História Pretty Little Liars - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Pretty Little Liars
Personagens Aria Montgomery, Emily Fields, Hanna Marin, Spencer Hastings
Tags Pll, Revelaçoes, Romance, Suspense
Visualizações 14
Palavras 941
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Aventura, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Mais um episódio de Pretty Little Liars!! Espero que gostem!

Capítulo 3 - A cabana de Noel Khan


Spencer estava em sua aula de biologia, sendo distraída com a beleza de Sean Ackard, “ah, mas peleou já sei desse assunto” pensou ela. Ela já estava cansada dele nunca ter lhe dado bola, então, decidiu falar com ele. Estava determinada, iria chama-lo para dar uma volta no parque e quem sabe uns amassos também. Quando a aula acabou, ela desabotoou um pouco a sua camisa da Prada, colocou um batom da mary kay, se retirou da sua banca e foi falar com ele:

-Eai Sean.

-Ah, oi Spencer

-você vai tá disponível hoje de noite? - ela estava surpresa que ele sabia o seu nome- bom, se você estiver, poderíamos ir no cinema, lanchonete, ou até em um parque... –

-É, desculpa mesmo Spencer, mas hoje não vai dar, tenho que ir a festa do Noel Kahn, vai ser irada, tá ligado! Porque você não vai a festa também?

-Ah, tudo bem, então a gente se encontra lá

Spencer ficou com raiva e feliz ao mesmo tempo. Ela queria que eles tivessem um momento só deles dois, mas pelo menos ela ia estar em uma festa com o Sean! Sean Ackard!

 

“Emily Fields, compareça a diretoria. Emily Fields, compareça a diretoria” Todos os alunos já estavam com dor de cabeça desse som repetindo sucessivamente. Emily já havia aprontado novamente, e como a aula havia acabado, colocou sem chiclete sabor banana embaixo da banca e com a sua mochila da kipling preta foi em direção a sala do vice-diretor.

-Emily, já falamos para você milhares de vezes para não pixar a banca dos professores, você participará de uma suspensão por 1 mês das 16h00 até as 17h30h todos os dias, contando finais de semana, e se debochar, ficará mais um mês. E eu também quero que seus pais venham aqui amanhã para conversarmos.

-A pessoa não pode nem pixar a mesa dos outros que já é suspensa- disse Emily, revirando os olhos –Só isso? Obrigada vossa senhoria- disse Emily debochando, pegando o seu papel para os pais assinarem. Espera, o papel tinha algo de errado, vinha outro papel dizendo:

Pobre Em, suspensa de novo. Se continuar assim vai repetir de ano. Quem avisa amiga é! Beijos, -A.

Emily começou a tremer. Meu deus, Alison está viva! Pensou ela. Não conseguira parar de pensar naquilo

 

-Ai meu deus Aria, onde você se meteu! –disse Hanna

- mil desculpas Hanna, eu tava no bar, e acabei perdendo a hora!

- O que você andou fazendo em safadinha?

-Nada- disse Aria rapidamente toda vermelha.

-Vamos no refeitório, estou morrendo de fome

-Onde estão as outras meninas- disse Aria –vamos se sentar com elas

-Eu ligo pra Spencer e você para a Emily- disse Hanna pegando o seu iphone com capinha de melancia- Mas eu estou com tanta raiva da Em!

- O que aconteceu?

-Desde que a Ali desapareceu o estilo dela mudou totalmente, e a personalidade também!

-Eu vou ligar pra Em então

Hanna colocara a sua bolsa em uma das mesas do refeitório do colégio e pegara o seu lanche: omelete com bacons e suco de laranja 0% gordura, “espera, tinha um papelzinho junto com o prato de omelete” ela olhou atentamente para o papel, que dizia:

Pobre Hanna, se comer muito vai virar um balão, só estou te dando um conselho, de amiga para amiga. –A

Alison, viva? Isso não saíra da cabeça de Hanna desde o final do dia. Mas como era possível? Ela já estaria morta com tanto tempo desaparecida!

 

Já estava de noite, e Spencer havia colocado sua melhor roupa para surpreender o Sean. Um vestidinho azul com um laço preto. Era o melhor vestido que ela tinha. Havia estado no cabeleireiro e se produziu, pintou as unhas de cor de vinho e uma maquiagem bem escura. Uau! Nunca tinha se visto tão bonita! Já eram 22:00 horas da noite e estava pronta. Pegou as chaves do carro e foi em direção a cabana do Noel. Estava realmente bem decorada e com muitos drogados. O portão continuara o mesmo do ano passado, preto e com o ferro bem grosso. Quando entrara, o Sean estava dentro da cabana jogando sinuca com alguns meninos, o Godrick, Steve, e é claro, o Noel.

-Eai Spencer- disse Sean. Ele estava muito bonito, com uma blusa rosinha bebê e calças que podiam mostrar sua cueca da calvin Klein

-Oi Se...- Escutara alguém lhe chamando, e se virou para ver quem era

-Spencer!!- disse Hanna- Você também veio! Ah, eu estou atrapalhando? Desculpa é que...

-Não tudo bem- disse Spencer com um sorrisinho falso- a gente só estava batendo um papo

-É, vocês viram o Noel?

-Ele estava aqui a um instante jogando sinuca com a gente- disse Sean

-Ah, ok, vou ver se acho ele. Tchau Spencer –disse Hanna dando um beijo na bochecha da amiga

 

-Oi Noel! – Disse Hanna

-Oi Hanna- Disse Noel, ele estava sentado na pedra do beijo, provavelmente esperando alguém, pensou Hanna

-Então, o que você tá fazendo aqui? –disse Hanna, sentando na pedra do beijo e se aproximando dele

-Só pensando

-Noel, eu preciso te falar uma coisa...

-Manda aí

-é porque, você é o cara mais gostoso do colégio, e eu a mais gostosa, e sabe, bem que a gente poderia...

-Desculpa Hanna, você não faz o meu tipo, sabe... Te vejo por ai- disse Noel saindo da pedra do beijo

Hanna começara a chorar, por que ela tinha se exibido falando que era gostosa? Estava com ódio de si mesma, não conseguira nem dirigir, então, chamara um Uber para leva-la para sua casa. Seu rímel estava todo borrado, mas não ligara, só sabia chorar mais e mais.uq



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...