do mesmo e subo lentamente as escadas. {...} Assim que entro no quarto e tranco a porta, suspiro cansado, eu sentia o cheiro extremamente ruim de bebida nas minhas roupas e o cheiro bom de Chaneyol ainda estava presente ali. Lembro do nosso beijo e reviro os olhos, não havia sido nada ruim, muito pelo contrário foi bom, extremamente bom, mas eu não conseguia sentir nada pelo mais velho, ele não fazia com que eu ficasse nervoso e nem sequer mais agitado, as vezes eu ficava irritado por sua naturalidade em fazer cantas para mim, o que nem sempre eram tão boas, mas conseguiam me fazer rir, pelo fato de serem extremamente idiotas, eu gostava da risada de Channy e do sorriso do mesmo, nada a mais que isso. Talvez isso fosse ruim ou bom demais, Taehyung diria que era bom, porque Chaneyol realmente "gostava de mim", admito que aquilo me fazia rir, por não imaginar o mais velho apaixonado por mim, pensava que ele queria apenas uma transa e nada mais. Eu poderia negar para sempre ou talvez, aceitar, eu não sou virgem não se engane, eu só não conseguia me ver transando com o mais velho... Sou despertado dos meus pensamentos pelo celular vibrando no bolso traseiro da calça.
Franzo o cenho e pego o mesmo, desbloqueando a tela e olhando as mensagens que Yoongi havia mandado. Reviro meus olhos e solto uma risada baixa.


- 🌻 -


Doce: irei dormir no quarto do Joseok

Doce: Hoseok* KKKK 

Doce: desculpaaaaa

Doce: tenha uma boa noite, chim

Doce: parece que a festa foi boa né?

Doce: Chaneyol deve ter adoradooooon

Doce: e você também não parecia nada desgostoso


me: vá dormir 

me: tá muito bêbado

me: minha noite foi boa sim

me: e vai ser ainda melhor


Doce: HUMMMMM 

Doce: o que cê vai fazer, homi? 


me: dormir

me:

me: boa noite

me: boa transa

me: beijinhos


Doce: KKK boa noite


me: AAAAAA 

me: o Tae tá aí também?


Doce: tá sim

Doce: beijinhos

[[Doce ficou offline]]


- 🌻 -


Tiro as roupas jogando as mesmas em qualquer lugar do quarto, arrumando apenas a boxer que eu usava e me jogo na cama, sentindo a cabeça pesar e logo depois o sono vir, por sorte amanhã não teríamos aula e eu estava extremamente feliz por aquilo, pelo fato de assim eu poder ficar na cama até tarde, sem aulas, sem porra nenhuma.


{...}


Sou acordado por uma risada alta e o barulho da porta se abrindo logo depois. Resmungo algumas coisa e tudo fica em silêncio, fazendo eu me virar para o outro lado, para assim, poder ver quem estava ali, mesmo que eu já desconfiasse que fosse Yoongi, pois só ele tinha a chave além de mim.

Encaro o meu querido colega de quarto que havia me acordado com a risada escandalosa do seu namorado e fecho a cara. Pisco os olhos algumas vezes para que minha visão ficasse melhor e consigo ver Jin e Jungkook... O mais novo olhava fixamente para o meu corpo e foi naquele momento que eu lembrei que estava apenas de boxer, puxo a coberta para cima do meu corpo, me tapando totalmente até a cabeça.

- Vão se foder! - falo mal humorado e sinto o final do colchão afundar indicando que alguém havia sentado ali.

- Você e Yoongi trocaram de personalidade hoje? Você viu o bom humor que ele 'ta? - ouço a voz de Jin e apenas murmuro algo, que nem eu havia entendido.

- Eu também estaria de bom humor se passa-se a noite toda fodendo. - a voz debochada de Jungkook se faz ouvida no quarto e logo depois ouço a risada de Jin e ele deitando ao meu lado, batendo levemente na minha bunda.

- Como se você não tivesse feito o mesmo né? Vimos as duas morenas entrando no seu quarto, meu caro. - Yoongi usa o mesmo tom debochado do moreno e retiro o cobertor do meu rosto, encarando todos ali.

- Parem, me deixem dormir! - falo manhoso e todos me encaram por longos segundos, me fazendo bufar e sentar na cama. 

- Nós iremos sair hoje! Um amigo do Namjoon, que já se formou, convidou a gente pra uma festa a fantasia na casa dele... Então todos nós, incluindo os dois dorminhocos que não estão aqui, também irão no shopping. Certo? Certo! - Jin informa. Ele não havia nem convidado, apenas nos intimou e bom, não seria eu que iria contra isso, até porque eu não queria ver o mais velho bravo, era assustador, mesmo que ele tivesse essa cara fofinha, de amorzinho, quando ficava bravo não tinha nada de amorzinho.

- Chaneyol não vai ir? - faço um careta.

- Por mais que você queira muitooooo, não. 

Reviro meus olhos pela ironia de Hoseok e me levanto da cama.

- Já sabem que fantasias vão comprar? 

- Eu já. - Yoongi, Hoseok e Jin falam juntos. Jungkook apenas nega e da de ombros.

- Você pode ir assim se quiser. - me viro para encarar o dono da voz e franzo o cenho, revirando os olhos para o moreno mais novo.

- Preciso ir tomar banho.


{...}


Já estávamos todos dentro dos carros. Yoongi, eu e Jungkook fomos no carro do moreno mais novo, enquanto Hoseok, Tae, Namjoon e Jin, foram no carro de Namjoon.

- Você vai na frente, Chim... - ele apenas avisa, enquanto vai para o banco traseiro.

Eu e Jungkook entramos no carro, ponho o cinto e o moreno faz o mesmo, ligando o carro e saindo na frente do carro de Namjoon. A música If you do grupo de K-pop BigBang tocava no rádio do carro, eu e Yoongi começamos a cantar, não nos importando com a presença do moreno no carro. Eu gostava bastante daquela música, mesmo sendo triste. Finjo estar chorando e arranco risadas altas dos dois dentro do carro. Passando o microfone invisível para Jungkook e ele começa a cantar a parte de G-Dragon, a voz do moreno era... Maravilhosa. Me fazendo querer até mesmo chorar, mas mudo de música assim que começamos a ficar muito deprimentes. Agora era FXXK IT que tocava e todos nós cantávamos ao mesmo tempo, Yoongi fazendo as partes com rap.

Depois de um tempo finalmente chegamos ao shopping, desço do carro assim que Jungkook estaciona o mesmo e desliga. Namjoon estaciona ao lado e abre a porta batendo com a mesma em mim.

- HEY! - grito e ele ri.

- Desculpa, Chim. - me abraça levemente e andamos todos para dentro do lugar, assim que chegamos lá nos separados.

Yoongi, eu, Tae e Jin, fomos para um lado, enquanto Hoseok, Namjoon e Jungkook foram para o outro.

- Que fantasia vocês vão querer? 

- Eu ainda não sei. - Tae resmunga e segura na mão de Yoongi.

Adentramos uma das várias lojas de fantasias Tae e Jin saíem correndo na frente, enquanto eu e Yoongi nos sentamos.

- Olhe aquela pro Jimin! E aquela pro Yoongi! - Tae praticamente gritava no meio da loja, enquanto corria até às fantasias.

- MEU DEUS! SÃO PERFEITAS! JIMIN! YOONGI! VENHAM AQUI, AGORA! - Jin grita, chamando nossa atenção.

Não poderíamos ter amigos melhores, solto uma risada baixa e me levantando junto com o moreno ao meu lado.

Jin segurava uma fantasia de anjinho, que continha um vestido/camisola branquinha e botas até o joelho, juntamente com pequenas asas e uma tiara de flores brancas.
Taehyung segurava a fantasia de diabinho, um vestido vermelho curto, uma tiara com chifres, uma cinta-liga que provavelmente vinha até a metade das coxas e uma bota até o joelho também.

- Qual a é minha? - Yoongi pergunta.

- Jimin é sempre anjinho, então dessa vez vamos trocar, você de anjinho, amor e Jimin de diabinho. - Tae sorri, malicioso.

- Não acham que é muito curto não? Vou usar o que com isso?

- Calcinha, ue. - todos os três falam juntos e eu sinto minhas bochechas queimarem.

- Eu vou experimentar. - pego o cabide das mãos de Tae e Yoongi faz o mesmo, cada um indo para um provador.

Tiro a roupa rapidamente e ponho o vestido que vinha só até a metade das minhas coxas, deixando minhas pernas branquinhas expostas. Ponho a cinta-liga logo depois, prendendo a mesma na boxer que eu usava, que por sorte não era muito comprida, ponho as botas e a tiara. O vestido era um pouquinho apertado, mas não marcava o que eu tinha no meio das pernas, por sorte.

Abro a pequena porta de madeira do provador e saio, Yoongi sai na mesma hora.

- Anjinho de Deus, nós iremos foder tanto hoje. - Tae tinha os olhos fixos em Yoongi, fazendo o mais velho rir. - Se eu não tivesse namorados, eu transaria com você também, Chim.


- 🌻 -


Por sorte todos nós conseguimos escolher nossas fantasias rapidamente, os meninos também. Yoongi já estava quase terminando de se arrumar, não havíamos mostrado a fantasia para os outros meninos, apenas agora Tae e Jin, que foram os que escolheram.

Pego a calcinha vermelha de renda que eu havia comprado e solto um suspiro baixo.

- Não é tão desconfortável quanto parece. - Yoongi fala e me olha, apenas faço que sim com a cabeça e começo a me vestir.

Assim que termino de me vestir, me olho no espelho grande que tínhamos no quarto, a calcinha havia deixado minha bunda mais empinada e separada, dando uma bela forma ao meu corpo.

- Você está a tentação em pessoa, Jiminnie! - solto uma risada baixa pelo comentário de Yoongi e pego meu celular, quando vejo que o mesmo já havia terminado de se vestir.

Jin já havia mandando mensagem informando que já estavam todos prontos e indo para o estacionamento. Eu e Suga saímos do quarto, depois de trancar a porta. Desço as escadas rapidamente, sendo puxado pelo mais velho a minha frente que segurava a minha mão livre, já que a outra estava segurando o celular.

[...] Conseguíamos ver os meninos de longe assim que entramos no estacionamento. 

- Hyung, calma! - falo ofegante para o mesmo e ele solta a minha mão, pulando no colo de Hoseok e puxando Taehyung junto.

- Meu Deus! Vocês estão extremamente gostosos! Com todo o respeito, Jimin-ssi. - Hoseok fala e eu sorrio.

Encaro Jungkook e ele estava com uma fantasia de policial, se todos os policiais fossem gostosos igual a ele, eu pediria para ser preso a todo momento.
Hoseok estava vestido de bombeiro, mas suas roupas eram mais sexys. Jin e Namjoon estavam vestidos de Mário e Luigi, mas em vez de uma calça Jin usava uma saia curtinha. Tae estava de raposa, ele usava uma um vestido laranja com branco, botinhas, uma tiara com orelhinhas e não menos importante um rabinho laranja, que eu jurava que estava bem na sua bunda. 

Vejo Hoseok mexe levemente na calda do mais novo e ele soltar um gemido baixinho. Eu e Jin nos olhamos no mesmo momento e começamos a rir, realmente a calda(rabinho) que Taehyung usava, estava dentro dele, literalmente, eu diria que o garoto era extremamente viciado por sexo e novas sensações.


- 🌻 -


Adentramos a casa de dois andares que era realmente grande e já haviam algumas pessoas ali, todas de fantasias muito bem criativas. Passamos pelo meio das pessoas, assim que Namjoon avistou seu amigo, que agora eu sabia que se chamava Jaebum.

Assim que chegamos a frente do moreno ele se vira para nós e abre um bonito sorriso, abraçando Namjoon e logo depois Jin, fazendo o mesmo com todos nós.

- Fiquem a vontade! - ele grita, pelo fato da música alta e se vira, saindo dali depois de um tempo.

Me sento em um dos sofás disponíveis que haviam ali e Namjoon me alcança um copo de vodka misturada com energético que ele havia ido buscar, agradeço e começo a beber lentamente. Taehyung puxa Yoongi para dançar junto de si, Hoseok senta ao meu lado, fazendo Jungkook sentar ao outro. Chego mais para perto de Hoseok e Jungkook me encara, revirando os olhos logo depois.

- Eu não mordo... Só, se você quiser, baby. - sussurra e depois se afasta novamente, sinto os poucos pelos da minha nuca se arrepiarem e me encolho levemente.

Entro em uma conversa animada com Hoseok e Namjoon, já que Jin havia ido dançar junto com os outros dois. Jungkook apenas respondia com "uhum" ou "sim" quando um dos garotos perguntava algo para ele ou simplesmente falava.

Depois de um tempo eu já estava no terceiro copo de vodka pura, o que me fazia ficar um pouco mais confiante, eu não queria beber mais por conta da fodida ressaca que eu teria no outro dia. Me levanto do sofá e vou dançar junto com os outros, todos já estavam bem alterados. Aviso para Yoongi que eu iria no banheiro e já voltava. Subo as escadas da enorme casa, depois de ter encontrado JB e ele ter me dito que o banheiro ficava lá em cima, claro depois de se separar do garoto que ele praticamente comia num dos cantos. Dobro em um dos corredores e caminho pelo mesmo, abrindo algumas portas para poder achar o banheiro, abro uma delas e vejo um casal transando, fazendo eu fechar rapidamente a porta e soltar uma risada baixinha, se eu estivesse em sã consciência, provavelmente estaria envergonhado, mas eu não conseguia ficar, depois de mais algumas portas finalmente acho o enorme banheiro, encosto a porta atrás de mim e jogo um pouco de água no rosto, para que a tontura vá embora, ou pelo menos um pouco dela. Fecho meus olhos por pequenos segundos mas os abro assustado, quando a porta se abre e Jungkook com um copo de bebida na mão entra no banheiro, ele faz uma careta assim que me vê e eu apenas reviro meus olhos, secando o rosto, mas o mesmo fecha a porta atrás de si, fazendo eu me virar para ele e fazer uma cara confusa por não estar entendendo.

- Por que fechou a porta? - pergunto e o mesmo da pequenos passos até mim, largando o copo de bebida sobre a pia.

- Porque eu tive vontade... - ele sussurra quando chega extremamente perto de mim, se a bota que eu usava, não tivesse saltos medianos e Jungkook não estivesse um pouco inclinado para frente, eu não conseguiria sentir sua respiração quente contra a minha boca. 

- Você não pode fazer tudo que te der vontade... - sussuro, alternando meu olhar dos seus olhos para os seus lábios.

- Não posso? - faço que não com a cabeça e o mais novo sorri.

Em segundos seus lábios já estavam contra os meus, me fazendo arregalar levemente os olhos, mas ceder assim que sinto o quente dos seus lábios e da sua língua, o mais novo inicia um beijo lento mas ainda sim sedento, parecia que não era a primeira vez que nos beijavamos, era como se nos beijasse-mos todos os dias, mas nunca ficassemos com vontade de parar. Suas mãos grandes, deslizam das minhas costas até a minha bunda, apertando ela fortemente, fazendo com que um gemido escape dos meus lábios em meio ao beijo, consigo sentir o mesmo sorrindo e logo depois retomamos com o beijo, agora mais afoito que o de antes, enlaço meus braços em seu pescoço e o puxo mais para perto, puxando seus cabelos com um certa força, quando o mesmo morde meu lábio inferior. Uma das suas mãos entra por debaixo do meu vestindo, apalpando minha bunda nua, já que a calcinha era pequena.

- Por que tão fodidamente gostoso? - ele sussurrou depois de ter largado meus lábios. Sua mão continua passeando pela minha nádega direita, enquanto seus beijos descem pelo meu maxilar e finalmente pescoço, fazendo eu tombar a cabeça para traz dando mais acesso ao meu pescoço. 

Seus dentes mordem meu pescoço e eu pareço acordar do transe, o qual eu me encontrava, empurro o mesmo rapidamente para longe de mim e arrumo o vestido, mesmo que eu ainda sentisse o toque quente da sua mão ali. 

- D-desculpe! - falo embolado, abro a porta e saio correndo pelo corredor, tropeçando nos meus próprios pés, eu só poderia estar louco.

Aonde você está com a cabeça Jimin? Por que Jungkook? Logo ele? Por que o beijo dele te deixou tão entregue e excitado, sendo que o de Chaneyol não te fez sentir absolutamente nada?

Eram essas as perguntas que se passavam pela minha cabeça, enquanto eu andava rapidamente pelo corredor. Paro e passo a mão levemente sobre os lábios, que estavam mais inchados do que o normal, respiro fundo e sinto minhas bochechas queimarem.

"O que está acontecendo com você, pequeno Jimin? Por que Jungkook? Por que logo ele?"


Sua inocência é muita pressão sobre mim 

Mas hoje a noite 

Eu quero que você fique. - Let's not fall in love, BigBang.


- 🌻 -




Notas Finais


Oi gente! 


Aaaa só pra avisar, o prólogo, não é o início da história, o prólogo é o porque da história, entenderam? Então Jungkook e Jimin não se envolveram ainda, eles não namoraram ainda! Queria deixar isso claro, porque eu não sei se todos entenderam.


Espero que tenham gostado, esse capítulo ficou imensamente grande.


Deem muito amor, por favor e continuem votando.


Com amor, Ana. 


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...